03/02/2012 - 09h38min - Atualizado em 03/02/2012 - 09h38min

Rondônia pode perder um quarto dos PMS num só dia, depois da transposição

O assunto está preocupando muito nossas autoridades, porque há ainda um fato concreto a ser analisado: não existe sequer projeto de concurso público.

Existem cerca de quatro mil policiais militares atuando hoje em Rondônia. A segurança pública é um verdadeira calcanhar de Aquiles por aqui e em qualquer outro canto do Brasil. Precisaríamos pelo menos mais uns dois mil homens e mulheres, para combater a violência e a criminalidade. Mas, ao contrário, corremos grande risco de regredir, porque, num só dia, pelo mil PMs poderão cair fora da corporação. Infelizmente, a realidade é essa e está próxima de acontecer. Será um dos resultados da transposição dos servidores do Estado para a folha de pagamento da União. Tão logo seja efetivada essa mudança, ou seja, esses soldados, cabos e oficiais que hoje são servidores do Estado de Rondônia e que passarão a receber soldos federais, pelo menos um quarto do atual efetivo pedirá aposentadoria. Todos já têm esse direito adquirido e só não o fizeram ainda porque estão esperando a transposição, quando, como federais, terão uma aposentadoria muito melhor, em termos de grana, do que receberiam do Estado. O assunto está preocupando muito nossas autoridades, porque há ainda um fato concreto a ser analisado: não existe sequer projeto de concurso público, ao menos a curto prazo, para suprir essas vagas que serão abertas na Polícia Militar. Embora a questão da transposição esteja sendo discutida há muito tempo e se sabia que, mais dia menos dia ela se tornaria realidade, não houve qualquer planejamento para que esse enorme número de PMs que vão deixar o trabalho, fossem substituídos de imediato.

A situação precisa ser levada a sério a partir de hoje, sem dúvida alguma. E há necessidade premente de se encontrar uma solução. Perder um quarto da tropa da noite para o dia pode ser terrível para o sistema de segurança pública rondoniense, que enfrenta índices de criminalidade cada vez piores (como, aliás, está acontecendo em todo o país). Não dá para postergar a busca da solução para esse problema. Tem que ser já!

VAI ENGROSSAR

Ainda repercute o pesado discurso do governador Confúcio Moura, feito em solenidade realizada na Esplanada das Secretarias, quarta-feira. Ouve-se que o desabafo, em tom duro e forte, sem selecionar palavras e batendo abaixo da linha da cintura, não ficará só na conversa. A caneta vai começar a ser usada. E em profusão. O tranquilo Confúcio já estaria com sua paciência esgotada, em relação a muitos dos seus assessores. A coisa vai engrossar...

GRANA É GRANA

Porque o Estado tem tanta dificuldade de contratar médicos, principalmente os especialistas? Resposta simples: dinheiro. Um anestesista, por exemplo, que seja contratado como servidor estadual, recebe pouco mais de seis mil reais por mês. Se trabalhar “free”, em cirurgias particulares, ele pode ganhar até 1.200 reais por ato cirúrgico, incluindo as mais simples, como as de catarata. Quem vai abrir mão de poder faturar até de mais de 30 mil reais por mês para ganhar cinco vezes menos?

NENHUM

A Sesau fez uma concorrência para contratar anestesistas. Ganhou uma empresa de da Bahia. Faz mais de um mês que o martelo foi batido, mas até agora o trabalho não começou. É que o vencedor do certame está lutando para contratar médicos de Rondônia e terceirizar o trabalho. Até ontem, não tinha conseguido arregimentar um único profissional.

CAMPANHA ABERTA

O Tribunal Regional Eleitoral anda de olho. Já tem gente fazendo campanha antecipada não só em Porto Velho, mas na maioria das cidades do Estado. A fiscalização vai ser dura e, depois, que ninguém diga que não houve aviso no prazo certo. Tem neguinho até fazendo discurso como candidato. Só falta distribuir santinho. A Justiça Eleitoral vai pegar pesado, ouve-se lá pelos lados do TRE.

DUREZA

O presidente da Assembleia, deputado José Hermínio Coelho, está trabalhando duro, reorganizando a Casa e a preparando para dar uma limpada geral. Tem sido visto entrando cedo em seu gabinete e só sai depois das dez da noite. É pauleira pura. Mas, ao que tudo indica, Hermínio está dando conta do recado. Agora, vai liderar outras mudanças, para mostrar à coletividade que a ALE está ao lado da população.

OS VELHOS 32

Eita! Agora os bandidos estão usando dinamite nos prédios públicos, para roubar caixas eletrônicos. Beleza. Aconteceu na Secretaria da Fazenda, na madrugada de ontem. E tem acontecido em agências bancárias com frequência. Como não há policiamento noturno, na área central da cidade, a bandidagem age livremente. E, quando são descobertos, os sujeitos tratam de usar armamento pesado contra os velhos calibre 32 que alguns PM ainda usam. Está uma moleza...

ANOS PERDIDOS

Milhares de estudantes voltam às aulas em Rondônia, milhões em todo o Brasil. O ano começa com alguns avanços, mas, no geral, grandes atrasos. Não só a estrutura de ensino está atrasada, como, principalmente, a qualidade. No Ministério da Educação, os anos perdidos sob o comando de Fernando Haddad certamente trarão um grande prejuízo a esse país, que só poderá ser salvo mesmo por uma educação de qualidade. Infelizmente, estamos ainda muito longe disso.

BEM VINDO!

Já não temos bandidões que chega por aqui, por isso, certamente, nos mandaram mais um para o presídio federal. Ninguém menos que Fernandinho Beira Mar, aquele mesmo. Mais um para organizar, de dentro da cadeia, crimes de todos os tipos, que podem nos fazer de vítimas. Não da para mandar essa tranqueira para outro lugar?

PERGUNTINHA

A ponte internacional ligando Guajará Mirim à Bolívia vai entrar para o rol das obras virtuais, anunciadas durante décadas pelos governos e nunca construídas?

comentários

COMENTÁRIOS


Envie Comentários utilizando sua conta do Facebook

publicidade
POLíTICA | matéria escrita em 02/05/2015 ás 18:23:00

Nilton Capixaba cobra providências para as obras dos viadutos de Porto Velho

“Havia a promessa de retomarem as obras e até agora nada de concreto foi feito”, frisou.

POLíTICA | matéria escrita em 02/05/2015 ás 18:20:00

Greve é sempre para prejudicar

Pedro Cardoso da Costa

POLíTICA | matéria escrita em 02/05/2015 ás 18:19:00

O conúbio entre política e corrupção

Valdemir Caldas

POLíCIA | matéria escrita em 02/05/2015 ás 18:12:00

Trabalhadores das Usinas do Madeira conquistam o melhor acordo do Brasil em 2015 e encerram greve"

Na manhã desta sexta-feira (1º), na sede do Sindicato dos Trabalhadores da Construção Civil (STICCERO), houve a assinatura do Acordo Coletivo 2015/2016 .

POLíTICA | matéria escrita em 02/05/2015 ás 18:08:00

Em Linhas Gerais

Gessi Taborda

POLíTICA | matéria escrita em 01/05/2015 ás 12:06:00

Isonomia do Sintero: O não pagamento dos precatórios é um ato de corrupção da União

Se o Estado não honra a dívida que lhe foi imposta judicialmente, poderá exigir a adimplência daquele pobre que não conseguiu pagar seus impostos?

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 30/04/2015 ás 20:22:00

Ministros de FHC, Lula e Dilma assinam carta contra redução da maioridade penal

A Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 171/93, que reduz a maioridade penal de 18 para 16 anos, foi admitida pela Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara dos Deputados no final de março.

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 30/04/2015 ás 20:19:00

“Antijurídica e antissocial”, diz Dallari sobre redução da maioridade

Ele lembrou que determinados direitos não podem ser reduzidos por Emenda Constitucional, como já reiterado por constitucionalistas brasileiros.

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 30/04/2015 ás 20:15:00

AGU aponta impossibilidade de contar tempo não trabalhado para aposentadoria especial

Foi o que a Advocacia-Geral da União (AGU) defendeu nesta quinta-feira (30/04), no Supremo Tribunal Federal (STF), durante julgamento de mandado de injunção .

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 30/04/2015 ás 20:12:00

Turma reconhece vínculo de emprego de motorista “pejotizado”

A decisão foi por unanimidade.

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 30/04/2015 ás 20:05:00

Empresa é absolvida de indenizar auxiliar por revista com detector de metais

"Não se trata aqui de revista íntima, principalmente porque a trabalhadora não comprovou o contato do detector de metais com o corpo ou qualquer outra forma de violação da intimidade", frisou o ministro.

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 30/04/2015 ás 20:02:00

Tribunal deverá considerar data de requerimento para auxílio-moradia

A decisão do CNJ ocorreu na 207ª Sessão Plenária do órgão, durante apreciação do recurso administrativo no Pedido de Providência 0002581-27.2014.2.00.0000, apresentado pela Associação Cearense de Magistrados ao Conselho.

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 30/04/2015 ás 19:59:00

Reformada decisão que considerou indevido protesto de cheque após prazo de apresentação

No caso julgado, o cheque foi levado a protesto após o prazo de apresentação, mas antes do prazo prescricional de seis meses para ajuizamento da ação cambial de execução.

GERAL | matéria escrita em 30/04/2015 ás 19:53:00

OAB/RO homenageia ferroviários e lembra conquista em favor do patrimônio histórico da EFMM

O presidente da OAB/RO, Andrey Cavalcante, relembra a garra dos milhares de ferroviários que dedicaram suas vidas na construção da 15ª ferrovia do país entre os anos de 1907 e 1912.

POLíTICA | matéria escrita em 30/04/2015 ás 19:49:00

Este ano OAB elege nova diretoria. Melhor reeleger a atual

Andrey Cavalcante conseguiu fazer de sua gestão um divisor de águas e precisa vir para reeleição.

publicidade
publicidade
© Tudo Rondônia 2005-2012 web site jornalístico - todos os direitos reservados
Editor responsável: Rubens Coutinho/ Registro Profissional 192 DRT/RO
Redação e administração: Avenida Calama com Lauro Sodré, 1118 - Salas 305 e 306 - Bairro Olaria - Porto Velho, Rondônia - CEP 76801-276 MSN/e-mail: tudorondonia@gmail.com