Cirone Deiró defende que seja mantida a data de 31 de janeiro para a implantação da nova Placa de Identificação Veicular

“Sou contra a implantação da placa modelo Mercosul, a partir do dia 02 de dezembro”, sentenciou

Edna Okabayashi/Assessoria
Publicada em 29 de novembro de 2019 às 16:42
Cirone Deiró defende que seja mantida a data de 31 de janeiro para a implantação da nova Placa de Identificação Veicular

O deputado Cirone Deiró manifestou preocupação com a decisão do Departamento Estadual de Trânsito-Detran de implantar a nova Placa de Identificação Veicular, modelo do Mercosul, já a partir do dia 02 de dezembro, próxima segunda-feira. O parlamentar relatou que nos últimos dias, ouviu dos empresários do ramo de compra e venda de veículos e segmentos da sociedade relatos que indicam que o Detran não fez uma campanha informativa esclarecendo sobre os novos procedimentos. Cirone explicou que toda a sociedade tinha a informação de que a implantação das novas placas seria efetivada a partir do dia 31 de janeiro de 2020, conforme resolução do Conselho Nacional de Trânsito- CONTRAN. 

O deputado Cirone Deiró explicou que a resolução do CONTRAN que estabeleceu a implantação do modelo de placas do Mercosul para o dia 31 de janeiro, considerou o período pós a grande movimentação de compra e venda de veículos, que antecede o período das férias. “A antecipação do procedimento está sendo adotada sem nenhuma justificativa. Essa decisão de alteração de forma intempestiva nesse processo para a implantação da placa modelo Mercosul vai trazer transtornos aos usuários e prejuízos para o setor de compra e venda de veículos”, alertou.  

De acordo com o parlamentar, a reivindicação dos usuários e empresários do setor de comercialização de veículos é de que a data de 31 de janeiro seja mantida pela Detran.  “Estamos em período de férias, quando à população faz a troca de veículos para viajar. Nesse período os órgãos do governo também têm muitos servidores de férias. Fato que reduz a capacidade de atendimento ao público. Por isso, sou contra a implantação da placa modelo Mercosul, a partir do dia 02 de dezembro”, sentenciou. 

Cirone disse contar com a capacidade de análise do diretor do Detran, coronel Neil Aldrin Faria Gonzaga para reconsiderar essa medida que vai impactar de forma negativa os usuários. “A exemplo do que já fez o presidente da Assembleia, deputado Laerte Gomes, eu também estou apelando ao bom senso do diretor do Detran para manter a data do dia 31 de janeiro de 2020 para a implantação das placas do modelo do Mercosul”, declarou. 

Em contato com o diretor do DETRAN Coronel Gonzaga relatei as dificuldades que a decisão em adotar as placas modelo Mercosul vão prazer para a sociedade rondoniense. “Estamos em período de férias, quando à população faz a troca de veículos para viajar. Nesse período os órgãos do governo também têm muitos servidores de férias. Fato que reduz a capacidade de atendimento ao público. Por isso, sou contra a implantação da placa modelo Mercosul, a partir do dia 02 de dezembro”, sentenciou.

Envie seu Comentário

 

Comentários

    Seja o primeiro a comentar

Envie Comentários utilizando sua conta do Facebook