Polícia prende grupo suspeito de praticar assaltos

Policiais militares do 5°BPM desarticularam uma suposta quadrilha envolvida com roubos em residências e nos comércios de Porto Velho.

Da reportagem do Tudorondonia
Publicada em 13 de abril de 2017 às 08:46
Polícia prende grupo  suspeito de praticar assaltos

Porto Velho, Rondônia - Policiais militares do 5°BPM desarticularam uma suposta quadrilha envolvida com roubos em residências e nos comércios de Porto Velho. Os presos foram identificados  como Adriano. M. S (23), Angelsandro  P. (35), Douglas. J. X (23), Danilo. F. S. B (20), Lucy. O. E. (31), Sabrina. P. S. (21) e uma adolescente de 17 anos. Com eles os policiais localizaram dois revólveres municiados e drogas. Também  apreenderam um carro que, segundo a polícia,  era usado para prática dos crimes. De acordo com o informações do sargento Trifiates,  comandante do setor 13 do 5°BPM, eles receberam uma denúncia dando conta de que uma vitima de roubo estava seguindo os suspeitos. O núcleo de inteligência da PM passou a acompanhar o carro modelo Ford Fiesta, de cor branca,  ocupado por vários suspeitosque. Eles  poderiam estar armados após tentarem fazer um  roubo no bairro Aponiã. 

Na Avenida Daniela com José Vieira Caúla , no Bairro Igarapé, os suspeitos foram abordados e durante revista pessoal em quatro homens e uma adolescente, nada foi encontrado, porém no interior do carro foram localizados  um revólver calibre 38 com seis munições intactas.

Questionados se eles fizeram algum roubo, todos negaram qualquer participação em assaltos. Durante um trabalho de investigação , os policiais foram até o apartamento localizado no beco da Alba,  no bairro Cuniã, que pertence a um deles. No local foram encontradas , foi encontradas outras duas suspeitas: a dona do carro e a mulher de um dos presos.

Durante buscas pelo interior do apartamento , foi localizado outro revólver calibre 38 municiado e  maconha. Segundoo sargento, foi feita pesquisa nominal dos elementos e constatou-se que  Douglas tem um mandado de prisão em aberto em seu desfavor e  Adriano estava  foragido da Colônia Agrícola Penal já há  alguns meses. 

A polícia investiga se o grupo  pode ter feito vários roubos em residências e nos comércios da cidade e se  os revólveres encontrados podem ser de vigilantes que sofreram roubos nos últimos meses. A  numeração das armas foi raspada, mas os revólveres  tem as mesmas características das armas roubadas.

Diante dos fatos,  eles foram conduzidos para Central de Flagrantes,  onde foi feito o registro de ocorrência pelos crimes de porte ilegal de arma de fogo, tráfico de drogas e recaptura de foragido da justiça.    

Envie seu Comentário

 

Comentários

    Seja o primeiro a comentar

Envie Comentários utilizando sua conta do Facebook