29/06/2010 - 06h18min - Atualizado em 29/06/2010 - 06h18min

Prefeitura é convocada para explicar irregularidades no "lixão"

Magistrado aplicará sequestro de verba, caso município não cumpra condenação de 2005.

Audiência realizada na última quinta-feira, dia 24, na 1ª Vara da Fazenda Pública, em Porto Velho , põe a prefeitura mais uma vez em cheque sobre a situação do aterro sanitário. Desde que foi condenada a mudar o local do "lixão", em 2005, a administração municipal não cumpriu a sentença que determinava, entre outros pontos, a abertura de um novo local para o aterro, o monitoramento físico-químicos dos igarapés próximos, a adequação e fiscalização do depósito do lixo e a suspensão da coleta feita a céu aberto.

A prefeitura da capital não teria cumprido a sentença, além de não justificar satisfatoriamente a desobediência, por isso foi novamente convocada pela Justiça para explicar-se e tomar as medidas determinadas pelo juiz Alexandre Miguel à época. A sentença também condenava a Prefeitura a regularizar a atividade dos catadores, a impedir o acesso ao lixo por pessoas sem botas, luvas ou a lixo tóxico, a apresentar relatório técnico de análise de área danificada e plano de recuperação e recomposição ambiental, além de ressarcir e indenizar os danos causados ao meio ambiente em razão das constantes violações e degradações.

"Ocorre que de lá para cá nada foi realizado pelo requerido, no que se refere ao exato cumprimento da sentença condenatória", escreveu o Juiz no despacho, por isso fixou multa que segundo a última apuração chegava ao valor de 7 milhões 416 mil e 115 reais, e que se fosse corrigido até hoje poderia chegar a 10 milhões. A administração nunca pagou a multa e mais uma vez tentou apresentar documentos que, segundo os magistrados e promotores do caso, não justificam em nada a falta de atitude com relação a um problema tão sério que atinge a população da capital.

Dois secretários municipais, o de obras, Marcelo Fernandes, e o de serviços públicos, Jair Ramires, compareceram à audiência, acompanhados dos procuradores do município. Cada qual tentou se isentar de responsabilidades, mas o magistrado e o representante do Ministério Público foram incisivos ao cobrar das autoridades o cumprimento da determinação judicial. "Vários documentos foram juntados sem, contudo, especificar, indicar ou provar que a decisão foi cumprida a contento", esclareceu no despacho Alexandre Miguel.

Para o magistrado, a concorrência pública, que o município alega ser o gargalo para a resolução do problema, não pode ser a única alternativa para o cumprimento da decisão. "Já se passaram quase cinco anos do trânsito em julgado (quando a condenação não tem mais possibilidade de recursos) e o município não conseguiu e não me convém expor as razões disso para concluir tal concorrência. Nem mesmo há indicativo de que, realizada esta concorrência, o julgado estará cumprido integralmente", argumentou o magistrado.

Diante da falta de plano convincente, o Juízo concedeu prazo para o município apresentar relatório circunstanciado do que vem desenvolvendo para melhorar a coleta do lixo na cidade e o que está sendo cumprindo pelo município, segundo a sentença, bem como para apresentar uma agenda indicando os prazos para o cumprimento das demais obrigações.

Também o prefeito deverá ser convocado para dar explicações, já que, para o magistrado e para o Ministério Público, as secretarias municipais estão se eximindo de suas responsabilidades. Quanto à multa, o Ministério Público requererá a execução, nos termos da lei, ou seja, o sequestro do valor das contas públicas.

comentários
publicidade

COMENTÁRIOS


Envie Comentários utilizando sua conta do Facebook

publicidade
POLíTICA | matéria escrita em 22/12/2014 ás 10:04:00

Em Linhas Gerais: Melhor presente de natal é a faxina das instituições, afastando a bandidagem

Gessi Taborda

POLíTICA | matéria escrita em 22/12/2014 ás 10:02:00

Desistir, jamais!

Valdemir Caldas

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 22/12/2014 ás 09:44:00

Suspenso julgamento sobre paridade no pagamento de pensão por morte

No RE, os recorrentes sustentam a impossibilidade de se estender aos pensionistas os aumentos concedidos aos servidores da ativa (paridade) .

GERAL | matéria escrita em 22/12/2014 ás 09:42:00

Teste da linguinha em recém-nascidos passa a ser obrigatório em todo o país

De acordo com a assessoria do ministério, mesmo sem a regulamentação, a aplicação da lei está valendo e a norma vai reforçar o que já é feito hoje.

GERAL | matéria escrita em 20/12/2014 ás 14:30:00

Professor lança livro sobre Educação Tecnológica no auditório da Uniron-Shopping neste sábado.

Para Sérgio, que é Doutor em Educação, o estudo foi uma forma de contribuir com as diversas formas de tratar sobre tecnologia e sua influente inserção na educação.

GERAL | matéria escrita em 20/12/2014 ás 14:28:00

LIVRO VAI CONTAR HISTÓRIAS DO PRÉDIO DA VELHA CÂMARA

O lançamento de “Resgate da História” será no próprio prédio na Ladeira Comendador Centeno, onde funcionou desde 1924 a prefeitura ...

GERAL | matéria escrita em 20/12/2014 ás 14:17:00

Toma posse nova diretoria do Sindicato dos Auditores Fiscais de Rondônia

Foram empossados o auditor Mauro Roberto da Silva – como presidente - e os demais integrantes da diretoria executiva, além dos titulares dos Conselhos Fiscal e de Ética.

POLíTICA | matéria escrita em 20/12/2014 ás 14:15:00

O médico e o deputado

Valdemir Caldas

POLíTICA | matéria escrita em 20/12/2014 ás 14:07:00

ALE paga servidores no próximo dia 23, apesar de Confúcio trabalhar contra

Apesar das manobras governistas para prejudicar o presidente, o décimo terceiro salário dos servidores já foi pago e, no próximo dia 23, a folha salarial será quitada.

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 19/12/2014 ás 18:58:00

CNJ ouve OAB na construção do novo PJe

Marcus Vinicius exaltou a iniciativa, que marca o momento de diálogo entre a OAB e o CNJ.

POLíTICA | matéria escrita em 19/12/2014 ás 18:47:00

Procurador geral da República pede ao STF prisão do senador Ivo Cassol

Em 2013, o tribunal condenou o congressista a 4 anos, 8 meses e 26 dias de prisão por crimes cometidos quando foi prefeito de Rolim de Moura (RO), entre 1998 e 2002.

GERAL | matéria escrita em 19/12/2014 ás 18:37:00

Tribunal de Justiça e Ministério Público compartilham dados da Sesdec em 2015

De acordo com o delegado Júlio Ugalde, assessor institucional da Sesdec, a atualização do sistema se tornou viável em razão de convênio celebrado entre a Sesdec e o Governo Federal.

GERAL | matéria escrita em 19/12/2014 ás 18:36:00

Governo de Rondônia confirma apoio para conter conflitos agrários

O diretor geral da Polícia Civil, Pedro Mancebo, entende que a criação da delegacia só trará benefícios ao Estado.

GERAL | matéria escrita em 19/12/2014 ás 18:33:00

Prefeitura de Porto Velho investe na estruturação da Fundação Cultural

Marcos Nobre destaca que uma das prioridades da atual gestão é dotar a Funcultural de condições de logística, trabalho e mobilidade para a equipe, composta de 16 servidores.

GERAL | matéria escrita em 19/12/2014 ás 18:31:00

Semusa passará a fornecer fraldas a pessoas com deficiência gratuitamente

Segundo explica o secretário da Semusa, Domingos Sávio, até então esta distribuição era realizada somente perante pedido judicial.

publicidade
publicidade
© Tudo Rondônia 2005-2012 web site jornalístico - todos os direitos reservados
Editor responsável: Rubens Coutinho/ Registro Profissional 192 DRT/RO
Redação e administração: Avenida Calama com Lauro Sodré, 1118 - Salas 305 e 306 - Bairro Olaria - Porto Velho, Rondônia - CEP 76801-276 MSN/e-mail: tudorondonia@gmail.com