10/02/2012 - 17h39min - Atualizado em 10/02/2012 - 17h39min

Governo tem até segunda para contestar ação de isonomia

Processo tramita na 1ª Vara da Fazenda Pública e consiste no direito do servidor em obter um tratamento isonomico, visto que todo trabalhador que possui o mesmo empregador.

O Governo tem até a próxima segunda-feira, dia 13, para contestar ação de isonomia defendida pelo Sindicato dos Servidores do Poder Executivo (Sintraer) em benefício dos servidores públicos.  O processo tramita na 1ª Vara da Fazenda Pública e consiste no direito do servidor em obter um tratamento isonomico, visto que todo trabalhador que possui o mesmo empregador, que desenvolva funções e atividades semelhantes receberem o salario no mesmo patamar, “ respeitadas somente as diferenças de antiguidade (tempo de serviço) e as vantagens pessoais adquiridas, como anuênio, quintos.

De acordo com o sindicalista Paulo Duran, em julho de 2010 o Estado editou a LC 580/2010, que alterou o PCCS (LC 413/2007), dos servidores da Sejus, criando diversos cargos e funções iguais as de outras Secretarias (Sesau, Sead, Seduc, etc.) , como as funções de médico, administrador, contador, engenheiro civil, advogado (nível superior), agente em atividade administrativa técnico em informática, técnico em enfermagem, motorista (nível médio), e auxiliar de farmácia, auxiliar de serviços gerais, auxiliar de dentista (nível fundamental).

“Entretanto estas novas vagas criadas, foram com salário base superior ao que o Estado pagava aos servidores de outras Secretarias, a exemplo podemos citar que um auxiliar de servições gerais com mais de 25 anos de serviço público recebam o salario base proximo de R$ 400,00 quanto o servidor recem contratado pelo Estado através da SEJUS que exerce a função de auxiliar de serviçõs gerais recebem o salario base inicial da carreira no valor de R$ 648,00 (hoje)”, explicou.

Outro exemplo citado pelo sindicalista  é o de administrador lotado na Sead com mais de 25  anos de serviço. “Ele recebe hoje o salário base de R$ 1.241,42 sendo que o Estado pago ao mesmo cargo de Administrador na SEJUS em inicio de carreira o salario base de R$ 2.700,00”.

A diferença torna-se ainda mais gritante, explicou ele, se for colocado o direito a progressão funcional do servidor (administrador) com 25 (vinte e cinco) anos de carreira no Estado passaria a ter o direito a recer um salário de R$ 3.593,70 - ou seja o servidor (administrador) da Sead com mais de 25 (vinte e cinco) anos de serviço estaria recebendo hoje quase 03 (três) vezes – somente de salário base, tendo ainda o direito de ter mantida as demais vantagens pessoais (adicional  tempo de serviço, quintos, anuênio).

“O direito de isonomia é garantia constitucional, desde que tenhamos o mesmo empregador e as funções e atividades sejam iguais, não há justificativas para ser pago salário base diferentes, a não ser por questões de tempo de serviço (progressão  funcional) e pelas vantagens pessoais que o servidor passa a adquirir ao longo do tempo trabalhado (vantagens pessoais)”.

comentários
publicidade

COMENTÁRIOS


Envie Comentários utilizando sua conta do Facebook

publicidade
RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 25/06/2016 ás 10:31:00

Juízes, pesquisadores e CNJ debatem Resolução 213/2015

O consenso é que as audiências de custódia têm prestado um grande auxílio na prevenção e combate à tortura.

GERAL | matéria escrita em 25/06/2016 ás 10:26:00

Setur apoia PortoAgro

A PortoAgro acontece de 24 a 28 de agosto em Porto Velho.

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 25/06/2016 ás 10:19:00

OAB/RO e CAARO imunizam 488 advogados de Porto Velho

Seguindo recomendação da Organização Mundial da Saúde (OMS), a vacina antigripal oferecida pela OAB/RO é tetravalente e imuniza contra quatro tipos do vírus Influenza.

GERAL | matéria escrita em 25/06/2016 ás 10:12:00

TCE e MPC realizam mutirão para reduzir estoque de processos

Mutirão que visa a redução do estoque processual, a partir da análise de processos de inativação e pensões civis e militares.

GERAL | matéria escrita em 25/06/2016 ás 10:08:00

Silvio José lança CD “À Portovelhera” no Sesc Esplanada neste sábado

Apresentação será gratuito e inicia às 20h.

GERAL | matéria escrita em 25/06/2016 ás 10:03:00

Festival da Caixa é lançado e convênios de novos empreendimentos são assinados

Grande público prestigia abertura na busca pela casa própria e negociação de dívidas.

POLíTICA | matéria escrita em 25/06/2016 ás 10:00:00

Os reflexos da crise econômica criada pela desastrosa administração do PT

Valdemir Caldas

GERAL | matéria escrita em 24/06/2016 ás 22:54:00

​OAB/RO requer prisão de policiais envolvidos em caso de advogado agredido em Porto Velho

O presidente da OAB/RO afirmou que os relatos e imagens do ocorrido evidenciam conduta das autoridades policiais mais que criminosa

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 24/06/2016 ás 22:50:00

Conselho Seccional vai ao Comando Geral da PM e pede afastamento imediato de policiais envolvidos em agressão a advogado

"As autoridades constituídas precisam dar uma mensagem clara à sociedade de que atos de tortura não sejam tolerados”

GERAL | matéria escrita em 24/06/2016 ás 22:44:00

Nota de Esclarecimento Polícia Militar de Rondônia

"A Polícia Militar do Estado lamenta o desfecho da ocorrência e se manifestará oficialmente ao final das investigações"

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 24/06/2016 ás 16:32:00

OAB/RO repudia ato de violência contra advogado

Os relatos e imagens do ocorrido evidenciam conduta das autoridades policiais mais que criminosa, um inaceitável atentado às garantias fundamentais que não se admitirá que passe em branco.

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 24/06/2016 ás 15:49:00

Grupo dos Supermercados Gonçalves entra na justiça com pedido de recuperação judicial

A medida tem como objetivo evitar a falência do grupo que tem dez supermercados em Rondônia e Acre e emprega duas mil pessoas.

GERAL | matéria escrita em 24/06/2016 ás 14:37:00

DNIT: ponte de Abunã e viadutos têm recursos assegurados em 2016

Para os viadutos, os recursos de R$ 19 milhões, já reservados pelo Ministério dos Transportes, são suficientes para a conclusão, até com alguma folga, das etapas selecionadas.

GERAL | matéria escrita em 24/06/2016 ás 14:06:00

MPT consegue barrar contratação irregular em porto no Rio Madeira

O Procurador do Trabalho oficiante ressalta que o uso de terminais portuários fora da área do Porto Organizado de Porto Velho - RO coloca em risco a saúde e segurança dos trabalhadores e atenta contra toda a organização legal do trabalho portuário.

publicidade
publicidade
© Tudo Rondônia 2005-2012 web site jornalístico - todos os direitos reservados
Editor responsável: Rubens Coutinho/ Registro Profissional 192 DRT/RO
Redação e administração: Avenida Calama com Lauro Sodré, 1118 - Salas 305 e 306 - Bairro Olaria - Porto Velho, Rondônia - CEP 76801-276 MSN/e-mail: tudorondonia@gmail.com