20/01/2014 - 08h48min - Atualizado em 20/01/2014 - 08h48min

Mantido sequestro de valores do Estado de Rondônia para tratamento de saúde

O agravante (Estado) pediu a suspensão da liminar, proferida pelo Juízo da 2ª Vara da comarca de Espigão do Oeste/RO, sob o argumento de que o sequestro não poderia ter sido deferido .

A Justiça rondoniense, por meio do desembargador Eurico Montenegro Júnior, que compõe a 1ª Câmara Especial do TJRO, negou provimento ao agravo de instrumento interposto pelo Estado de Rondônia, no qual se pretendia suspender o sequestro de R$ 22.554,17 e R$ 304,17, que servirão para custear o fornecimento de passagens de ida e volta a uma paciente, para fins de tratamento de saúde, e seu acompanhante, além da ajuda de custo. O despacho foi publicado no Diário da Justiça desta sexta-feira, 17 de janeiro de 2014.

O agravante (Estado) pediu a suspensão da liminar, proferida pelo Juízo da 2ª Vara da comarca de Espigão do Oeste/RO, sob o argumento de que o sequestro não poderia ter sido deferido sem a sua oitiva ou sem que lhe fosse permitido providenciar o solicitado. Além disso, sustentou a impossibilidade da adoção da medida quando não demonstrado o descumprimento da ordem judicial.

Em seu despacho, o desembargador Eurico Montenegro disse que não existem motivos para autorizar a suspensão da decisão, pois o direito à saúde é um direito fundamental, além de ser dever do Estado prover as condições indispensáveis ao seu pleno exercício. De acordo com o decano do TJRO, em 4 de setembro de 2013, o Juízo em questão deferiu medida liminar para que o agravante, em até 10 dias, providenciasse a realização do procedimento adequado, adotando as providências necessárias, inclusive tratamento fora do domicílio, sob pena de bloqueio de valores do Estado, sem prejuízo da adoção de outras medidas. Como não houve o cumprimento daquilo que foi determinado, o sequestro foi efetuado em 12 de novembro de 2013.

Dito isso, Eurico Montenegro pontuou ainda que, em prol de um bem maior que é a vida, "tenho por relevantes os motivos apresentados pelo Juiz, em razão do estado de necessidade do impetrante, que é portadora Arritmia Complexa Sintomática e necessita urgente de fazer o exame Estudo Eletrofisiológico (EEF), devido a extensão e gravidade da doença, sob o risco de síncope e óbito".


Agravo de instrumento n. 0000210-77.2014.8.22.0000

Assessoria de Comunicação Institucional

Leia também:

comentários

COMENTÁRIOS


Envie Comentários utilizando sua conta do Facebook

publicidade
RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 30/06/2015 ás 12:14:00

Rondônia: Manuais do PJe podem ser acessados no site do TJ

Também é possível encontrar na página criada pelo TJRO, além dos manuais, um vídeo oficial do Conselho Nacional de Justiça com instruções sobre o sistema.

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 30/06/2015 ás 12:12:00

Deu no G1: Reduzir maioridade vai aumentar violência

Reduzir maioridade vai aumentar violência, avalia autor de estudo.

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 30/06/2015 ás 12:06:00

XVI Exame: confira o resultado final da 2ª fase

O examinando que não foi aprovado na 2ª fase do XVI Exame, mas que foi aprovado na 1ª fase, poderá solicitar o reaproveitamento da 1ª fase e se inscrever diretamente para a 2ª fase do XVII Exame de Ordem Unificado.

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 30/06/2015 ás 10:41:00

Remição pela leitura já é realidade em diversos presídios brasileiros

De acordo com o magistrado, após se engajarem no projeto, os presos se tornam agentes multiplicadores da iniciativa.

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 30/06/2015 ás 10:37:00

Corte Especial definirá possibilidade de cumulação de honorários em execução contra a Fazenda

A decisão do ministro Campbell se deu em razão da multiplicidade de recursos sobre o tema e da relevância da questão.

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 30/06/2015 ás 10:02:00

Rondônia: MP emite manifestação favorável à alteração de nome e sexo de transgênero que não fez cirurgia

Para o Promotor de Justiça Ivanildo de Oliveira, o pedido de alteração de nome e de sexo, sem a prévia realização de cirurgia, procede, por estar fartamente provado que a requerente se entende e se comporta como mulher.

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 29/06/2015 ás 15:46:00

OAB/RO solicita à Corregedoria do TJ melhorarias no atendimento do arquivo geral

O Corregedor-Geral do TJ-RO, Daniel Lagos, concordou que o direito às vistas processuais é prerrogativa essencial ao advogado e não deve ser cerceada, e garantiu que o referido setor será informado para que tal ato não mais ocorra.

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 29/06/2015 ás 13:19:00

TST determina reintegração de auxiliar de enfermagem portadora de HIV

Ao voltar ao trabalho, afirmou ter sido vítima de discriminação e constrangimentos por parte da supervisora, até ser dispensada em outubro de 2008.

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 29/06/2015 ás 12:56:00

OAB repudia ameaças contra apresentador Jô Soares

Numa democracia, a liberdade, em seu conceito amplo, englobando a de imprensa e de expressão, é um dos pilares e valor dos mais relevantes para o progresso social.

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 29/06/2015 ás 12:54:00

OAB apresenta ao CNMP preocupação com prisões provisórias para delação

De acordo com Coêlho, deve-se sempre respeitar o devido processo legal e as demais garantias constitucionais, como a presunção da inocência e a utilização apenas de provas obtidas por meios lícitos.

publicidade
publicidade
© Tudo Rondônia 2005-2014 web site jornalístico - todos os direitos reservados
Editor responsável: Rubens Coutinho/ Registro Profissional 192 DRT/RO
Redação e administração: Avenida Calama com Lauro Sodré, 1118 - Salas 305 e 306 - Bairro Olaria - Porto Velho, Rondônia - CEP 76801-276 MSN/e-mail: tudorondonia@gmail.com