/ geral / STJ

11/05/2010 - 18h16min - Atualizado em 11/05/2010 - 18h16min

Rondônia: Optometrista não pode praticar atos privativos de médico

O Tribunal de Justiça de Rondônia (TJRO) determinou que os profissionais deixassem de realizar consultas e receitar óculos sem o respectivo laudo médico.

A Segunda Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) negou o pedido de dois profissionais de Rondônia que pretendiam continuar realizando consultas e exames optométricos e prescrevendo o uso de óculos e lentes de contato. O Ministério Público Federal havia entrado com ação civil para que os profissionais fossem impedidos de praticar atos privativos de médicos.

O Tribunal de Justiça de Rondônia (TJRO) determinou que os profissionais deixassem de realizar consultas e receitar óculos sem o respectivo laudo médico. O tribunal também estabeleceu que eles deveriam adequar a publicidade da empresa.

Os optometristas recorreram ao STJ contra essa decisão da justiça de Rondônia. Eles questionavam a legalidade da Portaria n. 397/2002. Esse ato, editado pelo Ministério do Trabalho e Emprego, teria alargado as atividades do optometrista em relação aos decretos n. 20.931/1932 e 24.492/1934, o que deveria levar ao reconhecimento da inconstitucionalidade da norma.

A relatora, ministra Eliana Calmon, considerou que no âmbito do recurso especial não é viável verificar a recepção (quando a Constituição recebe as leis já existentes e compatíveis com o texto constitucional e dá validade a elas) desses decretos pela Constituição Federal de 1988, uma vez que não compete ao STJ analisar questões de caráter constitucional. Entretanto, a ministra esclareceu que o Tribunal já se manifestou pela vigência dos dispositivos do Decreto n. 20.931/1932, que trata do profissional de optometria. A legislação que revogou esse decreto foi suspensa pelo Supremo Tribunal Federal, assim o decreto continua eficaz.

A relatora no STJ concluiu que a portaria editada pelo Ministério do Trabalho e Emprego extrapolou o que previa a legislação que trata do assunto, “ao permitir que os profissionais óticos realizem exames e consultas optométricos, bem como prescrevam a utilização de óculos e lentes”, arrematou a ministra. Por isso, ela concordou com o posicionamento do TJRO – no sentido de que os profissionais se abstenham de realizar consultas e prescrever óculos sem o respectivo laudo médico – e negou o pedido dos optometristas. Por unanimidade, os ministros da Segunda Turma acompanharam o voto da relatora.

comentários

COMENTÁRIOS


Envie Comentários utilizando sua conta do Facebook

publicidade
POLíTICA | matéria escrita em 30/06/2015 ás 21:34:00

Cleiton Roque quer comitiva seguindo rota de ferrovia

Parlamentar defende ida de empresários de Rondônia e deputados até o Peru.

POLíTICA | matéria escrita em 30/06/2015 ás 21:24:00

Hermínio Coelho é contra reforma administrativa do Governo

Parlamentar afirma que governo quer aprovar mudanças rapidamente para evitar discussão.

POLíTICA | matéria escrita em 30/06/2015 ás 21:17:00

Por unanimidade, Maurão de Carvalho é reeleito presidente da Assembleia Legislativa de Rondônia

Nova Mesa Diretora foi definida em votação unânime, a exemplo do que ocorreu para o primeiro biênio..

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 30/06/2015 ás 16:25:00

Presidente do TRT da 14ª Região solicita aos senadores de Rondônia e Acre aprovação do PLC 028/2015

Para o magistrado , o PLC não representa um ajuste salarial, mas apenas reposição das perdas salariais da categoria frente à inflação, do período entre 2009 a 2015, o que vem gerando verdadeiro êxodo de servidores das carreiras...

POLíTICA | matéria escrita em 30/06/2015 ás 16:20:00

Comissão de Segurança da Assembleia convoca secretário de Justiça

Deputados querem esclarecimentos sobre condições de trabalho em unidades de internação.

GERAL | matéria escrita em 30/06/2015 ás 16:14:00

Relatório revela 288 vítimas de intoxicação externa e acidentes graves de trabalho em Rondônia

A região do Vale do Jamari tem o maior número de notificações, seguida das regiões do Café, Cone Sul, Zona da Mata, Central e Madeira-Mamoré.

GERAL | matéria escrita em 30/06/2015 ás 16:09:00

Governo discute com entidades públicas e privadas plano emergencial de restauração da Madeira-Mamoré

A Advocacia Geral entende que a União não pode mais ser responsabilizada pelos danos causados ao patrimônio da EFMM.

GERAL | matéria escrita em 30/06/2015 ás 15:51:00

Bairro planejado é alternativa para moradia segura e qualidade de vida

Opção de condomínio com infraestrutura surpreendente está disponível em Porto Velho.

GERAL | matéria escrita em 30/06/2015 ás 15:37:00

Redução da maioridade seria "catastrófica" para o sistema prisional, diz Cardozo

Para o ministro, isso poderia acarretar soluções que não alcancem de fato o problema da criminalidade entre adolescentes e os coloquem em situação de mais risco.

GERAL | matéria escrita em 30/06/2015 ás 14:57:00

Governadores de Rondônia, MT, AM, GO e TO criam comitê jurídico para agilizar Transoceânica

A construção da ferrovia, que cruzará os Estados do Amazonas, Acre, Goiás e Tocantins, além de Rondônia e Mato Grosso, é objeto de termo de cooperação técnica firmado recentemente pela República da China com o governo brasileiro.

GERAL | matéria escrita em 30/06/2015 ás 14:51:00

Ministro Ricardo Berzoini inaugura telefonia móvel nos distritos de Rondônia

O serviço inclui, além da telefonia móvel, a transmissão de dados com tecnologia 3G, com aumentando de velocidade e abrangência das estruturas de comunicação por voz, imagem e dados em Rondônia.

GERAL | matéria escrita em 30/06/2015 ás 14:49:00

Embrapa busca parceria com a Fiero para realização de seminário sobre piscicultura

Rondônia é hoje o maior produtor de pescado em cativeiro do país.

GERAL | matéria escrita em 30/06/2015 ás 14:47:00

MP ajuíza ação para solucionar irregularidades no Centro Socioeducativo de Cacoal

A ação foi proposta pela Promotora de Justiça Lisandra Vanneska Monteiro Nascimento Santos.

GERAL | matéria escrita em 30/06/2015 ás 14:44:00

Audiências públicas discutem Plano de Mobilidade Urbana em Porto Velho

A realização das consultas públicas, em várias localidades de Porto Velho, atende a um acordo judicial firmado com o Ministério Público de Rondônia.

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 30/06/2015 ás 14:40:00

Defensoria realiza mutirão de atendimento carcerário em Ariquemes

Durante o mutirão foram atendidos todos os internos que cumprem pena em regime fechado, bem como aqueles presos que ainda aguardam decisão judicial.

publicidade
publicidade
© Tudo Rondônia 2005-2012 web site jornalístico - todos os direitos reservados
Editor responsável: Rubens Coutinho/ Registro Profissional 192 DRT/RO
Redação e administração: Avenida Calama com Lauro Sodré, 1118 - Salas 305 e 306 - Bairro Olaria - Porto Velho, Rondônia - CEP 76801-276 MSN/e-mail: tudorondonia@gmail.com