20/07/2012 - 02h41min - Atualizado em 20/07/2012 - 02h41min

Reversão da demissão por justa causa em juízo não gera direito a danos morais

Em abril de 2009, após ter se envolvido na discussão com um colega que culminou em agressão física, foi despedido por justa causa.

A empresa paulista Delphi Automotive Systems do Brasil Ltda. foi isentada pela Oitava Turma do Tribunal Superior do Trabalho da condenação de indenização por dano moral a um empregado que, após ser demitido por justa causa por haver se envolvido em uma briga na empresa, teve a dispensa revertida em juízo para a modalidade injustificada. O Tribunal Regional do Trabalho da 15ª Região (Campinas/SP) havia condenado a empresa a pagar indenização arbitrada em R$ 20 mil.

O empregado trabalhava como operador de produção desde agosto de 2008. Em abril de 2009, após ter se envolvido na discussão com um colega que culminou em agressão física, foi despedido por justa causa. Inconformado, ajuizou reclamação trabalhista e conseguiu reverter a dispensa para sem justa causa. O juízo concluiu que sua participação no incidente foi apenas para se defender de agressão desferida pelo colega, mas negou-lhe pedido de indenização por dano moral.

Ambos recorreram e o 15º Tribunal Regional negou provimento ao recurso da empresa e deu provimento ao do empregado, reconhecendo seu direito ao recebimento da indenização por dano moral. Para o Regional, a reversão da dispensa justificada para a modalidade sem justa causa, por si só, daria ao empregado direito à reparação da sua imagem, "pois, sem dúvida alguma, tal situação causou um abalo na estrutura familiar do trabalhador, bem como uma repercussão exterior na sua vida profissional".

Mas ao examinar recurso da empresa na Oitava Turma do TST, a relatora ministra Dora Maria da Costa afirmou que, de acordo com precedentes do Tribunal, "a demissão, por si só, não acarreta lesão à honra ou à imagem do reclamante, ainda que esta ocorra de forma motivada e judicialmente se converta em rescisão sem justa causa". Assim, reformou o acórdão regional, excluindo da condenação a indenização por danos morais.

A decisão foi por maioria, ficando vencida a Desembargadora Maria Laura Franco Lima de Faria.

Processo: RR-123200-85.2009.5.15.0034

(Mário Correia/TST)

Leia também:

comentários
publicidade

COMENTÁRIOS


Envie Comentários utilizando sua conta do Facebook

publicidade
POLíTICA | matéria escrita em 18/12/2014 ás 09:21:00

Parlamentares e ministros do STF receberão subsídio de R$ 33.763

O aumento para os ministros do STF eleva o teto salarial do funcionalismo público brasileiro, que, por lei, é fixado como idêntico ao subsídio dos ministros.

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 18/12/2014 ás 09:19:00

STJ acolhe pleito da OAB: processos com vista retornarão em 60 dias

Segundo o presidente do STJ, ministro Francisco Falcão, a medida inibirá o pedido de vistas, que só será feito agora quando houver grande dúvida ou em uma matéria extremamente importante.

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 18/12/2014 ás 09:15:00

Procurador que fez comentários racistas em site de jornal não consegue suspender ação penal

No recurso em habeas corpus interposto no STJ, o procurador, que atua em causa própria, alegou que a acusação não deveria ser pelo crime de racismo, mas de injúria racial.

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 18/12/2014 ás 09:12:00

Estado não é obrigado a fornecer medicamento a paciente com boa condição financeira

Não se trata de pessoa carente, uma vez que as condições financeiras do enfermo, possuidor de vários bens e elevadas aplicações financeiras, são mais do que o bastante para a aquisição.

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 18/12/2014 ás 09:10:00

STF decide que processos penais em curso não podem ser considerados maus antecedentes

No recurso se discutia a possibilidade de considerar como maus antecedentes, para fins de dosimetria da pena, a existência de procedimentos criminais em andamento contra o sentenciado.

POLíTICA | matéria escrita em 17/12/2014 ás 17:48:00

Assembleia abre período de sessões extraordinárias e Hermínio Coelho alerta servidores para projetos polêmicos

"...porque estão aqui verdadeiras maldades contra o funcionalismo público. Esse governo já tirou dinheiro de todos os cantos e, agora, quer mexer nos fundos para manuseá-los da maneira como quise".

POLíTICA | matéria escrita em 17/12/2014 ás 17:46:00

Uso de carro oficial fora do expediente normal constitui ato de improbidade administrativa

Valdemir Caldas

GERAL | matéria escrita em 17/12/2014 ás 17:43:00

Programa “Adote uma Praça” é apresentado à Câmara de Dirigentes Lojistas

O presidente da CDL, Edson Gazoni, elogiou o Adote uma Praça e reconheceu a necessidade de iniciativas como essa serem adotadas na cidade.

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 17/12/2014 ás 17:41:00

STJ atende OAB e federaliza crime contra os direitos humanos

Pela terceira vez na história o STJ aceita o Incidente de Deslocamento de Competência em casos envolvendo direitos humanos.

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 17/12/2014 ás 17:39:00

Novas sociedades de advogados podem solicitar o Simples na inscrição

As novas sociedades não precisam se preocupar com os prazos para as sociedades já existentes.

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 17/12/2014 ás 17:28:00

CNJ acolhe pedido da OAB e assegura férias dos advogados

O presidente do CNJ, Ricardo Lewandowski, divergindo do relator, votou pelas férias aos advogados.

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 17/12/2014 ás 17:26:00

Novo CPC é aprovado pelo Senado e assegura conquistas para a advocacia

Dentre os principais pontos constantes no texto aprovado está o fim da compensação de honorários, a sua percepção pela pessoa jurídica e os honorários recursais.

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 17/12/2014 ás 17:24:00

Tribunais têm autonomia para suspender prazos processuais, decide CNJ

A discussão foi motivada pela adoção da suspensão de prazos em diversos tribunais durante o mês de janeiro.

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 17/12/2014 ás 17:21:00

Senado mantém aplicação supletiva e subsidiária do novo CPC ao processo trabalhista

"O artigo em referência retiraria a autonomia do direito processual do trabalho, colocando em cheque a aplicabilidade daquela legislação", defendeu.

publicidade
publicidade
© Tudo Rondônia 2005-2012 web site jornalístico - todos os direitos reservados
Editor responsável: Rubens Coutinho/ Registro Profissional 192 DRT/RO
Redação e administração: Avenida Calama com Lauro Sodré, 1118 - Salas 305 e 306 - Bairro Olaria - Porto Velho, Rondônia - CEP 76801-276 MSN/e-mail: tudorondonia@gmail.com