27/04/2012 - 18h47min - Atualizado em 27/04/2012 - 18h47min

‘Máquina de moer gente’ perde ação de R$ 111 mil na Justiça Trabalhista

A bancária foi representada pela advogada Karoline Monteiro, do Escritório Fonseca & Assis Associados.

O Bradesco, um dos bancos mais ricos do continente, foi mais uma vez derrotado na Justiça Trabalhista local por uma trabalhadora demitida injustamente e que estava gozando de estabilidade provisória.

Desta vez, o banco, que por sua conduta histórica de demitir funcionários acometidos de doenças adquiridas no exercício da função, acabou sendo apelidado de “máquina de moer gente”, teve que reintegrar ao trabalho uma bancária demitida em dezembro de 2011, e pagar a ela indenização por danos morais no valor de R$ 71.682,40.

Além disso, o Bradesco terá que arcar com o pagamento de todos os títulos (salários, férias acrescidas de um terço, 13º salário, gratificações, adicionais e FGTS) à que a bancária tem direito, no período compreendido entre a dispensa e a reintegração, pagar os honorários advocatícios no valor de 15% da condenação total e os valores relativos à perícia médica da trabalhadora. Pelo descumprimento de determinação judicial em sentença anterior, o banco terá que pagar mais uma multa no valor de R$ 40 mil. Todos estes valores, juntos, chegam a aproximadamente R$ 111 mil de ‘castigo’ para o banco que é recordista em demissões no Estado.

“Sopesando a capacidade econômica do reclamado (trata-se de um dos maiores bancos do Brasil), para fins de prudente quantificação do dano moral, o grau de responsabilidade; o espírito pedagógico voltado à coibição da conduta (omissiva ou comissiva) patronal tendente a, na irrefreável sanha por lucros crescentes, propiciar o fenômeno das lesões por esforços repetitivos na categoria dos bancários...”. Este é um dos trechos da sentença contra o Bradesco e que, para o Sindicato dos Bancários e Trabalhadores do Ramo Financeiro de Rondônia (SEEB/RO), comprova que a fama da máxima dos “lucros em detrimento às pessoas” já é amplamente conhecida no seio da Justiça Trabalhista nacional.

A bancária foi representada pela advogada Karoline Monteiro, do Escritório Fonseca & Assis Associados.

“A Justiça Trabalhista está de parabéns pelo seu entendimento em favor de trabalhadores que são sucessivamente injustiçados pelas instituições financeiras. Com essa decisão, mostra-se ainda a valiosa celeridade nos processos da justiça local, que visa minimizar as perdas e o sofrimento de muitos pais e mães de famílias vítimas deste desrespeito dos bancos”, avalia Euryale Brasil, presidente em exercício do SEEB/RO.

comentários

COMENTÁRIOS


publicidade
POLíTICA | matéria escrita em 27/08/2014 ás 12:38:00

Dilma veta novamente regras para criação de municípios

Ao vetar o PLS 104/2014, Dilma reconhece o "esforço de construção de um texto mais criterioso", mas afirma que a proposta não afasta o problema da responsabilidade fiscal.

GERAL | matéria escrita em 27/08/2014 ás 12:34:00

Débito não autorizado é a principal queixa de clientes de bancos e financeiras

Entre as instituições com mais de 2 milhões de clientes, em julho, o BMG liderou a lista com 106 reclamações consideradas procedentes pelo BC.

POLíTICA | matéria escrita em 27/08/2014 ás 12:24:00

"Ética no meu governo será cuidar do dinheiro do povo”, afirma Padre Ton

O candidato também disse que em seu governo não admitirá o nepotismo, e que se necessário for cortará na carne ao constatar qualquer desvio de conduta de auxiliares.

POLíTICA | matéria escrita em 27/08/2014 ás 11:37:00

Expedito assume compromissos na OAB

Signatário da “Carta Compromissos da OAB-RO”, Expedito reafirmou no final do evento que fará uma campanha limpa, ética e digna.

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 27/08/2014 ás 11:01:00

Semana da Execução mobiliza JT para quitação de dívidas trabalhistas

A principal atividade é a realização de audiências de conciliação, que reúnem credores e devedores visando ao pagamento de dívidas trabalhistas.

POLíTICA | matéria escrita em 27/08/2014 ás 10:40:00

Em Linhas Gerais: Mulheres deixam conivência ao machismo e se tornam protagonistas da cena eleitoral

Gessi Taborda

POLíTICA | matéria escrita em 27/08/2014 ás 10:30:00

Deputado Zequinha Araújo pede à Justiça que intime Valdir Raupp e Amir Lando

Juíza não cai na conversa do deputado e quer saber o que o deputado federal e o senador tem ver com as supostas falcatruas cometidas pelo deputado na sua fundação assistencialista.

GERAL | matéria escrita em 27/08/2014 ás 10:18:00

Prefeitura inicia recuperação da iluminação pública do bairro Cuniã

Os esforços para iluminar totalmente o bairro Igarapé começaram no dia sete de agosto. Ao todo, foram 13 dias (úteis) de muito trabalho.

POLíTICA | matéria escrita em 27/08/2014 ás 10:10:00

Maioria do TSE barra candidatura de Arruda ao governo do Distrito Federal

O ministro Gilmar Mendes votou a favor do recurso por defender a jurisprudência do TSE, cuja definição é que as condições de elegibilidade são aferidas no momento da apresentação do registro.

POLíCIA | matéria escrita em 27/08/2014 ás 10:02:00

Três são presos por porte ilegal de arma de fogo após caçarem em reserva

Foram apreendidas duas espingardas calibre 32 e 16 cartuchos, sendo dois deflagrados.

POLíTICA | matéria escrita em 27/08/2014 ás 10:00:00

Confúcio visita as obras da usina hidrelétrica de Jirau

Confúcio Moura almoçou no canteiro de obras no refeitório dos operários.

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 27/08/2014 ás 09:56:00

Luta da OAB aumenta honorários dos advogados

O processo se deu no Superior Tribunal de Justiça e conseguiu a revisão do pagamento de R$ 15 mil para cerca de R$ 115 mil.

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 27/08/2014 ás 09:50:00

Nova corregedora defende valorização do juiz de 1º grau e celeridade nos processos disciplinares

A nova corregedora demonstrou preocupação com a duração dos processos disciplinares instaurados contra magistrados e disse que, em sua gestão, serão adotadas medidas para se agilizar a conclusão.

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 27/08/2014 ás 09:47:00

Proposta muda forma de escolha dos ministros do Supremo Tribunal Federal

A proposta tira do presidente da República a prerrogativa exclusiva de escolher os ministros. Se a mudança for aceita, diversas instituições passarão a indicar candidatos a ministros do STF.

POLíTICA | matéria escrita em 27/08/2014 ás 09:44:00

PEC aplica limites da Lei da Ficha Limpa à contratação de servidores públicos

Outra mudança realizada pelo relator eliminou a fixação de um teto para contratação de cargos em comissão.

publicidade
publicidade
© Tudo Rondônia 2005-2012 web site jornalístico - todos os direitos reservados
Editor responsável: Rubens Coutinho/ Registro Profissional 192 DRT/RO
Redação e administração: Avenida Calama com Lauro Sodré, 1118 - Salas 305 e 306 - Bairro Olaria - Porto Velho, Rondônia - CEP 76801-276 MSN/e-mail: tudorondonia@gmail.com