27/04/2012 - 18h46min - Atualizado em 27/04/2012 - 18h46min

Quem precisa de Sobrinho?

Por Valdemir Caldas

Nem Lindomar Garçom, nem Miguel de Souza, nem José Augusto. O segundo turma da eleição para a prefeitura de Porto Velho será disputado entre o deputado federal Mauro Nazif (PSB) e a ex-senadora Fátima Cleide (PT). Isso, evidentemente, se Nazif não resolver jogar a toalha antes e debandar-se para o lado do PT. E a vereadora Mariana Carvalho (PSDB), perguntar-me-ia o leitor?

Bem. Mariana precisa parar, refletir e colocar de uma vez por todas na cabeça de que essa é uma briga de pesos pesados, recarregar as baterias e buscar a reeleição, cujo êxito logrará sem maiores óbices. A menos, é claro, que queira vestir o manto de Joana d’Arc, a heroína da Guerra dos Cem Anos, e acabar incinerada na fogueira das vaidades, construída por tucanos, que, no fundo, querem vê-la alijada do mapa político.

Filha de político e empresário bem-sucedido, Mariana deveria conversar mais com seu pai Aparício Carvalho sobre o assunto, e não deixar-se persuadir pelo canto de sereia de muitos que a cercam, pois essa gente não está nem um pouco preocupada com seu futuro político.

Enquanto o processo eleitoral avança na direção das convenções partidárias, obedecendo ao calendário eleitoral estabelecido pelo TSE (Tribunal Superior Eleitoral), a imprensa anuncia a possibilidade de o prefeito Roberto Sobrinho vir a apoiar a candidatura do vereador Mário Sérgio (PMN), que faria um excelente negócio se, desde já, abandonasse essa idéia estapafúrdia e tentasse a reeleição, uma vez que, à semelhança de Mariana, também tem chances reais de se manter por mais quatro anos na Câmara Municipal.

É sabido (e jamais contestado) que Sobrinho não morre de amores pela ex-senadora Fátima Cleide. Tanto é verdade que, em vez de apoiá-la nas prévias do PT, como seria normal, já que reúne todas as condições para bem representar o partido, preferiu apostar todas as fichas numa candidatura neófita, sem a menor possibilidade de vitória. Por isso, vindo de Sobrinho, tudo é possível. Se esse apoio se materializar, não será de maneira espontânea, mas por imposição partidária. Por isso, Cleide deve esquecê-lo.

A dúvida, no entanto, é saber até que ponto a presença do prefeito ajudaria a alavancar a candidatura de Cleide. A essa altura do campeonato, com a imagem bastante chamuscada, por conta de fatos os mais variados, muita gente acredita, inclusive petistas de carteirinha, que o melhor para a ex-senadora seria desgrudar-se de seu companheiro de partido.

Afinal, quem precisa de Sobrinho quando se têm a presidenta Dilma Rousseff e o ex-presidente Lula como cabos eleitorais, capazes de fazer a diferença em qualquer eleição? Ou você acha que Cleide vai entrar nessa guerra sozinha? É claro, que não! Portanto, o melhor que ela tem a fazer e pular fora desse barco antes que ele afunde.

comentários

COMENTÁRIOS


Envie Comentários utilizando sua conta do Facebook

publicidade
POLíTICA | matéria escrita em 07/07/2015 ás 07:59:00

Deputados representam Rondônia em reunião do Parlamento Amazônico

Ribamar Araújo, Jean Oliveira e Léo Moraes buscam soluções para problemas do Estado.

POLíTICA | matéria escrita em 07/07/2015 ás 07:56:00

Deputados aprovam criação das Coordenadorias Regionais de Educação

São instâncias administrativas de atuação intermediárias subordinadas à Seduc, responsáveis pelas escolas estaduais.

POLíTICA | matéria escrita em 07/07/2015 ás 07:54:00

Emenda de Léo Moraes atende acordo feito com servidores

Governo o Estado alterou anteprojeto criando a Politec, mas emendas trouxeram a norma para o formato original.

POLíTICA | matéria escrita em 07/07/2015 ás 07:50:00

Léo Moraes reivindica investimento em esporte e educação

Para o parlamentar, redução da maioridade penal não resolve o problema.

POLíTICA | matéria escrita em 07/07/2015 ás 07:42:00

Educação pode mudar cenário da violência

Jean agradeceu os deputados federais por trazerem a Comissão Parlamentar de Inquérito da Câmara Federal que apura as causas, razões, consequências, custos sociais e econômicos da violência...

POLíTICA | matéria escrita em 07/07/2015 ás 07:35:00

CPI dos Shows – Dinheiro público pagou bebida alcoólica e até sushi

Refrigerantes e cervejas distribuídos aos artistas e suas bandas pela Prefeitura foram superfaturados.

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 07/07/2015 ás 07:31:00

Justiça do Trabalho e MPT propõem suspensão por 60 dias da greve no transporte coletivo

Enquanto espera-se por uma definição, a liminar que determina o funcionamento de 80% da frota dos ônibus nos horários de pico continua em vigor.

POLíTICA | matéria escrita em 06/07/2015 ás 17:57:00

Posicionamento do MPC corrobora denúncias da CPI dos Shows, diz vereador Fogaça

O dispêndio excessivo de recursos públicos aplicados somente em dois eventos culturais em Porto Velho chamou a atenção do procurador-geral do Ministério Público de Contas, Adilson Moreira de Medeiros

GERAL | matéria escrita em 06/07/2015 ás 16:50:00

Isonomia do Sintero: PODERES DA REPÚBLICA OU IMPÉRIO DO TERROR?

Em 2012 o CNJ suspendeu os pagamentos, de forma “temporária”. Três anos se passaram. O que era temporário ficou definitivo pra muitos.

POLíCIA | matéria escrita em 06/07/2015 ás 14:55:00

Nota da OAB sobre violência sofrida por advogado em Presidente Médici

o advogado e atual Presidente da Subseção da OAB de Presidente Médici, José Sebastião da Silva, juntamente com familiares e na presença de vizinhos, foI vítima de roubo em sua residência, sofrendo agressões, tortura, que resultaram inclusive disparo de a

POLíTICA | matéria escrita em 06/07/2015 ás 13:06:00

Léo Moraes encerra primeiro semestre com prestação de contas e destaca renúncia de auxílio-moradia

O deputado explicou que entidades que também desejam receber a contribuição devem comparecer ao gabinete do parlamentar na Assembleia Legislativa com as documentações necessárias.

POLíTICA | matéria escrita em 06/07/2015 ás 12:54:00

Em Linhas Gerais

Gessi Taborda

POLíTICA | matéria escrita em 06/07/2015 ás 08:51:00

Como anda a sua recolhida Misoginia???

Davi Nogueira

GERAL | matéria escrita em 06/07/2015 ás 08:34:00

MP de Rondônia consegue condenação de infrator por crime ambiental provocado na Área de Proteção Ambiental Rio Pardo

A condenação a pena de 1 ano e 6 meses de sobreveio porque o acusado exercia atividade incompatível com o sistema de proteção da aludida áreas no caso a pecuária, impedindo assim a regeneração natural de 290 hectares desmatados .

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 06/07/2015 ás 07:46:00

Pastor processa igreja, mas não tem vínculo de emprego reconhecido

Em sua sentença, a juíza titular da Vara do Trabalho, Cândida Maria Ferreira Xavier, fundamentou que "o pastor de uma igreja não exerce essa atividade como sendo um trabalho, mas sim por vocação religiosa e chamamento divino".

publicidade
publicidade
© Tudo Rondônia 2005-2012 web site jornalístico - todos os direitos reservados
Editor responsável: Rubens Coutinho/ Registro Profissional 192 DRT/RO
Redação e administração: Avenida Calama com Lauro Sodré, 1118 - Salas 305 e 306 - Bairro Olaria - Porto Velho, Rondônia - CEP 76801-276 MSN/e-mail: tudorondonia@gmail.com