OABRO credencia 43 novos advogados; solenidade destaca importância da ética para os novos profissionais

A oradora da turma, Andressa de Sousa Aguiar Coimbra Ribeiro, emocionou-se em seu discurso e destacou a superação, os desafios e as dificuldades na jornada até aquele momento

Ascom OAB/RO
Publicada em 20 de novembro de 2023 às 18:36
OABRO credencia 43 novos advogados; solenidade destaca importância da ética para os novos profissionais

Na última sexta-feira (17/11), a Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional Rondônia credenciou mais 43 novos advogados para o exercício da profissão. A solenidade reuniu profissionais da advocacia, amigos, familiares e teve como paraninfo o desembargador Roosevelt Queiroz Costa.

A oradora da turma, Andressa de Sousa Aguiar Coimbra Ribeiro, emocionou-se em seu discurso e destacou a superação, os desafios e as dificuldades na jornada até aquele momento. “Quando não tínhamos ânimo para ler um artigo sequer, imaginávamos o dia que iriamos pegar nossa vermelhinha. Foi com esta determinação que encontramos ânimo para retornar os estudos, tendo fé que estaríamos aqui”, disse.

Oriundo de uma de infância pobre, antes de ser magistrado, o desembargador Roosevelt Queiroz foi engraxate, plantador de hortaliças, jornaleiro, servente de pedreiro, pedreiro, carpinteiro, comerciário e arrimo de família, até alcançar o cargo de oficial de justiça, advogado, juiz, desembargador. Também foi presidente do Tribunal de Justiça, é atualmente o decano e atual professor da Universidade Federal de Rondônia (Unir). Em seu discurso, destacou que “o advogado é o intérprete da Lei; e a Lei é o Direito; e o Direito é o instrumento pelo qual as desigualdades se igualam.” Ele ainda frisou que “advogado é a luz na vida daqueles que precisam, sendo profissão que exige vocação e dedicação contínua”.

Já o presidente Márcio Nogueira destacou que o advogado precisa ser ousado, agir com resolutividade, mesmo diante de situações incertas. Essa audácia é o fruto da persistência diante do desconhecido. “Ter coragem significa avançar mesmo quando assolado pelo medo, manter-se firme diante das dúvidas. Na prática da advocacia, cada indivíduo desempenha um papel único na busca pela justiça. Na advocacia, a ética não é apenas uma escolha, mas sim a essência que molda a integridade do sistema de Justiça, sustentando a confiança da sociedade e a credibilidade dos profissionais do direito.”

Histórias de superação

Entre os novos profissionais da advocacia rondoniense, Adria Hanna da Silva. Ela enfrentou desafios em diferentes esferas de sua vida, desde uma gravidez e complicações de saúde, perseguições no ambiente de trabalho, até o luto de sua avó. “Minha avó teve um AVC e permaneceu internada por umas duas semanas, após voltar para casa em processo de recuperação, eu passei na primeira fase da Ordem, no outro dia, ela morreu. Cheguei a duvidar da minha capacidade, mas me apeguei na confiança que ela tinha em mim, e hoje estou aqui”, comemora.

Já Edilayne dos Santos Muniz Barros cursou até o 7º período de engenharia, mas desistiu para seguir o sonho da advocacia. Porém, quando estava no terceiro período veio a primeira gravidez, e no 9º período veio a segunda. “Na minha primeira gestação, quando cheguei no 7° mês de gravidez me deu início de pré-eclâmpsia, tive parada cardíaca, hemorragia internada e outras complicações, meu filho ficou na UTI e nesse período, como não podia ficar com ele, no período de resguardo, continuei indo para faculdade. Uns chamaram de loucura, mas eu sempre chamei de fé. Na segunda gestação, eu tive minha filha no 9º período e colei grau ainda de resguardo.”

Edylaine Barros, comenta ainda de outras dificuldades enfrentadas nos exames da Ordem, incluindo reprovações, pagamento errado de boleto e complicações durante a prova. Ela persistiu, fez a repescagem e finalmente recebeu a notícia da aprovação no 38° exame.

Além do presidente da OABRO, Márcio Nogueira, estiveram presentes no evento secretária-geral, Aline Silva; presidente Comissão Especial de Gestão, Empreendedorismo e Inovação, João Bosco Machado de Miranda; a presidente da Jovem Advocacia, Vitória Jeovana; presidente da Comissão de Acolhimento à Jovem Advocacia, Eliel Soeiro; membra da Comissão da Igualdade Racial e Verdade da Escravidão Negra, Luciane Lima Costa e Silva Pinto; a vice-presidente da Caixa de Assistência dos Advogados de Rondônia (CAARO), Glória Chris Gordon; e o desembargador do Tribunal de Justiça, Roosevelt Queiroz Costa

Comentários

    Seja o primeiro a comentar

Envie seu Comentário

 
Winz

Envie Comentários utilizando sua conta do Facebook