11/12/2013 - 18h12min - Atualizado em 11/12/2013 - 18h12min

TCE responde consulta sobre contribuição previdenciária e aposentadoria de servidor

Na decisão, o Tribunal diz que é competência da municipalidade definir, em lei própria, a base de cálculo da contribuição previdenciária .

Em sessão do Pleno, o Tribunal de Contas (TCE-RO) aprovou voto na Consulta-Processo nº 4537/2012, formulada pelo Instituto de Previdência Social dos Servidores Públicos do Município de Machadinho do Oeste, relativamente a questões envolvendo, entre outros tópicos, contribuição previdenciária, aposentadoria, licença, auxílios e adicional de insalubridade.

No voto aprovado, o TCE expõe os questionamentos feitos pelo consulente, respondendo-os de forma condensada em 10 tópicos principais, esclarecendo, inicialmente, que o artigo 4º da Lei Federal nº 10.887/2004 aplica-se somente aos servidores federais. A norma equivalente para servidores municipais e estaduais é a Lei nº 9.717/1998, em seu artigo 1º, inciso X.

Na decisão, o Tribunal diz que é competência da municipalidade definir, em lei própria, a base de cálculo da contribuição previdenciária destinada ao seu regime próprio (RPPS). A lei local que instituir parcela remuneratória deve também dispor se é permanente ou não, se incorporável ou não e quais sofrerão a incidência da contribuição previdenciária.

A decisão plenária ainda esclarece que a aposentadoria dos servidores que ingressaram no serviço público até a data de publicação da Emenda Constitucional nº 41 (31 de dezembro de 2003) será regida por uma das regras constitucionais implementadas no momento de sua concessão e o sistema de cálculo dos proventos se dará com base na última remuneração do cargo efetivo, salvo as concedidas com base no artigo 2º da EC nº 41/03.

Dessa forma, as parcelas incorporadas passam a ser consideradas vantagem pessoal de natureza permanente e a integrar o conceito de remuneração do cargo efetivo, para efeito da incidência da contribuição previdenciária e da aposentadoria. Já as parcelas não incorporadas, de natureza transitória, não fazem parte da remuneração do cargo efetivo e não servem de base para o cálculo dos proventos.

Por outro lado, a aposentadoria dos servidores efetivos que ingressaram no serviço público após a publicação da EC 41/03 será regida pelo parágrafo 1º do artigo 40 da Constituição federal, o qual prevê que os proventos serão calculados com base na média aritmética simples das maiores contribuições, correspondente a 80% de todo o período contributivo, contado a partir de julho de 1994.

É possível, por opção do servidor, incluir na base de cálculo da contribuição, parcelas remuneratórias com caráter temporário, fixadas em lei, com a finalidade de aumentar a média das remunerações contributivas, e consequentemente do valor dos proventos. Cabe ao município observar, durante a elaboração dos cálculos dos proventos, os limites previstos na CF, uma vez que o valor apurado não pode exceder a remuneração do servidor no cargo efetivo em que se deu sua aposentadoria.

OUTRAS QUESTÕES
Na decisão, o Pleno também esclarece outras questões, como licença maternidade, auxílios doença e reclusão, adicional de insalubridade, retorno à atividade de servidor.

O voto e o parecer prévio aprovados - que estão disponibilizados no portal do Tribunal de Contas (www.tce.ro.gov.br) - passam a integrar a Consolidação de Entendimentos do TCE, firmando, assim, precedente normativo no âmbito de jurisdição da Corte de Contas rondoniense.

Leia também:

comentários
publicidade

COMENTÁRIOS


Envie Comentários utilizando sua conta do Facebook

publicidade
POLíCIA | matéria escrita em 27/11/2014 ás 07:14:00

Advogado afirma que houve equívocos na investigação do caso Nicola

O advogado da Maternidade Regina Pacis e da pediatra Cláudia Gaspar Rech, Cândido Ocampo, disse não ser verdade que a médica continuará respondendo por crime de falsidade ideológica...

GERAL | matéria escrita em 27/11/2014 ás 07:11:00

Servidores do Ex-território de Rondônia já podem requerer migração dos quadros da União

"... o lado positivo do Decreto é que ele reconhece o direito de servidores municipais do ex-território de Rondônia em exercício até 23 de dezembro de 1981 e os contratados até 15 de março de 1987".

POLíTICA | matéria escrita em 27/11/2014 ás 07:04:00

PAINEL POLÍTICO - ALAN ALEX

Bebê queimou e o crânio foi parar em Minas? E ainda: Governador coloca a culpa dos malfeitos de sua administração em “parte da imprensa”.

GERAL | matéria escrita em 26/11/2014 ás 17:15:00

Projeto Rua de Lazer chega à comunidade de Jacy- Paraná

De acordo com a coordenação do projeto, cerca de 500 crianças, jovens e adultos participaram do evento. O Rua de Lazer faz parte do projeto Porto Velho em Movimento.

GERAL | matéria escrita em 26/11/2014 ás 17:13:00

UNIR realiza o III Seminário Integrado do Mestrado Acadêmico em Letras: Socialização das Produções Científicas

O evento apresentará mesas redondas, debates e palestras ministradas por docentes da UNIR, além de comunicações apresentadas por mestrando da instituição.

GERAL | matéria escrita em 26/11/2014 ás 17:10:00

Senac de Santa Luzia D'Oeste foi inaugurado

O Sistema Fecomércio/Sesc/Senac encerrou a caravana de inaugurações e formaturas pelo interior do Estado de Rondônia fechando o calendário de 2014.

GERAL | matéria escrita em 26/11/2014 ás 17:07:00

Fecomércio Rondônia doa projeto de iluminação de Ponte sobre o rio Madeira ao DNIT

O sistema utilizado na ponte é de energia solar e será um exemplo de uso de energia alternativa moderna e de baixo custo de manutenção.

POLíCIA | matéria escrita em 26/11/2014 ás 17:03:00

Ação do Sindilojas em prol de maior policiamento melhora segurança do centro da cidade

Com uma maior ação de inteligência e reforço do policiamento ostensivo centro comercial terá mais segurança no fim de ano.

GERAL | matéria escrita em 26/11/2014 ás 17:01:00

Ji-Paraná busca credenciamento para oferecer Residência Médica

Desde o mês de agosto dois profissionais de Ji-Paraná estão no Sírio Libanês participando de um “Aperfeiçoamento em Gestão de Programas de Residência Médica pro SUS”

POLíTICA | matéria escrita em 26/11/2014 ás 14:51:00

Compra de deputados pelo governador Confúcio Moura levou parlamentar e secretário a sair no tapa e cair embolados no chão da Secretaria de Saúde

Jean ganhou 950 quilos de roupa suja para lavar e aumentou para 5 toneladas. “Mas tem gente morrendo no chão dos hospitais”, disse o secretário. “Não tô nem aí: não são meus parentes”, respondeu.

GERAL | matéria escrita em 26/11/2014 ás 13:34:00

Com R$ 2 bilhões, agronegócio em Rondônia lidera investimentos do BB

Em 2014, o desembolso alcançou R$ 1,2 bilhão com elevados investimentos nos setores do agronegócio, comércio e indústria conforme relata Rodrigo Nogueira

GERAL | matéria escrita em 26/11/2014 ás 13:31:00

Obras da Escola Anísio Teixeira são vistoriadas por secretário

Em um primeiro momento, a escola vai atender 720 jovens e a empresa responsável pela obra é a Construtora Roberto Passarini.

GERAL | matéria escrita em 26/11/2014 ás 13:28:00

Fiscalização reduz mortes no trânsito

Em 2012 foram anotadas 668 mortes, em 2013 esse número caiu para 540. O decréscimo é de (19%).

GERAL | matéria escrita em 26/11/2014 ás 13:26:00

Escolas que atingiram Ideb serão homenageadas

O evento é uma promoção da Coordenadoria Regional de Educação de Porto Velho e a coordenadora regional de Educação de Porto Velho

GERAL | matéria escrita em 26/11/2014 ás 12:10:00

Secel Realizará o 2º Encontro Estadual de Gestores do Esporte

A equipe técnica da Gerência de Esporte e Lazer da SECEL- GEL, deve apresentar durante o evento um balaço de todas as ações desenvolvidas pela SECEL, no exercício 2014.

publicidade
publicidade
© Tudo Rondônia 2005-2013 web site jornalístico - todos os direitos reservados
Editor responsável: Rubens Coutinho/ Registro Profissional 192 DRT/RO
Redação e administração: Avenida Calama com Lauro Sodré, 1118 - Salas 305 e 306 - Bairro Olaria - Porto Velho, Rondônia - CEP 76801-276 MSN/e-mail: tudorondonia@gmail.com