27/04/2012 - 18h47min - Atualizado em 27/04/2012 - 18h47min

‘Máquina de moer gente’ perde ação de R$ 111 mil na Justiça Trabalhista

A bancária foi representada pela advogada Karoline Monteiro, do Escritório Fonseca & Assis Associados.

O Bradesco, um dos bancos mais ricos do continente, foi mais uma vez derrotado na Justiça Trabalhista local por uma trabalhadora demitida injustamente e que estava gozando de estabilidade provisória.

Desta vez, o banco, que por sua conduta histórica de demitir funcionários acometidos de doenças adquiridas no exercício da função, acabou sendo apelidado de “máquina de moer gente”, teve que reintegrar ao trabalho uma bancária demitida em dezembro de 2011, e pagar a ela indenização por danos morais no valor de R$ 71.682,40.

Além disso, o Bradesco terá que arcar com o pagamento de todos os títulos (salários, férias acrescidas de um terço, 13º salário, gratificações, adicionais e FGTS) à que a bancária tem direito, no período compreendido entre a dispensa e a reintegração, pagar os honorários advocatícios no valor de 15% da condenação total e os valores relativos à perícia médica da trabalhadora. Pelo descumprimento de determinação judicial em sentença anterior, o banco terá que pagar mais uma multa no valor de R$ 40 mil. Todos estes valores, juntos, chegam a aproximadamente R$ 111 mil de ‘castigo’ para o banco que é recordista em demissões no Estado.

“Sopesando a capacidade econômica do reclamado (trata-se de um dos maiores bancos do Brasil), para fins de prudente quantificação do dano moral, o grau de responsabilidade; o espírito pedagógico voltado à coibição da conduta (omissiva ou comissiva) patronal tendente a, na irrefreável sanha por lucros crescentes, propiciar o fenômeno das lesões por esforços repetitivos na categoria dos bancários...”. Este é um dos trechos da sentença contra o Bradesco e que, para o Sindicato dos Bancários e Trabalhadores do Ramo Financeiro de Rondônia (SEEB/RO), comprova que a fama da máxima dos “lucros em detrimento às pessoas” já é amplamente conhecida no seio da Justiça Trabalhista nacional.

A bancária foi representada pela advogada Karoline Monteiro, do Escritório Fonseca & Assis Associados.

“A Justiça Trabalhista está de parabéns pelo seu entendimento em favor de trabalhadores que são sucessivamente injustiçados pelas instituições financeiras. Com essa decisão, mostra-se ainda a valiosa celeridade nos processos da justiça local, que visa minimizar as perdas e o sofrimento de muitos pais e mães de famílias vítimas deste desrespeito dos bancos”, avalia Euryale Brasil, presidente em exercício do SEEB/RO.

comentários

COMENTÁRIOS


publicidade
RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 27/09/2016 ás 22:48:00

STF recebe denúncia contra senadora Gleisi Hoffmann e ex-ministro Paulo Bernardo

O dinheiro, de acordo com a denúncia, seria oriundo de esquema de corrupção e lavagem de dinheiro estabelecido na Diretoria de Abastecimento da Petrobras.

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 27/09/2016 ás 22:45:00

É incabível revisão de cláusulas contratuais na ação de prestação de contas

O recurso especial julgado pela seção teve origem em processo de prestação de contas no qual uma dona de casa pedia que uma instituição bancária apresentasse os demonstrativos de movimentação financeira desde a abertura da conta corrente...

POLíTICA | matéria escrita em 27/09/2016 ás 22:41:00

TSE mantém registro de candidato a vereador acusado de ser analfabeto

A relatora, ministra Luciana Lóssio, havia votado anteriormente pelo indeferimento da candidatura, uma vez que a Constituição Federal estabelece que o analfabeto pode votar mas não pode receber votos ...

POLíTICA | matéria escrita em 27/09/2016 ás 20:04:00

Resenha Política

Robson Oliveira

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 27/09/2016 ás 19:56:00

Banca de Advocacia Renan Maldonado considera reintegração de Delegado mais do que justa

A decisão foi obtida por meio de recurso ao Tribunal de Justiça, o qual concedeu a reintegração imediata do Delegado aos quadros da Polícia Civil.

POLíTICA | matéria escrita em 27/09/2016 ás 17:38:00

Deputado lamenta morte de sargento da PM em Porto Velho

O parlamentar lembrou o tempo em que trabalhou com o policial, a quem se referiu como sendo um servidor esforçado, dedicado e que dava o sangue pela PM de Rondônia.

POLíTICA | matéria escrita em 27/09/2016 ás 17:35:00

Assembleia Legislativa lamenta morte de estudante de Medicina da São Lucas. Jovem era filha do ex-deputado Edésio Martelli

A Mesa Diretora externa solidariedade e dos demais parlamentares com o falecimento de Késia Martelli, e pede a Deus que conforte a família nesse momento de dor.

POLíTICA | matéria escrita em 27/09/2016 ás 17:29:00

Sintero orienta professores estaduais a não assinarem o novo modelo de folha de ponto

Na tentativa de fiscalizar o cumprimento da carga horária dos professores por orientação do Ministério Público, a Seduc acaba infringindo a legislação ...

POLíTICA | matéria escrita em 27/09/2016 ás 16:36:00

Mais um pedido de vista suspende novamente julgamento do recurso de Roberto sobrinho no TRE

O relator do recurso de Roberto Sobrinho (PT), candidato à prefeitura de Porto Velho, juiz Armando Reigota Filho, votou pela inelegibilidade de Roberto. Três juízes anteciparam o voto pelo indeferimento do registro.

GERAL | matéria escrita em 27/09/2016 ás 12:50:00

Um agente do mundo dos malditos

Doutor, professor, astronauta, ou juiz de distrito... Mas, “o pior de todos os analfabetos... É o analfabeto político”

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 27/09/2016 ás 12:47:00

Agravo contra decisão monocrática em matéria penal ou processual penal não segue regras do novo CPC

...referentes à contagem dos prazos em dias úteis e ao estabelecimento de prazo de 15 dias para todos os recursos, com exceção dos embargos de declaração.

GERAL | matéria escrita em 27/09/2016 ás 12:35:00

Estudantes da capital participam de simulado nacional aos moldes do Enem

O sonho de ingressar no Ensino Superior é almejado por muitos estudantes e pode se tornar realidade...

GERAL | matéria escrita em 27/09/2016 ás 12:30:00

RONDÔNIA PELA EDUCAÇÃO: Parceria com Microsoft pode melhorar uso das tecnologias da qualidade do ensino

​A ideia é capacitar professores e utilizar a tecnologia na educação, a fim de tornar as aulas mais atrativas para os educandos e otimizar tempo na aplicação de conteúdos.

POLíTICA | matéria escrita em 27/09/2016 ás 11:55:00

MP obtém indisponibilidade de bens de vereador de Nova Brasilândia

O MP argumenta que Aroldo de Oliveira acumula os cargos de vereador e técnico educacional do Estado, não cumprindo carga horária para a qual é remunerado, causando dano ao erário e enriquecimento ilícito...

publicidade
publicidade
© Tudo Rondônia 2005-2012 web site jornalístico - todos os direitos reservados
Editor responsável: Rubens Coutinho/ Registro Profissional 192 DRT/RO
Redação e administração: Avenida Calama com Lauro Sodré, 1118 - Salas 305 e 306 - Bairro Olaria - Porto Velho, Rondônia - CEP 76801-276 MSN/e-mail: tudorondonia@gmail.com