16/04/2013 - 16h44min - Atualizado em 16/04/2013 - 16h44min

Homenagem da ALE a pecuarista acusado de mandar matar Agenor de Carvalho é tapa na cara da advocacia

“No meu ponto de vista isso é mais uma provocação do presidente da Assembléia Legislativa contra os advogados e precisa receber uma resposta institucional".

A homenagem que a Assembleia Legislativa de Rondônia está fazendo ao conceder o título de honra ao mérito ao pecuarista José Milton Rios tem o efeito de um verdadeiro ‘tapa na cara’ da advocacia rondoniense e brasileira. Esse cidadão, contra quem não tenho nada pessoalmente, é acusado de ser o mandante da covarde execução do advogado Agenor Martins de Carvalho no início dos anos 80 aqui em Porto Velho. A declaração, com sentimento de indignação, é do ex-presidente da Caixa de Assistência dos Advogados de Rondônia (Caaro), advogado José Bandeira Filho, conclamando a advocacia de Rondônia a se mobilizar contra determinadas atitudes da Assembleia Legislativa.

Bandeira argumenta que o advogado Agenor Martins de Carvalho, muito conhecido em Rondônia pela sua luta em favor dos menos favorecidos, foi assassinado porque defendia famílias pobres que buscavam um pedaço de terra na região onde hoje é o bairro Nova Porto Velho e Agenor de Carvalho, áreas da União que alguns barões do latifúndio alegavam ser suas. “O advogado Agenor de Carvalho foi impiedosamente executado na calada da noite por pistoleiros vindos da cidade de Ji-Paraná e até hoje os acusados de serem os mandantes não foram a julgamento, mesmo tendo a polícia prendido os matadores que acusaram o pecuarista José Milton Rios e o empresário Carlos Figueiredo, então dono do suntuoso Floresta Hotel, como os autores da ordem para executá-lo, mas nunca chegaram a ser julgados para provar ou não suas inocências”, lembra Bandeira Filho.

Além de conviver com a impunidade, já que os acusados de serem os mandantes nunca sentaram no banco dos réus, agora a advocacia e as famílias que conheceram e conviveram com o Agenor terão de ver um de seus algozes sendo homenageado pela Assembleia. Segundo o ex-presidente da Caaro, isso parece brincadeira de mau gosto e precisa de uma reação firme da Seccional Rondônia da OAB, sob pena de total desmoralização da advocacia.

Ademais, segundo o advogado Bandeira Filho, quais são os méritos do pecuarista José Milton Rios, que a sociedade rondoniense desconhece. “No meu ponto de vista isso é mais uma provocação do presidente da Assembléia Legislativa contra os advogados e precisa receber uma resposta institucional, nem que para isso tenhamos de mobilizar o Conselho Federal da OAB, já que a atual direção da seccional Rondônia não se manifesta e se mostra indiferente quanto à defesa da advocacia”, reitera.

Saiba mais: Assembleia de Rondônia homenageia pecuarista acusado de contratar pistoleiros para assassinar advogado

Leia também:

comentários
publicidade

COMENTÁRIOS


Avatar de PAULO LACERDA

Postado por PAULO LACERDA em 18/04/2013 às 10:10

ZE MILTON, pioneiro, não foi condenado, apenas acusado. esse homem, que movia a economia do estado de rondonia nos anos 60 e 70, dava emprego, foi o primeiro pecuarista de grande porte de boi e que trouxe o nelore para rondonia, gerava mais de 1000 empregos no interior de rondonia no ramo da seringa, trouxe a mercedes bens para rondonia, politico, primeiro homem a ter aviao no estado, na época era luta, teve suas divergencias, mas produziu sim, fez parte da historia em porto velho e interior. merece ser homenagiado. CHEGOU MENINO E SOFREU PARA CHEGAR ONDE CHEGOU. AJUDOU NA ECONOMIA DE PORTO VELHO, COMO EMPRESÁRIO DESTACADO DA ÉPOCA. NÃO PODEMOS CRITICAR, POIS FOI VERDADEIRAMENTE PIONEIRO E INVESTIDOR E PRODUZIU NO DESEMVOLVIMENTO DO ESTADO NO SEU INICIO. PAULO LACERDA

200.96.216.101
Avatar de SERGIO RIOS NETO

Postado por SERGIO RIOS NETO em 18/04/2013 às 01:16

Sr. Dr. José Bandeira Filho, gostaria de pontuar algumas de suas afirmações onde vejo inconsistências, outra contraditória e mais uma quando diz que a população rondoniense desconhece as contribuições do Sr. José Milton de Andrade Rios. Percebi total desconhecimento de vossa parte na trajetória dele, além que o senhor se fixou apenas nos pontos do seu interesse. A contraditória é essa, segundo suas palavras: "COLOCO-ME EM DEFESA DA ORDEM DEFENDENDO O LEGÍTIMO DIREITO DE DEFESA E A GARANTIA DO DEVIDO PROCESSO LEGAL. NÓS, CRIMINALISTAS, SABEMOS QUÃO É IMPORTANTE NÃO CONDENAR NINGUÉM SEM DEFESA, PORQUE AÍ É INJUSTIÇA." Ora, então qual era a verdadeira intenção subjacente com tal texto em que o Senhor ACUSA o Sr. José Milton de Andrade Rios de ser uns dos mandantes do crime no caso do Sr. Agenor Martins de Carvalho?? Como o Sr. mesmo sabe o direito diz: (sem entrar aqui no tecnicismo e nos inúmeros artigos): "O CIDADÃO SOMENTE SERIA CONSIDERADO CULPADO COM A SENTENÇA CONDENATÓRIA DEFINITIVA." ANTES DISSO A CARTA MAGNA DEFERE AO IMPUTADO UMA POSIÇÃO DE NEUTRALIDADE (e o Sr. não é o Juiz da história). Ah, mas eles nunca chegaram a ser julgados para provarem ou não suas inocências. Então de quem é a culpa se não foram julgados, deles ou do sistema penal? Portanto quem foi o culpado por tamanha negligencia Dr. Bandeira?? Novamente, eles ou o sistema caótico com suas tremendas mazelas?? Tenho ouvido de tempos em tempos esse mesmo assunto desde o inicio dos anos 80, principalmente em época de campanhas políticas e, com raras exceções, por aspirantes a cargos de natureza política que recorrem a esse tema mais requentado que qualquer outro na história do nosso Estado. Agora uma pergunta: Qual é mesmo o cargo que o Sr. pretende concorrer já que o palco foi montado e de uma forma esperta e sutil o Sr. pretende tirar proveito, uma cadeira na ALE ou a seccional da OAB de RO? Quer que eu adivinhe?? Olha que já suspeito qual seria. O Sr. tem feito a festa em se tornar conhecido ao aparecer em todos os sites requentando um assunto que tem mais de 30 anos, não sendo nada original e mais uma vez imitando aos oportunistas que tentam em se promover em cima da desgraça de outros (uma infelicidade para os Rios e para a família Carvalho). Continua... Continuação....Ainda bem que tal honraria foi desfeita, porque senão o Senhor iria armar um palco político ainda maior (deu para perceber mais uma vez suas aspirações políticas até descabidas e apelativas), talvez envolvendo o país inteiro e aí a seccional da OAB de RO seria fichinha, daria até para sonhar com a OAB nacional, não seria nada mal, né?! Só para concluir e para o seu conhecimento o Sr. José Milton de Andrade Rios chegou à região norte na década de 50, foi um dos mais proeminentes seringalistas da região, tendo recebido uma comenda entregue pelo Congresso Nacional como o maior seringalista da região norte no início dos anos 70 e vendendo borracha para as Empresas Pirelli e Goodyear, além de ter sido sócio aqui no Estado de Empresas como a Atalaia Mercedes, Café Urupá, loja Dragão aqui na capital e outras atividades empresariais no ramo da pecuária e agrícola. Ajudou a desenvolver economicamente a capital e o interior de Rondônia, como ajudando a criação de cidade como Presidente Médici e alavancando economicamente Cacoal, Ji-paraná, Alvorada D’Oeste, Pimenta Bueno e outras. Devido ao Sr. José Milton a família Rios aqui em RO se aproxima dos 100 membros incluindo aí pessoas que atuam no ramo empresarial, pecuária, além de profissionais competentes no ramo do direito, engenharia civil, odontólogos, vários médicos e outros profissionais. Essa sua postura é totalmente inaceitável sob o nosso ponto de análise.

177.100.22.109
Avatar de ANDRESANCHEZ@GMAIL.COM

Postado por ANDRESANCHEZ@GMAIL.COM em 17/04/2013 às 09:12

Acusado nao é culpado.

177.3.62.6
Avatar de ALFREDO

Postado por ALFREDO em 17/04/2013 às 09:00

Lembro bem desse caso, o filho dele estudava na mesma escola que eu. Na época eu era um pré-adolescente e crime naquela época e do tipo que foi era raro ou melhor nem tinha, as pessoas realmente ficavam "chocadas" bem diferente do que ocorre hoje. Sangue todo dia na tela do computador, da TV e as vezes na nossa frente infelizmente. Sinceramente, parece que a vida tá ficando cada vez mais chata.

187.7.81.26
Avatar de PROF. RUBENS

Postado por PROF. RUBENS em 17/04/2013 às 08:42

cadê o presidente da assembleia que quer ser (a todo gosto) governador do estado de Rondônia???? o que fazer agora Coelho???

200.96.190.186
Avatar de ENIVALDO SOARES

Postado por ENIVALDO SOARES em 16/04/2013 às 20:09

Fazer justiça, que fez a indcação ou pedido para homenagear o Zé Milton, foi o ex-deputado Jesualdo Pires (quando deputado), e atual prefeito de Ji Paraná, o Herminio só encaminhou o pedido do ex-deputado.

177.161.113.107
Avatar de THONY SOUZA

Postado por THONY SOUZA em 16/04/2013 às 17:18

Em um estado corroído pela corrupção e que tem uma assembléia depravada. O que podemos espera.

201.88.38.198

Envie Comentários utilizando sua conta do Facebook

publicidade
RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 31/10/2014 ás 17:41:00

Núcleo de Prática Jurídica da UNIR atua como assistente de acusação no Tribunal do Júri

Participaram do julgamento os acadêmicos do 9º período de Direito e integrantes do NPJ-UNIR, Pablo de Oliveira Martins, Ítalo José Marinho de Oliveira e Gustavo Leismann.

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 31/10/2014 ás 10:56:00

Justiça Federal atende OAB RO e determina nova inspeção no Patrimônio Histórico da EFMM

A determinação atende a Ação Civil Pública (ACP) impetrada pela Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional Rondônia (OAB/RO)

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 30/10/2014 ás 10:29:00

TRT da 14ª Região realiza Pesquisa de Satisfação do usuário

O Tribunal Regional do Trabalho da 14ª Região, com jurisdição nos Estados de Rondônia e Acre promove no período de 3 a 7 de novembro de 2014 a Pesquisa de Satisfação...

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 30/10/2014 ás 07:56:00

Convênio entre TJRO e Polícia Civil agiliza informações de mandados de prisão

O TJRO ficará responsável de enviar informações referentes aos Mandados de Prisões à Polícia Civil com todas as informações necessárias, inclusive o endereço completo da pessoa.

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 30/10/2014 ás 07:38:00

Justiça Federal e Estadual julgam 74.186 processos de corrupção nos primeiros sete meses de 2014

A Meta 4 do CNJ estabelece que os tribunais identifiquem e julguem até 31/12/2014 as ações de improbidade administrativa e as ações penais relacionadas a crimes contra a administração pública.

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 30/10/2014 ás 07:34:00

STJ rejeita recurso contra liminar que suspendeu anistia de Carlos Lamarca

portaria do Ministério da Justiça havia concedido anistia política post-mortem ao capitão Carlos Lamarca, com promoção ao posto de coronel e proventos de general-de-brigada.

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 30/10/2014 ás 07:32:00

Mantida condenação de advogado que prestou serviços para Câmara de Vereadores sem licitação

O contrato de prestação de serviços, no valor de R$ 30 mil, foi assinado sem licitação prévia e sem a publicação das razões de dispensa ou inexigibilidade.

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 30/10/2014 ás 07:27:00

Supremo suspende julgamento sobre validade da desaposentação

Não há data para a retomada do julgamento.

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 30/10/2014 ás 07:23:00

Lei Antidrogas avança no Senado

Texto aprovado na CCJ do Senado diferencia usuários de traficantes.

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 30/10/2014 ás 06:23:00

Mantida decisão do Júri que condenou mãe e filho por homicídio

Segundo apurado no processo, os condenados teriam, em unidade de desígnios e conjugação de esforços, contratado um pistoleiro – já falecido – para matar a vítima, pela quantia de cerca de R$ 2 mil.

publicidade
publicidade
© Tudo Rondônia 2005-2013 web site jornalístico - todos os direitos reservados
Editor responsável: Rubens Coutinho/ Registro Profissional 192 DRT/RO
Redação e administração: Avenida Calama com Lauro Sodré, 1118 - Salas 305 e 306 - Bairro Olaria - Porto Velho, Rondônia - CEP 76801-276 MSN/e-mail: tudorondonia@gmail.com