26/06/2012 - 17h59min - Atualizado em 26/06/2012 - 17h59min

Confúcio encaminha à ALE projeto para regulamentar licença prêmio

A licença prêmio por assiduidade foi aprovada em 92 (lei complementar 68), instituindo três meses de licença após cada cinco anos ininterruptos de efetivo serviço prestado.

DECOM

Um dos compromissos firmado pelo governador Confúcio Moura com o funcionalismo nas diversas reuniões das quais participou com servidores e dirigentes sindicais, antes e depois de sua eleição, a regulamentação da licença prêmio foi encaminhada na segunda-feira (25) à Assembléia Legislativa. O projeto de lei altera o regime jurídico dos servidores civis, com relação a concessão de licença prêmio por assiduidade ou sua substituição por pagamento em dinheiro (proveito pecuniário), conforme a disponibilidade orçamentária e financeira do órgão de lotação do servidor.

A licença prêmio por assiduidade foi aprovada em 92 (lei complementar 68), instituindo três meses de licença após cada cinco anos ininterruptos de efetivo serviço prestado, a título de prêmio com remuneração integral do cargo e função exercida. Ocorreu que no decorrer de sua vigência, a lei sofreu alterações que foram objeto de Ação Direta de Inconstitucionalidade no Supremo Tribunal Federal – nº 1197, ainda em tramitação – por atentar contra a legalidade e moralidade administrativa, além dos próprios interesses do Estado.

Em julgamento liminar, o STF entendeu por bem suspender os efeitos da lei que promoveu alterações, até a decisão final da ação. Desde então, os servidores estaduais se encontram desamparados quando se fala da concessão de licença prêmio por assiduidade.

Para atender de algum modo os servidores, o governador Confúcio Moura propôs a aprovação do recebimento em dinheiro (pecúnia) aos pensionistas de servidor falecido referente aos períodos de licença prêmio não gozados, bem como aos servidores inativos o direito de receber o benefício quando do ingresso à inatividade e ainda, a possibilidade do servidor da ativa que tiver direito ao gozo de licença prêmio optar pela reversão do benefício em pagamento, “observada a disponibilidade orçamentária e financeira do Estado”.

De acordo com o projeto de lei enviado para apreciação dos deputados estaduais, “sempre que o servidor na ativa completar dois ou mais períodos de licença prêmio não gozados, poderá optar pela conversão de um dos períodos em pecúnia (dinheiro). Igualmente, em caso de falecimento, os beneficiários à pensão do servidor receberão em pecúnia tantos quantos períodos de licença prêmio adquiridos e não gozados em vida, benefício este também assegurado aos servidores inativos, ao ingressarem na inatividade”.

A proposta prevê ainda que “quando o servidor tiver adquirido apenas um período de licença prêmio por assiduidade e, por motivo de interesse do governo, demonstrada através de despacho fundamentado do seu chefe imediato, não tiver tido a oportunidade de gozá-lo, também poderá optar em reverter em pecúnia o benefício daí decorrente, observados sempre pelo administrador a disponibilidade orçamentária e financeira do órgão de lotação do servidor”.

Fonte: DECOM - Departamento de Comunicação Social

comentários

COMENTÁRIOS


Envie Comentários utilizando sua conta do Facebook

publicidade
POLíTICA | matéria escrita em 29/05/2015 ás 21:22:00

Em vez de execrá-la, o PT precisa apoiar a vereadora que denunciou a corrupção na prefeitura de Cacoal

Valdemir Caldas

POLíTICA | matéria escrita em 29/05/2015 ás 21:15:00

Justiça determina apreensão de bens móveis e imóveis de “juízes arbitrais”

TJARON e TJARON Leste estavam, segundo o Ministério Público, operando como cobradores.

POLíTICA | matéria escrita em 29/05/2015 ás 21:09:00

Em Porto Velho, MPF ganha fachada com slogan da campanha #CORRUPÇÃONÃO

O novo prédio do MPF está também com novo visual para dizer "não" à corrupção.

POLíTICA | matéria escrita em 29/05/2015 ás 20:59:00

Plenário da Câmara decidiu sobre cinco temas em primeira semana de votações da reforma política

O Plenário da Câmara decidiu manter o atual sistema de eleição de deputados e vereadores; acabar com a reeleição para chefes do Executivo; cortar o Fundo Partidário de legendas sem congressistas; e permitir doações de empresas a partidos...

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 29/05/2015 ás 20:52:00

ADPF defende presença de advogado em inquéritos policiais

O presidente nacional da Ordem, Marcus Vinicius Furtado Coêlho, afirmou que a investigação ficará mais completa com a defesa participando de todas as etapas.

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 29/05/2015 ás 20:51:00

Negada nomeação de aprovado em cadastro reserva de concurso do TRT da 14ª Região

Ele concorreu à vaga de analista judiciário com especialidade em medicina do trabalho e esperava ser nomeado imediatamente.

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 29/05/2015 ás 20:48:00

Atendente de telemarketing ofendido por não atingir meta será indenizado

Segundo o atendente, os empregados eram divididos em grupos para verificação das metas. A cada 12 dias era divulgado o resultado parcial e, ao final do mês, o "Ranking Atender" geral.

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 29/05/2015 ás 20:47:00

Publicada alteração da Lei da Arbitragem

O parágrafo 4º do artigo 4º do projeto de lei, que previa sua aplicação, em casos específicos, aos contratos individuais de trabalho, foi um dos dispositivos vetados.

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 29/05/2015 ás 20:43:00

Herdeiros respondem por dívida após a partilha na proporção do quinhão recebido

A execução dizia respeito a dívidas condominiais contraídas pelo autor da herança. O montante, acrescido de correção monetária e juros, ultrapassa R$ 87 mil.

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 29/05/2015 ás 20:42:00

Moradores podem ajuizar ação de caráter individual para pedir rede de esgoto

A turma, em decisão unânime, negou provimento ao recurso especial.

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 29/05/2015 ás 20:40:00

RECURSO REPETITIVO-Segunda Seção discutirá pena de confissão quando a parte não apresenta documentos

No mesmo recurso será discutido o cabimento dos frutos do capital nas indenizações decorrentes de obrigações pecuniárias. O tema do repetitivo foi cadastrado sob o número 927.

POLíTICA | matéria escrita em 29/05/2015 ás 15:44:00

Em Linhas Gerais

Gessi Taborda

GERAL | matéria escrita em 29/05/2015 ás 15:37:00

Mais de 99% dos criadores de gado declararam vacinação e contagem do rebanho à Idaron

O presidente da Idaron, José Alfredo Volpi, enalteceu a luta de todos os servidores da Idaron que não mediram esforços para mais esta vitória contra a Febre Aftosa.

POLíTICA | matéria escrita em 29/05/2015 ás 15:34:00

Pacto da mediocridade aristocrática rondoniense

Davi Nogueira

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 29/05/2015 ás 13:25:00

Mantida condenação de homem que se masturbava em frente a escolas

o réu parava seu veículo em frente às escolas e chamava as adolescentes até o carro. Ao aproximar-se do carro, ele baixava o vidro e logo em seguida as calças e iniciava a masturbação.

publicidade
publicidade
© Tudo Rondônia 2005-2012 web site jornalístico - todos os direitos reservados
Editor responsável: Rubens Coutinho/ Registro Profissional 192 DRT/RO
Redação e administração: Avenida Calama com Lauro Sodré, 1118 - Salas 305 e 306 - Bairro Olaria - Porto Velho, Rondônia - CEP 76801-276 MSN/e-mail: tudorondonia@gmail.com