/ geral / iptu

09/12/2013 - 16h41min - Atualizado em 09/12/2013 - 16h41min

Porto Velho: Semfaz divulga atualização do valor do IPTU para 2014

No caso do ano de 2013, a arrecadação do IPTU superou a expectativa.

Porto Velho, Rondônia - A atualização anual do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) no município de Porto Velho acontece em conformidade à Lei Complementar 199/2004. Para o caso dos imóveis edificados, que se constituem na parte mais expressiva do total da arrecadação, a base de cálculo para os valores é composta pela alíquota de 0,5 % do valor venal dos imóveis, para a qual podem ser aplicados percentuais redutores, e pela Unidade de Padrão Fiscal (UPF) relativa ao período passado desde a última atualização. No exercício de 2014 a atualização será correspondente a 11,71%.

De acordo com Adão Colombo, diretor em exercício da Divisão de Administração de Tributos da Secretaria Municipal de Fazenda (DAT/Semfaz), a base de cálculo para depreensão do valor venal dos imóveis em Porto Velho está defasada em função da Planta Genérica de Valores (PGV) ter sido atualizada pela última vez em 2003. Para atualizar a PGV é preciso imagens aéreas de toda a cidade, segundo um processo de fotos em alta definição chamado de aerofotogrametria. É por meio dessas imagens que são verificadas as mudanças ocorridas nos imóveis e são analisadas suas áreas construídas de acordo com os valores atualizados pelo mercado imobiliário.

Em 2003, quando ocorreu a última atualização da PGV, foi adotado um percentual redutor na Base de 35%, porque naquele momento o IPTU passava a ficar muito alto em relação ao ano anterior. Assim, de ano a ano o redutor deveria diminuir, até que não fosse mais adotado. Um imóvel no valor de R$ 100.000,00, por exemplo, passava a ser avaliado para efeitos de tributação por R$ 65.000,00. A cada ano o índice redutor deveria abaixar até que o imóvel pudesse ser considerado de acordo com a realidade demonstrada na PGV de 2003. À Semfaz caberia levar anualmente à Câmara Municipal um anteprojeto de lei propondo qual seria a taxa de redução. No caso do lançamento de 2014, o redutor deveria estar zerado, mas o prefeito, porém, pediu a manutenção do índice redutor em 5%.

Quanto ao percentual relativo à UPF, o calculo é feito pela média do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) no período passado desde a última verificação até a data de lançamento do próximo período. Para o exercício de 2014, considerando-se a data de novembro de 2012 a outubro de 2013, o índice encontrado foi de 5,83%. O secretário da Semfaz, Marcelo Siqueira, explicou que a adequação aos diversos casos específicos para a cobrança do IPTU possibilitou o resultado geral de 11,83%.

No caso do ano de 2013, a arrecadação do IPTU superou a expectativa. O valor orçado era de 11,59 milhões, mas em outubro já se verificava uma arrecadação superior a 12 milhões. “O pagamento desse imposto é uma obrigação dos cidadãos. Em todo o território nacional ele é cobrado pelos municípios. Embora ainda tenhamos um índice muito alto de inadimplência, percebemos que em Porto Velho as pessoas estão se tornando mais conscientes de suas obrigações. Isso é bom para o município, mas também é bom para os contribuintes que não passa a acumular juros e multas aos seus impostos”, observou Adão Colombo.

De acordo com o secretário da Semfaz, os carnês do IPTU 2014 já foram licitados e, até a primeira quinzena de janeiro, deverão estar todos entregues nas residências. Nos primeiros dias de janeiro estarão também disponíveis pela WEB os valores relativos a cada imóvel. “Neste ano, a arrecadação foi quase maior pela WEB. Sabemos que esse é o melhor meio para arrecadação, porque ajuda ao contribuinte que não precisa mais se deslocar e vir à Semfaz, entrar em filas e esperar pelo atendimento. Contudo, de acordo com lei, a notificação do IPTU ocorre com a entrega dos carnês, essa é a forma oficial de notificação pessoal, de forma que não é pensado, ao menos por enquanto, a não emissão de carnês”, explicou Siqueira, que também informou que para o exercício de 2015 deverá haver mudanças na cobrança do imposto, porque uma nova Planta Genérica de Valores (PGV) deverá ser efetuada durante 2014, o que fará com que os valores venais sejam atualizados de acordo com as mudanças acontecidas na cidade e com a realidade do mercado imobiliário.

Por Renato Menghi

Leia também:

comentários

COMENTÁRIOS


Envie Comentários utilizando sua conta do Facebook

publicidade
GERAL | matéria escrita em 25/05/2015 ás 22:26:00

Embrapa Rondônia faz lançamento e leva tecnologias no maior evento de agricultura do Norte

Dentre as tecnologias a serem apresentadas estão às voltadas para a cafeicultura, que em Rondônia é uma das principais atividades agrícolas, destacando o estado como o sexto maior produtor de café do país.

POLíTICA | matéria escrita em 25/05/2015 ás 22:24:00

Comissão é cancelada e reforma política vai a Plenário na terça com novo relator

Líderes partidários decidiram votar a reforma política diretamente no Plenário da Câmara dos Deputados.

POLíTICA | matéria escrita em 25/05/2015 ás 22:23:00

Acir Gurgacz pede providências ao governo para regularização de assentamentos rurais em RO

O senador criticou a lentidão e a ineficiência dos órgãos públicos na regularização fundiária, lembrando que em Rondônia se encontram assentamentos de mais de vinte anos que ainda não foram devidamente regulamentados.

GERAL | matéria escrita em 25/05/2015 ás 22:19:00

MPF lança campanha internacional de combate à corrupção

Divulgada em 21 países, a ação vai mobilizar jovens a dizerem "não" ao desvio do dinheiro público, além de conscientizar sobre a importância do Ministério Público no combate à corrupção.

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 25/05/2015 ás 22:16:00

Servidores da Justiça Federal vão dizer Sim ou Não ao Calendário Nacional de Mobilização

Em nota institucional divulgada hoje (25/05), o juiz federal Herculano Martins Nacif, em exercício na direção da seccional, manifestou apoio à reivindicação dos servidores.

GERAL | matéria escrita em 25/05/2015 ás 22:09:00

Precatório do Sintero: E você tem fome de quê? E eles têm medo de quê?

O que falta, então, para ocorrer a efetividade? O que falta para se obter a Excelência num Tribunal de Excelência, como é o TRT da 14a Região? Não falta boa vontade, porque não se pode pedir favor a juiz. Não falta direito. Sobra direito.

GERAL | matéria escrita em 25/05/2015 ás 22:02:00

Empresas de transporte urbano de Porto Velho estão com contas bancárias bloqueadas

O MPT levantou suspeitas que, possivelmente, as empresas também poderiam não ter recolhido o Fundo de Garantia por Tempo de Serviços (FGTS) e o percentual do INSS descontados dos vencimentos dos trabalhadores.

POLíTICA | matéria escrita em 25/05/2015 ás 17:52:00

E Rondônia assiste a impunidade no Fantástico

“Terapia de ressocialização” com massagens e Mariri para assassinos e estuprados é no mínimo vergonhosa.

POLíCIA | matéria escrita em 25/05/2015 ás 17:30:00

Comandante da PM lamenta morte de policial que matou a esposa e depois se suicidou

O policial militar Albuquerque entrou nas fileiras da Polícia Militar no dia 1 de dezembro de 2006.

POLíTICA | matéria escrita em 25/05/2015 ás 17:24:00

Luiz Cláudio recebe Confúcio Moura em Brasília e...

...o convida para lançamento de Frente Parlamentar.

POLíTICA | matéria escrita em 25/05/2015 ás 17:15:00

Jovens estão entre os mais prejudicados com a crise no País

Ela citou a recente pesquisa do IBGE que revelou um considerável aumento de desemprego entre os jovens de 18 a 24 anos que passou de 12% em 2014 para 16,2% no mês passado.

POLíTICA | matéria escrita em 25/05/2015 ás 17:07:00

Deputado Maurão é homenageado pela Adhonep

A entidade, que existe em diversos países do mundo, é formada por empresários cristãos, com a finalidade de promover o congraçamento e o fortalecimento da comunhão entre os irmãos.

POLíTICA | matéria escrita em 25/05/2015 ás 17:01:00

Seminário na Assembleia discute atividades da Apac no Estado

Associação discute ações visando a ressocialização dos apenados em Rondônia.

POLíTICA | matéria escrita em 25/05/2015 ás 16:50:00

Cleiton Roque quer sede para Ceeja

O parlamentar defende a construção da sede própria em virtude de o prédio onde funciona o Ceeja ser locado, o que tem causado grandes transtornos aos alunos portadores de necessidades especiais.

publicidade
publicidade
© Tudo Rondônia 2005-2013 web site jornalístico - todos os direitos reservados
Editor responsável: Rubens Coutinho/ Registro Profissional 192 DRT/RO
Redação e administração: Avenida Calama com Lauro Sodré, 1118 - Salas 305 e 306 - Bairro Olaria - Porto Velho, Rondônia - CEP 76801-276 MSN/e-mail: tudorondonia@gmail.com