Deputado Anderson volta cobrar SESAU e Governo sobre falta de EPIs no João Paulo II

Denúncias são dos próprios servidores, que trabalham na linha de frente do contagio da COVID19 e de outras patologias

Assessoria
Publicada em 30 de junho de 2020 às 22:25
Deputado Anderson volta cobrar SESAU e Governo sobre falta de EPIs no João Paulo II

Durante sessão ordinária desta terça-feira (30), o deputado estadual Anderson Pereira (PROS),voltou a cobrar solução da Secretaria de Estado da Saúde (SESAU), quanto a sérias denúncias que vem recebendo sobre falta de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs), que está ocorrendo no hospital João Paulo II em Porto Velho e possivelmente em outras unidades de saúde.

Anderson Pereira reforçou que as denúncias são dos próprios servidores, que trabalham na linha de frente do contagio da COVID19 e de outras patologias. Os relatos dão conta, que os trabalhadores utilizam equipamentos não apropriados, com menor poder de evitar uma possível contaminação. Em alguns casos, há improvisos de filtros em respiradores e outras situações que podem piorar a saúde de pacientes. 

O deputado quer que a SESAU se posicione sobre o caso da forma mais urgente possível, pois é grande o número de servidores do setor que contraíram o coronavírus, foram infectados, tendo alguns perdidos até a vida por conta da grave doença.

“Os pacientes necessitam de atendimento seguro e eficiente e isso se inicia pelos profissionais, que devem estar de forma adequada no desempenho das funções, para não contaminar e nem serem contaminados. Secretário, precisamos de uma solução para essa problemática, pois pode estar acontecendo em outras unidades, agilize, para evitar mais contaminações entre a classe, o que poderia gerar um colapso”, ressaltou o deputado. 

O caso já havia sido comunicado e cobrado por meio de oficio, porém as reclamações perduram devido a carência dos equipamentos.

LUTO

Enlutado pela perda de mais um amigo, o deputado Anderson Pereira comunicou o falecimento do Senhor Jorge Gorayeb, pai do companheiro de trabalho Jorgito Gorayeb, policial penal, que trabalham juntos desde que foi presidente do Sindicato dos Agentes Penitenciários. 

“É uma perda muito grande, mas a nossa vontade não é a vontade de Deus, momento difícil, triste, mas que o coração de todos possa ser confortado” finalizou o deputado.

O senhor Jorge Gorayeb teve a vida interrompida aos 71 anos, decorrente de graves problemas de saúde, após vencer a COVID19.

Envie seu Comentário

 

Comentários

    Seja o primeiro a comentar

Envie Comentários utilizando sua conta do Facebook