27/04/2012 - 18h47min - Atualizado em 27/04/2012 - 18h47min

‘Máquina de moer gente’ perde ação de R$ 111 mil na Justiça Trabalhista

A bancária foi representada pela advogada Karoline Monteiro, do Escritório Fonseca & Assis Associados.

O Bradesco, um dos bancos mais ricos do continente, foi mais uma vez derrotado na Justiça Trabalhista local por uma trabalhadora demitida injustamente e que estava gozando de estabilidade provisória.

Desta vez, o banco, que por sua conduta histórica de demitir funcionários acometidos de doenças adquiridas no exercício da função, acabou sendo apelidado de “máquina de moer gente”, teve que reintegrar ao trabalho uma bancária demitida em dezembro de 2011, e pagar a ela indenização por danos morais no valor de R$ 71.682,40.

Além disso, o Bradesco terá que arcar com o pagamento de todos os títulos (salários, férias acrescidas de um terço, 13º salário, gratificações, adicionais e FGTS) à que a bancária tem direito, no período compreendido entre a dispensa e a reintegração, pagar os honorários advocatícios no valor de 15% da condenação total e os valores relativos à perícia médica da trabalhadora. Pelo descumprimento de determinação judicial em sentença anterior, o banco terá que pagar mais uma multa no valor de R$ 40 mil. Todos estes valores, juntos, chegam a aproximadamente R$ 111 mil de ‘castigo’ para o banco que é recordista em demissões no Estado.

“Sopesando a capacidade econômica do reclamado (trata-se de um dos maiores bancos do Brasil), para fins de prudente quantificação do dano moral, o grau de responsabilidade; o espírito pedagógico voltado à coibição da conduta (omissiva ou comissiva) patronal tendente a, na irrefreável sanha por lucros crescentes, propiciar o fenômeno das lesões por esforços repetitivos na categoria dos bancários...”. Este é um dos trechos da sentença contra o Bradesco e que, para o Sindicato dos Bancários e Trabalhadores do Ramo Financeiro de Rondônia (SEEB/RO), comprova que a fama da máxima dos “lucros em detrimento às pessoas” já é amplamente conhecida no seio da Justiça Trabalhista nacional.

A bancária foi representada pela advogada Karoline Monteiro, do Escritório Fonseca & Assis Associados.

“A Justiça Trabalhista está de parabéns pelo seu entendimento em favor de trabalhadores que são sucessivamente injustiçados pelas instituições financeiras. Com essa decisão, mostra-se ainda a valiosa celeridade nos processos da justiça local, que visa minimizar as perdas e o sofrimento de muitos pais e mães de famílias vítimas deste desrespeito dos bancos”, avalia Euryale Brasil, presidente em exercício do SEEB/RO.

comentários

COMENTÁRIOS


Envie Comentários utilizando sua conta do Facebook

publicidade
POLíTICA | matéria escrita em 01/07/2015 ás 23:14:00

Cassol libera emendas parlamentares

Cassol recebeu em seu gabinete a visita de Adriana Mariano dos Santos, gerente de captação de recursos do Hospital de Câncer de Barretos de Porto Velho, para onde foram destinados R$ 500 mil reais para a compra de equipamentos.

POLíTICA | matéria escrita em 01/07/2015 ás 23:09:00

ALE reúne imprensa para café da manhã

Profissionais de comunicação foram recepcionados no Salão Nobre da Casa pelos parlamentares.

POLíTICA | matéria escrita em 01/07/2015 ás 23:01:00

Deputada Glaucione garante escritório da Idaron

A reivindicação foi feita diretamente ao diretor da Idaron, José Volpi, durante reunião em seu gabinete na manhã desta quarta-feira (1º).

POLíTICA | matéria escrita em 01/07/2015 ás 22:57:00

Projeto de Jesuíno garante aos policiais direito de estudar

Derrubado veto do governador a projeto que dispõe de horário especial a policiais universitários.

POLíTICA | matéria escrita em 01/07/2015 ás 22:52:00

Mariana Carvalho destaca a importância da audiência pública da CPI

O Movimento Negro de Porto Velho criou um grupo de trabalho para participar da mobilização coordenada pela tucana que justifica a importância da participação da sociedade nessa causa.

POLíTICA | matéria escrita em 01/07/2015 ás 22:37:00

Senado aprova aposentadoria compulsória aos 75 anos para todos os servidores públicos

Para o senador José Serra, a extensão da aposentadoria compulsória para os 75 anos de idade é vantajosa tanto para os servidores como para a administração pública.

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 01/07/2015 ás 22:32:00

Justiça Federal instala Juizado Itinerante em Ariquemes

Sob o comando da juíza federal Jaqueline Conesuque Gurgel do Amaral, o juizado especial federal itinerante está prestando serviço desde o dia 29, em Ariquemes.

GERAL | matéria escrita em 01/07/2015 ás 22:27:00

Promoções de 70% de desconto no Super Saldo Porto Velho Shopping

Período de descontos marca a troca de coleção das lojas

GERAL | matéria escrita em 01/07/2015 ás 22:24:00

MP lança projeto de suporte a escolas no acompanhamento de alunos em situação de risco no processo educativo

Coordenado pelo Promotor de Justiça Marcelo Lima de Oliveira, o projeto foi oficialmente apresentado no último dia 25, na sede do MP/RO, durante evento com diretores de escolas de Porto Velho.

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 01/07/2015 ás 22:20:00

Justiça do Trabalho condena Correios ao pagamento de indenização por danos morais e estéticos à carteiro em RO

De acordo com a sentença da juíza Cândida Maria Ferreira Xavier, o carteiro ajuizou a ação em dezembro de 2014, alegando doença ocupacional e pedindo indenizações por danos morais, materiais e estéticos.

POLíTICA | matéria escrita em 01/07/2015 ás 22:16:00

Prefeito escolheu a estratégia errada para convencer o povo de Cacoal de sua inocência

Valdemir Caldas

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 01/07/2015 ás 17:55:00

Empresas de viagem devem garantir passagem com desconto para idosos, diz MPF

Idosos com renda igual ou inferior a dois salários-mínimos têm direito a passagens para viagens terrestres com desconto de 50%, mas empresas não estão respeitando o direito.

GERAL | matéria escrita em 01/07/2015 ás 17:49:00

Empossados novo presidente e diretores da Fiero

Nova diretoria terá mandato de quatro anos até julho de 2019.

GERAL | matéria escrita em 01/07/2015 ás 17:48:00

Fecomércio pede redução no horário para utilização da faixa de ônibus na Calama

A gerente Executiva da Fecomércio explicou ao secretário que a partir das 14 horas há uma redução no número de veículos em trânsito na Calama, o que permitiria a utilização da faixa.

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 01/07/2015 ás 17:41:00

Juiz federal manda Suframa liberar mercadorias de comerciantes de Rondônia

Greve dos servidores vem ameaçando zerar o estoque de comércios que importam produtos da Zona Franca de Manaus. Por meio do advogado Paulo Rogério José, Fecomércio foi à justiça e obteve a liberação.

publicidade
publicidade
© Tudo Rondônia 2005-2012 web site jornalístico - todos os direitos reservados
Editor responsável: Rubens Coutinho/ Registro Profissional 192 DRT/RO
Redação e administração: Avenida Calama com Lauro Sodré, 1118 - Salas 305 e 306 - Bairro Olaria - Porto Velho, Rondônia - CEP 76801-276 MSN/e-mail: tudorondonia@gmail.com