3º BPM prende homens suspeitos de planejar executar policiais e traficar drogas

Um dos militares que seria supostamente executado compareceu ao quartel de Chupinguaia explicando que um amigo, proprietário de um estabelecimento comercial da cidade, havia escutado a conversa entre os dois rapazes que tinham chegado recentemente de Cacoal.

Com informações da Assessoria do 3º BPM/Jornalista Sandra Belli
Publicada em 06 de janeiro de 2018 às 13:35
 3º BPM prende homens suspeitos de  planejar executar policiais e traficar drogas

Na manhã desta  quinta-feira (04),  Policiais Militares em Chupinguaia, com apoio da guarnição de Novo Plano, Rondônia, conduziram dois homens acusados de tráfico de entorpecentes e que planejar matar policiais.

Ação policial

Um dos militares que seria supostamente executado compareceu ao quartel de Chupinguaia explicando que um amigo, proprietário de um estabelecimento comercial da cidade, havia escutado a conversa entre os dois rapazes que tinham chegado recentemente de Cacoal. Eles diziam ter como objetivo matar policiais,  citando, inclusive, o nome de três deles.

Diante da informação,  as guarnições foram à residência dos suspeitos para o registro da ameaça contra os policiais, porém, ao chegar no local,  os militares sentiram cheiro forte de maconha. Os suspeitos manipulavam cerca de 50 gramas da droga.

Diante da situação, os policiais iniciaram revista minuciosa e encontraram,  entre as frestas das paredes e dentro de tijolos do alicerce, na porta da casa, seis invólucros com cerca de 30 a 50 gramas a unidade.

Segundo a polícia, questionados sobre o entorpecente, afirmaram comercializá-lo, inclusive um dos invólucros estava triturado e pronto para ser embalado. Continham três invólucros de substância aparentando  ser pasta base de cocaína e quatro invólucros de substância aparentando ser  maconha. A polícia afirma que também foram localizados uma carteira de identidade e um cartão magnético da Caixa Econômica em nome de um usuário que havia deixado penhorado na boca.

Diante da situação foi dada voz de prisão aos envolvidos e apreendidos aproximadamente 100 gramas de substância aparentando ser  pasta base de cocaína e aproximadamente 150 gramas de substância análoga a maconha,  R$ 319,25 em espécie, documentos dos suspeitos , um celular, um cartão magnético  em nome de um usuário, um cartão magnético em nome de uma pessoa do sexo feminino e um CPF em nome de uma pessoa do sexo masculino.

Os envolvidos foram conduzidos e apresentados para o delegado de plantão na Unidade Integrada de Segurança Pública (Unisp) em Vilhena.

Envie seu Comentário

 

Comentários

    Seja o primeiro a comentar

Envie Comentários utilizando sua conta do Facebook