03/02/2012 - 09h38min - Atualizado em 03/02/2012 - 09h38min

Rondônia pode perder um quarto dos PMS num só dia, depois da transposição

O assunto está preocupando muito nossas autoridades, porque há ainda um fato concreto a ser analisado: não existe sequer projeto de concurso público.

Existem cerca de quatro mil policiais militares atuando hoje em Rondônia. A segurança pública é um verdadeira calcanhar de Aquiles por aqui e em qualquer outro canto do Brasil. Precisaríamos pelo menos mais uns dois mil homens e mulheres, para combater a violência e a criminalidade. Mas, ao contrário, corremos grande risco de regredir, porque, num só dia, pelo mil PMs poderão cair fora da corporação. Infelizmente, a realidade é essa e está próxima de acontecer. Será um dos resultados da transposição dos servidores do Estado para a folha de pagamento da União. Tão logo seja efetivada essa mudança, ou seja, esses soldados, cabos e oficiais que hoje são servidores do Estado de Rondônia e que passarão a receber soldos federais, pelo menos um quarto do atual efetivo pedirá aposentadoria. Todos já têm esse direito adquirido e só não o fizeram ainda porque estão esperando a transposição, quando, como federais, terão uma aposentadoria muito melhor, em termos de grana, do que receberiam do Estado. O assunto está preocupando muito nossas autoridades, porque há ainda um fato concreto a ser analisado: não existe sequer projeto de concurso público, ao menos a curto prazo, para suprir essas vagas que serão abertas na Polícia Militar. Embora a questão da transposição esteja sendo discutida há muito tempo e se sabia que, mais dia menos dia ela se tornaria realidade, não houve qualquer planejamento para que esse enorme número de PMs que vão deixar o trabalho, fossem substituídos de imediato.

A situação precisa ser levada a sério a partir de hoje, sem dúvida alguma. E há necessidade premente de se encontrar uma solução. Perder um quarto da tropa da noite para o dia pode ser terrível para o sistema de segurança pública rondoniense, que enfrenta índices de criminalidade cada vez piores (como, aliás, está acontecendo em todo o país). Não dá para postergar a busca da solução para esse problema. Tem que ser já!

VAI ENGROSSAR

Ainda repercute o pesado discurso do governador Confúcio Moura, feito em solenidade realizada na Esplanada das Secretarias, quarta-feira. Ouve-se que o desabafo, em tom duro e forte, sem selecionar palavras e batendo abaixo da linha da cintura, não ficará só na conversa. A caneta vai começar a ser usada. E em profusão. O tranquilo Confúcio já estaria com sua paciência esgotada, em relação a muitos dos seus assessores. A coisa vai engrossar...

GRANA É GRANA

Porque o Estado tem tanta dificuldade de contratar médicos, principalmente os especialistas? Resposta simples: dinheiro. Um anestesista, por exemplo, que seja contratado como servidor estadual, recebe pouco mais de seis mil reais por mês. Se trabalhar “free”, em cirurgias particulares, ele pode ganhar até 1.200 reais por ato cirúrgico, incluindo as mais simples, como as de catarata. Quem vai abrir mão de poder faturar até de mais de 30 mil reais por mês para ganhar cinco vezes menos?

NENHUM

A Sesau fez uma concorrência para contratar anestesistas. Ganhou uma empresa de da Bahia. Faz mais de um mês que o martelo foi batido, mas até agora o trabalho não começou. É que o vencedor do certame está lutando para contratar médicos de Rondônia e terceirizar o trabalho. Até ontem, não tinha conseguido arregimentar um único profissional.

CAMPANHA ABERTA

O Tribunal Regional Eleitoral anda de olho. Já tem gente fazendo campanha antecipada não só em Porto Velho, mas na maioria das cidades do Estado. A fiscalização vai ser dura e, depois, que ninguém diga que não houve aviso no prazo certo. Tem neguinho até fazendo discurso como candidato. Só falta distribuir santinho. A Justiça Eleitoral vai pegar pesado, ouve-se lá pelos lados do TRE.

DUREZA

O presidente da Assembleia, deputado José Hermínio Coelho, está trabalhando duro, reorganizando a Casa e a preparando para dar uma limpada geral. Tem sido visto entrando cedo em seu gabinete e só sai depois das dez da noite. É pauleira pura. Mas, ao que tudo indica, Hermínio está dando conta do recado. Agora, vai liderar outras mudanças, para mostrar à coletividade que a ALE está ao lado da população.

OS VELHOS 32

Eita! Agora os bandidos estão usando dinamite nos prédios públicos, para roubar caixas eletrônicos. Beleza. Aconteceu na Secretaria da Fazenda, na madrugada de ontem. E tem acontecido em agências bancárias com frequência. Como não há policiamento noturno, na área central da cidade, a bandidagem age livremente. E, quando são descobertos, os sujeitos tratam de usar armamento pesado contra os velhos calibre 32 que alguns PM ainda usam. Está uma moleza...

ANOS PERDIDOS

Milhares de estudantes voltam às aulas em Rondônia, milhões em todo o Brasil. O ano começa com alguns avanços, mas, no geral, grandes atrasos. Não só a estrutura de ensino está atrasada, como, principalmente, a qualidade. No Ministério da Educação, os anos perdidos sob o comando de Fernando Haddad certamente trarão um grande prejuízo a esse país, que só poderá ser salvo mesmo por uma educação de qualidade. Infelizmente, estamos ainda muito longe disso.

BEM VINDO!

Já não temos bandidões que chega por aqui, por isso, certamente, nos mandaram mais um para o presídio federal. Ninguém menos que Fernandinho Beira Mar, aquele mesmo. Mais um para organizar, de dentro da cadeia, crimes de todos os tipos, que podem nos fazer de vítimas. Não da para mandar essa tranqueira para outro lugar?

PERGUNTINHA

A ponte internacional ligando Guajará Mirim à Bolívia vai entrar para o rol das obras virtuais, anunciadas durante décadas pelos governos e nunca construídas?

comentários
publicidade

COMENTÁRIOS


publicidade
GERAL | matéria escrita em 24/10/2014 ás 22:10:00

Receita Federal autua empresas em cerca de R$ 360 milhões por sonegação em Rondônia

Os sócios vão responder também por processos penais e podem ser presos.

POLíTICA | matéria escrita em 24/10/2014 ás 22:06:00

Controladora confirma cancelamento de contrato fajuto preparado pela Semusb

O prefeito Mauro Nazif (PSB), mais uma vez, ignorou o chamamento do Poder Legislativo, o mesmo acontecendo com os secretários da Semad e do Meio Ambiente.

POLíTICA | matéria escrita em 24/10/2014 ás 17:05:00

Pedida a cassação do vereador Léo Moraes

Centenas de recibos e cópias de cheques de delegados de polícia com doações supostamente ilegais para Léo Moraes foram apreendidos na sede do Sindicato da categoria

POLíTICA | matéria escrita em 24/10/2014 ás 12:16:00

Receita descobre sonegação de R$ 360 milhões por empresas em Rondônia

As empresas fizeram uma verdadeira "engenharia contábil e jurídica" para esconder o fato gerador e não pagar o tributo.

POLíTICA | matéria escrita em 24/10/2014 ás 08:29:00

Capixaba participa de comícios, reuniões e caminhadas em apoio a Confúcio Moura

“Confúcio tem compromisso e fidelidade. Por isso peço o apoio de todos para ajudá-lo na sua reeleição. Queremos ter dias melhores para o nosso Estado..."

POLíTICA | matéria escrita em 24/10/2014 ás 08:17:00

Sofrendo de debilidade física e mental, ex-presidente da ALE deve receber tratamento no João Paulo II

Justiça volta a negar liberdade a ex-parlamentar, que está preso desde setembro do ano passado. Defesa alega que ele sofre de síndrome do pânico e outros distúrbios mentais e físicos.

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 24/10/2014 ás 06:38:00

Alterada carga horária obrigatória dos cursos para vitaliciamento de magistrados

De acordo com o ato normativo, a carga horária mínima exigida para tais cursos, a ser cumprida no segundo ano do estágio probatório, passa de 120 para 60 horas-aula.

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 24/10/2014 ás 06:35:00

STF publica novas súmulas vinculantes no DJe

Não cabe ao Poder Judiciário, que não tem função legislativa, aumentar vencimentos de servidores públicos sob o fundamento de isonomia, diz uma das súmulas.

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 24/10/2014 ás 06:33:00

STF nega recurso sobre compensação de débitos tributários com RPVs

O recurso teve repercussão geral reconhecida e a decisão nele tomada será aplicada em mais de 123 casos sobrestados (suspensos) em instâncias inferiores.

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 24/10/2014 ás 06:31:00

Suspenso julgamento que discute indenização por demora na nomeação em cargo público

Os candidatos aprovados em concurso público realizado em 1991 para provimento de vagas no cargo de auditor fiscal no Tesouro Nacional postulam, judicialmente, direito de receber indenização.

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 24/10/2014 ás 06:29:00

Alteração do valor de indenização do DPVAT é constitucional, diz STF

O recurso teve repercussão geral reconhecida e a tese firmada será seguida em mais de 770 casos sobrestados (suspensos) em instâncias inferiores.

POLíTICA | matéria escrita em 23/10/2014 ás 17:54:00

Em processo de Confúcio contra o Tudorondonia, juiz volta atrás e mantém liberdade de imprensa

O jornal representado, baseado em documento realmente existente e levado a conhecimento público, mesmo sendo sigilosos, em linguagem jornalística própria, apenas exerceu o seu pleno direito...

POLíTICA | matéria escrita em 23/10/2014 ás 17:45:00

Expedito diz que Detran deixará de servir à indústria das multas

Expedito disse que fará uma administração respeitosa e chamou a atenção do atual governo que, segundo ele...

GERAL | matéria escrita em 23/10/2014 ás 17:44:00

Oficina debate implementação de atendimento ao autor de violência sexual infantojuvenil

O evento foi realizado em parceria com o Comitê Nacional de Enfrentamento à Violência Sexual Contra Crianças e Adolescentes...

GERAL | matéria escrita em 23/10/2014 ás 17:41:00

Outubro Rosa é lembrado pelo TRT14 com orientações sobre prevenção ao câncer de mama

O movimento popular internacionalmente conhecido como Outubro Rosa é comemorado em todo o mundo.

publicidade
publicidade
© Tudo Rondônia 2005-2012 web site jornalístico - todos os direitos reservados
Editor responsável: Rubens Coutinho/ Registro Profissional 192 DRT/RO
Redação e administração: Avenida Calama com Lauro Sodré, 1118 - Salas 305 e 306 - Bairro Olaria - Porto Velho, Rondônia - CEP 76801-276 MSN/e-mail: tudorondonia@gmail.com