18/06/2013 - 16h47min - Atualizado em 18/06/2013 - 16h47min

Para votar em 2014, é necessário requerer título eleitoral até 7 de maio

Aqueles que já possuem o título mas mudaram de residência também devem procurar o cartório eleitoral até essa data para pedir a transferência de domicílio.

Em 5 de outubro do ano que vem, os brasileiros vão às urnas para escolher presidente da República, governadores, senadores e deputados federais e estaduais ou distritais. Para votar no pleito de 2014, quem ainda não pediu a inscrição eleitoral tem até 7 de maio do próximo ano para procurar o cartório.

Aqueles que já possuem o título mas mudaram de residência também devem procurar o cartório eleitoral até essa data para pedir a transferência de domicílio. Dia 5 de outubro também é o último dia para que o eleitor com deficiência ou mobilidade reduzida solicite sua transferência para uma seção eleitoral especial.

O voto no Brasil é obrigatório para quem tem de 18 a 70 anos. A Constituição Federal faculta a inscrição e a votação a quem tem 16 e 17 anos, aos que têm mais de 70 anos e aos analfabetos.

Quem não estiver em dia com a Justiça Eleitoral pode ficar sujeito a alguns impedimentos, correndo o risco de não poder tomar posse em órgão público e obter empréstimos em estabelecimento de crédito mantido pelo governo, entre outros. No entanto, como explica o secretário da Corregedoria-Geral Eleitoral do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Sergio Dias Cardoso, o maior impedimento para quem não tiver a inscrição eleitoral é não poder participar da escolha de seus representantes. “A inscrição eleitoral é a porta de entrada para a cidadania. Sem o título, não há como exercer o direito de escolher os seus representantes”, destaca o secretário.

Jovens
Sergio lembra aos jovens que, de acordo com levantamento do TSE sobre o perfil do eleitorado, nos últimos dias de inscrição dos anos anteriores, mais de 50% do atendimento foi destinado aos que tiraram o título pela primeira vez. Por isso, para que se evitem filas, quem tem 16 e 17 anos e deseja votar em 2014 deve requerer o seu título o quanto antes.

Título
Para facilitar e agilizar a emissão do título, os cidadãos podem iniciar a inscrição eleitoral no Portal do TSE, por meio do Título Net, que é um pré-atendimento. No entanto, para efetivar a inscrição e receber o documento impresso, é necessário comparecer ao cartório eleitoral que atenda a área de residência no prazo de até cinco dias corridos após a data de preenchimento do formulário pela internet ou na data do agendamento, caso o interessado faça esta opção. Caso o eleitor não tenha acesso à internet, pode dirigir-se diretamente ao cartório.

Quando do comparecimento ao cartório, é necessário apresentar: o número do protocolo gerado pelo Título Net; um documento oficial de identificação pessoal contendo, no mínimo, nome, filiação, data de nascimento e nacionalidade (não serão aceitos a Carteira Nacional de Habilitação nem o novo modelo de passaporte por não conterem, respectivamente, nacionalidade / naturalidade e filiação); um comprovante de residência; e o comprovante de quitação militar (obrigatório a partir de 30 de junho do ano em que completar 18 anos).

Transferência de domicílio
Para transferir o local de votação, o eleitor que mudou de endereço deve seguir os mesmos passos da inscrição eleitoral e estar quite com a Justiça Eleitoral, ou seja, tem que apresentar os comprovantes de votação das eleições anteriores.

Recadastramento Biométrico
Já os eleitores das 490 cidades que identificarão os seus votantes por meio das digitais em 2014 têm de comparecer ao cartório eleitoral para fazer o recadastramento biométrico, de acordo com o calendário de seu município. Caso contrário, terá o seu título cancelado.

Para reaver o título, o eleitor que não comparecer à cidade onde vota e quiser continuar votando naquele local terá de ir ao seu cartório de origem até 7 de maio de 2014. Se o eleitor não puder ir à cidade onde vota, deve pedir a transferência do seu local de votação para o município onde estiver estabelecido. Após 7 de maio, não será mais possível regularizar a situação nem votar nas Eleições 2014.

O título do eleitor que não se recadastrar será cancelado porque o recadastramento biométrico não objetiva somente coletar as digitais para identificação no dia da eleição. No momento do recadastramento, faz-se também uma revisão eleitoral e todos os dados do eleitor são atualizados.

Clique aqui para saber se a sua cidade terá recadastramento biométrico e confira tudo sobre biometria.

TSE

Leia também:

comentários

COMENTÁRIOS


Avatar de JAIR

Postado por JAIR em 20/06/2013 às 19:18

Deveria sim, haver mudanças breves e justas no processo eleitoral,aceitar doações para campanha eleitoral é "formação de quadrilha"

187.6.94.67
publicidade
POLíTICA | matéria escrita em 31/08/2016 ás 18:18:00

"Acir Gurgacz e Raupp estão entre os cúmplices do golpe"

Guardem a lista dos que votaram pelo impeachment, mas participaram do verdadeiro golpe, garantindo, na segunda votação, que Dilma Rousseff possa assumir funções públicas.

GERAL | matéria escrita em 31/08/2016 ás 17:47:00

Sindicato luta por Auxílio Transporte aos servidores do interior

O sindicato vai continuar lutando até que todos recebam benefício do auxilio transporte.

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 31/08/2016 ás 17:35:00

OAB vai ao STF contra lei burocraática da Receita e autor é conselheiro de Rondônia

O fim da burocracia excessiva, manifestada pela Lei 9.250/95, dificultando o acesso dos advogados aos processos administrativos no âmbito da Procuradoria da Receita Federal, era uma antiga bandeira de luta dos profissionais que atuam no ramo.

POLíTICA | matéria escrita em 31/08/2016 ás 17:22:00

Michel Temer toma posse como presidente e terá mandato até 2018

Michel Temer é jurista especializado em direito constitucional e atuou como parlamentar por cerca de 25 anos, entre mandatos assumidos como eleito e suplente.

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 31/08/2016 ás 14:03:00

Cacoal passa a ter lei municipal que incentiva o servidor público à doação de sangue

Lei 3.646/PMC/2016 visa sensibilizar e mobilizar os servidores para doação de sangue de maneira voluntária.

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 31/08/2016 ás 13:55:00

“Combate ao Caixa 2 e à Corrupção Eleitoral”

A exemplo do que aconteceu em outras eleições, a OAB Rondônia promove, no próximo dia 5, às sete da noite, um encontro de todos os candidatos à Prefeitura de Porto Velho...

GERAL | matéria escrita em 31/08/2016 ás 13:48:00

Papel das agências de regulação de serviços públicos é explicado durante seminário realizado em Porto Velho

A Agero tem a função fim de regular (fiscalizar) a prestação e serviços públicos delegados, os contratos de concessão de uma série de serviços fundamentais...

GERAL | matéria escrita em 31/08/2016 ás 13:39:00

Proposta de plantio de castanheiras em Rondônia é apresentada no Ministério do Meio Ambiente

A concepção do desenvolvimento da produção de castanheiras segue inicialmente pelo mapeamento das áreas onde as árvores nativas não produzem mais.

GERAL | matéria escrita em 31/08/2016 ás 13:37:00

Ji-Paraná abre sexta-feira os Jogos Intermunicipais de Rondônia; 2,4 mil atletas participam

Representando 19 municípios, em 14 modalidades, 2,4 mil atletas participam das competições. A abertura oficial dos jogos será às 19h, com a presença de autoridades estaduais e municipais.

GERAL | matéria escrita em 31/08/2016 ás 13:35:00

Planejamento para o desfile de 7 de setembro é definido; arquibancadas terão cobertura

A Semana da Pátria será aberta amanhã (1), com solenidade de hasteamento da Bandeira Nacional em frente ao Palácio Rio Madeira.

GERAL | matéria escrita em 31/08/2016 ás 13:29:00

Programa de Aquisição de Alimentos começa a adquirir produtos da agricultura familiar em Porto Velho

O Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), que promove acesso a alimentos às populações em situação de insegurança alimentar e a inclusão social e econômica no campo...

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 31/08/2016 ás 13:22:00

Julgados abordam validade de fiança prestada sem autorização de companheiro

Um apanhado de mais de cem documentos relaciona casos que determinam a impossibilidade de anulação de fiança nos casos em que, quando há união estável, não exista autorização expressa do companheiro.

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 31/08/2016 ás 13:17:00

Jornada aprova 87 enunciados para orientar solução extrajudicial de litígios

Os verbetes têm como objetivo orientar a adoção de políticas públicas e práticas do setor privado para a prevenção e solução extrajudicial de litígios.

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 31/08/2016 ás 13:08:00

Clube pagará indenização e pensão a família por morte de criança em piscina

Os autos narram que o pai deixou dois de seus filhos, à época com sete e oito anos de idade, na portaria da associação para aula na escolinha de futebol...

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 31/08/2016 ás 13:05:00

1ª Turma pode majorar honorários ainda que advogado não apresente contrarrazões

A maioria dos ministros desproveu os agravos com imposição de multa e majoração de honorários recursais, vencido o relator, ministro Marco Aurélio, quanto a este último ponto.

publicidade
publicidade
© Tudo Rondônia 2005-2013 web site jornalístico - todos os direitos reservados
Editor responsável: Rubens Coutinho/ Registro Profissional 192 DRT/RO
Redação e administração: Avenida Calama com Lauro Sodré, 1118 - Salas 305 e 306 - Bairro Olaria - Porto Velho, Rondônia - CEP 76801-276 MSN/e-mail: tudorondonia@gmail.com