29/06/2010 - 06h18min - Atualizado em 29/06/2010 - 06h18min

Prefeitura é convocada para explicar irregularidades no "lixão"

Magistrado aplicará sequestro de verba, caso município não cumpra condenação de 2005.

Audiência realizada na última quinta-feira, dia 24, na 1ª Vara da Fazenda Pública, em Porto Velho , põe a prefeitura mais uma vez em cheque sobre a situação do aterro sanitário. Desde que foi condenada a mudar o local do "lixão", em 2005, a administração municipal não cumpriu a sentença que determinava, entre outros pontos, a abertura de um novo local para o aterro, o monitoramento físico-químicos dos igarapés próximos, a adequação e fiscalização do depósito do lixo e a suspensão da coleta feita a céu aberto.

A prefeitura da capital não teria cumprido a sentença, além de não justificar satisfatoriamente a desobediência, por isso foi novamente convocada pela Justiça para explicar-se e tomar as medidas determinadas pelo juiz Alexandre Miguel à época. A sentença também condenava a Prefeitura a regularizar a atividade dos catadores, a impedir o acesso ao lixo por pessoas sem botas, luvas ou a lixo tóxico, a apresentar relatório técnico de análise de área danificada e plano de recuperação e recomposição ambiental, além de ressarcir e indenizar os danos causados ao meio ambiente em razão das constantes violações e degradações.

"Ocorre que de lá para cá nada foi realizado pelo requerido, no que se refere ao exato cumprimento da sentença condenatória", escreveu o Juiz no despacho, por isso fixou multa que segundo a última apuração chegava ao valor de 7 milhões 416 mil e 115 reais, e que se fosse corrigido até hoje poderia chegar a 10 milhões. A administração nunca pagou a multa e mais uma vez tentou apresentar documentos que, segundo os magistrados e promotores do caso, não justificam em nada a falta de atitude com relação a um problema tão sério que atinge a população da capital.

Dois secretários municipais, o de obras, Marcelo Fernandes, e o de serviços públicos, Jair Ramires, compareceram à audiência, acompanhados dos procuradores do município. Cada qual tentou se isentar de responsabilidades, mas o magistrado e o representante do Ministério Público foram incisivos ao cobrar das autoridades o cumprimento da determinação judicial. "Vários documentos foram juntados sem, contudo, especificar, indicar ou provar que a decisão foi cumprida a contento", esclareceu no despacho Alexandre Miguel.

Para o magistrado, a concorrência pública, que o município alega ser o gargalo para a resolução do problema, não pode ser a única alternativa para o cumprimento da decisão. "Já se passaram quase cinco anos do trânsito em julgado (quando a condenação não tem mais possibilidade de recursos) e o município não conseguiu e não me convém expor as razões disso para concluir tal concorrência. Nem mesmo há indicativo de que, realizada esta concorrência, o julgado estará cumprido integralmente", argumentou o magistrado.

Diante da falta de plano convincente, o Juízo concedeu prazo para o município apresentar relatório circunstanciado do que vem desenvolvendo para melhorar a coleta do lixo na cidade e o que está sendo cumprindo pelo município, segundo a sentença, bem como para apresentar uma agenda indicando os prazos para o cumprimento das demais obrigações.

Também o prefeito deverá ser convocado para dar explicações, já que, para o magistrado e para o Ministério Público, as secretarias municipais estão se eximindo de suas responsabilidades. Quanto à multa, o Ministério Público requererá a execução, nos termos da lei, ou seja, o sequestro do valor das contas públicas.

comentários

COMENTÁRIOS


Envie Comentários utilizando sua conta do Facebook

publicidade
POLíTICA | matéria escrita em 23/05/2015 ás 14:27:00

Glaucione destina emenda para região

Parlamentar se reúne com diretor do DER para definir destinação de emenda.

POLíTICA | matéria escrita em 23/05/2015 ás 14:22:00

Maurão participa do lançamento de obras de asfalto

Presidente da Assembleia se colocou à disposição do prefeito e da comunidade para colaborar com a capital.

POLíTICA | matéria escrita em 23/05/2015 ás 14:08:00

SUGESPE vira cabide para “ex” com salários de até R$ 14 mil

Ex-secretários,ex-assessores enrolados em denúncias de corrupção e até parentes de deputados estão lotados lá.

GERAL | matéria escrita em 23/05/2015 ás 13:52:00

MPF e MP/RO obtém liminar para retirada de escavadeira histórica da EFMM

Há mais de dois anos, a escavadeira New Bucyrus, patrimônio histórico e cultural da EFMM, foi encontrada em área de risco de desbarrancamento.

GERAL | matéria escrita em 23/05/2015 ás 13:48:00

Candidatos farão prova em 46 escolas e faculdades da Capital

O cargo com maior número de candidatos por vaga é o de motorista, com 2.915 concorrentes para quatro vagas, seguido de analista jurídico, cujos inscritos foram de 2.671 para cinco vagas e em terceiro, analista administrativo ...

POLíTICA | matéria escrita em 23/05/2015 ás 13:43:00

Resenha política

Robson Oliveira

POLíTICA | matéria escrita em 23/05/2015 ás 13:31:00

Plenário da Câmara vai analisar reforma política

Deputados vão analisar separadamente os temas da reforma, como sistema eleitoral, financiamento de campanhas e duração de mandatos.

POLíTICA | matéria escrita em 23/05/2015 ás 13:23:00

Raupp acredita que Rondônia terá benefícios com visita ao Brasil

É que muitos deles têm manifestado interesse de investir no país, e Rondônia, disse ele, é um estado que pode atrair esses investimentos, já que se trata de grande produtor de energia, tem hidrovias...

GERAL | matéria escrita em 23/05/2015 ás 13:17:00

Governo prorroga vacinação contra a gripe até 5 de junho em todo o país

Para receber a dose, é preciso levar o cartão de vacinação e um documento de identificação. Pessoas com doenças crônicas ou com outras condições clínicas especiais precisam apresentar uma prescrição médica.

GERAL | matéria escrita em 23/05/2015 ás 13:13:00

Implementação do Código Florestal ainda é desafio, dizem ONGs

Entre os problemas relatados pelos gestores estaduais do Cadastro Ambiental Rural (CAR) está a resistência de alguns setores produtivos e a dificuldade em acelerar o cadastramento.

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 23/05/2015 ás 11:06:00

Abertas as inscrições para escolha de Juiz de Paz e Suplentes na comarca de Santa Luzia do Oeste

Para ser candidato é necessário ter concluído no mínimo o ensino fundamental.

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 23/05/2015 ás 11:04:00

Caminhada em prol da Adoção será neste domingo, no Espaço Alternativo

A Caminhada é aberta ao público e faz parte das comemorações do Dia Nacional da Adoção, 25/5, segunda-feira.

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 23/05/2015 ás 11:02:00

Tribunal de Justiça e Ministério Público integram sistemas no PJe

O PJe é uma ferramenta inovadora, que substitui o processo em meio físico, com documentos, assinaturas e carimbos por arquivos digitais, manuseados por meio de computadores, tablets e até celulares.

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 23/05/2015 ás 10:52:00

Ariquemes: Ginecologista tem mais um pedido de liberdade negado pela 1ª Câmara Criminal

No pedido de liberdade anterior a defesa do acusado argumentou que as provas testemunhais não tinham o poder cabal da veracidade para acusá-lo do suposto crime, uma vez que o profissional de ginecologia precisa utilizar-se do “toque” ...

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 23/05/2015 ás 10:44:00

CNJ suspende licença-prêmio para magistrados do TRT do Mato Grosso

De acordo com o relator, a vantagem da licença-prêmio para os magistrados não encontra respaldo na Resolução n. 133/2011 do CNJ e na Lei Complementar n. 35/1979 (Lei Orgânica da Magistratura - Loman).

publicidade
publicidade
© Tudo Rondônia 2005-2012 web site jornalístico - todos os direitos reservados
Editor responsável: Rubens Coutinho/ Registro Profissional 192 DRT/RO
Redação e administração: Avenida Calama com Lauro Sodré, 1118 - Salas 305 e 306 - Bairro Olaria - Porto Velho, Rondônia - CEP 76801-276 MSN/e-mail: tudorondonia@gmail.com