24/04/2012 - 09h47min - Atualizado em 24/04/2012 - 09h47min

Governo e comissão do Ministério da Saúde definem estratégia de ações

O representante direto do Ministério da Saúde (MS), o secretário-adjunto Adriano Massuda

Após dois dias de intensas visitas aos hospitais e unidades públicas de saúde de Porto Velho, a comitiva do Ministério da Saúde encerrou os trabalhos com uma reunião que ocorreu na tarde de segunda-feira (23), no auditório da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). Na presença do governador Confúcio Moura, do secretário de estado da Saúde (Sesau), Gilvan Ramos e de representantes de saúde de todos os municípios, foram definidas as ações a serem trabalhadas para adequar as políticas voltadas à saúde da população rondoniense.

O resultado final e a elaboração do documento com todas as ações e visitas só será elaborado após as visitas que irão ocorrer em todos os municípios do Estado. Uma das principais medidas passa pelo Programa de Saúde Básica hospitalar com as boas práticas incluídas no Sistema Único de Saúde (SUS) que terá que sofrer adequações, suprindo às necessidades da população. “Em todo o Brasil o grande problema do SUS é a sua má funcionalidade. Um desperdício de dinheiro jogado pelo ralo por um sistema que pouco segue as suas reais funções. A questão é a má distribuição de recursos que precisam ser repassados às áreas realmente necessitadas”, disse o governador

O representante direto do Ministério da Saúde (MS), o secretário-adjunto Adriano Massuda, destacou que a vinda da cúpula ministério “é um fator histórico e que espera que todas as exigências e ações apontadas aconteçam em conjunto”, destacou. Massuda também reafirmou que a saúde pública de Rondônia já não está com a mesma cara como da última vez em que esteve no Estado. Ele citou melhorias no Hospital de Base, onde o Estado realiza obras como a construção de 100 leitos reservas, caso ocorra nova demanda no Hospital João Paulo II e a melhoria dos centros cirúrgicos. Dentre essas, estão ainda as Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) nas zonas Sul e Leste que serão inauguradas em junho.

Adriano Massuda anunciou a vinda do programa SOS-Urgências que é uma ação estratégica do Ministério da Saúde para a qualificação da gestão e do atendimento em grandes hospitais que atendem pelo Sistema Único de Saúde (SUS). A meta do governo federal juntamente com os gestores locais é promover o enfrentamento das necessidades do hospital, qualificar a gestão, o acesso aos usuários em situações de urgência, total informatização e garantir atendimento ágil, humanizando e com acolhimento aos pacientes.

“Cada detalhe na área de urgência e emergência é motivo de atenção. Nosso objetivo é identificar os gargalos que atrapalham o bom funcionamento da unidade e fazer com que o atendimento seja feito de maneira mais humanizada e rápida”, explicou ele.

Para Adriano Massuda, o grande gargalo é a falta de “interligação das redes, que de acordo com ele precisam ter planos definidos, saber o que realmente querem”. Segundo o representante do Ministério da Saúde, a palavra chave é adequação. Tanto que o secretário-adjunto informou os novos projetos do governo do Estado em parceria com o MS, como a construção das UPAs que serão erguidas em Ariquemes, Ji-Paraná, Rolim de Moura e Vilhena.

Ao mesmo tempo em que ocorrem as visitas pela comissão do MS em Rondônia, atividades relacionadas à área da saúde serão desenvolvidas em breve. Um exemplo são as oficinas que debaterão o Programa Nacional de Melhoria do Acesso e da Qualidade da Atenção Básica (PEMAQ-AB) entre os 20 municípios do Estado que aderiram ao benefício do governo federal. A atividade acontece nesta terça e quarta-feira (24 e 25), em Cacoal.

O PEMAQ-AB procura ampliar a capacidade das gestão nas esferas federal, estaduais e municipais, além de levar as equipes de Atenção Básica a ofertarem serviços que assegurem maior acesso e qualidade, de acordo com as necessidades concretas da população. Na quinta e sexta-feira (25 e 26), as Redes de Apoiadores irão detalhar sobre a Rede Cegonha e o Quadro de Atenção da Saúde da Mulher.

De 7 a 11 de maio, em Porto Velho, acontece o encontro de trabalho do Programa de Pactuação de Assistência e ainda de 7 a 18, acontecem reuniões dos apoiadores gerais da rede, urgência e emergência interfederativa e apoiadores de regulação, Rede Cegonha e Rede de Atenção Psicossocial, também na capital.

O propósito do encontro é discutir as matrizes diagnósticas. O resultado será enviado em forma de relatório ao Ministério da Saúde (MS), que irá analisar as propostas e possíveis envios de recursos. Algumas equipes técnicas da Comissão do Ministério da Saúde vão continuar as vistorias em hospitais e unidades de saúde no interior do Estado. E só após a finalização de todos os trabalhos é que uma carta aberta de intenções será elaborada e enviada ao ministro da Saúde, Alexandre Padilha.

comentários
publicidade

COMENTÁRIOS


Envie Comentários utilizando sua conta do Facebook

publicidade
RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 25/06/2016 ás 10:31:00

Juízes, pesquisadores e CNJ debatem Resolução 213/2015

O consenso é que as audiências de custódia têm prestado um grande auxílio na prevenção e combate à tortura.

GERAL | matéria escrita em 25/06/2016 ás 10:26:00

Setur apoia PortoAgro

A PortoAgro acontece de 24 a 28 de agosto em Porto Velho.

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 25/06/2016 ás 10:19:00

OAB/RO e CAARO imunizam 488 advogados de Porto Velho

Seguindo recomendação da Organização Mundial da Saúde (OMS), a vacina antigripal oferecida pela OAB/RO é tetravalente e imuniza contra quatro tipos do vírus Influenza.

GERAL | matéria escrita em 25/06/2016 ás 10:12:00

TCE e MPC realizam mutirão para reduzir estoque de processos

Mutirão que visa a redução do estoque processual, a partir da análise de processos de inativação e pensões civis e militares.

GERAL | matéria escrita em 25/06/2016 ás 10:08:00

Silvio José lança CD “À Portovelhera” no Sesc Esplanada neste sábado

Apresentação será gratuito e inicia às 20h.

GERAL | matéria escrita em 25/06/2016 ás 10:03:00

Festival da Caixa é lançado e convênios de novos empreendimentos são assinados

Grande público prestigia abertura na busca pela casa própria e negociação de dívidas.

POLíTICA | matéria escrita em 25/06/2016 ás 10:00:00

Os reflexos da crise econômica criada pela desastrosa administração do PT

Valdemir Caldas

GERAL | matéria escrita em 24/06/2016 ás 22:54:00

​OAB/RO requer prisão de policiais envolvidos em caso de advogado agredido em Porto Velho

O presidente da OAB/RO afirmou que os relatos e imagens do ocorrido evidenciam conduta das autoridades policiais mais que criminosa

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 24/06/2016 ás 22:50:00

Conselho Seccional vai ao Comando Geral da PM e pede afastamento imediato de policiais envolvidos em agressão a advogado

"As autoridades constituídas precisam dar uma mensagem clara à sociedade de que atos de tortura não sejam tolerados”

GERAL | matéria escrita em 24/06/2016 ás 22:44:00

Nota de Esclarecimento Polícia Militar de Rondônia

"A Polícia Militar do Estado lamenta o desfecho da ocorrência e se manifestará oficialmente ao final das investigações"

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 24/06/2016 ás 16:32:00

OAB/RO repudia ato de violência contra advogado

Os relatos e imagens do ocorrido evidenciam conduta das autoridades policiais mais que criminosa, um inaceitável atentado às garantias fundamentais que não se admitirá que passe em branco.

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 24/06/2016 ás 15:49:00

Grupo dos Supermercados Gonçalves entra na justiça com pedido de recuperação judicial

A medida tem como objetivo evitar a falência do grupo que tem dez supermercados em Rondônia e Acre e emprega duas mil pessoas.

GERAL | matéria escrita em 24/06/2016 ás 14:37:00

DNIT: ponte de Abunã e viadutos têm recursos assegurados em 2016

Para os viadutos, os recursos de R$ 19 milhões, já reservados pelo Ministério dos Transportes, são suficientes para a conclusão, até com alguma folga, das etapas selecionadas.

GERAL | matéria escrita em 24/06/2016 ás 14:06:00

MPT consegue barrar contratação irregular em porto no Rio Madeira

O Procurador do Trabalho oficiante ressalta que o uso de terminais portuários fora da área do Porto Organizado de Porto Velho - RO coloca em risco a saúde e segurança dos trabalhadores e atenta contra toda a organização legal do trabalho portuário.

publicidade
publicidade
© Tudo Rondônia 2005-2012 web site jornalístico - todos os direitos reservados
Editor responsável: Rubens Coutinho/ Registro Profissional 192 DRT/RO
Redação e administração: Avenida Calama com Lauro Sodré, 1118 - Salas 305 e 306 - Bairro Olaria - Porto Velho, Rondônia - CEP 76801-276 MSN/e-mail: tudorondonia@gmail.com