29/06/2010 - 06h18min - Atualizado em 29/06/2010 - 06h18min

Prefeitura é convocada para explicar irregularidades no "lixão"

Magistrado aplicará sequestro de verba, caso município não cumpra condenação de 2005.

Audiência realizada na última quinta-feira, dia 24, na 1ª Vara da Fazenda Pública, em Porto Velho , põe a prefeitura mais uma vez em cheque sobre a situação do aterro sanitário. Desde que foi condenada a mudar o local do "lixão", em 2005, a administração municipal não cumpriu a sentença que determinava, entre outros pontos, a abertura de um novo local para o aterro, o monitoramento físico-químicos dos igarapés próximos, a adequação e fiscalização do depósito do lixo e a suspensão da coleta feita a céu aberto.

A prefeitura da capital não teria cumprido a sentença, além de não justificar satisfatoriamente a desobediência, por isso foi novamente convocada pela Justiça para explicar-se e tomar as medidas determinadas pelo juiz Alexandre Miguel à época. A sentença também condenava a Prefeitura a regularizar a atividade dos catadores, a impedir o acesso ao lixo por pessoas sem botas, luvas ou a lixo tóxico, a apresentar relatório técnico de análise de área danificada e plano de recuperação e recomposição ambiental, além de ressarcir e indenizar os danos causados ao meio ambiente em razão das constantes violações e degradações.

"Ocorre que de lá para cá nada foi realizado pelo requerido, no que se refere ao exato cumprimento da sentença condenatória", escreveu o Juiz no despacho, por isso fixou multa que segundo a última apuração chegava ao valor de 7 milhões 416 mil e 115 reais, e que se fosse corrigido até hoje poderia chegar a 10 milhões. A administração nunca pagou a multa e mais uma vez tentou apresentar documentos que, segundo os magistrados e promotores do caso, não justificam em nada a falta de atitude com relação a um problema tão sério que atinge a população da capital.

Dois secretários municipais, o de obras, Marcelo Fernandes, e o de serviços públicos, Jair Ramires, compareceram à audiência, acompanhados dos procuradores do município. Cada qual tentou se isentar de responsabilidades, mas o magistrado e o representante do Ministério Público foram incisivos ao cobrar das autoridades o cumprimento da determinação judicial. "Vários documentos foram juntados sem, contudo, especificar, indicar ou provar que a decisão foi cumprida a contento", esclareceu no despacho Alexandre Miguel.

Para o magistrado, a concorrência pública, que o município alega ser o gargalo para a resolução do problema, não pode ser a única alternativa para o cumprimento da decisão. "Já se passaram quase cinco anos do trânsito em julgado (quando a condenação não tem mais possibilidade de recursos) e o município não conseguiu e não me convém expor as razões disso para concluir tal concorrência. Nem mesmo há indicativo de que, realizada esta concorrência, o julgado estará cumprido integralmente", argumentou o magistrado.

Diante da falta de plano convincente, o Juízo concedeu prazo para o município apresentar relatório circunstanciado do que vem desenvolvendo para melhorar a coleta do lixo na cidade e o que está sendo cumprindo pelo município, segundo a sentença, bem como para apresentar uma agenda indicando os prazos para o cumprimento das demais obrigações.

Também o prefeito deverá ser convocado para dar explicações, já que, para o magistrado e para o Ministério Público, as secretarias municipais estão se eximindo de suas responsabilidades. Quanto à multa, o Ministério Público requererá a execução, nos termos da lei, ou seja, o sequestro do valor das contas públicas.

comentários
publicidade

COMENTÁRIOS


Envie Comentários utilizando sua conta do Facebook

publicidade
GERAL | matéria escrita em 31/10/2014 ás 17:59:00

Outubro Rosa é celebrado em Porto Velho com sustentabilidade

O mês está chegando ao fim e o Outubro Rosa em Porto Velho propiciou um encontro de duas causas nobres.

GERAL | matéria escrita em 31/10/2014 ás 17:57:00

Seminário de Sustentabilidade reúne especialistas de várias partes do mundo para discutir os novos rumos para uma economia verde

O seminário, que acontecerá em Porto Velho (RO), no dia 17 de novembro, das 9 às 17 horas, tem sido, ao longo dos anos, referência nas temáticas de sustentabilidade e meio ambiente.

GERAL | matéria escrita em 31/10/2014 ás 17:56:00

MP move ação contra ex-prefeito de Cujubim e mais três pessoas por desfalque em conta do Fundeb

Conforme é relatado na ação, o então prefeito Ernan Amorim encerrou o ano de 2012 com um saldo financeiro a menor do que deveria apresentar nas prestações de contas do Fundeb.

GERAL | matéria escrita em 31/10/2014 ás 17:52:00

Ministério Público de Rondônia homenageia membros e servidores com a Medalha de Bons Serviços

O Ministério Público de Rondônia prestou homenagem aos colaboradores da Instituição na manhã desta sexta-feira, dia 31 de outubro

GERAL | matéria escrita em 31/10/2014 ás 17:49:00

Semob inicia limpeza do Canal do Areal

ambém é preciso mais conscientização dos próprios moradores. Muitos jogam lixo e entulho nesse buraco, o que piora a alagação.

GERAL | matéria escrita em 31/10/2014 ás 17:46:00

Porto Velho será cidade piloto em implantação do Sistema de Alerta de Inundação Urbana

Os estudos acerca das bacias urbanas foi um enorme avanço. Cerca de 90% da área urbana está toda mapeada quanto às áreas de risco

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 31/10/2014 ás 17:41:00

Núcleo de Prática Jurídica da UNIR atua como assistente de acusação no Tribunal do Júri

Participaram do julgamento os acadêmicos do 9º período de Direito e integrantes do NPJ-UNIR, Pablo de Oliveira Martins, Ítalo José Marinho de Oliveira e Gustavo Leismann.

GERAL | matéria escrita em 31/10/2014 ás 17:37:00

Prefeitura do Vale do Paraíso deve controlar estoque de remédios, recomenda MPF

No mês passado, foram encontradas caixas de medicamentos vencidos no Hospital Municipal de Pequeno Porte Isabel Batista de Oliveira.

GERAL | matéria escrita em 31/10/2014 ás 17:34:00

Espetáculo Infantil “Leonardo – O Pequeno Gênio da Vinci” chega a Porto Velho

A montagem conta a história de um garoto chamado Leonardo, morador do pequeno e atrasado vilarejo de Vinci, fascinado pelos pássaros e pela possibilidade de construir uma máquina de voar.

GERAL | matéria escrita em 31/10/2014 ás 17:29:00

Ações preventivas do câncer envolvem comunidade em Médici

A mesma estrutura de pessoal e estratégia de atuação está sendo operacionalizada na campanha Novembro Azul, em Médici.

GERAL | matéria escrita em 31/10/2014 ás 17:26:00

RONDÔNIA: 10 ANOS SEM APOENA MEIRELES

Josélia Gomes Neves/ Cristovão Teixeira Abrantes

GERAL | matéria escrita em 31/10/2014 ás 17:23:00

Jogos do Instituto Federal de Rondônia (JIFRO 2014) encerram dia 1º

Mais de 400 alunos-atletas competem em várias modalidades esportivas

POLíTICA | matéria escrita em 31/10/2014 ás 17:18:00

STF deve julgar em breve ADI que visa vetar instalação de novos Tribunais Federais no Brasil

O ministro Luiz Fux garantiu ao senador Odacir Soares (PP-RO) que concluirá o quanto antes o relatório para que os demais membros da Corte Suprema...

GERAL | matéria escrita em 31/10/2014 ás 17:16:00

Eletrobras tem 60 dias para levar energia elétrica à comunidade quilombola

Comunidade quilombola Santo Antônio não têm energia elétrica adequada e corre riscos pela falta de serviço profissional.

GERAL | matéria escrita em 31/10/2014 ás 17:13:00

Faculdade Porto/FGV abrirá novas turmas de MBA

A Faculdade Porto/FGV também abrirá turma de Gestão Empresarial com previsão de início para o dia 28 de novembro.

publicidade
publicidade
© Tudo Rondônia 2005-2012 web site jornalístico - todos os direitos reservados
Editor responsável: Rubens Coutinho/ Registro Profissional 192 DRT/RO
Redação e administração: Avenida Calama com Lauro Sodré, 1118 - Salas 305 e 306 - Bairro Olaria - Porto Velho, Rondônia - CEP 76801-276 MSN/e-mail: tudorondonia@gmail.com