11/12/2013 - 18h12min - Atualizado em 11/12/2013 - 18h12min

TCE responde consulta sobre contribuição previdenciária e aposentadoria de servidor

Na decisão, o Tribunal diz que é competência da municipalidade definir, em lei própria, a base de cálculo da contribuição previdenciária .

Em sessão do Pleno, o Tribunal de Contas (TCE-RO) aprovou voto na Consulta-Processo nº 4537/2012, formulada pelo Instituto de Previdência Social dos Servidores Públicos do Município de Machadinho do Oeste, relativamente a questões envolvendo, entre outros tópicos, contribuição previdenciária, aposentadoria, licença, auxílios e adicional de insalubridade.

No voto aprovado, o TCE expõe os questionamentos feitos pelo consulente, respondendo-os de forma condensada em 10 tópicos principais, esclarecendo, inicialmente, que o artigo 4º da Lei Federal nº 10.887/2004 aplica-se somente aos servidores federais. A norma equivalente para servidores municipais e estaduais é a Lei nº 9.717/1998, em seu artigo 1º, inciso X.

Na decisão, o Tribunal diz que é competência da municipalidade definir, em lei própria, a base de cálculo da contribuição previdenciária destinada ao seu regime próprio (RPPS). A lei local que instituir parcela remuneratória deve também dispor se é permanente ou não, se incorporável ou não e quais sofrerão a incidência da contribuição previdenciária.

A decisão plenária ainda esclarece que a aposentadoria dos servidores que ingressaram no serviço público até a data de publicação da Emenda Constitucional nº 41 (31 de dezembro de 2003) será regida por uma das regras constitucionais implementadas no momento de sua concessão e o sistema de cálculo dos proventos se dará com base na última remuneração do cargo efetivo, salvo as concedidas com base no artigo 2º da EC nº 41/03.

Dessa forma, as parcelas incorporadas passam a ser consideradas vantagem pessoal de natureza permanente e a integrar o conceito de remuneração do cargo efetivo, para efeito da incidência da contribuição previdenciária e da aposentadoria. Já as parcelas não incorporadas, de natureza transitória, não fazem parte da remuneração do cargo efetivo e não servem de base para o cálculo dos proventos.

Por outro lado, a aposentadoria dos servidores efetivos que ingressaram no serviço público após a publicação da EC 41/03 será regida pelo parágrafo 1º do artigo 40 da Constituição federal, o qual prevê que os proventos serão calculados com base na média aritmética simples das maiores contribuições, correspondente a 80% de todo o período contributivo, contado a partir de julho de 1994.

É possível, por opção do servidor, incluir na base de cálculo da contribuição, parcelas remuneratórias com caráter temporário, fixadas em lei, com a finalidade de aumentar a média das remunerações contributivas, e consequentemente do valor dos proventos. Cabe ao município observar, durante a elaboração dos cálculos dos proventos, os limites previstos na CF, uma vez que o valor apurado não pode exceder a remuneração do servidor no cargo efetivo em que se deu sua aposentadoria.

OUTRAS QUESTÕES
Na decisão, o Pleno também esclarece outras questões, como licença maternidade, auxílios doença e reclusão, adicional de insalubridade, retorno à atividade de servidor.

O voto e o parecer prévio aprovados - que estão disponibilizados no portal do Tribunal de Contas (www.tce.ro.gov.br) - passam a integrar a Consolidação de Entendimentos do TCE, firmando, assim, precedente normativo no âmbito de jurisdição da Corte de Contas rondoniense.

Leia também:

comentários

COMENTÁRIOS


publicidade
RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 26/09/2016 ás 13:12:00

Atuação do MP resulta na identificação e prisão de morador de Alta Floresta, condenado por sequestro, há mais de 20 anos

Joaquim Gumercindo Pereira, condenado por sequestro e foragido da Justiça há mais de 20  anos.

POLíTICA | matéria escrita em 26/09/2016 ás 13:00:00

Quebra de sigilos desmente senador Valdir Raupp, diz procurador geral Rodrigo Janot 

Parlamentar rondoniense teria recebido R$ 500 mil de operador.

POLíTICA | matéria escrita em 26/09/2016 ás 12:48:00

Cassol levanta barras da calça para desmentir boatos e faz desabafo em vídeo 

Senador disse que não responde processos por corrupção, mas por enfrentamento.

POLíTICA | matéria escrita em 26/09/2016 ás 12:28:00

VILHENA: TCE multa prefeito, secretários e primeira-dama por “farra das passagens”

Irregularidades foram apontadas no período de janeiro a outubro de 2011.

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 26/09/2016 ás 12:08:00

Segunda Turma assegura direito de defesa a deputado que responde por improbidade

Ao reconhecer o cerceamento ao direito de defesa e à produção de prova testemunhal, os ministros da Segunda Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) determinaram o retorno à primeira instância de ação de improbidade...

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 26/09/2016 ás 12:05:00

Desconsideração inversa combate abusos na utilização da pessoa jurídica

Por meio da interpretação teleológica (finalística) do artigo 50 do Código Civil (CC), diversos julgados do tribunal aplicam a desconsideração inversa da personalidade jurídica – que afasta a autonomia patrimonial da sociedade ...

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 26/09/2016 ás 12:03:00

STJ determina bloqueio prévio de serviços como disque-sexo e disque-amizade

A decisão unânime foi proferida em processo sob a relatoria do ministro Herman Benjamin, que deu parcial provimento a recurso do Ministério Público Federal (MPF)...

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 26/09/2016 ás 12:01:00

Suspensas em todo o país ações sobre alteração do índice de correção do FGTS

A suspensão vale até que a Primeira Seção do STJ julgue o REsp 1.614.874, afetado como recurso representativo da controvérsia.

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 26/09/2016 ás 11:59:00

Pena em local compatível com regime semiaberto afasta aplicação da SV 56

O relator entendeu que, como não ficou comprovado nos autos que o local em que a sentenciada se encontra seja incompatível com o regime semiaberto, é inviável a concessão da transferência.

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 26/09/2016 ás 11:57:00

Magistradas e servidor do TJRO são aprovados para Mestrado em Direito

​Curso tem como objeto de estudo o Direito Econômico e Social.

GERAL | matéria escrita em 26/09/2016 ás 11:55:00

Corpo de Bombeiros de Rondônia conclui formação e 109 militares são promovidos a 3º sargento

Com duração de quatro meses, o curso é o primeiro realizado após a Lei nº 3.675 ser sancionada no ano passado, prevendo a ascensão de soldados e cabos para a patente de sargento...

GERAL | matéria escrita em 26/09/2016 ás 11:52:00

Em dois anos, Hospital de Base realizou mais de 180 transplantes de órgãos em Porto Velho

O último transplante de rim realizado no HB foi no dia 13 de agosto, e o mais recente de córnea aconteceu dia 8 deste mês.

GERAL | matéria escrita em 26/09/2016 ás 11:42:00

UNIR divulga processo seletivo simplificado para contratação de professor substituto para o Campus de Rolim de Moura

As inscrições para o processo seletivo deverão ser realizadas no período de 3 a 7 de outubro de 2016, das 8h30 às 12h e das 14h às 18h, pessoalmente, no Campus de Rolim de Moura

POLíTICA | matéria escrita em 26/09/2016 ás 10:59:00

Dr. Neidson propõe homenagem a oficiais do Corpo de Bombeiros em Guajará-Mirim

​Soldados do fogo são idealizadores de projetos que contribuíram com a cultura e o social da região.

POLíCIA | matéria escrita em 26/09/2016 ás 10:53:00

VEÍCULO CAPOTA COM TRÊS OCUPANTES NA BR 364. FOTOS

No acidente as duas mulheres, ocupantes do veículo, se feriram e precisaram de atendimentos médicos, sendo socorridas pelo Corpo de Bombeiros ao Hospital Municipal.

publicidade
publicidade
© Tudo Rondônia 2005-2013 web site jornalístico - todos os direitos reservados
Editor responsável: Rubens Coutinho/ Registro Profissional 192 DRT/RO
Redação e administração: Avenida Calama com Lauro Sodré, 1118 - Salas 305 e 306 - Bairro Olaria - Porto Velho, Rondônia - CEP 76801-276 MSN/e-mail: tudorondonia@gmail.com