18/04/2012 - 16h32min - Atualizado em 18/04/2012 - 16h32min

Ex-secretária-adjunta de Saúde do Governo Cahulla se diz marcada para morrer

Ela é acusada de ter participado do pagamento de R$ 2 milhões à empresa Reflexo, que seria do deputado Valter Araújo. Assista o vídeo.

Tudorondonia

 

Porto Velho, Rondônia - “Meus amigos, na vida tem momento para tudo. Tem momento em que a gente tem que chorar e tem momento para sorrir. Esse é o momento de eu chorar. Estou aqui para pedir proteção à minha vida porque hoje sou uma mulher aos 42 anos marcada para morrer precocemente sem concluir meus projetos e sem criar minhas filhas”.

Assim começa um depoimento em vídeo postado na Internet, onde a ex-assessora técnica e ex-secretária-adjunta da Saúde nos governos Cassol e Cahulla, Josefa Nunes Ramos, de 42 anos, explica que há um grupo interessado em seu silêncio e outro querendo que ela fale. Os bens dela estão indisponíveis porque ela é acusada de ter participado do pagamento de R$ 2 milhões à empresa Reflexo, que seria do deputado Valter Araújo (PTB-Porto Velho).

No vídeo, Josefa Ramos conta que apesar de haver decisão judicial determinando que nada mais fosse pago, a Reflexo recebeu o dinheiro porque havia uma decisão de governo. “Eu não depositei R$ 6 milhões na conta de Valter Araújo. O dinheiro público anda por um sistema. Ele (o dinheiro) saiu na Secretaria da Fazenda Pública e caiu no sistema de pagamento da Secretaria de Estado da Saúde. O secretário fez uma ordem bancária, que foi para o Banco do Brasil e foi paga”, contou.

Ela explicou que o processo tem assinatura de representantes de todos os órgãos capazes de validar um processo administrativo. Acrescentou que o processo foi instruído e que houve um realinhamento de preços autorizado pela Procuradoria Geral do Estado (PGE) e pela Controladoria Geral do Estado (CGE). Detalhou, ainda, que tudo foi publicado em Diário Oficial e que foi feito um acordo de governo, para que em vez de ser pago R$ 23 milhões através de um realinhamento de preços, fosse pago R$ 2 milhões em duas parcelas.

“Foi uma decisão de governo. Se ele (o deputado Valter Araújo) praticava tráfico de influencia, se ele cometeu o crime que dizem que cometeu, eu não tenho nada a ver com isso. Não tenho dinheiro para pagar banca de advogado, não tenho dinheiro para comprar a imprensa. Só tenho a minha palavra. Se eu ficar calada, dirão que faço parte do bando de Valter Araújo. Se eu falar, a sociedade vai perguntar quem foi que mandou pagar o processo, quem foi que mandou transferir o dinheiro”, contou Josefa Ramos.

Ela pede para ser ouvida pela Justiça e acusa o governo Cassol de fazer recolhimento de dinheiro para calar a boca da imprensa. “Se calavam (os veículos de comunicação, segundo ela) porque era dado grão de milho todos os meses”, afirmou. Em seguida, Josefa Ramos contou que foi envolvida, segundo ela, injustamente na Operação Termópilas, em que o presidente da Assembleia Legislativa, Valter Araújo, foi preso.

A ex-secretária-adjunta da Sesau alegou, ainda, que em outubro de 2010 o então deputado Amauri dos Santos (PMDB-Jaru) teria ido ao gabinete dela e dito que se o processo fosse pago à empresa Reflexo, ela seria envolvida em uma trama que já estaria planejada e com uma liminar pronta. Josefa Ramos disse, ainda, que Amauri foi ao gabinete para intimidá-la.

Ela afirma que está denunciando o crime organizado em Rondônia, coisa que compete ao Ministério Público. Alegou, também, que aconselhou a não pagar (o processo), porque sabia que se envolveria em uma situação na qual se prejudicaria muito, porque ficaria sem direito a apresentar defesa.

“(Essa situação) Envolve o deputado foragido Valter Araújo. Eu não tenho nenhuma ligação com ele. O que fiz foi o mesmo procedimento que adotei em mais de 20 mil processos. Dei despachos e assinei. O processo foi pago porque não caberia a mim impedir de pagar. A liminar determinava que não fosse paga a segunda parte do processo, mas houve uma decisão de governo para que fosse paga”, acrescentou Josefa Ramos.

O processo tramita na Primeira Vara da Fazenda Pública sob o número 001054, de 29/11/2011, envolvendo o ex-secretário de Estado da Saúde, Milton Moreira, a empresa Reflexo e Josefa Nunes Ramos. “Posso até estar morta amanhã, mas minhas filhas não se envergonharão de mim. A sociedade não se envergonhará de mim”, destacou.

Nilton Salina

comentários

COMENTÁRIOS


publicidade
POLíTICA | matéria escrita em 20/08/2014 ás 12:15:00

Médicos de RO somam forças com TRE na campanha pelo voto limpo

O acordo consiste na distribuição aos 2280 médicos e 351 empresas médicas que atuam em Rondônia de cartilhas e panfletos idealizados pelo TRE que tratam de conscientização do eleitor sobre a importância do voto.

GERAL | matéria escrita em 20/08/2014 ás 11:47:00

TAC firmado pelo MP estabelece normas para cavalgada em Urupá

Com a celebração do TAC, o Ministério Público de Rondônia objetiva garantir à população de Urupá/RO e aos turistas um evento de qualidade e segurança

GERAL | matéria escrita em 20/08/2014 ás 11:43:00

Simporo cobra da Corregedoria e TCE apuração de responsabilidade gestores do DER-RO

“O DER-RO deixou de cumprir um acordo que ele mesmo assinou. Não é justo que agora essa multa tenha que ser paga pelo contribuinte".

GERAL | matéria escrita em 20/08/2014 ás 11:36:00

FARO realizou Solenidade de Colação de Grau do primeiro semestre

O evento aconteceu no Portal das Américas e reuniu a Diretoria da Instituição, professores, autoridades e convidados.

GERAL | matéria escrita em 19/08/2014 ás 18:10:00

Santo Antônio Energia antecipa operação comercial de mais uma turbina

A antecipação segue um padrão de antecipação na produção de energia estabelecido pela hidrelétrica desde o início da obra, em 2008.

GERAL | matéria escrita em 19/08/2014 ás 18:08:00

Iperon recebe sindicato da Assembleia Legislativa

Segundo Maria Rejane, está sendo implantado um novo sistema em nível nacional e que também irá interligar com o INSS.

GERAL | matéria escrita em 19/08/2014 ás 18:06:00

Seduc firma convênio para transporte escolar em Jacy-Paraná

A professora Joelma ressaltou a importância do convênio, tendo em vista que dezenas de estudantes da zona rural de Jacy-Paraná.

GERAL | matéria escrita em 19/08/2014 ás 18:04:00

Produtores rurais de Pimenta Bueno receberam títulos definitivos

"Quando entrei na área peguei um financiamento para plantar dois hectares de abacaxi, não deu certo e saí do sítio, fui para a cidade, pois não tinha como financiar mais nada.

GERAL | matéria escrita em 19/08/2014 ás 18:03:00

Sejus promove capacitação para novos agentes penitenciários

O objetivo principal foi promover o desenvolvimento profissional dos operadores do sistema penitenciário.

GERAL | matéria escrita em 19/08/2014 ás 18:01:00

Escola em Cujubim foi inspecionada por secretário

A decisão do diretor foi elogiada pelos pais dos estudantes.

GERAL | matéria escrita em 19/08/2014 ás 17:58:00

Rondônia elege o primeiro presidente do Conselho de Direitos Humanos

O procurador do Estado, Alexandre Cardoso da Fonseca, foi eleito o primeiro presidente do Conselho. O advogado Gustavo Dandolini.

GERAL | matéria escrita em 19/08/2014 ás 17:55:00

Cooperados aprovam projeto arquitetônico de abatedouro no Assentamento Flor do Amazônia.

O Abatedouro será construído e equipado pela Santo Antonio Energia com o apoio logístico da Secretaria de Estado de Agricultura.

GERAL | matéria escrita em 19/08/2014 ás 17:48:00

AGIR: Auxilio a flagelados e ações de governo são definidas em encontro

“É preciso integrar todos os municípios, esta tecnologia será algo grande que colocará Rondônia á frente de outros Estados”, afirmou o Governador.

GERAL | matéria escrita em 19/08/2014 ás 17:46:00

Escola Eloísa Bentes Ramos recebe visita de secretário

A Escola Estadual de Ensino Fundamental Professora Eloísa Bentes Ramos, localizada no bairro4 de Janeiro, em Porto Velho.

GERAL | matéria escrita em 19/08/2014 ás 17:45:00

Seduc vistoria obras no ginásio Cláudio Coutinho

Todas as dependências do ginásio foram visitadas pela equipe da Seduc e acompanhada por dirigentes da Engeron, empresa que está realizando a obra do ginásio.

publicidade
publicidade
© Tudo Rondônia 2005-2012 web site jornalístico - todos os direitos reservados
Editor responsável: Rubens Coutinho/ Registro Profissional 192 DRT/RO
Redação e administração: Avenida Calama com Lauro Sodré, 1118 - Salas 305 e 306 - Bairro Olaria - Porto Velho, Rondônia - CEP 76801-276 MSN/e-mail: tudorondonia@gmail.com