20/01/2014 - 08h48min - Atualizado em 20/01/2014 - 08h48min

Mantido sequestro de valores do Estado de Rondônia para tratamento de saúde

O agravante (Estado) pediu a suspensão da liminar, proferida pelo Juízo da 2ª Vara da comarca de Espigão do Oeste/RO, sob o argumento de que o sequestro não poderia ter sido deferido .

A Justiça rondoniense, por meio do desembargador Eurico Montenegro Júnior, que compõe a 1ª Câmara Especial do TJRO, negou provimento ao agravo de instrumento interposto pelo Estado de Rondônia, no qual se pretendia suspender o sequestro de R$ 22.554,17 e R$ 304,17, que servirão para custear o fornecimento de passagens de ida e volta a uma paciente, para fins de tratamento de saúde, e seu acompanhante, além da ajuda de custo. O despacho foi publicado no Diário da Justiça desta sexta-feira, 17 de janeiro de 2014.

O agravante (Estado) pediu a suspensão da liminar, proferida pelo Juízo da 2ª Vara da comarca de Espigão do Oeste/RO, sob o argumento de que o sequestro não poderia ter sido deferido sem a sua oitiva ou sem que lhe fosse permitido providenciar o solicitado. Além disso, sustentou a impossibilidade da adoção da medida quando não demonstrado o descumprimento da ordem judicial.

Em seu despacho, o desembargador Eurico Montenegro disse que não existem motivos para autorizar a suspensão da decisão, pois o direito à saúde é um direito fundamental, além de ser dever do Estado prover as condições indispensáveis ao seu pleno exercício. De acordo com o decano do TJRO, em 4 de setembro de 2013, o Juízo em questão deferiu medida liminar para que o agravante, em até 10 dias, providenciasse a realização do procedimento adequado, adotando as providências necessárias, inclusive tratamento fora do domicílio, sob pena de bloqueio de valores do Estado, sem prejuízo da adoção de outras medidas. Como não houve o cumprimento daquilo que foi determinado, o sequestro foi efetuado em 12 de novembro de 2013.

Dito isso, Eurico Montenegro pontuou ainda que, em prol de um bem maior que é a vida, "tenho por relevantes os motivos apresentados pelo Juiz, em razão do estado de necessidade do impetrante, que é portadora Arritmia Complexa Sintomática e necessita urgente de fazer o exame Estudo Eletrofisiológico (EEF), devido a extensão e gravidade da doença, sob o risco de síncope e óbito".


Agravo de instrumento n. 0000210-77.2014.8.22.0000

Assessoria de Comunicação Institucional

Leia também:

comentários

COMENTÁRIOS


publicidade
RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 21/08/2014 ás 19:04:00

Combate à mão-de-obra infantil: Ação movida pelo MPT em Rondônia é julgada procedente

Ação Civil Pública movida pelo MPT no combate à mão-de-obra infantil é julgada procedente pela Justiça do Trabalho, que condenou em R$ 500 mil as empresas que vendem RONDOCAP em Rondônia.

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 21/08/2014 ás 18:12:00

STJ: lei que permite comercialização de produtos de conveniência em farmácias é constitucional

O relator do caso, ministro Marco Aurélio, afirmou em seu voto que “autorizar a venda de produtos lícitos, de consumo comum e rotineiro, em farmácias e drogarias não atrai a aplicação..."

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 21/08/2014 ás 09:22:00

Conferência dos Advogados de Rondônia inicia nesta quinta-feira 21

Estão confirmadas as presenças de juristas de renome nacional que irão discorrer sobre diversos temas, entre eles.

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 21/08/2014 ás 09:19:00

CNJ extingue 18 pedidos de pagamento de auxílio-alimentação a magistrados

Ao analisar os recursos, o conselheiro Fabiano Silveira considerou que a matéria já está em discussão no Supremo Tribunal Federal (STF).

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 21/08/2014 ás 09:16:00

STJ não vê nulidade em ações contra promotora e marido acusados no Mensalão do DEM

A defesa do casal alega que os dois processos foram apreciados em sessões diferentes do Órgão Especial do Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF1).

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 21/08/2014 ás 09:10:00

Ex-marido é liberado do pagamento de pensão à ex-mulher após 18 anos

A Terceira Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) exonerou um ex-marido da obrigação alimentar que ele teve com a ex-esposa por mais de 18 anos.

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 21/08/2014 ás 09:09:00

Pai consegue na Justiça direito de visitar o filho

Questionada, a mãe disse que nunca impediu o pai de ver a criança. Segundo ela, o menino não gosta de ficar com ele. “Eu jamais impediria.

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 21/08/2014 ás 09:04:00

Porto Velho realiza 10º Encontro de Preparação para Adoção

cartaz da campanha da adoção tardia, realizada em maio.

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 20/08/2014 ás 17:51:00

Vice-presidente e diretor tesoureiro da OAB nacional presentes na Conferência dos Advogados de RO

Também estão confirmadas as presenças do secretário-geral nacional da OAB, Claudio Pereira de Souza Neto, do ex-conselheiro do CNJ.

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 20/08/2014 ás 13:20:00

Porto Velho realiza 10º Encontro de Preparação para Adoção

O curso é uma exigência da lei para aqueles que pretendem adotar.

publicidade
publicidade
© Tudo Rondônia 2005-2014 web site jornalístico - todos os direitos reservados
Editor responsável: Rubens Coutinho/ Registro Profissional 192 DRT/RO
Redação e administração: Avenida Calama com Lauro Sodré, 1118 - Salas 305 e 306 - Bairro Olaria - Porto Velho, Rondônia - CEP 76801-276 MSN/e-mail: tudorondonia@gmail.com