/ geral / STJ

11/05/2010 - 18h16min - Atualizado em 11/05/2010 - 18h16min

Rondônia: Optometrista não pode praticar atos privativos de médico

O Tribunal de Justiça de Rondônia (TJRO) determinou que os profissionais deixassem de realizar consultas e receitar óculos sem o respectivo laudo médico.

A Segunda Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) negou o pedido de dois profissionais de Rondônia que pretendiam continuar realizando consultas e exames optométricos e prescrevendo o uso de óculos e lentes de contato. O Ministério Público Federal havia entrado com ação civil para que os profissionais fossem impedidos de praticar atos privativos de médicos.

O Tribunal de Justiça de Rondônia (TJRO) determinou que os profissionais deixassem de realizar consultas e receitar óculos sem o respectivo laudo médico. O tribunal também estabeleceu que eles deveriam adequar a publicidade da empresa.

Os optometristas recorreram ao STJ contra essa decisão da justiça de Rondônia. Eles questionavam a legalidade da Portaria n. 397/2002. Esse ato, editado pelo Ministério do Trabalho e Emprego, teria alargado as atividades do optometrista em relação aos decretos n. 20.931/1932 e 24.492/1934, o que deveria levar ao reconhecimento da inconstitucionalidade da norma.

A relatora, ministra Eliana Calmon, considerou que no âmbito do recurso especial não é viável verificar a recepção (quando a Constituição recebe as leis já existentes e compatíveis com o texto constitucional e dá validade a elas) desses decretos pela Constituição Federal de 1988, uma vez que não compete ao STJ analisar questões de caráter constitucional. Entretanto, a ministra esclareceu que o Tribunal já se manifestou pela vigência dos dispositivos do Decreto n. 20.931/1932, que trata do profissional de optometria. A legislação que revogou esse decreto foi suspensa pelo Supremo Tribunal Federal, assim o decreto continua eficaz.

A relatora no STJ concluiu que a portaria editada pelo Ministério do Trabalho e Emprego extrapolou o que previa a legislação que trata do assunto, “ao permitir que os profissionais óticos realizem exames e consultas optométricos, bem como prescrevam a utilização de óculos e lentes”, arrematou a ministra. Por isso, ela concordou com o posicionamento do TJRO – no sentido de que os profissionais se abstenham de realizar consultas e prescrever óculos sem o respectivo laudo médico – e negou o pedido dos optometristas. Por unanimidade, os ministros da Segunda Turma acompanharam o voto da relatora.

comentários
publicidade

COMENTÁRIOS


publicidade
POLíTICA | matéria escrita em 20/10/2014 ás 18:29:00

IBOPE, A PESQUISA COMPLETA: Disputa em Rondônia segue acirrada também no segundo turno

Em Rondônia, o senador Aécio Neves (PSDB) tem 52% das intenções de voto, contra 41% da atual presidente e candidata à reeleição Dilma (PT).

POLíTICA | matéria escrita em 20/10/2014 ás 18:19:00

PAINEL POLÍTICO - ALAN ALEX

ADIN pode levar a expulsão de 400 PMs em Rondônia.

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 20/10/2014 ás 17:50:00

TJRO: 1ª Câmara Criminal mantém condenação de 20 anos a pai que estuprou filha

De acordo com o voto da relatora, o pai iniciou os abusos sexuais em 2003, dois dias antes de sua filha completar 7 anos de idade.

GERAL | matéria escrita em 20/10/2014 ás 17:37:00

Ministério Público de Rondônia antecipa para sexta-feira feriado do Dia do Servidor

Na quinta-feira, dia 30 de outubro, será realizada a Corrida do Colaborador, a partir das 17 horas, no Espaço Alternativo.

GERAL | matéria escrita em 20/10/2014 ás 17:33:00

Cerca de 2 mil famílias serão beneficiadas com o repasse de 155 hectares em Porto Velho

Com as terras regularizadas o processo para autorização e liberação de recursos para construção de escolas, postos de saúde, praças e aplicação de asfalto...

GERAL | matéria escrita em 20/10/2014 ás 17:31:00

Centro de reabilitação é inaugurado na Zona Leste

Parte dos serviços realizados no CERO chegam à população por meio de convênio entre o Governo do Estado e o Hospital das Irmãs Marcelinas.

GERAL | matéria escrita em 20/10/2014 ás 17:25:00

Unidade móvel do Hospital de Barretos atende servidoras do MPRO no Outubro Rosa

“A maioria das vezes são locais onde a população tem pouco acesso para realização desses exames preventivos”, explica.

GERAL | matéria escrita em 20/10/2014 ás 17:23:00

Ministério Público ajuíza ação civil pública contra vereador e servidora da Câmara de Buritis

O vereador, chefe imediato da servidora, autorizou sua viagem a passeio, permitiu que esta assinasse sua folha de ponto e autorizou o pagamento de seus vencimentos.

POLíTICA | matéria escrita em 20/10/2014 ás 16:58:00

Política salarial será debatida com as categorias, diz Expedito

Expedito vai negociar questão salarial diretamente com cada uma das categorias.

GERAL | matéria escrita em 20/10/2014 ás 16:47:00

Sorteados nomes dos alunos para o intercâmbio Conexão Mundo

A superintendente ressalta que está cada vez mais difícil conseguir a atenção dos jovens, dos adolescentes e mesmo das crianças.

POLíTICA | matéria escrita em 20/10/2014 ás 11:00:00

Agora são 47 os prefeitos que apóiam Confúcio

Acabei de receber um telefonema, nesse momento, do prefeito João Miranda, de Pimenteiras, afirmando que está engajado no projeto de reeleição do governador...

GERAL | matéria escrita em 20/10/2014 ás 16:02:00

Centenas de pescadores participaram no 10º Topas no lago da UHE Samuel

Este ano o total de prêmios foi acima de R$ 50 mil reais, o maior valor em prêmios desde o primeiro evento em 2004. Equipes de Rondônia, Acre e Mato Grosso estiveram presentes.

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 20/10/2014 ás 16:00:00

Ex-contratada do SESI-RO ganha indenização por danos moral e material na Justiça do Trabalho

A autora foi contratada como dentista, em 10 de dezembro de 2009 e dispensada em 28 de março de 2014, sem justa causa por iniciativa do empregador.

POLíTICA | matéria escrita em 20/10/2014 ás 15:59:00

Eficiência, chifres e dólares...

David Nogueira

GERAL | matéria escrita em 20/10/2014 ás 15:53:00

Prefeitura anula processo de lixo

A Prefeitura de Porto Velho através da Secretaria Municipal de Serviços Básicos (Semusb) foi o órgão responsável pela anulação do contrato nº 138/PGM/2014.

publicidade
publicidade
© Tudo Rondônia 2005-2012 web site jornalístico - todos os direitos reservados
Editor responsável: Rubens Coutinho/ Registro Profissional 192 DRT/RO
Redação e administração: Avenida Calama com Lauro Sodré, 1118 - Salas 305 e 306 - Bairro Olaria - Porto Velho, Rondônia - CEP 76801-276 MSN/e-mail: tudorondonia@gmail.com