/ geral / STJ

11/05/2010 - 18h16min - Atualizado em 11/05/2010 - 18h16min

Rondônia: Optometrista não pode praticar atos privativos de médico

O Tribunal de Justiça de Rondônia (TJRO) determinou que os profissionais deixassem de realizar consultas e receitar óculos sem o respectivo laudo médico.

A Segunda Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) negou o pedido de dois profissionais de Rondônia que pretendiam continuar realizando consultas e exames optométricos e prescrevendo o uso de óculos e lentes de contato. O Ministério Público Federal havia entrado com ação civil para que os profissionais fossem impedidos de praticar atos privativos de médicos.

O Tribunal de Justiça de Rondônia (TJRO) determinou que os profissionais deixassem de realizar consultas e receitar óculos sem o respectivo laudo médico. O tribunal também estabeleceu que eles deveriam adequar a publicidade da empresa.

Os optometristas recorreram ao STJ contra essa decisão da justiça de Rondônia. Eles questionavam a legalidade da Portaria n. 397/2002. Esse ato, editado pelo Ministério do Trabalho e Emprego, teria alargado as atividades do optometrista em relação aos decretos n. 20.931/1932 e 24.492/1934, o que deveria levar ao reconhecimento da inconstitucionalidade da norma.

A relatora, ministra Eliana Calmon, considerou que no âmbito do recurso especial não é viável verificar a recepção (quando a Constituição recebe as leis já existentes e compatíveis com o texto constitucional e dá validade a elas) desses decretos pela Constituição Federal de 1988, uma vez que não compete ao STJ analisar questões de caráter constitucional. Entretanto, a ministra esclareceu que o Tribunal já se manifestou pela vigência dos dispositivos do Decreto n. 20.931/1932, que trata do profissional de optometria. A legislação que revogou esse decreto foi suspensa pelo Supremo Tribunal Federal, assim o decreto continua eficaz.

A relatora no STJ concluiu que a portaria editada pelo Ministério do Trabalho e Emprego extrapolou o que previa a legislação que trata do assunto, “ao permitir que os profissionais óticos realizem exames e consultas optométricos, bem como prescrevam a utilização de óculos e lentes”, arrematou a ministra. Por isso, ela concordou com o posicionamento do TJRO – no sentido de que os profissionais se abstenham de realizar consultas e prescrever óculos sem o respectivo laudo médico – e negou o pedido dos optometristas. Por unanimidade, os ministros da Segunda Turma acompanharam o voto da relatora.

comentários

COMENTÁRIOS


Envie Comentários utilizando sua conta do Facebook

publicidade
POLíTICA | matéria escrita em 06/03/2015 ás 13:18:00

RAUPP VÊ ERRO DO TRE NA CASSAÇÃO DO GOVERNADOR CONFÚCIO MOURA

— Não posso concordar com tamanho equívoco. A gente assiste a convenções e participa delas há anos, há décadas. A distribuição de alimentação aos convencionais e partidários ocorre sempre. Não há qualquer abuso de poder nisso.

GERAL | matéria escrita em 06/03/2015 ás 13:08:00

Sindicatos decidem convocar greve geral de três dias no serviço público estadual

Participaram da reunião presidentes e diretores dos seguintes sindicatos: Sindsaúde, Sinsepol, Sintero, Singeperon, Sintec, Sinder, Sinderon, Sintraer e Sinjur.

POLíTICA | matéria escrita em 06/03/2015 ás 10:26:00

Compra de voto: tranqüilizado por assessores de que ganharia fácil no TRE, Confúcio diz ter ficado assustado com o resultado do julgamento

Cassado nesta quinta pela Justiça Eleitoral por compra de voto, governador diz que se trata de um quarto turno e que Expedito não sabe perder com dignidade.

GERAL | matéria escrita em 06/03/2015 ás 09:52:00

Prefeito Mauro Nazif vistoria obras nas ruas nas regiões Sul e Leste de Porto Velho

Segundo João Nogueira, responsável pela obra, por dia, estão sendo usados cerca de 15 caçambas de cascalho para o aterro.

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 06/03/2015 ás 09:50:00

LAVA JATO E SEGREDO DE JUSTIÇA

Por Carlos Eduardo Rios do Amaral

POLíTICA | matéria escrita em 06/03/2015 ás 09:47:00

Hermínio Coelho diz que secretários e diretores do Governo Estadual não estão acima das leis

O alerta do deputado Hermínio Coelho é em decorrência dos seguidos descumprimentos de secretários e dirigentes de autarquias, ao se negarem prestar informações solicitadas pela a Assembleia Legislativa.

GERAL | matéria escrita em 06/03/2015 ás 09:41:00

Desafios urbanos - Professor Edilson Lôbo

Refletindo sobre o universo urbano de Porto Velho. Qual a saída? Porto Velho ainda tem jeito?

GERAL | matéria escrita em 06/03/2015 ás 09:37:00

Instituto de Pesos e Medidas de Rondônia fiscaliza produtos e serviços

Por vezes, o consumidor pensa que os aumentos abusivos nos preços dos combustíveis devem ser fiscalizados pelo Ipem/RO.

GERAL | matéria escrita em 06/03/2015 ás 09:34:00

COMUNICADO: Governo realiza monitoramento das vítimas da enchente do rio Madeira

Com o objetivo de não prejudicar o provimento do benefício, utilizaremos a renda familiar como pré-requisito para que as famílias que possuem renda de até 3 salários mínimos continuem recebendo o beneficio.

GERAL | matéria escrita em 06/03/2015 ás 09:29:00

Técnicos comemoram êxito da soja em Rondônia e alertam contra pragas

Algumas variedades de soja se adaptam bem ao clima de Porto Velho.

GERAL | matéria escrita em 06/03/2015 ás 09:27:00

Associação Patjamaaj, do povo Cinta Larga, também repudia declarações do CIMI

Denunciamos que o CIMI utilizou fotografias com nossa imagem sem autorização para justificar as mentiras que vem colocando no jornal O Porantim.

POLíTICA | matéria escrita em 06/03/2015 ás 09:22:00

Nilton Capixaba participa de reunião com governador Confúcio em Brasília

Na ocasião, Capixaba tratou de várias demandas do Estado que ainda estão pendentes, aguardando uma solução para a conclusão de diversas obras espalhadas pelos municípios.

GERAL | matéria escrita em 06/03/2015 ás 09:07:00

Prefeitura de Cacoal garante reajuste salarial dos servidores

O presidente do sindicato, professor Ricardo Sergio Ribeiro, avaliou como positivo o avanço para o funcionalismo.

GERAL | matéria escrita em 06/03/2015 ás 08:58:00

ANEEL autoriza o funcionamento de mais três turbinas da UHE Jirau

Com isso, são 27 Unidades Geradoras, o que coloca a Hidrelétrica sete meses adiantada em relação ao cronograma inicial de concessão.

publicidade
publicidade
© Tudo Rondônia 2005-2012 web site jornalístico - todos os direitos reservados
Editor responsável: Rubens Coutinho/ Registro Profissional 192 DRT/RO
Redação e administração: Avenida Calama com Lauro Sodré, 1118 - Salas 305 e 306 - Bairro Olaria - Porto Velho, Rondônia - CEP 76801-276 MSN/e-mail: tudorondonia@gmail.com