13/02/2014 - 12h34min - Atualizado em 13/02/2014 - 12h34min

Enchentes em Rondônia: Governo vai decretar estado de calamidade pública

De acordo com o comandante geral do Corpo de Bombeiros, toda ajuda por terra, água e ar será necessária e bem-vinda.

Embora não estivesse presente à reunião realizada no final da tarde de quarta-feira (12), no auditório do Palácio Presidente Vargas, o governador Confúcio Moura orientou aos secretários e demais técnicos convocados para o encontro que o objetivo é encontrar meios de prestar ajuda a quem necessita.

São seis municípios atingidos pelas águas do Rio Madeira e que precisam do trabalho do estado, dos municípios e da União. A situação está mais grave em Porto Velho, que já contava, no momento da reunião, com mais de 70 famílias entre desalojados e desabrigados e em Guajará Mirim, com o acesso interditado na BR 425, rodovia estadual com status de federalizada devido a área fronteiriça, com possibilidade de desabastecimento da cidade e região.

Estiveram na reunião representantes de diversos órgãos do Estado, incluindo Polícia e Bombeiro Militar, Prefeitura, Exército, Marinha e Aeronáutica, representantes das empresas Santo Antonio Energia, Energia Sustentável do Brasil – Jirau e Polícia Rodoviária Federal. O secretário chefe da Casa Civil, Marco Antonio de Faria, encarregado de conduzir o encontro, defendeu a necessidade de união entre todos os participantes para o enfrentamento de uma das maiores cheias no Estado, afirmando que tudo será feito para que não se perca nenhuma vida. Após a reunião, Marco Antonio convidou alguns participantes para contribuírem na elaboração do documento decretando o estado de calamidade no Estado.

De acordo com o comandante geral do Corpo de Bombeiros, toda ajuda por terra, água e ar será necessária e bem-vinda. O Coronel Ubirajara Caetano declarou que seis municípios foram atingidos pelas cheias, como Rolim de Moura e Santa Luzia do Oeste, que já obtiveram ajuda federal. Além de Rio Crespo, Nova Mamoré, Guajará Mirim e Porto Velho, nos dois últimos a situação tende a se agravar mais, especialmente com a previsão meteorológica, que prevê uma elevação no volume de águas do Madeira que chegará a mais de 18 metros, até o dia 20 de fevereiro, colocando todas as autoridades em grande tensão até lá. Segundo ele, diariamente serão divulgados boletins para dar conhecimento à população de tudo que está acontecendo e das soluções postas em prática. “Nossa preocupação maior é com a vida das pessoas”, destacou, acrescentando que são mais de 200 profissionais envolvidos em todo o processo. Ainda nesta semana a Superintendência de Gestão e Gastos poderá dispor de um telefone de utilidade pública, 0800 para receber chamadas relacionadas aos danos causados e às vítimas da enchente.

Texto: Alice Leyla

Leia também:

comentários
publicidade

COMENTÁRIOS


Envie Comentários utilizando sua conta do Facebook

publicidade
GERAL | matéria escrita em 28/11/2014 ás 13:35:00

Ministério Público promove atividades alusivas ao Dia Internacional contra a Corrupção

O Dia Internacional de Combate à Corrupção é uma referência à assinatura da Convenção das Nações Unidas contra a Corrupção..

GERAL | matéria escrita em 28/11/2014 ás 13:23:00

Conselho de Educação de Porto Velho homenageia professores e entrega “Selo Escola Legal”

O historiador Abimael Machado também foi um dos homenageados. “Tenho alegria por ainda hoje contribuir para a memória desta cidade.

POLíTICA | matéria escrita em 28/11/2014 ás 12:45:00

“Operação Plateias só confirmou o que venho denunciando há anos”, diz Hermínio

Hermínio defendeu que o governo seja entregue ao presidente do Tribunal de Justiça, com o autoafastamento do Confúcio e as renúncias do vice e dele próprio.

POLíTICA | matéria escrita em 28/11/2014 ás 12:08:00

Transposição: A consulta da AGU para o TCU não faz mais sentido....

Consulta a AGU fica praticamente sem sentido Com a edição e publicação da Medida Provisória 660.

POLíCIA | matéria escrita em 28/11/2014 ás 11:56:00

Empresa que teria incinerado suposto corpo de bebê divulga nota e questiona inquérito da Polícia Civil

A própria polícia civil foi “in loco” à Amazon Fort, onde são incinerados os lixos, e verificou que não havia veracidade na denúncia sobre um crânio de um bebê em suas dependências.

POLíTICA | matéria escrita em 28/11/2014 ás 11:52:00

Nem eu!!

Davi Nogueira

POLíTICA | matéria escrita em 28/11/2014 ás 10:33:00

Roraima devia ser extinta

Professor Nazareno

POLíTICA | matéria escrita em 28/11/2014 ás 10:13:00

Protocolado mais um pedido de Impeachment do governador Confúcio Moura na Assembleia Legislativa

A denúncia com pedido de Impeachment do governador, foi protocolizada (dia 26 de novembro) pelo auditor fiscal Francisco das Chagas Barroso...

POLíTICA | matéria escrita em 28/11/2014 ás 10:10:00

Amir Lando vai ao TCU pedir celeridade na consulta e definir quem pode ser beneficiado pela MP 660

O deputado federal Amir Lando (PMDB-RO) comemorou a publicação da Medida Provisória 660 e o Decreto nº 8.365, ambos de 24 de novembro de 2014...

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 28/11/2014 ás 09:46:00

Ex-freira agredida com chave de fenda por menor infrator será indenizada por congregação religiosa

A educadora afirmou que, apesar de ter sido torturada e severamente ferida, o Ciago optou por ocultar o fato e enviá-la para casa ao invés de a um hospital.

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 28/11/2014 ás 09:45:00

Trabalhador é indenizado por divulgação de exame que o apontou como usuário de drogas

Em maio de 2012, fez coleta de urina para exame de saúde exigido pela empresa e foi comunicado que o resultado foi positivo para o uso de entorpecentes.

GERAL | matéria escrita em 28/11/2014 ás 09:40:00

Lava-Jato: PF liga doleiro aos Cinta Larga na extração de diamantes em terras indígenas

Agenda de Chater indica movimentação de recursos da venda ilegal de gemas.

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 28/11/2014 ás 08:47:00

Empresa é condenada por revista discriminatória de bolsas e armários

Segundo o trabalhador, contratado inicialmente como auxiliar de operador de carnes, diretores e gerentes não eram submetidos a revistas, e entravam na loja pela porta da frente.

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 28/11/2014 ás 08:45:00

Ser humano x mercadoria: Itaú é condenado por colocar empregado em ócio forçado e contribuir para AVC

Com a decisão da Quinta Turma, o Itaú Unibanco terá de pagar R$ 50 mil por dano moral e, a título de dano material, pensão em pagamento único no valor de 50% do salário do bancário em outubro de 2009...

publicidade
publicidade
© Tudo Rondônia 2005-2014 web site jornalístico - todos os direitos reservados
Editor responsável: Rubens Coutinho/ Registro Profissional 192 DRT/RO
Redação e administração: Avenida Calama com Lauro Sodré, 1118 - Salas 305 e 306 - Bairro Olaria - Porto Velho, Rondônia - CEP 76801-276 MSN/e-mail: tudorondonia@gmail.com