11/12/2013 - 18h12min - Atualizado em 11/12/2013 - 18h12min

TCE responde consulta sobre contribuição previdenciária e aposentadoria de servidor

Na decisão, o Tribunal diz que é competência da municipalidade definir, em lei própria, a base de cálculo da contribuição previdenciária .

Em sessão do Pleno, o Tribunal de Contas (TCE-RO) aprovou voto na Consulta-Processo nº 4537/2012, formulada pelo Instituto de Previdência Social dos Servidores Públicos do Município de Machadinho do Oeste, relativamente a questões envolvendo, entre outros tópicos, contribuição previdenciária, aposentadoria, licença, auxílios e adicional de insalubridade.

No voto aprovado, o TCE expõe os questionamentos feitos pelo consulente, respondendo-os de forma condensada em 10 tópicos principais, esclarecendo, inicialmente, que o artigo 4º da Lei Federal nº 10.887/2004 aplica-se somente aos servidores federais. A norma equivalente para servidores municipais e estaduais é a Lei nº 9.717/1998, em seu artigo 1º, inciso X.

Na decisão, o Tribunal diz que é competência da municipalidade definir, em lei própria, a base de cálculo da contribuição previdenciária destinada ao seu regime próprio (RPPS). A lei local que instituir parcela remuneratória deve também dispor se é permanente ou não, se incorporável ou não e quais sofrerão a incidência da contribuição previdenciária.

A decisão plenária ainda esclarece que a aposentadoria dos servidores que ingressaram no serviço público até a data de publicação da Emenda Constitucional nº 41 (31 de dezembro de 2003) será regida por uma das regras constitucionais implementadas no momento de sua concessão e o sistema de cálculo dos proventos se dará com base na última remuneração do cargo efetivo, salvo as concedidas com base no artigo 2º da EC nº 41/03.

Dessa forma, as parcelas incorporadas passam a ser consideradas vantagem pessoal de natureza permanente e a integrar o conceito de remuneração do cargo efetivo, para efeito da incidência da contribuição previdenciária e da aposentadoria. Já as parcelas não incorporadas, de natureza transitória, não fazem parte da remuneração do cargo efetivo e não servem de base para o cálculo dos proventos.

Por outro lado, a aposentadoria dos servidores efetivos que ingressaram no serviço público após a publicação da EC 41/03 será regida pelo parágrafo 1º do artigo 40 da Constituição federal, o qual prevê que os proventos serão calculados com base na média aritmética simples das maiores contribuições, correspondente a 80% de todo o período contributivo, contado a partir de julho de 1994.

É possível, por opção do servidor, incluir na base de cálculo da contribuição, parcelas remuneratórias com caráter temporário, fixadas em lei, com a finalidade de aumentar a média das remunerações contributivas, e consequentemente do valor dos proventos. Cabe ao município observar, durante a elaboração dos cálculos dos proventos, os limites previstos na CF, uma vez que o valor apurado não pode exceder a remuneração do servidor no cargo efetivo em que se deu sua aposentadoria.

OUTRAS QUESTÕES
Na decisão, o Pleno também esclarece outras questões, como licença maternidade, auxílios doença e reclusão, adicional de insalubridade, retorno à atividade de servidor.

O voto e o parecer prévio aprovados - que estão disponibilizados no portal do Tribunal de Contas (www.tce.ro.gov.br) - passam a integrar a Consolidação de Entendimentos do TCE, firmando, assim, precedente normativo no âmbito de jurisdição da Corte de Contas rondoniense.

Leia também:

comentários

COMENTÁRIOS


publicidade
RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 27/08/2016 ás 10:22:00

OAB/RO lança ‘Comitê de Combate ao Caixa 2 e à Corrupção Eleitoral’, com a presença de candidatos

A iniciativa visa intensificar a valorização do voto livre e pelo exercício de votar com sentido de responsabilidade social.

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 27/08/2016 ás 10:12:00

TJ apresenta na Fiero sua nova ferramenta de solução de conflitos

‘Resolva Aqui’ é um canal disponibilizado pelo Tribunal de Justiça que reduz o tempo de resolução de conflitos entre empresas e o consumidor.

POLíTICA | matéria escrita em 27/08/2016 ás 10:02:00

Em Linhas Gerais

Gessi Taborda

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 27/08/2016 ás 09:41:00

Vídeo: Mutirão fiscal já passou, mas a dívida pode ser negociada até 31 de outubro

Porém quem não teve tempo de ir ate a Ello eventos, ainda tem chance, pois a negociação das dívidas com o fisco estadual continuará pela internet...

POLíTICA | matéria escrita em 27/08/2016 ás 09:18:00

Cleiton Roque entrega passagens aéreas aos atletas do Kung Fu

O parlamentar lembrou que este é um direito adquirido pelas entidades que estão em dias com suas obrigações estatutárias por isso foi possível ajudar a Federação de Kung Fu novamente.

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 27/08/2016 ás 09:15:00

Justiça do Trabalho em Ariquemes promove campanha para ajudar pacientes com câncer

As doações serão recebidas até 25 de novembro de 2016, no Fórum Trabalhista de Ariquemes...

GERAL | matéria escrita em 27/08/2016 ás 09:12:00

Estudantes de Medicina ensinam à população técnicas de reanimação cardiorespiratória

O evento, gratuito, acontece no Porto Velho Shopping neste sábado,27.

GERAL | matéria escrita em 27/08/2016 ás 09:04:00

Exposição de Peixes do rio Madeira – Últimos dias

A exposição segue até a próxima segunda-feira, dia 29, no horário de funcionamento do Porto Velho Shopping, que é das 10 às 22 horas.

GERAL | matéria escrita em 27/08/2016 ás 08:59:00

Vacinação antirrábica em Porto Velho é neste sábado

Porto Velho das 8h às 17h30.

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 27/08/2016 ás 08:56:00

Novo Desembargador do Trabalho é empossado no TRT da 14ª Região

O ato de posse contou com o ineditismo de ser a primeira posse de um Desembargador por meio eletrônico videoconferência, e com assinatura eletrônica...

POLíTICA | matéria escrita em 27/08/2016 ás 08:52:00

Setor de confecções de Cacoal quer gerar mais empregos

Hoje o setor é responsável por cerca de 800 empregos diretos e quase 2 mil indiretos em Cacoal...

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 26/08/2016 ás 15:04:00

Assembleia e governo estadual não devem legalizar garimpo no rio Madeira, recomendam MPF e MP/RO

Recomendação também é para que Decreto Legislativo nº 66 seja cancelado imediatamente.

POLíTICA | matéria escrita em 26/08/2016 ás 13:56:00

Uma ofensa às favelas

Professor Nazareno

POLíTICA | matéria escrita em 26/08/2016 ás 13:49:00

Capixaba visita obras do Complexo Beira Rio e cobra agilidade na execução

A previsão inicial é de que a obra seja concluída até o final de 2017.

GERAL | matéria escrita em 26/08/2016 ás 13:45:00

Feira da Reforma Agrária está na Portoagro

O horário de funcionamento da feira é de 18h às 21h e o estande de 14h30 às 21h.

publicidade
publicidade
© Tudo Rondônia 2005-2013 web site jornalístico - todos os direitos reservados
Editor responsável: Rubens Coutinho/ Registro Profissional 192 DRT/RO
Redação e administração: Avenida Calama com Lauro Sodré, 1118 - Salas 305 e 306 - Bairro Olaria - Porto Velho, Rondônia - CEP 76801-276 MSN/e-mail: tudorondonia@gmail.com