08/11/2013 - 18h05min - Atualizado em 08/11/2013 - 18h05min

Sedam alerta para a vigência da proibição da pesca no período do defeso

Para a região do rio Guaporé será permitida a pesca amadora/esportiva sem direito ao transporte do pescado.

O período do defeso, época do fenômeno da piracema nas calhas dos rios Madeira e Guaporé, entra em vigor no próximo dia 15 de novembro de 2013. O fim das restrições está previsto para 15 de março de 2014. No período, fica proibida a captura de peixes como o surubim, caparari, pirapitinga, jatuarana, tambaqui, e outros como a dourada e o filhote em tamanho inferior a 65 cm, medido sem cabeça.
A Divisão de Recursos Pesqueiros da Sedam explicou que permanece em vigor a Portaria 280, de 12 de novembro de 2012, que proíbe a pesca profissional na calha do rio Madeira. Fica permitida apenas a pesca, com exceção das espécies citadas, no trecho compreendido desde a divisa entre os estados do Amazonas e de Rondônia até a boca do rio Mamoré, exceto nas áreas de segurança das usinas hidrelétricas, conforme legislação especifica.

A portaria também proíbe a pesca amadora e profissional de todas as espécies no rio Guaporé e seus afluentes, no trecho compreendido entre o rio São Miguel e o rio Cabixi. Marli Lustosa Nogueira afirmou que o objetivo é estabelecer normas de pesca para o período de proteção e à reprodução natural dos peixes. Todos os anos, de novembro a março, algumas espécies de peixes fazem esse longo percurso, vencendo os obstáculos naturais, como as corredeiras e cachoeiras no intuito de perpetuar suas espécies, vencendo também a pesca predatória, feita clandestinamente com armadilhas, redes, puçás e outros artifícios por pescadores sem a devida preocupação com o futuro dos peixes de nossas águas.

Na piracema, várias espécies de peixes migram para as cabeceiras dos rios para reprodução. As restrições que são impostas à atividade pesqueira são medidas de prevenção e proteção que deverão ser cumpridas por todos. Nesse período, a Sedam e os outros órgãos ambientais intensificam as ações de fiscalização. A cooperação das comunidades e dos próprios pescadores é de fundamental importância para que o equilíbrio seja mantido.

É liberada a cota de dez quilos de peixe por dia, por família, para subsistência das comunidades ribeirinhas locais, e de cinco quilos de pescado por dia, por família, para as regiões do rio Guaporé, ficando vedada a comercialização. O pescador amador não poderá transportar a cota individual de mais de 5 kg de peixe devidamente licenciado, e desde que capturado com os apetrechos de pesca permitidos, bem como, das espécies permitidas e nos locais permitidos;

Para a região do rio Guaporé será permitida a pesca amadora/esportiva sem direito ao transporte do pescado. Fica liberada a cota de cinco quilos de peixe por dia para subsistência do pescador artesanal, no rio Guaporé na região de Pimenteiras a Cabixi.



Texto: Marilza Rocha

Leia também:

comentários

COMENTÁRIOS


Avatar de ARGEU RIQUELME

Postado por ARGEU RIQUELME em 09/11/2013 às 19:23

eu tenho certeza que a proibiçao deveria ser di 15 de outubro pois os peixes estao subindo faz ums 20 dias eu peguei um cachara na altura do rio riozino com o riopalmeira perto de espigao d oeste ja estava bem ovado

177.7.65.92

Envie Comentários utilizando sua conta do Facebook

publicidade
RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 04/09/2015 ás 17:22:00

Juízes Rondonienses recebem ministra Nancy Andrighi

No programa Fale com a Corregedora, discutirão os anseios e dificuldades do 1º grau.

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 04/09/2015 ás 17:13:00

Propositura de ação popular independe de comprovação de prejuízo aos cofres públicos, reafirma STF

A decisão foi tomada pelo Plenário Virtual da Corte na análise do Recurso Extraordinário com Agravo (ARE) 824781, que teve repercussão geral reconhecida.

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 04/09/2015 ás 17:10:00

Para ministra Maria Thereza, delação premiada não pode ser banalizada

Segundo a ministra, para falar em eficácia da colaboração premiada, é preciso ter em mente a gravidade do crime em apuração e aquilo que se procura obter como resultado.

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 04/09/2015 ás 17:07:00

Palestrante discute conceitos na aplicação da Lei de Lavagem de Dinheiro

O advogado deu ênfase a três temas sobre essa figura penal: conceito de ocultação e dissimulação, crimes antecedentes (por exemplo, o crime contra a ordem tributária) e lavagem de dinheiro versus exercício da advocacia.

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 04/09/2015 ás 17:04:00

Procurador-geral aponta lacunas na legislação contra o crime organizado

Leis que tratem de enriquecimento ilícito, corrupção no setor privado e prática de lobby também faltam no ordenamento brasileiro, segundo Janot.

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 04/09/2015 ás 17:00:00

Para Quarta Turma, bancos não são obrigados a manter conta-corrente e outros serviços

Na ação, o consumidor afirmou que, após alguns anos de regular movimentação da conta e de utilização de serviços como cheque especial e cartão de crédito, foi surpreendido com a rescisão unilateral dos contratos, sem aviso prévio.

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 04/09/2015 ás 11:01:00

Ex-presidente e quatro servidores do TRT são processados por fraudes em concessão de diárias

Servidores do Tribunal Regional do Trabalho da 14ª Região recebiam valores de diárias, mas não realizavam viagens a trabalho. A liberação dos valores era autorizada pela ex-presidente do TRT

POLíTICA | matéria escrita em 04/09/2015 ás 09:48:00

Nilton Capixaba participa de reunião de líderes sobre os cortes do Orçamento da União

Capixaba disse que em seus quatro mandatos, nunca tinha visto uma situação como essa no país, onde a presidente da república anuncia um orçamento negativo.

POLíTICA | matéria escrita em 03/09/2015 ás 21:13:00

Porto Velho daqui a dez anos

Professor Nazareno*

GERAL | matéria escrita em 03/09/2015 ás 21:05:00

Programa Nota Legal Rondoniense pagou R$ 1,4 milhão de créditos e reserva mais R$ 1,15 milhão até o fim do mês

Consumidor deve solicitar o registro do CPF na nota fiscal de compra.

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 03/09/2015 ás 21:03:00

Sinjur: Contas do exercício 2014 são aprovadas

Transposição Nos informes, o presidente do Sinjur, Francisco Roque, atualizou os servidores quanto ao andamento do processo da transposição .

POLíTICA | matéria escrita em 03/09/2015 ás 20:59:00

Comissão é formalizada para apurar denúncia de fraude em chamamento público transporte

Objetivo é apurar se a denúncia tem fundamento.

POLíTICA | matéria escrita em 03/09/2015 ás 20:56:00

Deputado Lúcio Mosquini anuncia Semana do Peixe em Rondônia

Entre o público alvo do evento estão pescadores, piscicultores, ribeirinhos, colônias de pescadores, empresas ligadas setor, estudantes, supermercados, restaurantes e comunidade em geral.

GERAL | matéria escrita em 03/09/2015 ás 20:54:00

CRISE: Prefeitura cancela Desfile Cívico de 7 setembro em Rolim de Moura

“Não podemos realizar um evento tradicional, temos que ser prudentes pois até os transportes escolares estão paralisados por falta de pagamento e combustível ", explicou.

publicidade
publicidade
© Tudo Rondônia 2005-2013 web site jornalístico - todos os direitos reservados
Editor responsável: Rubens Coutinho/ Registro Profissional 192 DRT/RO
Redação e administração: Avenida Calama com Lauro Sodré, 1118 - Salas 305 e 306 - Bairro Olaria - Porto Velho, Rondônia - CEP 76801-276 MSN/e-mail: tudorondonia@gmail.com