29/06/2010 - 06h18min - Atualizado em 29/06/2010 - 06h18min

Prefeitura é convocada para explicar irregularidades no "lixão"

Magistrado aplicará sequestro de verba, caso município não cumpra condenação de 2005.

Audiência realizada na última quinta-feira, dia 24, na 1ª Vara da Fazenda Pública, em Porto Velho , põe a prefeitura mais uma vez em cheque sobre a situação do aterro sanitário. Desde que foi condenada a mudar o local do "lixão", em 2005, a administração municipal não cumpriu a sentença que determinava, entre outros pontos, a abertura de um novo local para o aterro, o monitoramento físico-químicos dos igarapés próximos, a adequação e fiscalização do depósito do lixo e a suspensão da coleta feita a céu aberto.

A prefeitura da capital não teria cumprido a sentença, além de não justificar satisfatoriamente a desobediência, por isso foi novamente convocada pela Justiça para explicar-se e tomar as medidas determinadas pelo juiz Alexandre Miguel à época. A sentença também condenava a Prefeitura a regularizar a atividade dos catadores, a impedir o acesso ao lixo por pessoas sem botas, luvas ou a lixo tóxico, a apresentar relatório técnico de análise de área danificada e plano de recuperação e recomposição ambiental, além de ressarcir e indenizar os danos causados ao meio ambiente em razão das constantes violações e degradações.

"Ocorre que de lá para cá nada foi realizado pelo requerido, no que se refere ao exato cumprimento da sentença condenatória", escreveu o Juiz no despacho, por isso fixou multa que segundo a última apuração chegava ao valor de 7 milhões 416 mil e 115 reais, e que se fosse corrigido até hoje poderia chegar a 10 milhões. A administração nunca pagou a multa e mais uma vez tentou apresentar documentos que, segundo os magistrados e promotores do caso, não justificam em nada a falta de atitude com relação a um problema tão sério que atinge a população da capital.

Dois secretários municipais, o de obras, Marcelo Fernandes, e o de serviços públicos, Jair Ramires, compareceram à audiência, acompanhados dos procuradores do município. Cada qual tentou se isentar de responsabilidades, mas o magistrado e o representante do Ministério Público foram incisivos ao cobrar das autoridades o cumprimento da determinação judicial. "Vários documentos foram juntados sem, contudo, especificar, indicar ou provar que a decisão foi cumprida a contento", esclareceu no despacho Alexandre Miguel.

Para o magistrado, a concorrência pública, que o município alega ser o gargalo para a resolução do problema, não pode ser a única alternativa para o cumprimento da decisão. "Já se passaram quase cinco anos do trânsito em julgado (quando a condenação não tem mais possibilidade de recursos) e o município não conseguiu e não me convém expor as razões disso para concluir tal concorrência. Nem mesmo há indicativo de que, realizada esta concorrência, o julgado estará cumprido integralmente", argumentou o magistrado.

Diante da falta de plano convincente, o Juízo concedeu prazo para o município apresentar relatório circunstanciado do que vem desenvolvendo para melhorar a coleta do lixo na cidade e o que está sendo cumprindo pelo município, segundo a sentença, bem como para apresentar uma agenda indicando os prazos para o cumprimento das demais obrigações.

Também o prefeito deverá ser convocado para dar explicações, já que, para o magistrado e para o Ministério Público, as secretarias municipais estão se eximindo de suas responsabilidades. Quanto à multa, o Ministério Público requererá a execução, nos termos da lei, ou seja, o sequestro do valor das contas públicas.

comentários

COMENTÁRIOS


publicidade
POLíTICA | matéria escrita em 26/08/2014 ás 18:30:00

Marina venceria Dilma no segundo turno, aponta Ibope

Dilma tem 34%, Marina, 29%, e Aécio, 19%, aponta pesquisa Ibope.Em simulação de segundo turno, Marina tem 45% e Dilma, 36%.

POLíTICA | matéria escrita em 26/08/2014 ás 17:47:00

PAINEL POLÍTICO - ALAN ALEX

Os problemas e desafios do próximo governador de RO

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 26/08/2014 ás 16:17:00

Deputada Ana da 8 responde a mais uma ação judicial, dessa vez por se apropriar de medicamentos e materiais do SUS

Na ação, o MP diz a parlamentar praticou ato de improbidade administrativa ao apropriar-se de materiais e medicamentos destinados ao Sistema de Saúde do Estado de Rondônia.

GERAL | matéria escrita em 26/08/2014 ás 15:54:00

Ministério Público investiga qualidade do fornecimento de energia elétrica pela Eletrobras em Buritis

O inquérito foi instaurado pela Promotoria de Buritis uma vez que os consumidores de energia elétrica, residentes no município.

GERAL | matéria escrita em 26/08/2014 ás 15:52:00

Prédio da Murilo Braga deve ser entregue antes do final do ano

O secretário elogiou o empenho dos trabalhadores e disse que o Governo do Estado tem procurado fazer obras com qualidade e com empresas de responsabilidade.

POLíTICA | matéria escrita em 26/08/2014 ás 15:50:00

Câmara aprovou convocação de secretária da SEMES para esclarecer sobre compra de material esportivo sem licitação

Confira a data da entrega dos produtos, a identificação dos requisitantes e os valores:

GERAL | matéria escrita em 26/08/2014 ás 15:50:00

Começa as obras de fundações da Escola Anísio Teixeira

Acompanhado de Marcos Amaral, diretor financeiro/administrativo da Seduc.

GERAL | matéria escrita em 26/08/2014 ás 15:46:00

Diretora do CET realiza visitas técnicas

Em Nova União o encontro foi com o chefe da Ciretran, Gilson Albino sendo debatido os preparativos das ações da Semana Nacional de Trânsito.

GERAL | matéria escrita em 26/08/2014 ás 15:46:00

OMS recomenda proibição de cigarros eletrônicos para menores

Os peritos aconselharam também que seja proibido o consumo desse tipo de cigarro em espaços públicos fechados, de acordo com documento divulgado pela OMS.

GERAL | matéria escrita em 26/08/2014 ás 15:40:00

Servidores conhecem Manual de Procedimentos

Os diretores, Ana Paula (coordenadora de Ciretrans), Hugo Correa (Diretor de Operações), Jackson Henrique (Diretor de Habilitação).

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 26/08/2014 ás 14:48:00

Paralegais: Solução que tangencia o problema

Por Andrey Cavalcante, presidente da OAB-Rondônia.

GERAL | matéria escrita em 26/08/2014 ás 14:47:00

Receita e Procuradoria regulamentam quitação e parcelamentos com uso de prejuízo fiscal e base negativa de CSLL

Todas as regras relativas ao Programa podem ser conferidas na Portaria Conjunta PGFN/RFB no 15, de 22 de agosto de 2014, informa a Delegacia da Receita Federal em Porto Velho.

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 26/08/2014 ás 14:45:00

Judiciário divulga resultado da 1ª fase do atendimento na Ponta do Abunã

A equipe realizou mais de 474 audiências, do total de 620 atendimentos nos distritos de Nova Califórnia (89), Extrema (157), Vista Alegre do Abunã (172), Abunã (52) e Fortaleza do Abunã (4).

GERAL | matéria escrita em 26/08/2014 ás 14:42:00

Aberta Oficina de formação de educadores de Porto Velho da rede municipal de ensino

Aberta na manhã de hoje, 26, pela coordenadora da Coordinfância na regional do Ministério Público do Trabalho, em Porto Velho.

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 26/08/2014 ás 14:41:00

Juízes e servidores definem metas para melhorar os serviços à população

A iniciativa da Presidência do TJRO faz parte do Projeto Simplificação de Processos do TJRO e busca a validação de metas entendidas de modo simples e claro...

publicidade
publicidade
© Tudo Rondônia 2005-2012 web site jornalístico - todos os direitos reservados
Editor responsável: Rubens Coutinho/ Registro Profissional 192 DRT/RO
Redação e administração: Avenida Calama com Lauro Sodré, 1118 - Salas 305 e 306 - Bairro Olaria - Porto Velho, Rondônia - CEP 76801-276 MSN/e-mail: tudorondonia@gmail.com