TJRO: Novo sistema judicial eletrônico será implantado nas varas criminais

A chamada prova de conceito será feita durante 3 meses.

Assessoria de Comunicação Institucional
Publicada em 09 de maio de 2018 às 09:00
TJRO: Novo sistema judicial eletrônico será implantado nas varas criminais

Em reunião realizada nesta segunda-feira, à tarde com todos os juízes criminais da capital, o presidente do Tribunal de Justiça de Rondônia, desembargador Walter Waltenberg, apresentou o cronograma de implantação do SAJ, novo sistema eletrônico de processos, que o Judiciário rondoniense deverá implantar como base para o Estado Digital, concepção que integrará todos os órgãos do sistema judiciário como Ministério Público, Defensoria Pública, OAB e delegacias de Polícia.

Ao longo de três meses, será feita a prova de conceito (POC) em 11 varas criminais (1º grau) de Porto Velho e nas duas câmaras criminais (2º grau), uma espécie de piloto, que identificará necessidades, preparará bancos de dados, organizará fluxos e desenhará eletronicamente todo o trâmite processual de uma área que hoje ainda é física.

"Temos feito o necessário para trazer um sistema moderno e eficiente que proporcionará mais agilidade e melhor prestação jurisdicional ao usuário, e o SAJ representa a resposta para esses anseios", defendeu o presidente, que esteve em vários tribunais para verificar o sistema mais adequado para o TJRO.

A escolha por iniciar com a área criminal, que hoje não é contemplada pelo PJe, é pela evidência e apelo social. Além disso, considerada uma área que exige muito dos magistrados pela complexidade dos processos.

Todo o trabalho será acompanhado e conduzido pela Secretaria de Tecnologia da Informação e Comunicação e técnicos da empresa criadora do SAJ. Os magistrados se mostraram abertos e colaborativos com a proposta.

Envie seu Comentário

 

Comentários

    Seja o primeiro a comentar

Envie Comentários utilizando sua conta do Facebook