Homem que matou outro a facadas na área rural se apresenta na polícia, presta depoimento e é liberado

Testemunha esfaqueada desmentiu versão apresentada pelo acusado

Da redação/Folha do Sul/Foto ilustrativa
Publicada em 29 de novembro de 2019 às 12:16
Homem que matou outro a facadas na área rural se apresenta na polícia, presta depoimento e é liberado

Apresentou-se na segunda-feira, 25, na Unisp de Vilhena, dois dias após assassinar um homem a facadas, na área rural de Chupinguaia, o homem de 40 anos, identificado como Edivaldo Pereira Xavier. Após ser ouvido, foi liberado, uma vez que havia escapado do flagrante e não havia mandado de prisão contra ele (relembre o caso).
 
Segundo a versão apresentada pelo autor do crime, ele teria discutido com a vítima, Valmir Alves, 35 anos, porque ele estava sobre a mesa de sinuca, atrapalhando uma partida. Valmir alegou que desferiu a facada certeira porque teria sido segurado pelo outro, que não estava armado.
 
O homem de 28 anos, que também foi esfaqueado ao tentar evitar a tragédia, foi ouvido na condição de testemunhas e desmentiu a versão apresentada pelo acusado.
 
Edivaldo, que teria fugido após cometer o assassinato, levando o filho na garupa da moto, foi indiciado pelo crime, que continua sendo investigado pela Delegacia de Homicídios de Vilhena.

Envie seu Comentário

 

Comentários

    Seja o primeiro a comentar

Envie Comentários utilizando sua conta do Facebook