Sindicato homenageia policial penal que morreu no domingo vítima da covid-19

A imagem que vamos guardar de você é essa, desse sorriso marcante, e da alegria que contagiava a quem estivesse por perto

Lucas Tatui
Publicada em 01 de março de 2021 às 14:37
Sindicato homenageia policial penal que morreu no domingo vítima da covid-19

Você era assim, divertida, brincalhona, não perdia uma boa piada por nada! E também era séria, responsável, dedicada ao trabalho e comprometida com o dever. Gostava muito de fazer ronda no presídio com os colegas, e fazia a diferença sempre! Tornando a rotina tensa, mais leve e agradável.

"Com a Ale, não tinha tempo ruim. Ela era uma pessoa muito positiva e distribuía alegria. Só não podia faltar o café dela! Ela gostava bastante de café", lembrou uma colega que trabalhou com a policial penal Alessandra Suelen da Silva no presídio Panda, em Porto Velho.

Alessandra foi mais uma vítima da Covid-19. Morreu neste domingo (28) após quase 30 dias lutando pela vida. Mas, infelizmente, não resistiu e descansou em paz.

Tinha apenas 37 anos e uma vida longa pela frente, mas soube aproveitar sua existência com intensidade.

Tomou posse no sistema penitenciário estadual em 2014. Nesses seis anos, conquistou muitos amigos. Trabalhou nos presídios Aruana e Panda, e foi uma ativa participante dos movimentos por melhorias para a classe.

Era uma pessoa dedicada à família. Deixa uma filha e o esposo, e muitos amigos, e muita saudades! Mas, também, deixa os exemplos bons que vamos guardar pra sempre!

Alessandra nos ensinou que viver vale a pena, e que é possível enfrentar dificuldades sem perder a alegria de viver.

Essa é uma homenagem do Sindicato dos Policiais Penais e Agentes de Segurança Socioeducativos de Rondônia (Singeperon) em nome de todos os colegas.

Que Deus conforte os familiares e amigos.

Envie seu Comentário

 

Comentários

    Seja o primeiro a comentar

Envie Comentários utilizando sua conta do Facebook