CANDIDATO POR ACASO: Confúcio conta, dando gargalhadas, como aconselhou o Coronel Marcos Rocha a sair candidato ao Governo. Ouça gravação

Além de receber a orientação de Confúcio para ser candidato ao Governo, o coronel Marcos Rocha teve sua campanha de segundo turno reforçada por auxiliares do ex-governador, que provavelmente ocuparão cargos numa possível futura administração.

Tudorondonia
Publicada em 11 de October de 2018 às 15:11
CANDIDATO POR ACASO: Confúcio conta, dando gargalhadas, como aconselhou o Coronel Marcos Rocha a sair candidato ao Governo. Ouça gravação

Marcos Rocha (PSL), ao lado do ex-governador Confúcio Moura (MDB)

O ex-governador Confúcio Moura (MDB), que foi eleito senador no último domingo, revelou, em um áudio que circula nas redes sociais, que foi ele quem aconselhou o coronel Marcos Rocha a se lançar candidato a governador.

Em tom descontraído e de incredulidade com a onda Bolsonaro que levou o coronel ao segundo turno das eleições em Rondônia, Confúcio dá boas gargalhadas ao falar como nasceu a candidatura de seu ex-secretário de Justiça. “O Marcos Rocha trabalhou comigo no Governo. Quando ele foi candidatar, falou comigo: ‘me aconselha porque o candidato ao Governo’ é o menino lá de Rolim de Moura, um empresário do café cujo nome me falha a memória. ‘Mas ele resolveu não sair e disse que eu tinha de ser o candidato. Vou sair a federal mas agora vou sair a governador’ porque seu fulano não quis. ‘O que você acha?’. Eu respondi: você tá com vontade, então entra. Vai andando nas ruas, vai dar uma volta no Espaço Alternativo, no Mercado Central, come uma tapioca. Vai andando. Se não der para ir mais longe, fica só aqui em Porto Velho”, diz Confúcio, às gargalhadas.

Além de receber a orientação de Confúcio para ser candidato ao Governo, o coronel Marcos Rocha teve sua campanha de segundo turno reforçada por auxiliares do ex-governador, que provavelmente ocuparão cargos num possível Governo. Desembarcaram na campanha do coronel o ex-chefe da Casa Civil, Emerson castro; o ex-secretário de Saúde, Williames Pimentel; o ex-secretário George Braga, entre outros ocupantes de cargos de primeiro e segundo escalões na administração Confúcio Moura.

OUÇA O DEPOIMENTO DE CONFÚCIO: