Home Broker: tire suas dúvidas sobre a ferramenta para investir em ações

Aqui, vamos tirar todas as suas dúvidas sobre esta ferramenta

Lucas Silva
Publicada em 13 de fevereiro de 2020 às 15:44
Home Broker: tire suas dúvidas sobre a ferramenta para investir em ações

Está pensando em investir na Bolsa de Valores? Então, provavelmente você precisará escolher um Home Broker. Ter uma casa de análises para realizar investimentos e negociar ativos é fundamental para iniciar sua trajetória de investimentos na bolsa. Aqui, vamos tirar todas as suas dúvidas sobre esta ferramenta. 

Por meio de um home broker, você consegue negociar ativos de qualquer lugar do mundo. Para isso, basta ter um computador com acesso à internet e tempo para negociar. Utilizar esta ferramenta é uma premissa básica para começar a investir no mercado de ações. 

Atualmente, quase 1 milhão de brasileiros já investem na Bolsa de Valores através de um home broker. O número ainda é pequeno se compararmos com os Estados Unidos, onde mais da metade da população opera um home broker, mas o Brasil está em um ritmo forte de crescimento. 

O que é um Home Broker?

Traduzindo a expressão para o português, home broker significa algo como “corretor residencial”. Essa ferramenta é uma plataforma de investimento quer permite que você negocie ações e ativos através da internet com segurança e estabilidade. 

Dependendo da corretora escolhida, você pode acessar o seu home broker até mesmo pelo seu smartphone ou tablet. O uso dessa ferramenta ajudou a popularizar o investimento na Bolsa de Valores, fazendo com que pessoas comuns possam investir na compra e venda de ações e ativos pela internet. 

Antigamente, os investimentos na Bolsa eram feitos através das “mesas de operações”. O investidor precisa de intermediário direto para comprar e vender suas ações. Como ainda não é possível investir diretamente na Bolsa, ou seja, é preciso ter um intermediário, as corretoras de valores decidiram facilitar a vida dos investidores. 

Muitas corretoras conhecidas no mercado nacional já possuem seus próprios sistemas Home Broker. Nas plataformas, seus clientes podem comprar e vender ações e ativos pela internet. A diferença para o modelo anterior é que eles possuem mais autonomia, basta escolher entre os métodos de negociações disponíveis.

Como operar um home broker? 

De início, você deve criar uma conta em uma corretora de valores. A partir disso, você pode começar a investir na Bolsa de Valores através do home broker da corretora. O primeiro passo é escolher os seus primeiros ativos. Para isso, estude bastante todas as possibilidades, antes de escolher as suas primeiras ações. 

O segundo passo é montar uma estratégia de negociação, assim você pode saber em quais ativos deve arriscar e quais ações você precisa fazer para ter um bom lucro com os investimentos. Na Bolsa, você está investindo em fundos de renda variável, o que aumenta os riscos, por isso definir uma estratégia é bem importante para a sua atuação. 

Para começar seus investimentos, você precisa comprar e vender ações. E para isso, você deve gerar as chamadas “boletas”. A boleta é uma ordem de compra, que você deve usar quando for comprar e quando for vender suas ações. As boletas são enviadas para o sistema da bolsa para serem executadas. 

Quais são as principais funcionalidades do Home Broker? 

Cada corretora de valores possui home brokers com as suas próprias características, a maioria tem funções e recursos próprios. Porém, existem funcionalidades básicas que são comuns para qualquer um destes sismteas, como por exemplo:

  • Cotação em tempo real: os sistemas de home broker permitem o acompanhamento das cotações de suas ações e ativos em tempo real. Assim, você tem total controle sobre os valores e pode definir o melhor momento para compra e venda das ações. 

  • Compra e venda de ações com agilidade: esta é a principal vantagem de um home broker. Através destas plataformas, investidores conseguem realizar o processo de compra e venda de ações pela internet em poucos minutos. 

  • Monitoramento de boletas: o investidor pode acompanhar em tempo real, todos os seus pedidos de compra e venda de ações para saber se eles já foram executados ou não.

  • Visão geral de seus investimentos: estas plataformas também permitem que os investidores possam ter uma visão geral de seus investimentos. Pelo home broker, eles conseguem acompanhar o andamento da sua carteira de ações e o seu saldo financeiro. 

Quais são os riscos de investir através de um home broker? 

Toda plataforma de investimento possui seus riscos. Por isso, antes de começar a investir na Bolsa é preciso que você estude sobre home brokers para ter uma ideia dos cuidados que você precisa tomar. 

Se você conhece pouco o ambiente da Bolsa de Valores, a dica é não investir em ações, antes de estudar bastante sobre o assunto. O investimento em renda variável possui mais riscos do que os investimentos em renda fixa, ou seja, a chance de você perder dinheiro aqui é bem maior. 

Para investir através do Home Broker, você realmente precisa conhecer o mercado de ações e as suas ferramentas. Existem diversos conceitos, técnicas e estratégias utilizados por investidores e que você pode usar após conhecer bastante sobre o assunto. 

Diferente da mesa de operações, você não tem um intermediário e não conta com um consultor financeiro. Pelo home broker, vocês mesmo gerencia suas operações, por isso saber o que está fazendo é extremamente importante. 

Outro ponto que se deve prestar atenção é na escolha da corretora de valores. Pesquise bastante estas empresas e veja quais possuem a melhor reputação e prezam pela segurança dos seus dados e das operações. É fundamental ter a segurança de estar investindo com uma empresa que seja referência no mercado financeiro. 

Envie seu Comentário

 

Comentários

    Seja o primeiro a comentar

Envie Comentários utilizando sua conta do Facebook