29/06/2010 - 06h18min - Atualizado em 29/06/2010 - 06h18min

Prefeitura é convocada para explicar irregularidades no "lixão"

Magistrado aplicará sequestro de verba, caso município não cumpra condenação de 2005.

Audiência realizada na última quinta-feira, dia 24, na 1ª Vara da Fazenda Pública, em Porto Velho , põe a prefeitura mais uma vez em cheque sobre a situação do aterro sanitário. Desde que foi condenada a mudar o local do "lixão", em 2005, a administração municipal não cumpriu a sentença que determinava, entre outros pontos, a abertura de um novo local para o aterro, o monitoramento físico-químicos dos igarapés próximos, a adequação e fiscalização do depósito do lixo e a suspensão da coleta feita a céu aberto.

A prefeitura da capital não teria cumprido a sentença, além de não justificar satisfatoriamente a desobediência, por isso foi novamente convocada pela Justiça para explicar-se e tomar as medidas determinadas pelo juiz Alexandre Miguel à época. A sentença também condenava a Prefeitura a regularizar a atividade dos catadores, a impedir o acesso ao lixo por pessoas sem botas, luvas ou a lixo tóxico, a apresentar relatório técnico de análise de área danificada e plano de recuperação e recomposição ambiental, além de ressarcir e indenizar os danos causados ao meio ambiente em razão das constantes violações e degradações.

"Ocorre que de lá para cá nada foi realizado pelo requerido, no que se refere ao exato cumprimento da sentença condenatória", escreveu o Juiz no despacho, por isso fixou multa que segundo a última apuração chegava ao valor de 7 milhões 416 mil e 115 reais, e que se fosse corrigido até hoje poderia chegar a 10 milhões. A administração nunca pagou a multa e mais uma vez tentou apresentar documentos que, segundo os magistrados e promotores do caso, não justificam em nada a falta de atitude com relação a um problema tão sério que atinge a população da capital.

Dois secretários municipais, o de obras, Marcelo Fernandes, e o de serviços públicos, Jair Ramires, compareceram à audiência, acompanhados dos procuradores do município. Cada qual tentou se isentar de responsabilidades, mas o magistrado e o representante do Ministério Público foram incisivos ao cobrar das autoridades o cumprimento da determinação judicial. "Vários documentos foram juntados sem, contudo, especificar, indicar ou provar que a decisão foi cumprida a contento", esclareceu no despacho Alexandre Miguel.

Para o magistrado, a concorrência pública, que o município alega ser o gargalo para a resolução do problema, não pode ser a única alternativa para o cumprimento da decisão. "Já se passaram quase cinco anos do trânsito em julgado (quando a condenação não tem mais possibilidade de recursos) e o município não conseguiu e não me convém expor as razões disso para concluir tal concorrência. Nem mesmo há indicativo de que, realizada esta concorrência, o julgado estará cumprido integralmente", argumentou o magistrado.

Diante da falta de plano convincente, o Juízo concedeu prazo para o município apresentar relatório circunstanciado do que vem desenvolvendo para melhorar a coleta do lixo na cidade e o que está sendo cumprindo pelo município, segundo a sentença, bem como para apresentar uma agenda indicando os prazos para o cumprimento das demais obrigações.

Também o prefeito deverá ser convocado para dar explicações, já que, para o magistrado e para o Ministério Público, as secretarias municipais estão se eximindo de suas responsabilidades. Quanto à multa, o Ministério Público requererá a execução, nos termos da lei, ou seja, o sequestro do valor das contas públicas.

comentários
publicidade

COMENTÁRIOS


Envie Comentários utilizando sua conta do Facebook

publicidade
GERAL | matéria escrita em 04/05/2016 ás 13:09:00

Eletrobras amplia e moderniza rede de distribuição no município de Ariquemes

As novas redes de energia compactas protegidas, além de reduzirem a poluição visual causada pelas redes convencionais, aumentam a confiabilidade e a qualidade do fornecimento de energia elétrica...

GERAL | matéria escrita em 04/05/2016 ás 13:03:00

Produtores rurais participam de seminário sobre produção e defesa agropecuária em Jacy-Paraná

Seminário levou informações sobre raiva animal e, também, crédito rural.

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 04/05/2016 ás 12:55:00

CNJ investiga se juiz que bloqueou WhatsApp cometeu abuso de autoridade

A corregedora nacional de Justiça, ministra Nancy Andrighi, instaurou uma reclamação disciplinar contra o juiz Marcel Maia Montalvão, da Vara Criminal de Lagarto (SE), que determinou o bloqueio do aplicativo WhatsApp...

GERAL | matéria escrita em 04/05/2016 ás 12:45:00

Famílias de Machadinho do Oeste e Vale do Anari são incentivadas a expandir lavoura cafeeira

De acordo com a secretária regional, Nádia Eulalia, a meta é atender 22 famílias com aproximadamente duas mil mudas de café clonal em cada município.

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 04/05/2016 ás 12:42:00

Mantida nulidade de justa causa de empregada que permitiu que seu ponto fosse registrado por colega

A empregada foi demitida em julho de 2014, após cinco meses de emprego. Para a empresa de engenharia, a trabalhadora fraudou por meio de terceiros a marcação de seu cartão de ponto...

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 04/05/2016 ás 12:38:00

Empresa pagará diferenças por reduzir salário de autônomo após formalização do vínculo de emprego

A Terceira Turma do Tribunal Superior do Trabalho manteve decisão que reconheceu o vínculo de emprego no período de trabalho autônomo, comprovando a redução salarial após a formalização.

GERAL | matéria escrita em 04/05/2016 ás 12:32:00

Seduc abre Seminário Estadual sobre Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa

O evento conta com a presença de 72 professores da rede estadual, e será encerrado na próxima sexta-feira (6).

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 04/05/2016 ás 12:28:00

Motorista que teve acesso proibido à CSN por mau uso de banheiro é indenizado

A Primeira Turma do Tribunal Superior do Trabalho manteve decisão que reconheceu o direito à indenização de R$ 20 mil a um motorista de caminhão proibido de ter acesso à Companhia Siderúrgica Nacional (CSN) por mais de três anos, por mau uso de banheiro.

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 04/05/2016 ás 12:22:00

Gestante não perde estabilidade por recusar transferência após término de contrato de prestação de serviço

A Oitava Turma do Tribunal Superior do Trabalho reconheceu o direito à estabilidade de uma gestante que recusou a transferência de Mogi das Cruzes para São José dos Campos (SP), a 65 km de distância...

GERAL | matéria escrita em 04/05/2016 ás 12:19:00

Espaço Mulher é mais uma novidade para 5ª Rondônia Rural Show em Ji-Paraná

Salão de beleza com manicure, pedicure, massagista, hidratação de pele, maquiagem, fraldário, acompanhamento jurídico e psicológico, além de palestras com temas relacionados às mulheres...

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 04/05/2016 ás 12:16:00

Turma suspende penhora de carro de ex-cônjuge que ainda mora com sócia de empresa agrícola

Embora sob o pretexto de que o casal ainda morava no mesmo endereço residencial mesmo após a separação judicial, foi desconstituído pela Segunda Turma do Tribunal Superior do Trabalho.

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 04/05/2016 ás 12:07:00

Comarca de Pimenta Bueno terá quatro julgamentos do Tribunal do Júri em maio

As sessões são abertas ao público, com início às 8h, no plenário do Fórum Ministro Hermes Lima.

GERAL | matéria escrita em 04/05/2016 ás 12:00:00

Abatedouro de suínos de Nova Brasilândia quer mostrar a força das agroindústrias na 5ª Rondônia Rural Show

Inaugurado pelo governo estadual em Outubro do ano passado, na Linha 25, RO-010, km 01, saída para Rolim de Moura, o abatedouro de suínos Frigo Oeste tornou-se exemplo de trabalho e dedicação..

GERAL | matéria escrita em 04/05/2016 ás 11:53:00

Aberto edital para recursos do Fundo Estadual dos Direitos da Criança e do Adolescente

O Funedca é uma unidade orçamentária de captação e de aplicação dos recursos a ser utilizados no desenvolvimento de programas e atividades destinados à promoção e à proteção da infância e da adolescência.

GERAL | matéria escrita em 04/05/2016 ás 11:50:00

Instituto Abaitará forma a primeira turma do Curso Técnico de Agroecologia no Estado

A cerimônia de colação de grau foi realizada no sábado (30) com a presença de autoridades, professores e familiares dos formandos.

publicidade
publicidade
© Tudo Rondônia 2005-2012 web site jornalístico - todos os direitos reservados
Editor responsável: Rubens Coutinho/ Registro Profissional 192 DRT/RO
Redação e administração: Avenida Calama com Lauro Sodré, 1118 - Salas 305 e 306 - Bairro Olaria - Porto Velho, Rondônia - CEP 76801-276 MSN/e-mail: tudorondonia@gmail.com