15/03/2012 - 16h02min - Atualizado em 15/03/2012 - 16h02min

Ministro do TST faz balanço de correição ordinária no TRT de Rondônia

O corregedor-geral da Justiça do Trabalho, ministro do Tribunal Superior do Trabalho Antônio José de Barros Levenhagen, concederá entrevista coletiva à imprensa nesta sexta-feira (16), às 9h, na sed

O corregedor-geral da Justiça do Trabalho, ministro do Tribunal Superior do Trabalho Antônio José  de Barros Levenhagen, concederá entrevista coletiva à imprensa nesta sexta-feira (16), às 9h, na sede do Tribunal Regional do Trabalho da 14ª Região.

 O ministro-corregedor realiza desde o dia 12/03 correição ordinária no TRT, com jurisdição nos estados de Rondônia e Acre. Na ocasião, será feita a leitura da Ata de Correição em sessão pública.

Sobre a Corregedoria-Geral

 

 A Corregedoria-Geral da Justiça do Trabalho é órgão da estrutura da Justiça do Trabalho incumbido da fiscalização, disciplina e orientação administrativa dos tribunais regionais do trabalho, seus juízes e serviços judiciários.

 Compete ao Corregedor-Geral da Justiça do Trabalho, exercer funções de inspeção permanente ou periódica, ordinária ou extraordinária, geral ou parcial sobre os serviços judiciários de segundo grau da Justiça do Trabalho, além de decidir Pedidos de Providência e Correições Parciais contra atos atentatórios à boa ordem processuais praticados por magistrados dos tribunais regionais do trabalho.

 Entre suas atribuições, ainda deve dirimir dúvidas apresentadas em Consultas formuladas pelos tribunais regionais do trabalho, seus órgãos ou seus integrantes; expedir provimentos para disciplinar os procedimentos a serem adotados pelos órgãos da Justiça do Trabalho, consolidando, inclusive, as normas respectivas; empreender vigilância sobre o funcionamento dos serviços judiciários quanto à omissão de deveres e à prática de abusos e exercer outras atribuições que lhe sejam conferidas em lei ou contidas nas atribuições gerais da Corregedoria-Geral.

Nas correições ordinárias, que não têm forma nem figura de juízo, são examinados autos, registros e documentos das secretarias e seções judiciárias e, ainda, se os magistrados apresentam bom comportamento público e são assíduos e diligentes na administração da Justiça, se excedem os prazos legais e regimentais sem razoável justificativa ou cometem erros de ofício que denotem incapacidade ou desídia, além de tudo o mais que é considerado necessário ou conveniente pelo Corregedor-Geral.

Fonte: TRT

comentários

COMENTÁRIOS


publicidade
GERAL | matéria escrita em 27/09/2016 ás 12:50:00

Um agente do mundo dos malditos

Doutor, professor, astronauta, ou juiz de distrito... Mas, “o pior de todos os analfabetos... É o analfabeto político”

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 27/09/2016 ás 12:47:00

Agravo contra decisão monocrática em matéria penal ou processual penal não segue regras do novo CPC

...referentes à contagem dos prazos em dias úteis e ao estabelecimento de prazo de 15 dias para todos os recursos, com exceção dos embargos de declaração.

GERAL | matéria escrita em 27/09/2016 ás 12:35:00

Estudantes da capital participam de simulado nacional aos moldes do Enem

O sonho de ingressar no Ensino Superior é almejado por muitos estudantes e pode se tornar realidade...

GERAL | matéria escrita em 27/09/2016 ás 12:30:00

RONDÔNIA PELA EDUCAÇÃO: Parceria com Microsoft pode melhorar uso das tecnologias da qualidade do ensino

​A ideia é capacitar professores e utilizar a tecnologia na educação, a fim de tornar as aulas mais atrativas para os educandos e otimizar tempo na aplicação de conteúdos.

POLíTICA | matéria escrita em 27/09/2016 ás 11:55:00

MP obtém indisponibilidade de bens de vereador de Nova Brasilândia

O MP argumenta que Aroldo de Oliveira acumula os cargos de vereador e técnico educacional do Estado, não cumprindo carga horária para a qual é remunerado, causando dano ao erário e enriquecimento ilícito...

POLíTICA | matéria escrita em 27/09/2016 ás 11:24:00

Dr. Neidson concede Medalha do Mérito Legislativo

Sonia Maria Bragado presta serviço comunitário no Corpo de Bombeiros.

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 27/09/2016 ás 11:11:00

Ex-chefe de Ciretran é condenada junto com estagiário e despachante

Dupla usou senha da chefe da Ciretran para cometer fraudes. Ela não sabia de nada, mas, por ter fornecido o acesso ao sistema, também foi condenada.

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 27/09/2016 ás 11:15:00

Aposentado não tem direito adquirido a regime de custeio de plano de saúde

O relator, ministro Marco Buzzi, afirmou que é garantido ao trabalhador demitido sem justa causa ou ao aposentado que contribuiu para o plano de saúde em decorrência do vínculo empregatício o direito de se manter como beneficiário...

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 27/09/2016 ás 11:14:00

Origem em escola filantrópica privada não dá direito a vaga universitária pelo sistema de cotas

O colegiado entendeu que ela não tem direito à matrícula por não haver cursado o ensino fundamental em instituição pública, mas em entidade de natureza filantrópica.

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 27/09/2016 ás 11:13:00

É incabível revisão de cláusulas contratuais na ação de prestação de contas

A decisão do colegiado, tomada por maioria de votos, não afasta a possibilidade de ajuizamento de pedido revisional. 

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 27/09/2016 ás 11:08:00

Sindicato consegue substituir imposto sindical por contribuição negocial aprovada em assembleia

Ao prover recurso do sindicato, a Turma entendeu que é possível ao sindicato renunciar à sua parte do antigo imposto sindical, recolhendo, em seu lugar, a chamada contribuição negocial, aprovada em assembleia geral pela categoria.

GERAL | matéria escrita em 27/09/2016 ás 10:45:00

DER convoca dois candidatos aprovados no processo seletivo para trabalhar na Residência de Ariquemes

Eles terão o período de 28 a 30 de setembro para comparecer na 2º Residência Regional de Ariquemes...

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 27/09/2016 ás 10:22:00

CNJ Serviço: entenda a diferença entre votos brancos e nulos

Segundo o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), tanto os votos brancos quanto os nulos não são considerados válidos.

GERAL | matéria escrita em 27/09/2016 ás 10:17:00

Eleitores não podem ser presos a partir de hoje

A regra está prevista no Código Eleitoral, que entrou em vigor em 1965 e serve para garantir a liberdade do voto.

publicidade
publicidade
© Tudo Rondônia 2005-2012 web site jornalístico - todos os direitos reservados
Editor responsável: Rubens Coutinho/ Registro Profissional 192 DRT/RO
Redação e administração: Avenida Calama com Lauro Sodré, 1118 - Salas 305 e 306 - Bairro Olaria - Porto Velho, Rondônia - CEP 76801-276 MSN/e-mail: tudorondonia@gmail.com