13/11/2013 - 15h17min - Atualizado em 13/11/2013 - 15h17min

Confúcio garante pagamento do décimo terceiro

O estado se transformou num canteiro de obras. Estamos investindo em água esgoto nas cidades de Porto Velho, Jaru, Ariquemes e Ji-Paraná.

Autor e fonte da notícia: Jornal Diário da Amazônia -http://diariodaamazonia.com.br/confucio-garante-pagamento-do-decimo-terceiro/

A forte crise internacional que atingiu o Brasil, respingando nas finanças dos estados, não desintimidaram o governador Confúcio Moura (PMDB). Otimista com o crescimento econômico de Rondônia e os investimentos de infraestrutura que passa o Estado, o governador fecha as finanças do ano com o pagamento em dia do funcionalismo.

Em entrevista especial, Confúcio garantiu o pagamento do décimo terceiro do funcionalismo, o que vai injetar mais de R$ 200 milhões na economia do Estado, apoio a Prefeitura de Porto Velho para combater as alagações nos bairros e distritos, e empurrou para o próximo ano a decisão sobre seu futuro político.

Diário da Amazônia: Sr. Governador, vamos direto ao ponto e não adianta se fazer de gato morto. O senhor é ou não é candidato à reeleição?

Confúcio Moura: Tenho a garantia da vaga de candidato à reeleição. Sou candidato por direito, mas só vou deixar o anúncio para a antevéspera da convenção. Até quando puder vou adiar a minha pré-campanha. Antecipar isso é publicidade antecipada. Além disto, antecipar o processo sucessório é causar desgastes para o estado, aumentando a brigarada política.

Diário: Como vê as pré-candidaturas anunciadas?

Confúcio: São bons nomes e pessoas experientes. Cito o caso do deputado federal Padre Ton (PT), que se manifestou ser candidato ao governo. Temos bons nomes na base aliada, desde o ex-senador Expedito Júnior (PSDB), outro nome bom. Se ele vier será outro bom candidato a governador. Temos o senador Acir Gurgacz (PT) que faz um grande trabalho no Congresso, uma liderança promissora, é outro nome importante, que tanto pode sair a reeleição ao Senado, mas é também outra grande opção ao governo. Tenho certeza que o Estado de Rondônia estará em boas mãos com ele. O PMDB conta com bons nomes em seus quadros. E tem ainda a oposição, o deputado Hermínio Coelho, que disse recentemente que resolveria o problema de Rondônia em 15 minutos. Eu gostaria de aprender esse modo de governo onde se resolve as coisas assim tão depressa…

Diário: O inverno amazônico chegou mais cedo em Rondônia. O que fazer para combater as alagações em Porto Velho. A prefeitura terá ajuda do Estado?

Confúcio: É um drama antigo na capital rondoniense. A medida em que aumenta a pavimentação das ruas e avenidas, com drenagem, resolvemos o problema das enchentes. Porto Velho não tem quase nada de drenagem e pouca rede de esgoto. O serviço de drenagem é caro e é necessário aprofundar as galerias. A drenagem em Porto Velho é bem antiga, motivo das alagações. É importante fazer um estudo de engenharia bem feito. Temos que contar com a bancada federal para buscar solução. O estado está empenhado em ajudar o município. Prova disso é a rua da Beira, próximo ao viaduto da Jatuarana, na Zona Sul. Estamos fazendo asfalto com drenagem. No mais, o governo estadual fará 150 km de asfalto com drenagem melhorando sensivelmente este quadro de alagamentos. Mas pretendemos fazer muito mais e já estamos chegando nos distritos de Extrema, Jaci-Paraná, União Bandeirantes e Rio Pardo.

Diário: O Senado aprovou a regulamentação, incorporação e criação dos novos municípios. Quantas localidades estão em condições de se emancipar em Rondônia?

Confúcio: Estamos aguardando da presidente Dilma Rousseff a sanção da proposta de criação de 160 novos municípios, mas devido a fragilidade da proposta, acredito que ela possa vetar. Em Rondônia dois distritos, que são Tarilândia (na Bacia Leiteira) e Extrema (na Ponta do Abunã), se enquadram e podem ser transformados em municípios.

Diário: Como está o projeto da nova Rodoviária de Porto Velho?

Confúcio: Uma lei antiga comprovou que a rodoviária é de responsabilidade do governo do Estado e não da prefeitura de Porto Velho. O ex-prefeito Roberto Sobrinho chegou a anunciar a construção da nova rodoviária. Mauro Nazif, seu sucessor descobriu uma antiga lei e o município passou a responsabilidade para o governo tocar a nova rodoviária. Brevemente vamos fazer uma Parceria Público Privado (PPP) e passar para uma empresa tocar a rodoviária do futuro. O local ainda não foi definido. O empreendedor é quem vai definir a área. Será uma rodoviária moderna, a exemplo das rodoviárias de Goiânia e Uberaba, onde terá espaço também para o comércio local. Enquanto isto faremos uma reforma no atual terminal rodoviário.

Diário: Rondônia cresce acima da média nacional, mais do que o dobro de outros estados. Nos próximos anos será possível prosseguir com este ritmo?

Confúcio: Fizemos projeções de 6.3 do PIB para 2013 e será possível manter o crescimento em 2014. E a capital, ao contrário do que se falava, não terá crise. A questão da terra para a agricultura do município é mais adequada que outras regiões. Elas são planas, de Jacy- Paraná a Extrema, são áreas que podem ser mecanizadas. Elas vão passar por processo de recuperação. O agricultor investe no solo, e o pecuarista tira do solo e não quer dar nada em troca. Mas na agropecuária o estado continua se projetando. Nos próximos anos alcançaremos 24 milhões de cabeça de gado, sem desmatar. Tudo isto será através do processo de confinamento. Porto Velho vai sofrer o impacto da criação de gado. Em Jaci-Paraná, distrito da Capital, já temos um confinamento de 20 mil cabeças de gado. Nossas perspectivas são das melhores, desde a Ferrovia Norte Sul, que virá até Porto Velho, abrindo novo modal de transportes até a construção das pontes, esta que liga Rondônia ao Acre, e a outra, a binacional, ligando Rondônia a Bolívia, em Guajará-Mirim. Para a industrialização, vamos atrás de gás canalizado, seja vindo do Amazonas, da Bolívia ou do Peru. Ele é essencial para um novo ciclo em Rondônia e Acre.

Diário: A BR 364 tem vitimado centenas de pessoas todos os anos ao longo do seu trajeto Porto Velho- Vilhena. Fala-se numa rodovia paralela para desafogar tudo isto, a Transrondônia. Como anda este projeto?

Confúcio: Esta será uma obra para três a 4 governos. Parte esta pronta. A estrada nasce em Pimenteiras, passa por Corumbiara, Chupinguaia (Cone Sul), Parecis, na Zona da Mata e Alto Alegre dos Parecis, e depois Mirante da Serra, Colina Verde e vai sair em Campo Novo de Rondônia, depois pega a BR -421, para atingir a Nova Mamoré, já no Vale do Guaporé. Essa rodovia já tem trechos prontos. Não vamos ocupar áreas de floresta e reserva. É possível consolidar esse projeto, sem precisar de autorização dos órgãos ambientais.

Diário: E a integração rodoviária de Porto Velho até Calama?

Confúcio: Ainda não está configurada, mas o ponto de partida poderá ser através de Cujubim. Se tiver floresta, ficará é impossível. Mas teremos ouras opções. Por outro lado, de Porto Velho já temos um trecho a São Carlos pronto, e temos um outro trecho de São Carlos a Cuniã, que é um ponto turístico. Mas essa estrada passa dentro de uma reserva. A fundação Chico Mendes não permite, fica inviável.

Diário: Os ajustes feitos na sua administração têm a ver com a Lei de Responsabilidade Fiscal ou com a quitação das folhas salariais e décimo terceiro neste final de ano?

Confúcio: Com a receita própria do Estado, pago os fornecedores, salários de funcionários e custeio da máquina. O ICMS não teve prejuízo e cresceu 6%, mas as receitas federais têm caído com o Fundo de Participação dos Estados (FPE). Estamos priorizando o pagamento dos servidores. O décimo terceiro salário do funcionalismo está garantido. Os fornecedores do estado estamos pagamos com atraso, mas estamos priorizando. O dinheiro dos bancos Basa, Banco do Brasil e Caixa está sobrando. Temos quase R$ 1 bilhão de empréstimo junto aos bancos. Existe ainda investimentos do PAC, um dinheiro extra que está movimentando a economia de Rondônia, por meio da construção de casas populares do programa Minha Casa, Minha Vida. Tem parceria do Estado nesses empreendimentos. Portanto, o comércio está aquecido. Isso sem falar que todos os meses, o governo injeta mais de R$ 200 milhões com o pagamento do funcionalismo.


Diário: O ano de 2013 tem sido repleto de obras, o que o destacaria de mais importante?

Confúcio: O estado se transformou num canteiro de obras. Estamos investindo em água esgoto nas cidades de Porto Velho, Jaru, Ariquemes e Ji-Paraná. Temos investimentos nas rodovias do estado e agora demos início a pavimentação do trecho da rodovia que liga Ariquemes a Machadinho. Serão 70 km de estradas que serão pavimentadas, que estão sendo executadas com recursos próprios. Estamos fechando o governo com saldo positivo.

Diário: O senhor foi convidado para participar do Painel Amazônico pelo jornal Estado de São Paulo em dezembro. Que quadro pretende apresentar da região?

Confúcio: Vamos mostrar os rumos do interior da região. O desenvolvimento do Brasil é dinâmico. Goiás acompanha o crescimento de Anápolis e Catalão, com a construção da ferrovia e hidrovia. O gás é importante para abastecer os municípios no período da estiagem. De Rondônia, a prospecção de gás é essencial para seu desenvolvimento. O rio Madeira será dragado, abrindo o comércio fluvial para Rondônia. Temos que mudar a questão da legislação, e esperamos que um acordo de fronteira pode ser feito para trazer investimentos para Rondônia e Bolívia. Esse acordo pode ser feito com nas assembleias legislativas, mas é importante discutir a questão do gado boliviano para que as estradas que serão abertas não sejam porteiras para entrada da febre aftosa. Acordos educacionais, reconhecimento de diplomas, segurança na fronteira precisam e podem ser feitos em acordos bilaterais dos estados da Amazônia com os países vizinhos.

Diário: E a transposição dos servidores públicos. Ao que parece, o processo ganhou lentidão nos últimos dias?

Confúcio: Chegamos no nosso limite. Só falo agora com a presidente e vou sugerir a ela resolver a transferência dos servidores. Se isso não acorrer, o Estado vai procurar o meio judicial, a exemplo do que ocorreu com os policiais militares que foram enquadrados por força de uma decisão da Justiça. Estamos com três procuradores trabalhando em Brasília para garantir agilidade no processo, mas vamos aguardar o posicionamento da Dilma, que confirmou visita ao estado neste mês. Recomendo que as prefeituras de Porto Velho, Vilhena e Guajará-Mirim busquem outros meios. São mais de 25 mil servidores que podem ser beneficiados com a transposição ao quadro do governo federal.

Leia também:

comentários

COMENTÁRIOS


Avatar de JOAO EVANGELISTA LEAL

Postado por JOAO EVANGELISTA LEAL em 12/12/2013 às 12:59

na minha concepção o governador confucio moura deve sim concorrer as eleições, pra mim ele estar cumprindo com seus devers pagamentos em dias as cidades do interior estão quase todas com asfaltos, Rr. confucio não persegue ninguem é um homem de carater cidadão de bem. preocupado com as pessoas menos favorecidas acho que melhoror em todos os aspectos, com a transposição o nosso estado vai melhorar economicamente e finaceramente,eu, sou funcionário público, sou de 84, não sou da direita e nem da esquerda sou a favor de quem trabalha. se você acha que o governador confucio é ruim então vote novamente no biaco, ou no cassol, se você gosta de ser perseguido então vote neles. joao evangelista de jesus leal.geografo.

200.129.151.117
Avatar de JOAO EVANGELISTA LEAL

Postado por JOAO EVANGELISTA LEAL em 12/12/2013 às 12:59

na minha concepção o governador confucio moura deve sim concorrer as eleições, pra mim ele estar cumprindo com seus devers pagamentos em dias as cidades do interior estão quase todas com asfaltos, Rr. confucio não persegue ninguem é um homem de carater cidadão de bem. preocupado com as pessoas menos favorecidas acho que melhoror em todos os aspectos, com a transposição o nosso estado vai melhorar economicamente e finaceramente,eu, sou funcionário público, sou de 84, não sou da direita e nem da esquerda sou a favor de quem trabalha. se você acha que o governador confucio é ruim então vote novamente no biaco, ou no cassol, se você gosta de ser perseguido então vote neles. joao evangelista de jesus leal.geografo.

200.129.151.117
Avatar de JOSE

Postado por JOSE em 16/11/2013 às 13:45

Esse cara é um palhaço e mentiroso. Prometeu um hospital novo em porto velho por ser medico e saber que o JP II não adente a demanda. Isso séria feito logo no iniciio de seu mandato. Prometeu uma educação de cara nova e o que vimos foi desvio de dinheiros e diarias sem retorno de variios servidores. Aumentou o numero de CDS e ainda falta professores nas escolas por que o contrato dos emergencias terminou com dois anos e ele nao fez o concurso a tempo. Esta colocando emergenciais a torto e a direita em diversas cidades do interior sendo que tem aprovados em concurso publico. Cortou o contrato com a vigilancia das escolas e varias ja estao sendo arrombadas e quem é que vai pagar por esse prejuizo? Somos nos, os cidadaos de bem que pagamos os nossos impostos e por termos escolhido um governador fuleiro e sem noção onde nao tem compromisso com a coisa publica. O asfalto que esta sendo feito pelo DER é um asfalto fajunto, sem é uma capa asfaltica, o MP deveria olhar a qualidade e manda investigar. Que a justiça seja celere e nao deixe esse governador conseguir sua reeleição. Que antes disso ele seja preso por omissão e por ter colocado pessoas desqualificadas nas secretarias. E que as investigação das operações nao fiquem sem solução. Que haja prisões. Muita gente entrou nesse governo com um Fusca e em menos de um ano já tem uma caminhote ou carro similar. E o sintero que nao se manifestou ate agora contra esses furtos. E a segurança de seus servidores filiados?

201.34.61.197
Avatar de FIRMINO ALMEIDA

Postado por FIRMINO ALMEIDA em 15/11/2013 às 12:10

Isso é conversa mole do CONFÚCIO MOURA, ele sabe que NÃO será reeleito.

177.1.87.54
Avatar de JUREMI MACHADO LINS

Postado por JUREMI MACHADO LINS em 14/11/2013 às 08:28

Pagar salários em dia é obrigação do gestor público. Mas eu acho que vai faltar dinheiro para o 13º salário. Pelos menos foi esta a previsão do "sábio" guru Gessi Taborda, que "sempre" acertou nas muitas vezes que agourou atrasos salariais na folha dos barnabés comandados por Confúcio... É ver para crer...

186.218.113.224
Avatar de JUCA BALA

Postado por JUCA BALA em 13/11/2013 às 17:04

Estão investindo em Ariquemes? Onde? Quando?

177.201.123.248
publicidade
GERAL | matéria escrita em 30/09/2014 ás 15:02:00

Porto Velho - Cem Anos de História

Antes habitada por tribos valentes... De grandes nações guerreiras... Estou falando de Porto Velho... Gerada nas barrancas do madeira...

GERAL | matéria escrita em 30/09/2014 ás 14:29:00

Greve dos bancários em Rondônia começa com 71 agências fechadas

Das mais de 130 agências espalhadas no Estado, 71 foram fechadas nesta terça-feira, 30/9, o que representa aproximadamente 55% de unidades com as portas fechadas.

GERAL | matéria escrita em 30/09/2014 ás 13:26:00

Prefeito Mauro Nazif decreta ponto facultativo no dia 03 de outubro

O ponto facultativo nesta data, que é precedida pelo dia da comemoração dos 100 anos de criação da cidade de Porto Velho (02/10/1914), visa...

POLíTICA | matéria escrita em 30/09/2014 ás 13:18:00

As Eleições e os Candidatos que não Deveriam Ser

Por Reginaldo Trindade[1]

POLíTICA | matéria escrita em 30/09/2014 ás 13:13:00

Em Linhas Gerais: Cadê o MP eleitoral que não fala nada das promessas estapafúrdias de Gurgacz?

Gessi Taborda

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 30/09/2014 ás 13:10:00

OAB repudia projeto de lei que extingue o Exame de Ordem

Se aprovado o projeto, haverá uma classe de subadvogados e quem perde é a sociedade.

GERAL | matéria escrita em 30/09/2014 ás 11:55:00

MP e parceiros concluem primeira etapa de implementação da Polícia Comunitária

O projeto, iniciado em 10 de julho de 2014, consiste na presença diária da Policia Comunitária em bairro pré-selecionado

GERAL | matéria escrita em 30/09/2014 ás 11:52:00

Educação na cultura digital é tema de palestra oferecida pela UNIR

O professor Nelson de Luca Pretto vem a Porto Velho especialmente para ministrar, juntamente com o professor José Lucas Pedreira Bueno (UNIR)

GERAL | matéria escrita em 30/09/2014 ás 11:46:00

Semusb prepara Parque da Cidade para comemorações do centenário

Fávaro afirma que além da estrutura do parque, a prefeitura também está beneficiando as ruas do entorno.

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 30/09/2014 ás 10:34:00

Promotor recorre à justiça contra ato do procurador geral que teria lhe impedido de investigar deputados

O desembargador Raduam Miguel , do Tribunal de Justiça, deu 10 dias para que o procurador geral de justiça preste informações sobre o caso.

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 30/09/2014 ás 10:10:00

Suspensas cobranças de telefone no período de cheia em São Carlos e Nazaré

O período de cheia para as comunidades está estabelecido de março a agosto, com exceção de São Carlos, distrito que ficou totalmente submerso pelo Rio Madeira.

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 30/09/2014 ás 10:05:00

Turma afasta decisão que considerou ginástica laboral como intervalo intrajornada

No recurso ao TST, a costureira alegou que só usufruía de 50 minutos de intervalo, e que a concessão parcial do tempo destinado a repouso e alimentação gera o direito ao pagamento total do...

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 30/09/2014 ás 10:01:00

Indenização trabalhista após separação deve ser partilhada se o direito foi gerado durante o casamento

A tese voltou a ser discutida pela Quarta Turma no julgamento do recurso de ex-esposa que pleiteou a divisão de indenização trabalhista recebida pelo ex-marido após a separação.

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 30/09/2014 ás 09:58:00

Google não é obrigado a fazer censura prévia mas precisa coibir abusos

O relator, ministro Paulo de Tarso Sanseverino, destacou que o provedor tem apenas a obrigação de disponibilizar mecanismos para que os usuários denunciem conteúdos ofensivos e de providenciar...

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 30/09/2014 ás 09:57:00

Aplicação de aposentadoria compulsória para comissionados tem repercussão geral

O tema em discussão também abrange a possibilidade ou não de o servidor público aposentado compulsoriamente assumir cargos ou funções comissionadas.

publicidade
publicidade
© Tudo Rondônia 2005-2013 web site jornalístico - todos os direitos reservados
Editor responsável: Rubens Coutinho/ Registro Profissional 192 DRT/RO
Redação e administração: Avenida Calama com Lauro Sodré, 1118 - Salas 305 e 306 - Bairro Olaria - Porto Velho, Rondônia - CEP 76801-276 MSN/e-mail: tudorondonia@gmail.com