18/06/2013 - 16h47min - Atualizado em 18/06/2013 - 16h47min

Para votar em 2014, é necessário requerer título eleitoral até 7 de maio

Aqueles que já possuem o título mas mudaram de residência também devem procurar o cartório eleitoral até essa data para pedir a transferência de domicílio.

Em 5 de outubro do ano que vem, os brasileiros vão às urnas para escolher presidente da República, governadores, senadores e deputados federais e estaduais ou distritais. Para votar no pleito de 2014, quem ainda não pediu a inscrição eleitoral tem até 7 de maio do próximo ano para procurar o cartório.

Aqueles que já possuem o título mas mudaram de residência também devem procurar o cartório eleitoral até essa data para pedir a transferência de domicílio. Dia 5 de outubro também é o último dia para que o eleitor com deficiência ou mobilidade reduzida solicite sua transferência para uma seção eleitoral especial.

O voto no Brasil é obrigatório para quem tem de 18 a 70 anos. A Constituição Federal faculta a inscrição e a votação a quem tem 16 e 17 anos, aos que têm mais de 70 anos e aos analfabetos.

Quem não estiver em dia com a Justiça Eleitoral pode ficar sujeito a alguns impedimentos, correndo o risco de não poder tomar posse em órgão público e obter empréstimos em estabelecimento de crédito mantido pelo governo, entre outros. No entanto, como explica o secretário da Corregedoria-Geral Eleitoral do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Sergio Dias Cardoso, o maior impedimento para quem não tiver a inscrição eleitoral é não poder participar da escolha de seus representantes. “A inscrição eleitoral é a porta de entrada para a cidadania. Sem o título, não há como exercer o direito de escolher os seus representantes”, destaca o secretário.

Jovens
Sergio lembra aos jovens que, de acordo com levantamento do TSE sobre o perfil do eleitorado, nos últimos dias de inscrição dos anos anteriores, mais de 50% do atendimento foi destinado aos que tiraram o título pela primeira vez. Por isso, para que se evitem filas, quem tem 16 e 17 anos e deseja votar em 2014 deve requerer o seu título o quanto antes.

Título
Para facilitar e agilizar a emissão do título, os cidadãos podem iniciar a inscrição eleitoral no Portal do TSE, por meio do Título Net, que é um pré-atendimento. No entanto, para efetivar a inscrição e receber o documento impresso, é necessário comparecer ao cartório eleitoral que atenda a área de residência no prazo de até cinco dias corridos após a data de preenchimento do formulário pela internet ou na data do agendamento, caso o interessado faça esta opção. Caso o eleitor não tenha acesso à internet, pode dirigir-se diretamente ao cartório.

Quando do comparecimento ao cartório, é necessário apresentar: o número do protocolo gerado pelo Título Net; um documento oficial de identificação pessoal contendo, no mínimo, nome, filiação, data de nascimento e nacionalidade (não serão aceitos a Carteira Nacional de Habilitação nem o novo modelo de passaporte por não conterem, respectivamente, nacionalidade / naturalidade e filiação); um comprovante de residência; e o comprovante de quitação militar (obrigatório a partir de 30 de junho do ano em que completar 18 anos).

Transferência de domicílio
Para transferir o local de votação, o eleitor que mudou de endereço deve seguir os mesmos passos da inscrição eleitoral e estar quite com a Justiça Eleitoral, ou seja, tem que apresentar os comprovantes de votação das eleições anteriores.

Recadastramento Biométrico
Já os eleitores das 490 cidades que identificarão os seus votantes por meio das digitais em 2014 têm de comparecer ao cartório eleitoral para fazer o recadastramento biométrico, de acordo com o calendário de seu município. Caso contrário, terá o seu título cancelado.

Para reaver o título, o eleitor que não comparecer à cidade onde vota e quiser continuar votando naquele local terá de ir ao seu cartório de origem até 7 de maio de 2014. Se o eleitor não puder ir à cidade onde vota, deve pedir a transferência do seu local de votação para o município onde estiver estabelecido. Após 7 de maio, não será mais possível regularizar a situação nem votar nas Eleições 2014.

O título do eleitor que não se recadastrar será cancelado porque o recadastramento biométrico não objetiva somente coletar as digitais para identificação no dia da eleição. No momento do recadastramento, faz-se também uma revisão eleitoral e todos os dados do eleitor são atualizados.

Clique aqui para saber se a sua cidade terá recadastramento biométrico e confira tudo sobre biometria.

TSE

Leia também:

comentários

COMENTÁRIOS


Avatar de JAIR

Postado por JAIR em 20/06/2013 às 19:18

Deveria sim, haver mudanças breves e justas no processo eleitoral,aceitar doações para campanha eleitoral é "formação de quadrilha"

187.6.94.67

Envie Comentários utilizando sua conta do Facebook

publicidade
RONDÔNIA JURÍDICO | matéria escrita em 30/03/2015 ás 08:39:00

Igreja Universal é condenada a pagar R$ 3,7 milhões de contribuições sindicais

A condenação abrangeu 31 igrejas em todo o Mato Grosso do Sul.

RONDÔNIA JURÍDICO | matéria escrita em 30/03/2015 ás 08:37:00

TST determina que conselho arbitral não examine conflitos trabalhistas

A arbitragem é a solução de conflitos por meio de árbitros, e não por decisão judicial.

POLÍTICA | matéria escrita em 30/03/2015 ás 08:28:00

Em Linhas Gerais - Por Gessi Taborda

Crônicas de uma tragédia política anunciada

RONDÔNIA JURÍDICO | matéria escrita em 30/03/2015 ás 08:26:00

Terceira Seção edita mais três súmulas

Embora não tenham efeito vinculante, servem de orientação a toda a comunidade jurídica sobre a jurisprudência firmada pelo STJ, que tem a missão constitucional de unificar a interpretação das leis federais.

RONDÔNIA JURÍDICO | matéria escrita em 30/03/2015 ás 08:23:00

ESPECIAL - A fé na justiça dos homens

O Superior Tribunal de Justiça (STJ) já encerrou muitas discussões envolvendo atos abusivos praticados sob o manto da religião.

POLÍTICA | matéria escrita em 30/03/2015 ás 07:47:00

Deputado Mosquini destaca o setor produtivo de Rondônia e pede a duplicação da BR-364

Grande parte da produção rondoniense circula pela BR-364, principalmente de Vilhena a Porto Velho.

POLÍTICA | matéria escrita em 30/03/2015 ás 06:47:00

Em menos de dois meses, Câmara gastou mais de R$ 37 mil com pagamento de diárias

Dinheiro foi gasto para vereadores e servidores participarem de seminários, encontros e festa.

RONDÔNIA JURÍDICO | matéria escrita em 27/03/2015 ás 18:53:00

Advogados têm benefícios na Caixa Econômica via convênio com a OAB

Dentre as principais vantagens estão: linhas de crédito especiais para aquisição de imóveis, subsídios para equipar escritórios, cartão de crédito com certificação digital e programa de milhagem que poderá ser utilizada...

GERAL | matéria escrita em 27/03/2015 ás 18:46:00

Prefeitura prossegue com remoção de árvores que entopem sistema de drenagem

No caso das Nações Unidas, falta a prefeitura retirar somente uma árvore que está localizada na direção da Rua Elias Gorayeb, no canteiro central da pista.

RONDÔNIA JURÍDICO | matéria escrita em 27/03/2015 ás 17:30:00

Cássio Cunha Lima quer tornar crime violação de prerrogativas

De acordo com o presidente nacional da OAB, o projeto tipifica penalmente as violações de prerrogativas.

RONDÔNIA JURÍDICO | matéria escrita em 27/03/2015 ás 17:27:00

CNJ decide pela remoção de magistrado

O presidente do CNJ, ministro Ricardo Lewandowski, reforçou a decisão ao considerar, no caso específico, a remoção como “o melhor remédio previsto pela legislação”.

RONDÔNIA JURÍDICO | matéria escrita em 27/03/2015 ás 17:26:00

Auxiliar de limpeza que higienizava banheiros de supermercado receberá adicional de insalubridade

Admitida em março de 2007, a empregada limpava sanitários, recolhia o lixo, varria o piso e limpava a área administrativa. A partir de 2010, passou a trabalhar apenas no setor administrativo, limpando o vestiário feminino.

RONDÔNIA JURÍDICO | matéria escrita em 27/03/2015 ás 17:23:00

Administração deve justificar proporcionalidade entre infração e sanção

Ao analisar o mandado de segurança impetrado pela defesa, a desembargadora convocada Marga Tessler, relatora, concluiu que os 33 anos de carreira pública do servidor deveriam ter sido considerados...

RONDÔNIA JURÍDICO | matéria escrita em 27/03/2015 ás 17:20:00

REs em causas de juizados especiais cíveis são admitidos apenas em situações excepcionais

O entendimento foi firmado no exame de três recursos extraordinários com agravo (AREs) da relatoria do ministro Teori Zavascki.

GERAL | matéria escrita em 27/03/2015 ás 17:12:00

Inscrições para o concurso público da Defensoria Pública encerram na segunda,30

As provas para ambos os cargos serão realizadas no dia 24 de maio em Porto Velho.

publicidade
publicidade
© Tudo Rondônia 2005-2013 web site jornalístico - todos os direitos reservados
Editor responsável: Rubens Coutinho/ Registro Profissional 192 DRT/RO
Redação e administração: Avenida Calama com Lauro Sodré, 1118 - Salas 305 e 306 - Bairro Olaria - Porto Velho, Rondônia - CEP 76801-276 MSN/e-mail: tudorondonia@gmail.com