Ministério Público de Rondônia deflagra Operação 'BOI GORDO'

Foi cumprido mandado de busca e apreensão no gabinete do vice-prefeito de Porto Velho, Edgar Nilo Tonial, o Edgar do Boi, denunciado por um dos delatores envolvidos em esquema de corrupção para abater dívida junto à Receita Estadual em troca de propina

Com informações do MP/RO
Publicada em 03 de dezembro de 2019 às 10:36
Ministério Público de Rondônia deflagra Operação 'BOI GORDO'

O Ministério Público do Estado de Rondônia, por meio do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (GAECO), com apoio da Polícia Civil, deflagrou na manhã desta terça-feira (3/12), a Operação denominada “BOI GORDO”, destinada a investigar esquema de organização criminosa, envolvendo a prática de crimes contra a administração pública, a exemplo de crimes de corrupção, ativa e passiva, falsidades ideológica e documental, dentre outros, em desfavor do Erário Estadual.

Foi cumprido mandado de busca e apreensão no gabinete do vice-prefeito de Porto Velho, Edgar Nilo Tonial, o Edgar do Boi, denunciado por um dos delatores envolvidos em esquema de corrupção para abater dívida junto à Receita Estadual em troca de propina. 

Por meio de conteúdo probatório aportado junto ao Ministério Público Estadual, revelou-se estrutura criminosa no Estado, envolvendo empresários do ramo de Frigoríficos e servidores públicos, a qual, durante anos, impediu fiscalizações do ICMS, e, assim, possibilitou a sonegação expressiva deste imposto, mediante pagamento de milhões de reais à título de propina.

Foram  cumpridos medidas de busca e apreensão nos Municípios de Ariquemes e Porto Velho.

SAIBA MAIS

O vice-prefeito de Porto Velho, Edgar Nilo Tonial, vulgo  Edgar do Boi,  presidente regional do PSDC em Rondônia, recebeu cerca de 3 milhões de reais para, de alguma maneira, impedir qualquer fiscalização nos frigoríficos da empresa JBS /Friboi.

Um delator da JBS Friboi, em depoimento à Justiça, entregou Edgar do Boi. Disse que Edgar recebeu cerca de 3 milhões de reais para impedir a fiscalização de frigoríficos. No período em que do Boi recebeu a propina, a JBS não foi incomodada.

Valdir Aparecido Gomes,executivo da JBS/ Friboi, depondo na sede da Procuradoria Geral da República, em Brasília, revelou que se reuniu na sede do PSDC em Porto Velho com Edgar do Boi e os contadores Nilton Amaral, da Guaporé Carnes, e Clodoaldo Andrade, do escritório Rio Madeira Contabilidade, secretário geral do PSDC.

Envie seu Comentário

 

Comentários

  • 1
    image
    Henry 04/12/2019

    Só agora MP? Essa denúncia veio à tona logo no começo do Mandato do vice-prefeito, inclusive em rede nacional. Ilustres promotores, quanta lentidão.

Envie Comentários utilizando sua conta do Facebook

Prêmio estadual

Prêmio estadual

O prêmio é uma iniciativa do SEBRAE e tem por objetivo estimular as políticas públicas voltadas para o tratamento diferenciado às empresas de micro e pequeno portes, inclusive nas compras públicas