Especialista em saúde dá dicas para evitar doenças respiratórias durante o clima seco

Combate às queimadas tem importante papel durante o período de estiagem

Renata Beccária Foto: Saul Ribeiro
Publicada em 03 de agosto de 2022 às 11:35
Especialista em saúde dá dicas para evitar doenças respiratórias durante o clima seco

Especialista fala da alta de casos de doenças respiratórias em outras faixas etárias

Cerca de 170 denúncias de focos de queimada já foram fiscalizadas pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Sema) nos dois últimos meses. Os dados reforçam o alerta dos especialistas em saúde para alguns cuidados específicos com o organismo.

A médica de família e comunidade, Celma Calixto, que atende no Centro de Especialidades Médicas (CEM) de Porto Velho, explica que, após a pandemia da covid-19, houve um aumento na demanda de atendimentos médicos durante o período seco, muito devido às sequelas da doença em alguns pacientes.

“Além das pessoas com predisposição a doenças respiratórias, a covid-19 trouxe outra linha de público que passou a buscar atendimento devido às manifestações respiratórias agravadas neste período seco. Aumentam o número de consultas e internações, causando superlotação da rede pública de saúde. Antigamente, eram crianças e idosos, hoje a demanda aumentou em outras faixas etárias”, detalhou a médica.

Para a especialista, um passo importante para a saúde é a população se conscientizar sobre a prática criminosa das queimadas.

Celma Calixto, médica de família e comunidade do município Celma Calixto, médica de família e comunidade do município

“Temos que evitar as queimadas, tanto as domésticas quanto as rurais, pois a exposição à fumaça da queimada de biomassa é prejudicial. ​U​ma dica é usar, se possível, umidificadores, bacia com água ou um pano úmido nos ambientes. É importante também não deixar de usar máscara, uma vez que ela é importante na filtragem de poeiras que agridem a mucosa respiratória”, disse a médica ao listar a asma, Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica (DPOC), bronquiolite, bronquite, pneumonias e vírus respiratórios como as doenças mais comuns desse período do ano.

Em caso de sintomas leves, a recomendação é para que o paciente busque as Unidades Básicas de Saúde (UBS) e em casos mais graves, como insuficiência respiratória, a orientação é procurar as Unidades de Pronto Atendimento (Upas).

DENÚNCIAS

As ocorrências de queimadas podem ser registradas na Sema, através dos telefones 0800-647-1320 e 69 98423-4092 (WhatsApp). Neste último podem ser encaminhadas fotografias e vídeos das ocorrências.

Envie seu Comentário

 

Comentários

    Seja o primeiro a comentar

Envie Comentários utilizando sua conta do Facebook