18/04/2012 - 16h32min - Atualizado em 18/04/2012 - 16h32min

Ex-secretária-adjunta de Saúde do Governo Cahulla se diz marcada para morrer

Ela é acusada de ter participado do pagamento de R$ 2 milhões à empresa Reflexo, que seria do deputado Valter Araújo. Assista o vídeo.

Tudorondonia

 

Porto Velho, Rondônia - “Meus amigos, na vida tem momento para tudo. Tem momento em que a gente tem que chorar e tem momento para sorrir. Esse é o momento de eu chorar. Estou aqui para pedir proteção à minha vida porque hoje sou uma mulher aos 42 anos marcada para morrer precocemente sem concluir meus projetos e sem criar minhas filhas”.

Assim começa um depoimento em vídeo postado na Internet, onde a ex-assessora técnica e ex-secretária-adjunta da Saúde nos governos Cassol e Cahulla, Josefa Nunes Ramos, de 42 anos, explica que há um grupo interessado em seu silêncio e outro querendo que ela fale. Os bens dela estão indisponíveis porque ela é acusada de ter participado do pagamento de R$ 2 milhões à empresa Reflexo, que seria do deputado Valter Araújo (PTB-Porto Velho).

No vídeo, Josefa Ramos conta que apesar de haver decisão judicial determinando que nada mais fosse pago, a Reflexo recebeu o dinheiro porque havia uma decisão de governo. “Eu não depositei R$ 6 milhões na conta de Valter Araújo. O dinheiro público anda por um sistema. Ele (o dinheiro) saiu na Secretaria da Fazenda Pública e caiu no sistema de pagamento da Secretaria de Estado da Saúde. O secretário fez uma ordem bancária, que foi para o Banco do Brasil e foi paga”, contou.

Ela explicou que o processo tem assinatura de representantes de todos os órgãos capazes de validar um processo administrativo. Acrescentou que o processo foi instruído e que houve um realinhamento de preços autorizado pela Procuradoria Geral do Estado (PGE) e pela Controladoria Geral do Estado (CGE). Detalhou, ainda, que tudo foi publicado em Diário Oficial e que foi feito um acordo de governo, para que em vez de ser pago R$ 23 milhões através de um realinhamento de preços, fosse pago R$ 2 milhões em duas parcelas.

“Foi uma decisão de governo. Se ele (o deputado Valter Araújo) praticava tráfico de influencia, se ele cometeu o crime que dizem que cometeu, eu não tenho nada a ver com isso. Não tenho dinheiro para pagar banca de advogado, não tenho dinheiro para comprar a imprensa. Só tenho a minha palavra. Se eu ficar calada, dirão que faço parte do bando de Valter Araújo. Se eu falar, a sociedade vai perguntar quem foi que mandou pagar o processo, quem foi que mandou transferir o dinheiro”, contou Josefa Ramos.

Ela pede para ser ouvida pela Justiça e acusa o governo Cassol de fazer recolhimento de dinheiro para calar a boca da imprensa. “Se calavam (os veículos de comunicação, segundo ela) porque era dado grão de milho todos os meses”, afirmou. Em seguida, Josefa Ramos contou que foi envolvida, segundo ela, injustamente na Operação Termópilas, em que o presidente da Assembleia Legislativa, Valter Araújo, foi preso.

A ex-secretária-adjunta da Sesau alegou, ainda, que em outubro de 2010 o então deputado Amauri dos Santos (PMDB-Jaru) teria ido ao gabinete dela e dito que se o processo fosse pago à empresa Reflexo, ela seria envolvida em uma trama que já estaria planejada e com uma liminar pronta. Josefa Ramos disse, ainda, que Amauri foi ao gabinete para intimidá-la.

Ela afirma que está denunciando o crime organizado em Rondônia, coisa que compete ao Ministério Público. Alegou, também, que aconselhou a não pagar (o processo), porque sabia que se envolveria em uma situação na qual se prejudicaria muito, porque ficaria sem direito a apresentar defesa.

“(Essa situação) Envolve o deputado foragido Valter Araújo. Eu não tenho nenhuma ligação com ele. O que fiz foi o mesmo procedimento que adotei em mais de 20 mil processos. Dei despachos e assinei. O processo foi pago porque não caberia a mim impedir de pagar. A liminar determinava que não fosse paga a segunda parte do processo, mas houve uma decisão de governo para que fosse paga”, acrescentou Josefa Ramos.

O processo tramita na Primeira Vara da Fazenda Pública sob o número 001054, de 29/11/2011, envolvendo o ex-secretário de Estado da Saúde, Milton Moreira, a empresa Reflexo e Josefa Nunes Ramos. “Posso até estar morta amanhã, mas minhas filhas não se envergonharão de mim. A sociedade não se envergonhará de mim”, destacou.

Nilton Salina

comentários

COMENTÁRIOS


Envie Comentários utilizando sua conta do Facebook

publicidade
GERAL | matéria escrita em 21/04/2014 ás 07:56:00

Paulo Ayres - “Chego aos 37 anos do exercício profissional de jornalista: Obrigado a todos os companheiros de jornada”

Ao completar 37 anos de exercício profissional, agradeço a Deus, a todos os companheiros de trabalho, à minha família, e em especial aos ilustres membros da velha guarda do jornalismo rondoniense.

GERAL | matéria escrita em 21/04/2014 ás 07:51:00

Nota da Associação Círculo Militar dos Oficiais PM e BM de Rondônia

A ACMO sempre irá buscar o caminho da legalidade e do diálogo com as autoridades na luta pelos direitos e interesses legítimos dos seus associados e da tropa em geral.

GERAL | matéria escrita em 20/04/2014 ás 14:49:00

Entrevista da Semana - A história de uma existência dedicada a ajudar a devolver vida a quem perdeu para as drogas

Antes do crack, o índice de recuperação dos internos era de até 30%. Mas, depois do advento dessa droga, baixou para uns 13%, revela dona Francisca Magalhães, presidente da Apatox. (CONCEDIDA A CARLOS ARAÚJO)

GERAL | matéria escrita em 20/04/2014 ás 14:21:00

LEMBRANÇAS DE OUTRAS SEMANAS SANTAS

Lúcio Albuquerque

POLíTICA | matéria escrita em 20/04/2014 ás 12:17:00

Regional do PT da Zona da Mata debate dois nomes para indicar um pré-candidato a deputado estadual

Itamar Ferreira anunciou sua pré-candidatura a deputado federal e se propôs a trabalhar em conjunto com o pré-candidato a estadual da Zona da Mata.

GERAL | matéria escrita em 19/04/2014 ás 19:08:00

Jogos do Brasileirão terão um minuto de silêncio em homenagem a Luciano do Valle

"Ele era, sobretudo, um amigo da CBF. Luciano foi um ícone da televisão, um verdadeiro patrimônio da nossa imprensa", disse Marin, em nota.

GERAL | matéria escrita em 19/04/2014 ás 19:05:00

Morre aos 66 anos o narrador Luciano do Valle

Ele passou mal durante uma viagem de avião para Uberlândia (MG), onde narraria a partida entre Atlético-MG e Corinthians pela primeira rodada do Brasileirão.

POLíTICA | matéria escrita em 19/04/2014 ás 18:50:00

Procuradoria Geral Eleitoral pede a cassação do diploma de Cassol

senadora Fátima Cleide, do PT, pode assumir no lugar de Ivo Cassol.

POLíCIA | matéria escrita em 19/04/2014 ás 18:34:00

Várias ações da PM resultam na apreensão de 18 quilos de maconha

Na Delegacia infratora telefona para comparsa e diz: " sai daí!"

GERAL | matéria escrita em 19/04/2014 ás 17:22:00

V Fórum IEL de Gestão empresarial debaterá riscos e oportunidades na era digital

A especialista lembra que muitas empresas criam uma resistência a este novo recurso no início, mas depois a evolução tecnológica torna a disputa mais acirrada.

POLíTICA | matéria escrita em 19/04/2014 ás 17:16:00

“A luta armada durante a ditadura foi um erro”, diz Franklin Martins

Convidado para contar sua experiência na luta armada durante a ditadura, o jornalista acredita ter sido um erro do movimento ter pego em armas contra as forças militares.

GERAL | matéria escrita em 19/04/2014 ás 17:13:00

Após quatro dias internado, José Serra recebe alta

No final de janeiro deste ano, José Serra passou por uma cirurgia de próstata também no Sírio-Libanês.

POLíCIA | matéria escrita em 19/04/2014 ás 16:54:00

Corpo do 1º Sargento PM Claudiomir Ferraz foi sepultado com honras militares

A sua esposa, Claudiana Ferraz, recebeu do Comandante do 7º BPM, Tenente Coronel PM Ênedy Dias, a bandeira do Estado de Rondônia.

GERAL | matéria escrita em 19/04/2014 ás 15:54:00

Mata o Judas! Mata o Judas! - Por Osmar Silva

Naqueles tempos, não muito longe assim, os valores eram intrínsecos. Não se batia nas crianças durante a Semana Santa, marido e mulher não brigavam. Não se bebia bebida alcoólica e nem se ouvia música do ‘mundo’.

POLíTICA | matéria escrita em 19/04/2014 ás 15:43:00

Vereador Sid entrega às autoridades relatório com as áreas para a reconstrução dos distritos ribeirinhos

“Em Nazaré , apontamos a área em volta da escola estadual , e em Calama, uma área ao lado da Escola Estadual. A Nova São Carlos ficaria onde é hoje a fazenda do Irmão Tião".

publicidade
publicidade
© Tudo Rondônia 2005-2012 web site jornalístico - todos os direitos reservados
Editor responsável: Rubens Coutinho/ Registro Profissional 192 DRT/RO
Redação e administração: Avenida Calama com Lauro Sodré, 1118 - Salas 305 e 306 - Bairro Olaria - Porto Velho, Rondônia - CEP 76801-276 MSN/e-mail: tudorondonia@gmail.com