Agente penitenciário mata a ex-mulher e a ex-cunhada e depois atira na própria cabeça em escritório de advocacia na capital

Os dois advogados que estavam no local, apavorados, se trancaram no banheiro. Os corpos das mulheres foram encontrados ainda sentados  

Tudorondonia
Publicada em 10 de janeiro de 2020 às 12:31
Agente penitenciário mata a ex-mulher e a ex-cunhada e depois atira na própria cabeça em escritório de advocacia na capital

Porto Velho, Rondônia - No final da manhã desta sexta-feira (10), o agente penitenciário Antônio Pereira de Carvalho, de 68 anos,  chegou em um escritório de advocacia localizado na Avenida Brasília,  no bairro São Cristóvão, região central de Porto Velho, acompanhado da ex- mulher e da ex -cunhada, para tratar do divórcio do casal, tendo a cunhada como testemunha.

O  homem sacou  uma arma,  matou as duas irmãs e atirou na própria cabeça, morrendo na hora. Foram mortas as irmãs Carmelúcia Gava da Silva, 37 anos,  e Márcia Gava da Silva de Carvalho, 38 anos. O agente era ex-marido de Márcia. 

A delegada Leisaloma de Carvalho, da Delegacia Especializada em Crimes Contra a Vida, informou à imprensa que "o homem matou primeiro a ex-cunhada, com quem iniciou uma discussão. Ela estava sentada e levou um tiro. Em seguida ele atirou na ex-esposa e depois na própria cabeça. As mulheres foram encontradas ainda sentadas".

A Polícia Militar foi acionada para atender a ocorrência, trabalhando no início com a hipótese de possível roubo em andamento, mas quando os policiais chegaram,receberam informações de que o homem teria matado a ex- mulher e a ex -cunhada e depois se matado.

Os dois advogados que estavam no local, apavorados, se trancaram no banheiro.  

O local foi preservado e a Perícia Criminal e o rabecão do IML foram acionados.

Matéria atualizada

Envie seu Comentário

 

Comentários

    Seja o primeiro a comentar

Envie Comentários utilizando sua conta do Facebook