29/08/2012 - 10h32min - Atualizado em 29/08/2012 - 10h32min

Desembargador Waltenberg diz que ação movida pelo MP é um alívio

Na semana passada, o Desembargador comunicou ao Tribunal Pleno que formalizaria denúncia contra o Promotor João Francisco Afonso junto ao Conselho Nacional do MP, por abuso do poder...

O Desembargador Waltenberg Junior, réu em ação de improbidade administrativa movida pelo Ministério Público de Rondônia, afirmou estar aliviado com o ajuizamento da ação, encerrando uma investigação que parecia não ter fim.

Na semana passada, o Desembargador comunicou ao Tribunal Pleno que formalizaria denúncia contra o Promotor de Justiça João Francisco Afonso junto ao Conselho Nacional do Ministério Público, por abuso do poder de investigar. "A demora injustificada na conclusão de investigação iniciada em 2010, que ouviu, desnecessariamente, dezenas de pessoas, fere direitos constitucionais sensíveis que merecem pronta reparação".

Segundo o Desembargador, enquanto aguardava informações solicitadas ao Procurador Geral do MPRO e à Corregedoria, sobre o procedimento adotado pelo promotor do caso, foi surpreendido pelo ajuizamento desta ação, que tem também como réus o Prefeito Roberto Sobrinho e a ex-secretária da SEMUR, Dra. Fernanda Kopanakis. "Pesquisando o sistema para acompanhar outros processos, me deparei com este. Acho que foi um dos dias mais tristes da minha vida".

"Finalmente", disse o magistrado, "estabeleceu-se a certeza de que nenhum centavo foi gasto no Reconhecimento do Domínio. É claro que poderiam ter escolhido uma ação menos infamante para tentar desfazer o Reconhecimento de Domínio. A ação civil pública, ou mesmo uma ação ordinária, teria o mesmo efeito. Mas tenho imenso respeito pelo Ministério Público, e não vou comentar a razão desta escolha. Espero que minha carreira resista a mais esse impacto".

Assessoria de Comunicação Institucional

Leia também:

comentários

COMENTÁRIOS


publicidade
RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 19/09/2014 ás 20:26:00

Presidente do TRT da 14ª Região será expositor no VIII Encontro Nacional do Poder Judiciário

A união em torno de causas comuns da Justiça é a principal meta do Encontro Nacional do Judiciário.

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 19/09/2014 ás 14:14:00

Policial tem vínculo reconhecido com Igreja Universal

Ele foi contratado, após entrevista com um pastor, para o cargo de agente patrimonial.

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 19/09/2014 ás 14:10:00

Aposentadoria por idade híbrida beneficia trabalhadora rural

No recurso especial para o STJ, o INSS sustentou que a aposentadoria fora concedida de forma inadequada e sem fonte de custeio.

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 19/09/2014 ás 14:07:00

Contribuinte induzido a erro pela fonte pagadora não pode ser punido por falha na declaração

No recurso especial para o STJ, os médicos defenderam que a responsabilidade pela retenção é da fonte pagadora, a qual, segundo eles, deve responder de forma exclusiva pelo pagamento do IR.

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 19/09/2014 ás 14:04:00

Cabe ao devedor, após quitação da dívida, providenciar o cancelamento do protesto

O produtor alegou em juízo que a não concessão do financiamento, por ele ser “devedor de dívida já paga”, frustrou seus projetos e ainda lhe causou prejuízos materiais.

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 19/09/2014 ás 14:02:00

Julgamento de embargos em caso com repercussão geral libera 2 mil processos

Com a rejeição dos embargos, os ministros assentaram a tese de que “não tem responsabilidade solidária os sócios das empresas por cotas de responsabilidade limitada por dívidas junto à Seguridade..."

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 19/09/2014 ás 13:43:00

Encontro Regional de Jovens Advogados inicia com grande público

O II Encontro Regional da Jovem Advocacia continua nesta sexta-feira (19). Para participar basta se inscrever pelo site da OAB/RO.

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 19/09/2014 ás 07:26:00

Pai que matou Arthur Pietro é condenado a 21 anos de prisão; mãe da vítima vai prestar serviços à comunidade

Felipe matou o filho porque não gostava dele, a quem espancava constantemente e dizia ser “muito danado”.

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 18/09/2014 ás 19:17:00

STF não conhece do recurso de Ivo Cassol e poderá executar pena

Ivo Cassol foi condenado a 4 anos, 8 meses e 26 dias de detenção em regime semiaberto e ao pagamento de multa.

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 18/09/2014 ás 11:51:00

Editora Três obtém liminar contra recolhimento da Revista IstoÉ

Na decisão em que deferiu a liminar, o ministro Barroso fez uma revisão da “história acidentada” da liberdade de expressão no Brasil .

publicidade
publicidade
© Tudo Rondônia 2005-2012 web site jornalístico - todos os direitos reservados
Editor responsável: Rubens Coutinho/ Registro Profissional 192 DRT/RO
Redação e administração: Avenida Calama com Lauro Sodré, 1118 - Salas 305 e 306 - Bairro Olaria - Porto Velho, Rondônia - CEP 76801-276 MSN/e-mail: tudorondonia@gmail.com