18/06/2013 - 16h47min - Atualizado em 18/06/2013 - 16h47min

Para votar em 2014, é necessário requerer título eleitoral até 7 de maio

Aqueles que já possuem o título mas mudaram de residência também devem procurar o cartório eleitoral até essa data para pedir a transferência de domicílio.

Em 5 de outubro do ano que vem, os brasileiros vão às urnas para escolher presidente da República, governadores, senadores e deputados federais e estaduais ou distritais. Para votar no pleito de 2014, quem ainda não pediu a inscrição eleitoral tem até 7 de maio do próximo ano para procurar o cartório.

Aqueles que já possuem o título mas mudaram de residência também devem procurar o cartório eleitoral até essa data para pedir a transferência de domicílio. Dia 5 de outubro também é o último dia para que o eleitor com deficiência ou mobilidade reduzida solicite sua transferência para uma seção eleitoral especial.

O voto no Brasil é obrigatório para quem tem de 18 a 70 anos. A Constituição Federal faculta a inscrição e a votação a quem tem 16 e 17 anos, aos que têm mais de 70 anos e aos analfabetos.

Quem não estiver em dia com a Justiça Eleitoral pode ficar sujeito a alguns impedimentos, correndo o risco de não poder tomar posse em órgão público e obter empréstimos em estabelecimento de crédito mantido pelo governo, entre outros. No entanto, como explica o secretário da Corregedoria-Geral Eleitoral do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Sergio Dias Cardoso, o maior impedimento para quem não tiver a inscrição eleitoral é não poder participar da escolha de seus representantes. “A inscrição eleitoral é a porta de entrada para a cidadania. Sem o título, não há como exercer o direito de escolher os seus representantes”, destaca o secretário.

Jovens
Sergio lembra aos jovens que, de acordo com levantamento do TSE sobre o perfil do eleitorado, nos últimos dias de inscrição dos anos anteriores, mais de 50% do atendimento foi destinado aos que tiraram o título pela primeira vez. Por isso, para que se evitem filas, quem tem 16 e 17 anos e deseja votar em 2014 deve requerer o seu título o quanto antes.

Título
Para facilitar e agilizar a emissão do título, os cidadãos podem iniciar a inscrição eleitoral no Portal do TSE, por meio do Título Net, que é um pré-atendimento. No entanto, para efetivar a inscrição e receber o documento impresso, é necessário comparecer ao cartório eleitoral que atenda a área de residência no prazo de até cinco dias corridos após a data de preenchimento do formulário pela internet ou na data do agendamento, caso o interessado faça esta opção. Caso o eleitor não tenha acesso à internet, pode dirigir-se diretamente ao cartório.

Quando do comparecimento ao cartório, é necessário apresentar: o número do protocolo gerado pelo Título Net; um documento oficial de identificação pessoal contendo, no mínimo, nome, filiação, data de nascimento e nacionalidade (não serão aceitos a Carteira Nacional de Habilitação nem o novo modelo de passaporte por não conterem, respectivamente, nacionalidade / naturalidade e filiação); um comprovante de residência; e o comprovante de quitação militar (obrigatório a partir de 30 de junho do ano em que completar 18 anos).

Transferência de domicílio
Para transferir o local de votação, o eleitor que mudou de endereço deve seguir os mesmos passos da inscrição eleitoral e estar quite com a Justiça Eleitoral, ou seja, tem que apresentar os comprovantes de votação das eleições anteriores.

Recadastramento Biométrico
Já os eleitores das 490 cidades que identificarão os seus votantes por meio das digitais em 2014 têm de comparecer ao cartório eleitoral para fazer o recadastramento biométrico, de acordo com o calendário de seu município. Caso contrário, terá o seu título cancelado.

Para reaver o título, o eleitor que não comparecer à cidade onde vota e quiser continuar votando naquele local terá de ir ao seu cartório de origem até 7 de maio de 2014. Se o eleitor não puder ir à cidade onde vota, deve pedir a transferência do seu local de votação para o município onde estiver estabelecido. Após 7 de maio, não será mais possível regularizar a situação nem votar nas Eleições 2014.

O título do eleitor que não se recadastrar será cancelado porque o recadastramento biométrico não objetiva somente coletar as digitais para identificação no dia da eleição. No momento do recadastramento, faz-se também uma revisão eleitoral e todos os dados do eleitor são atualizados.

Clique aqui para saber se a sua cidade terá recadastramento biométrico e confira tudo sobre biometria.

TSE

Leia também:

comentários
publicidade

COMENTÁRIOS


Avatar de JAIR

Postado por JAIR em 20/06/2013 às 19:18

Deveria sim, haver mudanças breves e justas no processo eleitoral,aceitar doações para campanha eleitoral é "formação de quadrilha"

187.6.94.67

Envie Comentários utilizando sua conta do Facebook

publicidade
GERAL | matéria escrita em 20/12/2014 ás 14:30:00

Professor lança livro sobre Educação Tecnológica no auditório da Uniron-Shopping neste sábado.

Para Sérgio, que é Doutor em Educação, o estudo foi uma forma de contribuir com as diversas formas de tratar sobre tecnologia e sua influente inserção na educação.

GERAL | matéria escrita em 20/12/2014 ás 14:28:00

LIVRO VAI CONTAR HISTÓRIAS DO PRÉDIO DA VELHA CÂMARA

O lançamento de “Resgate da História” será no próprio prédio na Ladeira Comendador Centeno, onde funcionou desde 1924 a prefeitura ...

GERAL | matéria escrita em 20/12/2014 ás 14:17:00

Toma posse nova diretoria do Sindicato dos Auditores Fiscais de Rondônia

Foram empossados o auditor Mauro Roberto da Silva – como presidente - e os demais integrantes da diretoria executiva, além dos titulares dos Conselhos Fiscal e de Ética.

POLíTICA | matéria escrita em 20/12/2014 ás 14:15:00

O médico e o deputado

Valdemir Caldas

POLíTICA | matéria escrita em 20/12/2014 ás 14:07:00

ALE paga servidores no próximo dia 23, apesar de Confúcio trabalhar contra

Apesar das manobras governistas para prejudicar o presidente, o décimo terceiro salário dos servidores já foi pago e, no próximo dia 23, a folha salarial será quitada.

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 19/12/2014 ás 18:58:00

CNJ ouve OAB na construção do novo PJe

Marcus Vinicius exaltou a iniciativa, que marca o momento de diálogo entre a OAB e o CNJ.

POLíTICA | matéria escrita em 19/12/2014 ás 18:47:00

Procurador geral da República pede ao STF prisão do senador Ivo Cassol

Em 2013, o tribunal condenou o congressista a 4 anos, 8 meses e 26 dias de prisão por crimes cometidos quando foi prefeito de Rolim de Moura (RO), entre 1998 e 2002.

GERAL | matéria escrita em 19/12/2014 ás 18:37:00

Tribunal de Justiça e Ministério Público compartilham dados da Sesdec em 2015

De acordo com o delegado Júlio Ugalde, assessor institucional da Sesdec, a atualização do sistema se tornou viável em razão de convênio celebrado entre a Sesdec e o Governo Federal.

GERAL | matéria escrita em 19/12/2014 ás 18:36:00

Governo de Rondônia confirma apoio para conter conflitos agrários

O diretor geral da Polícia Civil, Pedro Mancebo, entende que a criação da delegacia só trará benefícios ao Estado.

GERAL | matéria escrita em 19/12/2014 ás 18:33:00

Prefeitura de Porto Velho investe na estruturação da Fundação Cultural

Marcos Nobre destaca que uma das prioridades da atual gestão é dotar a Funcultural de condições de logística, trabalho e mobilidade para a equipe, composta de 16 servidores.

GERAL | matéria escrita em 19/12/2014 ás 18:31:00

Semusa passará a fornecer fraldas a pessoas com deficiência gratuitamente

Segundo explica o secretário da Semusa, Domingos Sávio, até então esta distribuição era realizada somente perante pedido judicial.

POLíCIA | matéria escrita em 19/12/2014 ás 18:29:00

Polícia Rodoviária Federal realizará leilão de veículos no sábado(27) em Porto Velho(RO)

Serão leiloados 245 lotes de veículos apreendidos.

GERAL | matéria escrita em 19/12/2014 ás 18:27:00

Prefeitura leva o natal para 2400 crianças na zona Leste

Camila Canova, Coordenadora de Turismo de Porto Velho, disse que em cada sessão participam seiscentas crianças.

POLíTICA | matéria escrita em 19/12/2014 ás 18:15:00

Donadon pode emplacar a irmã, Raquel, na representação da Seduc em Vilhena

Raquel Donadon pode substituir Edson Nogueira. Raquel concorreu a deputada federal pelo PTB, tentando ocupar a vaga do irmão, Natan, cassado pela Câmara.

POLíCIA | matéria escrita em 19/12/2014 ás 18:13:00

Vilhena: ex-vereador fala da trágica morte do pai, assassinado pelo filho caçula

Marquinhos Bacana admitiu doença do irmão.

publicidade
publicidade
© Tudo Rondônia 2005-2013 web site jornalístico - todos os direitos reservados
Editor responsável: Rubens Coutinho/ Registro Profissional 192 DRT/RO
Redação e administração: Avenida Calama com Lauro Sodré, 1118 - Salas 305 e 306 - Bairro Olaria - Porto Velho, Rondônia - CEP 76801-276 MSN/e-mail: tudorondonia@gmail.com