27/04/2012 - 18h47min - Atualizado em 27/04/2012 - 18h47min

‘Máquina de moer gente’ perde ação de R$ 111 mil na Justiça Trabalhista

A bancária foi representada pela advogada Karoline Monteiro, do Escritório Fonseca & Assis Associados.

O Bradesco, um dos bancos mais ricos do continente, foi mais uma vez derrotado na Justiça Trabalhista local por uma trabalhadora demitida injustamente e que estava gozando de estabilidade provisória.

Desta vez, o banco, que por sua conduta histórica de demitir funcionários acometidos de doenças adquiridas no exercício da função, acabou sendo apelidado de “máquina de moer gente”, teve que reintegrar ao trabalho uma bancária demitida em dezembro de 2011, e pagar a ela indenização por danos morais no valor de R$ 71.682,40.

Além disso, o Bradesco terá que arcar com o pagamento de todos os títulos (salários, férias acrescidas de um terço, 13º salário, gratificações, adicionais e FGTS) à que a bancária tem direito, no período compreendido entre a dispensa e a reintegração, pagar os honorários advocatícios no valor de 15% da condenação total e os valores relativos à perícia médica da trabalhadora. Pelo descumprimento de determinação judicial em sentença anterior, o banco terá que pagar mais uma multa no valor de R$ 40 mil. Todos estes valores, juntos, chegam a aproximadamente R$ 111 mil de ‘castigo’ para o banco que é recordista em demissões no Estado.

“Sopesando a capacidade econômica do reclamado (trata-se de um dos maiores bancos do Brasil), para fins de prudente quantificação do dano moral, o grau de responsabilidade; o espírito pedagógico voltado à coibição da conduta (omissiva ou comissiva) patronal tendente a, na irrefreável sanha por lucros crescentes, propiciar o fenômeno das lesões por esforços repetitivos na categoria dos bancários...”. Este é um dos trechos da sentença contra o Bradesco e que, para o Sindicato dos Bancários e Trabalhadores do Ramo Financeiro de Rondônia (SEEB/RO), comprova que a fama da máxima dos “lucros em detrimento às pessoas” já é amplamente conhecida no seio da Justiça Trabalhista nacional.

A bancária foi representada pela advogada Karoline Monteiro, do Escritório Fonseca & Assis Associados.

“A Justiça Trabalhista está de parabéns pelo seu entendimento em favor de trabalhadores que são sucessivamente injustiçados pelas instituições financeiras. Com essa decisão, mostra-se ainda a valiosa celeridade nos processos da justiça local, que visa minimizar as perdas e o sofrimento de muitos pais e mães de famílias vítimas deste desrespeito dos bancos”, avalia Euryale Brasil, presidente em exercício do SEEB/RO.

comentários

COMENTÁRIOS


Envie Comentários utilizando sua conta do Facebook

publicidade
RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 04/08/2015 ás 11:29:00

A sede e a justiça

Por Andrey Cavalcante

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 04/08/2015 ás 11:11:00

Justiça condena bancos de Rondônia a pagar R$ 360 mil por não atenderem idosos de forma imediata

A ação civil pública foi pioneira no país e garantiu, dentre outros, o atendimento imediato ao idoso, ou seja, o cidadão com mais de 60 anos deve ser o próximo a ser atendido em qualquer caixa disponível nas agências bancárias

GERAL | matéria escrita em 04/08/2015 ás 10:58:00

Governo divulga lista de sorteados em programas habitacionais em Porto Velho

Confira a lista com o nome dos candidatos homologados e sorteados, além das datas de atendimentos de todos os sorteados.

GERAL | matéria escrita em 04/08/2015 ás 11:05:00

Bancários reivindicam 16%, garantia de emprego e o fim das terceirizações

Os 667 participantes da 17ª Conferência também discutiram temas importantes da conjuntura nacional, como as consequências do processo de terceirização, reforma tributária...

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 04/08/2015 ás 11:01:00

VITÓRIA DOS CONSUMIDORES: ADVOGADO E O COORDENADOR DA ACV COMEMORAM CONDENAÇÃO DE BANCOS EM RONDÔNIA POR MAUS TRATOS A IDOSOS

O patrono da ação, Gabriel Tomasete, afirmou que “os bancos tiveram muito tempo para melhorar o atendimento, mas continuaram submetendo os idosos a espera excessiva nas filas. Assim, a aplicação da multa tornou-se necessária”.

POLíTICA | matéria escrita em 04/08/2015 ás 10:14:00

Airton tenta resolver nova paralisação da obra do Anel Viário

Para o deputado, esse novo problema prejudica o Estado e a região central de Rondônia, especialmente o município.

GERAL | matéria escrita em 04/08/2015 ás 10:01:00

Geólogos descobrem túnel de animais extintos em Rondônia

A caverna já era conhecida por moradores da região de Ponta do Abunã, em Rondônia, mas não havia sido classificada de paleotoca, ou seja, cavada por animais extintos.

GERAL | matéria escrita em 04/08/2015 ás 09:55:00

Destinos surpreendentes são boas apostas para curtir o Inverno no Brasil

magina usar casaco, gorro cachecol em pleno Nordeste? Gravatá e muitos outros lugares inesperados reúnem casas no Aluguel Temporada.

GERAL | matéria escrita em 04/08/2015 ás 09:52:00

Resultados de auditoria do TCE na área de saúde serão abordados durante palestra em Vilhena e Cacoal

Nesse trabalho realizou-se um grande diagnóstico na área da atenção básica em saúde, apresentando dados sobre a realidade verificada pelo controle externo no Estado de Rondônia.

POLíTICA | matéria escrita em 03/08/2015 ás 20:48:00

Rover confirma preferência por Luizinho e descarta candidatura de primo-secretário

Se no início do ano a candidatura do Secretário de Governo do Município, Gustavo Valmórbida, era favas contadas, agora isso está praticamente descartado.

POLíCIA | matéria escrita em 03/08/2015 ás 20:40:00

Integrantes do MST provocam “quebra-quebra” na agência da Receita Federal em Ji-Paraná; seis foram presos

Durante a ação, alguns integrantes do MST tentaram contra a vida de alguns policiais e acabaram presos.

POLíTICA | matéria escrita em 03/08/2015 ás 20:36:00

Decisão de Moro não é uma caça às bruxas, mas sim aos saqueadores dos cofres do Estado

Por Antônio Serpa do Amaral Filho

POLíTICA | matéria escrita em 03/08/2015 ás 20:28:00

Everaldo Fogaça diz que CPI dos Shows está fazendo um trabalho isento

A CPI investiga denúncias de irregularidades na contratação, pela Prefeitura, de shows da banda Cidade Negra e do cantor Alceu Valença.

POLíTICA | matéria escrita em 03/08/2015 ás 20:20:00

Vereador Jair Montes é vaiado ao tentar discursar na Câmara

Jair foi preso durante a Operação Apocalipse acusado de envolvimento com uma quadrilha de narcotraficantes e estelionatários que aplicava golpes utilizando cartões de crédito.

POLíTICA | matéria escrita em 03/08/2015 ás 20:17:00

José Wildes diz CPI dos Shows não parou e que está dentro do prazo

A CPI investiga denúncias de irregularidades na contratação dos shows da Banda Cidade Negra e do cantor Alceu Valença pela Prefeitura de Porto Velho.

publicidade
publicidade
© Tudo Rondônia 2005-2012 web site jornalístico - todos os direitos reservados
Editor responsável: Rubens Coutinho/ Registro Profissional 192 DRT/RO
Redação e administração: Avenida Calama com Lauro Sodré, 1118 - Salas 305 e 306 - Bairro Olaria - Porto Velho, Rondônia - CEP 76801-276 MSN/e-mail: tudorondonia@gmail.com