29/06/2010 - 06h18min - Atualizado em 29/06/2010 - 06h18min

Prefeitura é convocada para explicar irregularidades no "lixão"

Magistrado aplicará sequestro de verba, caso município não cumpra condenação de 2005.

Audiência realizada na última quinta-feira, dia 24, na 1ª Vara da Fazenda Pública, em Porto Velho , põe a prefeitura mais uma vez em cheque sobre a situação do aterro sanitário. Desde que foi condenada a mudar o local do "lixão", em 2005, a administração municipal não cumpriu a sentença que determinava, entre outros pontos, a abertura de um novo local para o aterro, o monitoramento físico-químicos dos igarapés próximos, a adequação e fiscalização do depósito do lixo e a suspensão da coleta feita a céu aberto.

A prefeitura da capital não teria cumprido a sentença, além de não justificar satisfatoriamente a desobediência, por isso foi novamente convocada pela Justiça para explicar-se e tomar as medidas determinadas pelo juiz Alexandre Miguel à época. A sentença também condenava a Prefeitura a regularizar a atividade dos catadores, a impedir o acesso ao lixo por pessoas sem botas, luvas ou a lixo tóxico, a apresentar relatório técnico de análise de área danificada e plano de recuperação e recomposição ambiental, além de ressarcir e indenizar os danos causados ao meio ambiente em razão das constantes violações e degradações.

"Ocorre que de lá para cá nada foi realizado pelo requerido, no que se refere ao exato cumprimento da sentença condenatória", escreveu o Juiz no despacho, por isso fixou multa que segundo a última apuração chegava ao valor de 7 milhões 416 mil e 115 reais, e que se fosse corrigido até hoje poderia chegar a 10 milhões. A administração nunca pagou a multa e mais uma vez tentou apresentar documentos que, segundo os magistrados e promotores do caso, não justificam em nada a falta de atitude com relação a um problema tão sério que atinge a população da capital.

Dois secretários municipais, o de obras, Marcelo Fernandes, e o de serviços públicos, Jair Ramires, compareceram à audiência, acompanhados dos procuradores do município. Cada qual tentou se isentar de responsabilidades, mas o magistrado e o representante do Ministério Público foram incisivos ao cobrar das autoridades o cumprimento da determinação judicial. "Vários documentos foram juntados sem, contudo, especificar, indicar ou provar que a decisão foi cumprida a contento", esclareceu no despacho Alexandre Miguel.

Para o magistrado, a concorrência pública, que o município alega ser o gargalo para a resolução do problema, não pode ser a única alternativa para o cumprimento da decisão. "Já se passaram quase cinco anos do trânsito em julgado (quando a condenação não tem mais possibilidade de recursos) e o município não conseguiu e não me convém expor as razões disso para concluir tal concorrência. Nem mesmo há indicativo de que, realizada esta concorrência, o julgado estará cumprido integralmente", argumentou o magistrado.

Diante da falta de plano convincente, o Juízo concedeu prazo para o município apresentar relatório circunstanciado do que vem desenvolvendo para melhorar a coleta do lixo na cidade e o que está sendo cumprindo pelo município, segundo a sentença, bem como para apresentar uma agenda indicando os prazos para o cumprimento das demais obrigações.

Também o prefeito deverá ser convocado para dar explicações, já que, para o magistrado e para o Ministério Público, as secretarias municipais estão se eximindo de suas responsabilidades. Quanto à multa, o Ministério Público requererá a execução, nos termos da lei, ou seja, o sequestro do valor das contas públicas.

comentários

COMENTÁRIOS


publicidade
POLíTICA | matéria escrita em 16/09/2014 ás 19:37:00

Reeleição de Confúcio é fundamental para o desenvolvimento de Rondônia, diz Jaques Testoni

O deputado estadual reforçou o seu apoio a Confúcio Moura.

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 16/09/2014 ás 19:35:00

Comarca Buritis receberá oficina de desdobramento de metas na quinta-feira

Nesta terça-feira, 16/09, na comarca de Ariquemes, foi concluída a mesma oficina que será promovida em Buritis.

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 16/09/2014 ás 19:33:00

TJRO implanta PJe nos Juizados Especiais Cíveis de Porto Velho e na Turma Recursal

A partir de outubro, o sistema do PJe será instalado em todos os Juizados Especiais Cíveis e da Fazenda Pública do interior do Estado de Rondônia.

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 16/09/2014 ás 19:30:00

Padrasto acusado de matar menino Joaquim continuará preso

A denúncia aponta infração ao artigo 121, parágrafo 2º, incisos II, III e IV (homicídio qualificado por motivo fútil, meio cruel e meio que dificultou a defesa da vítima), e ao artigo 211 (ocultação de cadáver) do Código Penal.

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 16/09/2014 ás 19:28:00

Corte Especial julgará se sucessão na união estável é constitucional

A inconstitucionalidade do artigo 1.790 tem sido apontada com frequência por alguns doutrinadores e magistrados.

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 16/09/2014 ás 19:25:00

Ação sobre aposentadoria de mulheres policiais terá rito abreviado

O autor da ação pede a declaração de mora legislativa dos citados entes governamentais e a definição de prazo para a apresentação de projeto de lei e da edição de lei complementar ...

GERAL | matéria escrita em 16/09/2014 ás 19:20:00

Grupamento de Aviação do Corpo de Bombeiros tem novo comandante

Ele lembrou que todos estão sempre de prontidão para atender aos chamados e que muitas vidas foram salvas graças a este desempenho.

GERAL | matéria escrita em 16/09/2014 ás 19:17:00

Estudantes do Júlio Guerra já contam com salas refrigeradas

Na escola Júlio Guerra, em Ji-Paraná, o Programa Eficiência Energética refeza estrutura de energia elétrica e equipou as salas de aulas com centrais de ar condicionado.

GERAL | matéria escrita em 16/09/2014 ás 19:03:00

Eficiência das propriedades rurais é discutida em Ji-Paraná

Evento será realizado quarta e quinta-feira no parque de exposições Hermínio Victorelli; No ano passado evento discutiu a cadeia produtiva do gado de corte.

POLíTICA | matéria escrita em 16/09/2014 ás 19:09:00

Expedito comemora Ibope e diz que responsabilidade aumenta

A nova pesquisa Ibope divulgada nesta terça-feira (16) mostrou o candidato Expedito Júnior (PSDB) com 35% das intenções de voto, o governador Confúcio Moura (PMDB) com 28% .

POLíTICA | matéria escrita em 16/09/2014 ás 19:06:00

PAINEL POLÍTICO - ALAN ALEX

Segunda pesquisa IBOPE coloca Expedito em primeiro

GERAL | matéria escrita em 16/09/2014 ás 18:58:00

Manutenção de planos econômicos 84,32% e 26,05%

Os planos econômicos dos servidores do ministério da saúde e FUNASA tinham decisão do TCU (acórdão 2161/2005).

POLíTICA | matéria escrita em 16/09/2014 ás 18:40:00

Expedito lidera corrida ao Governo com 35%; Confúcio empaca em 28% e é o mais rejeitado entre os candidatos, diz IBOPE

Segundo o IBOPE, se as eleições fossem hoje Expedito teria 35%, Confúcio Moura 28%, Jaquerline Cassol (PR) 12%, Padre Ton (PT) 6% e Pimenta de Rondônia (PSOL) 1%.

GERAL | matéria escrita em 16/09/2014 ás 18:23:00

Comerciante e morto a tiros em Ariquemes

Pedro partiu e deixou os filhos esposa e familiares que chegaram no local do fato muito emocionados em ver seu corpo ao solo.

POLíTICA | matéria escrita em 16/09/2014 ás 18:21:00

Faltam 19 dias: saiba como funciona a votação paralela

A Justiça Eleitoral já tem preparada uma estrutura logística para a retirada das urnas, que são levadas por avião, helicóptero ou veículos seguros para a capital.

publicidade
publicidade
© Tudo Rondônia 2005-2012 web site jornalístico - todos os direitos reservados
Editor responsável: Rubens Coutinho/ Registro Profissional 192 DRT/RO
Redação e administração: Avenida Calama com Lauro Sodré, 1118 - Salas 305 e 306 - Bairro Olaria - Porto Velho, Rondônia - CEP 76801-276 MSN/e-mail: tudorondonia@gmail.com