29/08/2012 - 10h32min - Atualizado em 29/08/2012 - 10h32min

Desembargador Waltenberg diz que ação movida pelo MP é um alívio

Na semana passada, o Desembargador comunicou ao Tribunal Pleno que formalizaria denúncia contra o Promotor João Francisco Afonso junto ao Conselho Nacional do MP, por abuso do poder...

O Desembargador Waltenberg Junior, réu em ação de improbidade administrativa movida pelo Ministério Público de Rondônia, afirmou estar aliviado com o ajuizamento da ação, encerrando uma investigação que parecia não ter fim.

Na semana passada, o Desembargador comunicou ao Tribunal Pleno que formalizaria denúncia contra o Promotor de Justiça João Francisco Afonso junto ao Conselho Nacional do Ministério Público, por abuso do poder de investigar. "A demora injustificada na conclusão de investigação iniciada em 2010, que ouviu, desnecessariamente, dezenas de pessoas, fere direitos constitucionais sensíveis que merecem pronta reparação".

Segundo o Desembargador, enquanto aguardava informações solicitadas ao Procurador Geral do MPRO e à Corregedoria, sobre o procedimento adotado pelo promotor do caso, foi surpreendido pelo ajuizamento desta ação, que tem também como réus o Prefeito Roberto Sobrinho e a ex-secretária da SEMUR, Dra. Fernanda Kopanakis. "Pesquisando o sistema para acompanhar outros processos, me deparei com este. Acho que foi um dos dias mais tristes da minha vida".

"Finalmente", disse o magistrado, "estabeleceu-se a certeza de que nenhum centavo foi gasto no Reconhecimento do Domínio. É claro que poderiam ter escolhido uma ação menos infamante para tentar desfazer o Reconhecimento de Domínio. A ação civil pública, ou mesmo uma ação ordinária, teria o mesmo efeito. Mas tenho imenso respeito pelo Ministério Público, e não vou comentar a razão desta escolha. Espero que minha carreira resista a mais esse impacto".

Assessoria de Comunicação Institucional

Leia também:

comentários

COMENTÁRIOS


publicidade
RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 26/08/2016 ás 15:04:00

Assembleia e governo estadual não devem legalizar garimpo no rio Madeira, recomendam MPF e MP/RO

Recomendação também é para que Decreto Legislativo nº 66 seja cancelado imediatamente.

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 26/08/2016 ás 12:48:00

Condenado por estupro de vulnerável não teve absolvição no TJRO

O réu era padrinho de uma das vítimas.

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 26/08/2016 ás 11:07:00

OAB ajuizará Ação Direta de Inconstitucionalidade contra aumento de custas judiciais aprovado pela Assembleia

Infelizmente, nossos alertas não foram ouvidos e agora teremos que utilizar a legitimidade constitucional da entidade por via do manejo de Adin, disse o presidente da Seccional, Andrey Cavalcante.

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 26/08/2016 ás 10:50:00

Publicada resolução sobre aproveitamento de candidatos aprovados em magistratura em outros TRTs

A nova regra é válida para aqueles concursos onde os prazos de validade ainda estejam em vigor.

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 26/08/2016 ás 10:41:00

STJ reconhece validade da corretagem de imóvel, mas declara taxa Sati abusiva

A taxa Sati é o valor cobrado pelas construtoras com base em 0,8% sobre o preço do imóvel novo adquirido pelo consumidor.

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 26/08/2016 ás 10:35:00

Viúva não tem direito de habitar imóvel que ex-marido doou aos filhos

Decisão dos ministros da Quarta Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) negou direito a uma viúva de habitar o imóvel onde vivia com seu falecido esposo.

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 26/08/2016 ás 10:31:00

Negada a condenação de pais por filho que deixou de frequentar a escola

De forma unânime, o colegiado entendeu que a punição comprometeria a estabilidade financeira da família, que demonstrou hipossuficiência econômica.

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 26/08/2016 ás 10:29:00

Suspensa exigência de que juízes apresentem razões de suspeição

De acordo com o relator, a norma do CNJ, à primeira vista, é incompatível com o artigo 145, parágrafo 1º, do novo CPC, segundo o qual o juiz poderá declarar-se suspeito por motivo de foro íntimo, sem necessidade de declarar suas razões.

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 25/08/2016 ás 20:03:00

Emissoras podem convidar candidatos de menor representatividade para debates eleitorais

A lei diz que a participação em debates está assegurada para candidatos de partidos que possuam mais de nove deputados na Câmara dos Deputados, facultada a participação dos demais pretendentes.

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 25/08/2016 ás 19:49:00

Ceron fará 320 audiências de conciliação com consumidores em débito

A ação é feita pela Corregedoria, Nupemec e Cejusc para evitar novas ações judiciais.

publicidade
publicidade
© Tudo Rondônia 2005-2012 web site jornalístico - todos os direitos reservados
Editor responsável: Rubens Coutinho/ Registro Profissional 192 DRT/RO
Redação e administração: Avenida Calama com Lauro Sodré, 1118 - Salas 305 e 306 - Bairro Olaria - Porto Velho, Rondônia - CEP 76801-276 MSN/e-mail: tudorondonia@gmail.com