Atem adere à campanha Fevereiro Roxo e Laranja e promove ação para orientar colaboradores sobre doenças crônicas

Ação do programa Atem Vida e Saúde reuniu especialistas para tirar dúvidas sobre Leucemia, Alzheimer, Lupus e Fibromialgia

Assessoria/Fotos: Caio Biasi / Atem
Publicada em 12 de fevereiro de 2024 às 12:28
Atem adere à campanha Fevereiro Roxo e Laranja e promove ação para orientar colaboradores sobre doenças crônicas

A campanha Fevereiro Roxo e Laranja, que destaca a conscientização sobre doenças crônicas, foi o tema da segunda edição de 2024 do programa Atem Vida e Saúde. Com abertura realizada pelo CEO do Grupo Atem, Fernando Aguiar, o evento reuniu colaboradores para tirar dúvidas sobre o Alzheimer, Lupus, Fibromialgia e Leucemia e ofereceu serviços de aferição de pressão arterial e medição de glicemia.

Realizado com o objetivo de alertar sobre os cuidados com a saúde física e mental, o programa Atem Vida e Saúde promove palestras, rodas de conversa e encontros convidando especialistas para explicar medidas de prevenção. Os temas são definidos a partir do chamado calendário colorido, estabelecido pelo Ministério da Saúde.

“Em janeiro debatemos a saúde mental e, agora, estamos falando de doenças crônicas. Somos uma empresa aberta e preocupada com a saúde e a felicidade dos nossos colaboradores. Não podemos negligenciar a saúde e a mensagem que eu deixo, que é da administração da Atem, é que somos preocupados com o bem-estar dos colaboradores e vamos apoiá-los se enfrentarem qualquer tipo de falta de saúde”, disse Fernando Aguiar.

Para falar sobre as doenças crônicas temas da Campanha Fevereiro Roxo e Laranja foram convidados dois médicos especialistas: a reumatologista Helena Lúcia Alves e o neurocirurgião Silvio Fernandes. O evento também abriu espaço para colaboradores contarem experiências familiares com pessoas que enfrentam doenças que compõem o ciclo debatido na campanha, como Alzheimer.

A psicóloga do Grupo Atem, Tatiana Nogueira, destaca que fevereiro é marcado pela campanha voltada para doenças distintas. O roxo se refere ao Lúpus, Alzheimer e Fibromialgia. “O objetivo é conscientizar a população, bem como, informar  sobre quais práticas podem trazer mais conforto a quem convive com essas condições. Por isso, o diagnóstico correto é essencial para garantir o tratamento adequado e proporcionar bem-estar e qualidade de vida aos indivíduos.”

Ela salienta que a causa das três enfermidades ainda é desconhecida, no entanto, o impacto que elas trazem na vida do paciente é considerável. “Justamente por isso, a campanha é tão importante para ajudar no diagnóstico precoce e reduzir as consequências das doenças”, acrescentou.

Nogueira reforça que a cor Laranja aparece para chamar a atenção da população para a prevenção, diagnóstico e combate à Leucemia, um tipo de câncer bastante frequente em crianças e adolescentes.

“A campanha visa conscientizar e incentivar a doação de medula óssea, tão importante para o tratamento da doença”, disse a psicóloga.

Vivendo com Lúpus Cutâneo há vinte anos, a gerente de negócios Elaine Garcia, 43, também foi convidada para contar a realidade de quem vive com a doença. “Estou muito feliz de estar aqui, dando esse testemunho, e mostrando para as pessoas o quanto é importante se cuidar, ir com frequência ao médico e procurar socorro ao primeiro sinal de que algo não está bem com o seu corpo”, disse.

Mestre em reumatologia pela Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), a médica Lúcia Helena Alves é uma das profissionais de saúde referências no assunto no Amazonas. Na roda de conversa, ela falou sobre as doenças reumáticas e enfatizou a importância de cuidar da saúde, praticar exercícios e também de fazer os check-ups regulares, que podem indicar alterações e ajudar na detecção e início de tratamento dos problemas. 

“As doenças crônicas possuem longa evolução. As doenças reumáticas, a maioria são crônicas, não tem cura, tem controle e tratamento e esse controle leva a uma melhor qualidade de vida. Essa é uma campanha necessária para que as pessoas redobrem os cuidados com a saúde, conheçam os problemas e saibam onde procurar o atendimento médico.”

Já o neurocirurgião Silvio Fernandes abordou sobre a doença de Alzheimer e pontuou a importância da família oferecer suporte para quem enfrenta esse tipo de problema, que tende a se manifestar a partir dos 60 anos. Esclareceu dúvidas sobre remédios para memória, cruzadinhas e os primeiros sinais da doença.

Ele ressaltou que não há eficácia comprovada em remédios para memória, que possam prevenir a doença, e disse também que, mais importante que fazer as famosas palavras cruzadas, um bom exercício ao cérebro é sempre buscar aprender a fazer coisas novas. “Se a pessoa já faz palavras cruzadas há vinte anos, ela não está gerando nenhum circuito novo no cérebro. Então, o mais importante é aprender sempre a fazer coisas novas”, disse.

Primeiro passo para atendimento às doenças do Fevereiro Roxo e Laranja

A consulta médica é o ponto de partida para o diagnóstico das doenças crônicas que englobam a campanha Fevereiro Roxo e Laranja. Na rede pública, o primeiro atendimento pode ser feito em uma Unidade Básica de Saúde (UBS). A partir dos exames médicos, os pacientes são encaminhados para um acompanhamento com médicos especialistas.

Conheça mais sobre as doenças – Lúpus é uma doença autoimune, ou seja, ocorre quando o próprio sistema imunológico de uma pessoa passa a atacar órgãos e tecidos do corpo (como se eles fossem invasores externos). As doenças autoimunes são crônicas, porém o tratamento adequado é indispensável para mantê-las sob controle e reduzir os sintomas.

A fibromialgia é uma síndrome clínica que se manifesta com dor em todo o corpo, principalmente na musculatura. Entre os sintomas estão: fadiga (cansaço), sono não reparador (a pessoa acorda cansada), alterações de memória e atenção, ansiedade, depressão e alterações intestinais. Uma característica da pessoa com fibromialgia é a grande sensibilidade ao toque e à compressão da musculatura pelo examinador ou por outras pessoas.

A doença de Alzheimer ganhou o nome do médico que a descreveu primeiro em 1906, o psiquiatra Alois Alzheimer. Também parte da campanha Fevereiro Roxo, essa doença degenerativa, que atinge principalmente os idosos, apresenta como sintomas principais a falta de coerência na fala e perda de memória.

Já a Leucemia é um tipo de câncer que afeta os glóbulos brancos do sangue, os quais são conhecidos como leucócitos e produzem células doentes na medula óssea. A imunidade do paciente fica prejudicada e, em decorrência disso, aparecem as infecções. Conforme orientação dos especialistas, o diagnóstico precoce e o tratamento adequado são imprescindíveis para aumentar as chances de cura.

Sobre a Atem – O Grupo Atem, com 28 anos de fundação, é composto por diversas empresas no ramo de combustíveis, logística rodoviária e fluvial, construção naval e refino de petróleo, entre outras. O Grupo está presente em 13 estados do Brasil, possuindo, a Distribuidora, mais de 350 postos franqueados, 7 bases de distribuição ativa, 2 bases em construção e milhares de clientes ativos, além de capacidade de movimentação de 9 bilhões de litros de combustíveis por ano.

Comentários

    Seja o primeiro a comentar

Envie seu Comentário

 
Winz

Envie Comentários utilizando sua conta do Facebook

O DIA NA HISTÓRIA 13 DE FEVEREIRO!

O DIA NA HISTÓRIA 13 DE FEVEREIRO!

1976 – O cartório eleitoral agiliza inscrições de novos eleitores, em Guajará-Mirim e Porto Velho, área até Vilhena, devido à eleição deste ano para vereador