Com 102 mortes, chikungunya tem letalidade maior que dengue no Brasil

Informação foi divulgada pelo Ministério da Saúde

Fonte: Paula Laboissière – Repórter da Agência Brasil - Brasília/Foto: © Reuters/Paulo Whitaker/Dir - Publicada em 14 de maio de 2024 às 15:22

Com 102 mortes, chikungunya tem letalidade maior que dengue no Brasil

Pelo menos 102 pessoas morreram após serem infectadas pelo vírus Chikungunya no Brasil em 2024. Há ainda 106 óbitos em investigação. Os números foram divulgados nesta terça-feira (14) pelo Ministério da Saúde. A secretária de Vigilância em Saúde e Ambiente da pasta, Ethel Maciel, alertou que a doença registra, neste momento, maior letalidade mesmo quando comparada à dengue.

“Temos 182.873 casos prováveis de chikungunya. Bastantes casos. Temos 102 óbitos confirmados e 106 em investigação. Uma letalidade de 0,06 [para cada 100 mil habitantes]. É importante falar isso porque há uma tendência de se dizer que a chikungunya tem uma letalidade menor que a da dengue e não é isso que os dados estão mostrando neste momento”, disse. A letalidade da dengue no Brasil, de acordo com o boletim mais recente, é de 0,05 óbito para cada 100 mil habitantes.

“A gente precisa chamar a atenção também para o cuidado com chikungunya que, além de sequelas importantes que temos verificado nas pessoas, ela também tem uma letalidade que é, neste momento, maior que a da dengue. Não são os números absolutos, mas a letalidade, a relação entre aqueles que adoecem e aqueles que morrem. É preciso prestar também muita atenção na chikungunya.”

O vírus Chikungunya é transmitido pelo mosquito Aedes aedypti, que também é vetor da dengue e da zika. 

https://agenciabrasil.ebc.com.br/saude/noticia/2024-05/com-102-mortes-chikungunya-tem-letalidade-maior-que-dengue-no-brasil

Com 102 mortes, chikungunya tem letalidade maior que dengue no Brasil

Informação foi divulgada pelo Ministério da Saúde

Paula Laboissière – Repórter da Agência Brasil - Brasília/Foto: © Reuters/Paulo Whitaker/Dir
Publicada em 14 de maio de 2024 às 15:22
Com 102 mortes, chikungunya tem letalidade maior que dengue no Brasil

Pelo menos 102 pessoas morreram após serem infectadas pelo vírus Chikungunya no Brasil em 2024. Há ainda 106 óbitos em investigação. Os números foram divulgados nesta terça-feira (14) pelo Ministério da Saúde. A secretária de Vigilância em Saúde e Ambiente da pasta, Ethel Maciel, alertou que a doença registra, neste momento, maior letalidade mesmo quando comparada à dengue.

“Temos 182.873 casos prováveis de chikungunya. Bastantes casos. Temos 102 óbitos confirmados e 106 em investigação. Uma letalidade de 0,06 [para cada 100 mil habitantes]. É importante falar isso porque há uma tendência de se dizer que a chikungunya tem uma letalidade menor que a da dengue e não é isso que os dados estão mostrando neste momento”, disse. A letalidade da dengue no Brasil, de acordo com o boletim mais recente, é de 0,05 óbito para cada 100 mil habitantes.

“A gente precisa chamar a atenção também para o cuidado com chikungunya que, além de sequelas importantes que temos verificado nas pessoas, ela também tem uma letalidade que é, neste momento, maior que a da dengue. Não são os números absolutos, mas a letalidade, a relação entre aqueles que adoecem e aqueles que morrem. É preciso prestar também muita atenção na chikungunya.”

O vírus Chikungunya é transmitido pelo mosquito Aedes aedypti, que também é vetor da dengue e da zika. 

https://agenciabrasil.ebc.com.br/saude/noticia/2024-05/com-102-mortes-chikungunya-tem-letalidade-maior-que-dengue-no-brasil

Comentários

    Seja o primeiro a comentar

Envie seu Comentário

 
Winz

Envie Comentários utilizando sua conta do Facebook

O MENINO E O RATO

O MENINO E O RATO

Como era criado com o conceito de amor aos animais, não viu, nos seus seis anos de idade, perigo naquele bicho, mesmo porque não lembrava de já ter visto algum antes