Alinhado às recomendações, Vinícius Miguel participa do evento “Rondônia Transparente, Eleição Consciente 2020”

“Fico feliz que nossas propostas, da coligação “Porto Velho em Boas Mãos!”, para a gestão de Porto Velho a partir de 2021, estão alinhadas às recomendações do TCE

Assessoria
Publicada em 29 de outubro de 2020 às 08:56
Alinhado às recomendações, Vinícius Miguel participa do evento “Rondônia Transparente, Eleição Consciente 2020”
Compromissado com uma campanha limpa, transparente e voltada para o bem-estar da população de Porto Velho, o candidato a prefeito pela coligação “Porto Velho em Boas Mãos!”, Vinícius Miguel, fez questão de participar, no início da semana (26), da abertura do evento “Rondônia Transparente, Eleição Consciente 2020”, uma iniciativa do Tribunal de Contas do Estado (TCE-RO), por meio da Escola Superior de Contas e da Secretaria-Geral de Controle Externo, com apoio do Ministério Público de Contas (MPC-RO) e Tribunal Regional Eleitoral (TRE-RO).

O evento, que foi realizado on-line com transmissão ao vivo pelo canal do TCE-RO, buscou promover a transparência dos gastos públicos e incentivar o debate eleitoral sobre os desafios de promover um modelo de gestão eficiente. “São informações, números e indicadores de políticas públicas e oficiais, que visam subsidiar tanto o trabalho dos candidatos e suas equipes no momento de selecionar ações de governo, quanto o debate ainda mais transparente e saudável nesse período eleitoral”, disse o presidente do TCE-RO, conselheiro Paulo Curi.

Com o foco na situação fiscal, investimentos, pessoal e previdência, endividamento, educação, saúde e economia, foi explanado aos participantes um panorama das finanças públicas do executivo municipal de Porto Velho, comparando o período entre 2015 e 2019.

“Essa é uma iniciativa importante para debatermos e contextualizarmos as contas públicas, com a análise da evolução da arrecadação e despesas, o que nos permite um panorama melhor sobre a situação economia de Porto Velho, o que é fundamental para o planejamento de programas e ações. Muitos prometem mundos e fundos sem saber se é possível cumprir. Nós não fazemos promessas mirabolantes, estamos atentos sobre as possiblidades do município”, destacou Vinícius Miguel.

Além de apresentar um panorama de áreas importantes no município de Porto Velho, o Tribunal de Contas fez algumas recomendações para potencializar a superação dos desafios e proporcionar efetividade da gestão dos recursos e políticas públicas.

“Fico feliz que nossas propostas, da coligação “Porto Velho em Boas Mãos!”, para a gestão de Porto Velho a partir de 2021, estão alinhadas às recomendações do TCE. A exemplo, repensar na contratação de servidores; reduzir os gastos e tonar mais eficiente a máquina pública; investir em tecnologia da informação para modernizar a gestão, promover capacitação continua para os servidores, melhorando o atendimento e a qualidade de vida deles; fortalecer os órgãos de controle; corrigir a distorção idade-série dos alunos da rede pública; entre outras medidas importantes para se ter uma gestão de resultados”, informou Vinícius Miguel.

Envie seu Comentário

 

Comentários

    Seja o primeiro a comentar

Envie Comentários utilizando sua conta do Facebook