13/02/2012 - 22h59min - Atualizado em 13/02/2012 - 22h59min

Relator: previdência do servidor só deve ir a voto depois do Carnaval

A votação do projeto que cria uma fundação para gerir os recursos do fundo de pensão para os servidores públicos.

A votação do projeto que cria uma fundação para gerir os recursos do fundo de pensão para os servidores públicos (Funpresp, PL 1992/07) deverá ficar para depois do Carnaval. A avaliação foi feita nesta segunda-feira pelo relator da proposta na Comissão de Seguridade Social e Família, deputado Rogério Carvalho (PT-SE). Ele é autor do substitutivo que vai nortear a votação no Plenário. Para facilitar a aprovação do texto, Carvalho informou que deverá acolher novas emendas de Plenário, fora as três já incorporadas ao texto.

Os deputados apresentaram 36 destas emendas. Carvalho deverá reuni-las em uma única “subemenda de relator”. Na opinião dele, não restam mais pontos complexos para negociação. A disputa em torno da votação se dá mais por motivos políticos do que técnicos. “O texto reflete o entendimento da maioria dos parlamentares e partidos”, disse o relator.
Figura jurídica 

Apesar de acolher novas emendas, ele adiantou que o cerne do seu substitutivo, lido no Plenário em dezembro, não deverá ser alterado. O ponto principal a ser mantido é a figura jurídica da Funpresp, que será uma fundação de natureza pública e regime jurídico privado. Alguns partidos, como PDT e PCdoB, pressionam para que o fundo complementar seja criado na forma de fundação pública. É uma disputa que envolve o entendimento do texto constitucional.

O artigo 40, parágrafo 15, determina que o regime de previdência complementar dos servidores tenha “natureza pública”. 
Para os críticos do projeto, somente uma fundação pública cumpre o requisito constitucional. Para o relator, uma fundação pública de direito privado atende a norma. Além disso, ele ressaltou que o Congresso não pode alterar a figura jurídica de um órgão cuja criação é de exclusividade do Executivo, como determina a Constituição no mesmo artigo e parágrafo.
Três fundos 

O parecer de Rogério Carvalho cria três fundos de pensão para os servidores públicos, divididos em Executivo, Legislativo e Judiciário, este último incorporando o funcionalismo do Ministério Público da União (MPU) e do Tribunal de Contas da União (TCU). O texto do Executivo institui um único fundo de pensão.

A divisão por poder vinha sendo reclamada por setores do Judiciário e do Legislativo. Os três fundos vão receber um aporte inicial de R$ 100 milhões da União, para início das atividades. Os recursos, que não estão contemplados no Orçamento deste ano, vão ser criados por meio de projeto de crédito adicional a ser enviado pelo Executivo para a Comissão Mista de Orçamento, segundo o relator.
Modelo mantido 

O substitutivo mantém o modelo de contribuição definida para servidores e órgãos públicos, e eleva de 7,5% para 8,5% a alíquota máxima de contribuição dos órgãos – o servidor vai escolher a sua. O acréscimo de um ponto percentual será usado para compor o Fundo de Cobertura de Benefícios Extraordinários (FCBE), considerado pelo relator como um dos principais pontos do parecer.

O fundo vai custear aposentadoria por invalidez; pensão para os dependentes do participante; aposentadoria especial de portadores de deficiência, mulheres e pessoas que exerçam atividades de risco ou sob condições especiais. O texto do Executivo só garante o financiamento da aposentadoria por idade, o chamado “benefício programado”. Para os “não programados”, como pensão e invalidez, remete à regulamentação. A ampliação, segundo o relator, dá mais segurança jurídica para os servidores que ingressarem na Funpresp.

Outra mudança importante foi a inclusão de representantes dos servidores e pensionistas no conselho deliberativo da Funpresp, instância máxima do fundo de pensão, antes restrito apenas a representantes indicados pelos patrocinadores. A paridade também foi estendida ao conselho fiscal e à diretoria executiva, órgão colegiado que vai cuidar o dia-a-dia da fundação.

Portabilidade
Rogério Carvalho retirou dois pontos do texto original: suprimiu a portabilidade e o direito de estados e municípios também entrarem na Funpresp. No primeiro caso, ele entende que a possibilidade de os participantes retirarem os recursos do fundo e migrarem para similares na iniciativa privada “caracteriza privatização” e viola o preceito constitucional de que o regime complementar do servidor deve ter natureza pública. A exclusão de estados e municípios decorre do entendimento de que estes devem ter autonomia para criar seus próprios fundos de pensão.

Fonte: Agência Câmara

comentários
publicidade

COMENTÁRIOS


Envie Comentários utilizando sua conta do Facebook

publicidade
GERAL | matéria escrita em 06/05/2016 ás 12:43:00

Jean Oliveira parabeniza as mães pelo seu dia

Utilizou um trecho do livro “Minha Mãe, Meu Mundo” de Anderson Cavalcante, para expressar o sentimento de agradecimento e gratidão que nutri pela sua mãe...

GERAL | matéria escrita em 06/05/2016 ás 12:38:00

Servidoras estaduais falam sobre o desafio da dedicação aos filhos e ao trabalho

O Dia das Mães de servidoras estaduais traz relatos de senhoras dedicadas que deram tudo de si para criar os filhos sem frustrar a expectativa de quem delas necessitou.

GERAL | matéria escrita em 06/05/2016 ás 12:36:00

Produtor rural lucra com hortaliças orgânicas em distrito do município de Governador Jorge Teixeira

O cultivo de hortaliças surgiu como uma alternativa, mas aos poucos vem se tornando uma grande fonte de renda para o produtor rural Erodício Pereira Pardinho, e sua esposa Inês da Costa Pardinho.

GERAL | matéria escrita em 06/05/2016 ás 12:32:00

Em reunião no Porto Público, empresários discutem exportação de produtos de Rondônia

Os principais produtos exportados de Rondônia são a carne, grãos e minérios que têm mercados já estabelecidos na Venezuela, Egito e Europa, além de outros como China e Peru que também apresentam relevante importância na balança comercial do Estado.

GERAL | matéria escrita em 06/05/2016 ás 12:29:00

Procon orienta empresas sobre golpe da lista telefônica online em Rondônia

Técnicos do Procon Rondônia têm registrado diversas reclamações de empresas que estão recebendo supostas ofertas de contrato para prestação de serviços de divulgação de empresa pelo método de telelista.

GERAL | matéria escrita em 06/05/2016 ás 12:24:00

Governo discute ações para erradicação do trabalho de crianças e adolescentes na área rural de Rondônia

Na ocasião foi discutida a ampliação e apresentação de propostas para que seja intensificada a ação no Estado para erradicação do trabalho infantil na zona rural, onde o índice é alto.

GERAL | matéria escrita em 06/05/2016 ás 12:19:00

Representantes de três países sinalizam interesse de negócios com Rondônia durante reunião em Brasília

Os encontros culminaram com uma agenda no Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC).

GERAL | matéria escrita em 06/05/2016 ás 12:10:00

Governo de Rondônia entrega seis novos refeitórios para escolas de Rolim de Moura

O governo de Rondônia inaugurou, nesta quinta feira (5), em solenidade na Escola Estadual Ulisses Guimarães.

GERAL | matéria escrita em 06/05/2016 ás 12:07:00

Emater vai ensinar preparo de adubo verde durante Vitrine Tecnológica na 5ª Rondônia Rural Show

A Emater/RO preparou dois canteiros de adubo verde para apresentar aos visitantes da Vitrine Tecnológica.

GERAL | matéria escrita em 06/05/2016 ás 12:05:00

Secretaria de Finanças de Rondônia investe em tecnologia para atender contribuinte com agilidade

Na prática, o Domicílio Eletrônico é um sistema, similar ao e-mail, instalado no Portal do Contribuinte. Nele, a Sefin posta as comunicações que precisa fazer, inclusive as notificações.

GERAL | matéria escrita em 06/05/2016 ás 11:58:00

Missão de Marechal Cândido Mariano Rondon é lembrada em Porto Velho no Dia Nacional das Comunicações

O Exército lembrou também o 151º aniversário de nascimento de Cândido Mariano da Silva Rondon, em Mimoso, Mato Grosso.

GERAL | matéria escrita em 06/05/2016 ás 11:54:00

Rondônia Rural Show contribui com a geração de emprego e renda para o estado

Em 5ª Edição, a Rondônia Rural Show já se consolidou como uma das maiores feiras do agronegócio brasileiro, a maior da região Norte e a nona do País.

GERAL | matéria escrita em 06/05/2016 ás 11:50:00

Secretaria de Segurança de Rondônia participa de discussões sobre projetos de leis em andamento no Congresso durante reunião em Santa Catarina

Durante o encontro, foram discutidos os projetos de lei relativos à segurança pública em trâmite no Congresso Nacional, bem como, as principais modalidades de crimes inerentes aos estados.

POLíTICA | matéria escrita em 06/05/2016 ás 11:45:00

Deputados propõem audiência para debater conflito agrário

Região tem mais de duas mil famílias que produzem e estão na eminência de serem expulsas.

POLíTICA | matéria escrita em 06/05/2016 ás 11:40:00

Deputados aprovam criação de cargos efetivos

Foram criados 57 novos cargos para atender os Centros Judiciários de Solução de Conflitos e Cidadania.

publicidade
publicidade
© Tudo Rondônia 2005-2012 web site jornalístico - todos os direitos reservados
Editor responsável: Rubens Coutinho/ Registro Profissional 192 DRT/RO
Redação e administração: Avenida Calama com Lauro Sodré, 1118 - Salas 305 e 306 - Bairro Olaria - Porto Velho, Rondônia - CEP 76801-276 MSN/e-mail: tudorondonia@gmail.com