Em reunião com Raupp, Sintero defende servidores na transposição

A reunião foi solicitada pelo Sintero na quarta-feira, dia 09/01, através de ofícios enviados à deputada federal Marinha Raupp e a todos os demais deputados federais e senadores que compõem a bancada federal de Rondônia.

Autor: Assessoria de Imprensa - Sintero
Publicada em 12 de janeiro de 2018 às 13:34
Em reunião com Raupp, Sintero defende servidores na transposição

Em reunião realizada nesta quinta-feira, dia 11/01/2017, com o senador Valdir Raupp e com a deputada federal Marinha Raupp, a direção do Sintero defendeu a propositura de emenda à Medida Provisória nº 817 com a finalidade de dar aos servidores de Rondônia os mesmos direitos conferidos aos servidores de Roraima e do Amapá na transposição.

A reunião foi solicitada pelo Sintero na quarta-feira, dia 09/01, através de ofícios enviados à deputada federal Marinha Raupp e a todos os demais deputados federais e senadores que compõem a bancada federal de Rondônia.

Além da deputada federal e do senador, participaram da reunião o procurador do Estado, Luciano Alves; a superintendente da SEGEP, Helena Bezerra; o advogado Hélio Vieira; e os diretores do Sintero, Lionilda Simão (presidente), Dioneida Castoldi (secretária geral), Manoel Rodrigues da Silva (secretário de Finanças), Judith Campos (secretária de Assuntos Jurídicos), Nereu Klosinski (secretário de Aposentados) e Sandro Luiz Ascuy de Oliveira (secretário de Imprensa).

A presidente do Sintero, Lionilda Simão, fez uma breve explanação acerca da situação da transposição, destacando que os trabalhos ficaram mais lentos na gestão Temer, que a Medida Provisória 817 não atende aos trabalhadores em educação de Rondônia na regulamentação da Emenda Constitucional 60 e que, embora as emendas constitucionais da transposição de Roraima e do Amapá tenham sido elaboradas com base na EC 60, aqueles servidores adquiriram mais direitos do que os servidores de Rondônia.

O senador e a deputada federal expuseram as dificuldades enfrentadas em Brasília no ano de 2017, quando foi elaborada a Medida Provisória 817, e disseram que a luta precisa continuar com o apoio de todos. O advogado Hélio Vieira disse que a partir de uma leitura criteriosa da Medida Provisória é possível contemplar os servidores de Rondônia com emenda. O ex-presidente do Sintero e atual secretário de finanças, Manoel Rodrigues da Silva, destacou que na gestão Temer a comissão da transposição no Ministério do Planejamento foi desfeita, e a partir de então, os sindicatos não tiveram mais acesso às informações precisas. Já o secretário de aposentados do Sintero, Nereu Klosinski, defendeu a elaboração de uma redação para subsidiar a apresentação de emenda à Medida Provisória.

Depois de ouvir todas as ponderações e a proposta apresentada pela presidente do Sintero, o senador Valdir Raupp disse que ainda neste mês de janeiro vai trabalhar na elaboração de emenda à Medida Provisória 817 e buscar o apoio dos demais parlamentares para sua aprovação logo depois do recesso, visando garantir expressamente a inclusão dos aposentados e pensionistas, dos que já estavam no governo antes de 1987 e prestaram concurso para o mesmo cargo ou cargo equivalente, para os que foram contratados por meio de convênios e para aqueles que tiveram o requerimento indeferido por divergência na escolaridade.

Comentários

  • 1
    image
    Wanderley Biserra de Lima 14/01/2018

    O 'Coronel' e Senador ROMERO JUCÁ pode ter muitos defeitos, mas é preciso reconhecer sua capacidade de liderança e influência junto ao governo, principalmente quando se trata de defender os interesses de RORAIMA. Seja qual for o 'governo de plantão'; é atuante e tem força, precisamos que nossa bancada se junte a ele e peça para resolver essa questão do tratamento diferenciado dado ao AMAPÁ e RORAIMA em detrimento de Rondônia. Estamos no prejuízo e temos pressa...

  • 2
    image
    Richard Lenon 14/01/2018

    Se o casal político diz que defende o mesmo tratamento com Amapá e Roraima porque não fez lá em Brasília, na Câmera e Senado.

  • 3
    image
    Roberto 14/01/2018

    As eleições estão pertinho fazam um esforço pelo estado de Rondônia SENADOR RAUPP É DEPUTADA MARINHA RAUPP. Como o SENADOR ROMERO JUCA sozinho conseguiu levar a transposição de Roraima e Amapa e vocês NADA.

  • 4
    image
    domingos barros 14/01/2018

    ESPERO EU QUE AS PESSOAS JA TENHAM SUAS OPINIÕES FORMADAS A RESPEITO DESSES DOIS CANDITADOS APAREÇEM SÓ EM EPOCAS DE PRE ELEICOES COM SUA FALACIAS.. O POVO JA CONHECE ESSAS FIGURAS.

  • 5
    image
    Madson 12/01/2018

    É até 91? Roraima e Amapá é até 93.

  • 6
    image
    Maria das graças 12/01/2018

    Alguém ainda acredita em políticos e sindicatos😁😁😁? Acordem isto é moeda de troca cara pálida!!! Outubro vem aí e o casal 👹👹não querem perder a mamata de viver a nossas custas. Mandem todos tomar água do esgoto, não é bem isso, massss...

  • 7
    image
    Wanderley Biserra de Lima 12/01/2018

    A bancada federal de nosso Estado. Pergunto se é verdade que o salário base dos servidores do AMAPÁ e RORAIMA, são praticamente o dobro dos servidores transpostos de Rondônia? Em sendo verdade, porque não agiram antes da edição da MP 817, dando o mesmo tratamento aos servidores de Rondônia? Corram urgente atrás do prjuízo, e resolvam a situação, pois iremos cobrar de todos os parlamentares federais o valor dessa FATURA...nas URNAS...está bem claro..

  • 8
    image
    Otavio da Cruz 12/01/2018

    Ja votei alguma vezes no Maurão, mas me arrependi muito, no dia que precisei dele.................. nem me atendeu, com aquela assessoria que ele tem, não a lugar algum.

  • 9
    image
    Josimar 12/01/2018

    Ooh Senador e sua respectiva Senhora, parem de Enrrolar os servidores, faz tempo que vcs são da Base desse Governo e do anterior, vcs nada fizeram, o Raupp chegou a ser Presidente Nacional do PMDB, não fez Nada, só se enteressou em fazer Esquemas errados, Roraima por exemplo, tem um Senador (mala), igual vc, porém resolve os problemas, é o caso do Senador Jucá, com raríssima exceção, vcs da Bancada de Ro, votam a favor do Governo Federal, só em troca de Benefícios próprio... Outubro vem aí....

  • 10
    image
    Andre de Oliveira cavalcante Neto 12/01/2018

    Os professores fizeram o concurso para atender um Decreto deixado pelo Raupp nas mãos do Bianco, onde se pretendia mudar tdos celetiistas para estatutários, e quem não fosse aprovados ganhariam rua. Conclusâo: Quem foi aprovado ficou de fora na Transposição e o Raupp sendo cumplice , agora se passando por bonzinho...2018 vem aí!

  • 11
    image
    maria aparecida 12/01/2018

    Parabéns Senador...e toda equipe Sintero...aposentados...merecem reconhecimento. ..era um sonho de todos.

  • 12
    image
    Erga Saracini 12/01/2018

    O nosso querido advogado Hélio está muito fraco como pode deixar a equipe do governo tirar todos os nossos direitos principalmente dos aposentados e dos que prestaram concurso.Sendo que o professores que prestaram concurso na época foram orientados pelo antigo sindicato e pressionado pelo governo.Quanto aos políticos meu voto e quem for consciente aperta o 000 e aperta o verde .VAMOS FAZER 50 %mais 1 e acabar com a corrupção.

Envie seu Comentário

Envie Comentários utilizando sua conta do Facebook