21/09/2011 - 12h48min - Atualizado em 21/09/2011 - 12h48min

Adicional de insalubridade e periculosidade para policiais e bombeiros militares

Ao apresentar a proposta na ALE, o deputado Hermínio Coelho também se referiu novamente a questão salarial.

O deputado estadual Hermínio Coelho (PT) apresentou na Assembléia Legislativa de Rondônia indicação propondo ao Governo Estadual que envie ao parlamento projeto de lei, dispondo sobre a concessão de adicional de insalubridade, de periculosidade e de atividade penosa aos servidores públicos do polícia e bombeiro militar do estado de Rondônia.

De acordo com a proposta apresentada pelo deputado Hermínio Coelho, o servidor que habitualmente trabalhe em locais insalubres ou em contato permanente com substâncias tóxicas, radioativas ou com risco de contágio, ou, ainda, que exerça atividade penosa, fará jus em cada caso à adicional de insalubridade, periculosidade, ou a adicional por atividades penosas.

Segundo a propositura, o adicional de insalubridade e periculosidade ficará discriminado aos militares da Polícia Militar e Bombeiro Militar nas seguintes modalidades, além do que for detectado em perícia médica especifica, da seguinte forma: policiamento ou patrulhamento ostensivo; guarda ou guarnição de postos policiais ou prédios públicos; operações de preservação da ordem pública, em eventos, manifestações e tumultos; ações de intervenção tática; garantia do poder de polícia de órgãos públicos, para assegurar fiscalização ou cumprimento de ordem judicial ou administrativa; custódia, guarda, escolta ou transporte de presos; proteção ou escolta de autoridades e dignitários; inteligência e contra-inteligência; combate a incêndio; busca, salvamento e resgate; operações de defesa civil; músicos da banda de música da PM; operadores de rádio do Centro Integrado de Operações (CIOP); mergulho com escafandro ou aparelho; contato constante com substância tóxica ou radioativa; e trabalho com adestramento de animais.

Os adicionais serão fixados nos percentuais e nas formas a seguir: Insalubridade deverá ser calculada com os índices de 10% (dez por cento) grau mínimo; 20% (vinte por cento) grau médio e 30% (trinta por cento) grau máximo. Já a periculosidade deverá ser calculada com o índice de 30% (trinta por cento).Para o deputado Hermínio Coelho, embora a Constituição Federal faça alusão a atividades de risco e as exercidas sob condições especiais que prejudiquem a saúde ou a integridade física, o dispositivo não foi devidamente regulamentado por lei complementar.

“Dessa regulamentação é que adviria o conceito de atividades insalubres, penosas e perigosas, hoje limitado aos servidores estaduais da administração direta”, explicou ele.

Ao apresentar a proposta na ALE, o deputado Hermínio Coelho também se referiu novamente a questão salarial, destaca ele: “sabemos que os integrantes da Polícia Militar e Bombeiro Militar de Rondônia não são bem remunerados como deveriam. Além dessa questão primordial, os integrantes da Policia Militar e Bombeiro Militar de Rondônia, exercem atividade de alto risco, por ser atividade perigosa e insalubre, pois, também atinge a saúde física, mental e psicológica desses servidores que no dia a dia enfrentam questões de segurança pública em defesa da população de nosso Estado, o que torna essa atividade perigosa”.

Leia também:

comentários
publicidade

COMENTÁRIOS


publicidade
POLíTICA | matéria escrita em 23/10/2014 ás 15:27:00

Odacir Soares relata falhas no serviço de telefonia em Rondônia

Odacir relatou que, em 2013, a capital de Rondônia, Porto Velho, chegou a ficar quatro dias com telefones mudos. Também nesta quarta-feira (22) houve registro de falha no serviço.

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 23/10/2014 ás 15:24:00

Turma eleva indenização de trabalhador que ficava de cuecas para revista íntima

As revistas aconteciam todos os dias perante os colegas com o objetivo de impedir furtos na Editora. Segundo ele, os trabalhadores precisavam passar por um corredor de vidro espelhado ...

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 23/10/2014 ás 15:22:00

Cláusula de edital que vedava contratação de negativados é considerada ilegal

A cláusula vedava a admissão de vigilantes que estivessem "negativados" em cadastros de serviços de proteção ao crédito.

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 23/10/2014 ás 15:16:00

Mantida condenação de mãe e filho que mataram por herança

Segundo consta na denúncia, no dia 8 de maio de 2008, na zona rural do município de Alvorada do Oeste, um fazendeiro foi assassinado de forma cruel dentro de sua propriedade.

POLíTICA | matéria escrita em 23/10/2014 ás 15:08:00

TSE homologa acordo histórico que retira ofensas pessoais da propaganda eleitoral

... ficou estabelecido que, no horário eleitoral gratuito, somente são permitidas publicidades de cunho propositivo, ou seja, aquelas destinadas a transmitir ao eleitor o ideário da campanha...

POLíTICA | matéria escrita em 23/10/2014 ás 15:07:00

Partidos e comunidade acompanham teste de confiança das urnas em votação paralela

O Tribunal Superior Eleitoral contrata uma empresa especializada em auditoria para fiscalizar todas as fases dos trabalhos da votação paralela.

GERAL | matéria escrita em 23/10/2014 ás 15:05:00

Semusa treina profissionais para lidarem com casos de ebola e a febre chikungunya

Os médicos, enfermeiros, técnicos e demais auxiliares são orientados quanto às medidas padrões que devem ser tomadas na assistência a possíveis casos de ebola e chikungunya...

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 23/10/2014 ás 15:05:00

Turma considera exagerada multa diária de R$ 10 mil por descumprimento de liminar

Conforme a relatora, ministra Nancy Andrighi, o valor das astreintes deve ser elevado o bastante para inibir o devedor que descumpre a obrigação, mas seu valor não pode servir ao enriquecimento injusto.

POLíTICA | matéria escrita em 23/10/2014 ás 15:02:00

Secretário pisou na bola

Valdemir Caldas

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 23/10/2014 ás 15:02:00

STJ fixa multa diária de R$ 500 mil para inibir greve na Polícia Federal

A decisão tem o objetivo de inibir o movimento grevista dos policiais durante o período eleitoral.

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 23/10/2014 ás 15:01:00

Brahma não consegue monopólio da expressão “número 1”

O colegiado, por maioria, entendeu que a empresa não teve a pretensão de usurpar a clientela da cerveja Brahma, da Ambev.

POLíTICA | matéria escrita em 23/10/2014 ás 14:10:00

Prefeito perdido veta projeto para enfermeiros, diz Orleans.

“Como o Mauro veta todos os projetos que trazem benefícios para a população de Porto Velho nós vamos, com o apoio dos demais vereadores, quebrar tal veto e promulgar a lei, finaliza Orleans.

GERAL | matéria escrita em 23/10/2014 ás 11:49:00

Biblioteca inaugura painel que homenageia seringueiros

Os materiais com os quais trabalharam os pintores são os que convencionalmente se usam em pinturas de paredes, brochas e pinceis de uso comum.

POLíTICA | matéria escrita em 23/10/2014 ás 11:42:00

ESBR apoia exército Brasileiro na " operação eleições 2014

Os trabalhadores têm posto de atendimento na UHE Jirau para votar e justificar.

GERAL | matéria escrita em 23/10/2014 ás 11:35:00

Abertas inscrições para palestra sobre Lei Anticorrupção no dia 11 de novembro no MPRO

As inscrições para participar da palestra devem ser feitas pelo portal do Ministério Público (www.mpro.mp.br)

publicidade
publicidade
© Tudo Rondônia 2005-2012 web site jornalístico - todos os direitos reservados
Editor responsável: Rubens Coutinho/ Registro Profissional 192 DRT/RO
Redação e administração: Avenida Calama com Lauro Sodré, 1118 - Salas 305 e 306 - Bairro Olaria - Porto Velho, Rondônia - CEP 76801-276 MSN/e-mail: tudorondonia@gmail.com