29/06/2010 - 06h18min - Atualizado em 29/06/2010 - 06h18min

Prefeitura é convocada para explicar irregularidades no "lixão"

Magistrado aplicará sequestro de verba, caso município não cumpra condenação de 2005.

Audiência realizada na última quinta-feira, dia 24, na 1ª Vara da Fazenda Pública, em Porto Velho , põe a prefeitura mais uma vez em cheque sobre a situação do aterro sanitário. Desde que foi condenada a mudar o local do "lixão", em 2005, a administração municipal não cumpriu a sentença que determinava, entre outros pontos, a abertura de um novo local para o aterro, o monitoramento físico-químicos dos igarapés próximos, a adequação e fiscalização do depósito do lixo e a suspensão da coleta feita a céu aberto.

A prefeitura da capital não teria cumprido a sentença, além de não justificar satisfatoriamente a desobediência, por isso foi novamente convocada pela Justiça para explicar-se e tomar as medidas determinadas pelo juiz Alexandre Miguel à época. A sentença também condenava a Prefeitura a regularizar a atividade dos catadores, a impedir o acesso ao lixo por pessoas sem botas, luvas ou a lixo tóxico, a apresentar relatório técnico de análise de área danificada e plano de recuperação e recomposição ambiental, além de ressarcir e indenizar os danos causados ao meio ambiente em razão das constantes violações e degradações.

"Ocorre que de lá para cá nada foi realizado pelo requerido, no que se refere ao exato cumprimento da sentença condenatória", escreveu o Juiz no despacho, por isso fixou multa que segundo a última apuração chegava ao valor de 7 milhões 416 mil e 115 reais, e que se fosse corrigido até hoje poderia chegar a 10 milhões. A administração nunca pagou a multa e mais uma vez tentou apresentar documentos que, segundo os magistrados e promotores do caso, não justificam em nada a falta de atitude com relação a um problema tão sério que atinge a população da capital.

Dois secretários municipais, o de obras, Marcelo Fernandes, e o de serviços públicos, Jair Ramires, compareceram à audiência, acompanhados dos procuradores do município. Cada qual tentou se isentar de responsabilidades, mas o magistrado e o representante do Ministério Público foram incisivos ao cobrar das autoridades o cumprimento da determinação judicial. "Vários documentos foram juntados sem, contudo, especificar, indicar ou provar que a decisão foi cumprida a contento", esclareceu no despacho Alexandre Miguel.

Para o magistrado, a concorrência pública, que o município alega ser o gargalo para a resolução do problema, não pode ser a única alternativa para o cumprimento da decisão. "Já se passaram quase cinco anos do trânsito em julgado (quando a condenação não tem mais possibilidade de recursos) e o município não conseguiu e não me convém expor as razões disso para concluir tal concorrência. Nem mesmo há indicativo de que, realizada esta concorrência, o julgado estará cumprido integralmente", argumentou o magistrado.

Diante da falta de plano convincente, o Juízo concedeu prazo para o município apresentar relatório circunstanciado do que vem desenvolvendo para melhorar a coleta do lixo na cidade e o que está sendo cumprindo pelo município, segundo a sentença, bem como para apresentar uma agenda indicando os prazos para o cumprimento das demais obrigações.

Também o prefeito deverá ser convocado para dar explicações, já que, para o magistrado e para o Ministério Público, as secretarias municipais estão se eximindo de suas responsabilidades. Quanto à multa, o Ministério Público requererá a execução, nos termos da lei, ou seja, o sequestro do valor das contas públicas.

comentários

COMENTÁRIOS


Envie Comentários utilizando sua conta do Facebook

publicidade
POLíTICA | matéria escrita em 05/03/2015 ás 12:23:00

Mosquini quer a liberação dos lagos das usinas para criação de peixes em tanque-rede

O projeto recebeu boa acolhida do ministro Hélder Barbalho, que afirmou que Rondônia é um estado estratégico para a piscicultura nacional, em especial no tocante às criações de tambaqui e pintado.

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 05/03/2015 ás 10:43:00

Corte Especial admite recurso adesivo de quem ganha indenização por dano moral abaixo do valor pedido

O recurso julgado teve origem em ação de indenização por dano moral proposta por vítima de agressão física em uma casa noturna.

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 05/03/2015 ás 10:41:00

Detentor de alvará de pesquisa tem direito a indenização por exploração irregular de jazidas

O particular obteve em 2002 direito à pesquisa de estanho por seis anos em área localizada no município de Ariquemes (RO). Em 2006, o proprietário da terra extraiu ilegalmente toneladas de minério.

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 05/03/2015 ás 10:19:00

OAB/RO realiza I Encontro dos Advogados Públicos de Rondônia nesta sexta (06)

A certificação de 3 horas/aula será realizada pela ESA/RO. Mais informações pelo telefone: 69 3217-4213.

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 05/03/2015 ás 09:31:00

Aprovada em 1º turno aposentadoria compulsória aos 75 para ministros do STF

A mudança, que ainda precisa ser votada em segundo turno, também valerá para ministros dos tribunais superiores e do TCU. Para os demais servidores públicos, dependerá da aprovação posterior...

POLíTICA | matéria escrita em 05/03/2015 ás 09:09:00

Só agora os deputados viram que as estradas estão ruins

Parlamentares não viram sucateamento do DER nos últimos anos.

POLíTICA | matéria escrita em 05/03/2015 ás 09:04:00

Lindomar Garçon comemora reinício das obras dos viadutos da capital

Garçon disse estar satisfeito com o resultado da audiência porque as máquinas do consórcio que ganhou a licitação já estão no local, fazendo com que as promessas do ministro tenham sido cumpridas.

POLíTICA | matéria escrita em 05/03/2015 ás 08:57:00

Luiz Cláudio vai ao Ministério da Pesca em busca de soluções para a piscicultura de Rondônia

Barbalho disse que o parlamentar tratou sobre a retomada da construção de um frigorífico no município de Rolim de Moura para que a produção do pescado seja garantida à população.

POLíTICA | matéria escrita em 04/03/2015 ás 19:55:00

Nilton Capixaba participa de culto em homenagem à mulher na Câmara dos Deputados

O presidente da Câmara, Eduardo Cunha, participou e enalteceu a importância do papel da mulher na família, na política e principalmente para o desenvolvimento do país.

GERAL | matéria escrita em 04/03/2015 ás 19:48:00

Prefeito faz vistoria na obra de implantação da rede de drenagem pluvial no bairro Marcos Freire

Após o estudo topográfico da região onde estão localizadas as onze ruas que receberão a rede de drenagem pluvial, a empresa responsável pelo serviço iniciou a fase de escavação.

GERAL | matéria escrita em 04/03/2015 ás 19:41:00

BASA quer triplicar crédito para assentados de Rondônia

O Incra participa do Pronaf também no processo de emissão de Declaração de Aptidão ao Pronaf- DAP, documento que credencia o acesso ao crédito.

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 04/03/2015 ás 19:36:00

Vai a sanção pena de até 30 anos para assassinato de mulheres

Define feminicídio como o assassinato de mulher em razão de gênero, assim considerada quando o crime envolver violência doméstica ou familiar e menosprezo ou discriminação à condição de mulher.

GERAL | matéria escrita em 04/03/2015 ás 19:31:00

CRMV-RO alerta sociedade sobre adaptação de estabelecimentos veterinários

Outros estabelecimentos, inclusive no interior do estado, também já estão recebendo a visita dos fiscais para que se adéqüem às duas Resoluções.

GERAL | matéria escrita em 04/03/2015 ás 19:29:00

União trava R$ 736 milhões de obras municipais em Rondônia e preocupa prefeitos

Segundo a Arom, o total de Restos a Pagar não processados é de R$ 663 milhões.

publicidade
publicidade
© Tudo Rondônia 2005-2012 web site jornalístico - todos os direitos reservados
Editor responsável: Rubens Coutinho/ Registro Profissional 192 DRT/RO
Redação e administração: Avenida Calama com Lauro Sodré, 1118 - Salas 305 e 306 - Bairro Olaria - Porto Velho, Rondônia - CEP 76801-276 MSN/e-mail: tudorondonia@gmail.com