Conselho Pleno da OAB é contrário às candidaturas avulsas e quer ingressar em ação

A presidente da Comissão Especial de Estudo da Reforma Política, Luciana Nepomuceno, ressaltou que a decisão ratifica a posição sólida do Pleno sobre o tema

OAB - Conselho Federal
Publicada em 08 de outubro de 2019 às 11:41
Conselho Pleno da OAB é contrário às candidaturas avulsas e quer ingressar em ação

O Conselho Pleno da OAB decidiu que a entidade deve requerer o ingresso, como amicus curiae, na ação que tramita no Supremo Tribunal Federal (STF) sobre a possibilidade de candidatos sem filiação partidária concorrerem a cargos políticos eletivos. A decisão foi tomada na sessão desta segunda-feira (7). 

A presidente da Comissão Especial de Estudo da Reforma Política, Luciana Nepomuceno, ressaltou que a decisão ratifica a posição sólida do Pleno sobre o tema. “Os conselheiros entenderam que a exigência constitucional de filiação a um partido político para qualquer cidadão que queira se candidatar deve ser cumprida. O Conselho Pleno vai requerer o ingresso nos autos do recurso extraordinário que versa sobre o tema”, apontou. 

Para ela, a falta de filiação geraria incerteza dos eleitores, como por exemplo na forma de posicionamento dos políticos. “Como votariam? Quais blocos legislativos eles comporiam? Negociariam diretamente com o Poder Executivo?”, indagou.  

Nepomuceno também lembrou que, nas audiências públicas que a comissão tem realizado nas seccionais da OAB sobre o tema, a maioria dos presentes se mostra contrário às candidaturas independentes. “Vejo as pessoas mostrando adesão à opção do nosso constituinte”, completou. 

Envie seu Comentário

 

Comentários

    Seja o primeiro a comentar

Envie Comentários utilizando sua conta do Facebook