Aplicativo de consulta médica online é lançado pela Prefeitura de Porto Velho

​​​​​​​Aplicativo “Atende em Casa” (portovelho-atendeemcasa.web.app) pode tirar dúvidas relacionadas às síndromes gripais

Comdecom
Publicada em 09 de junho de 2020 às 13:58
Aplicativo de consulta médica online é lançado pela Prefeitura de Porto Velho

Com a proposta de evitar a circulação desnecessária de pacientes nas unidades de saúde e para que as regras de isolamento social possam ser cumpridas adequadamente, foi lançado nesta terça-feira (9) pela Prefeitura de Porto Velho, o aplicativo “Atende em Casa” (portovelho-atendeemcasa.web.app), ferramenta alternativa para o paciente que deseja ser avaliado ou orientado quanto aos sintomas ou dúvidas gerais relacionadas às síndromes gripais, que podem ser causadas pelo novo coronavírus (Covid-19) ou vírus influenza, por exemplo.

A coordenadora administrativa do call center, Caris Regina, detalhou que através do app é realizado o atendimento e classificação de risco dos pacientes e, se necessário, é realizada vídeo chamada (teleorientação) com enfermeiros ou médicos.“Inicialmente é feita a triagem e avaliação do paciente e só a partir deste ponto ele é direcionado ao serviço mais adequado, sempre com foco principal no bem-estar do paciente e da população”, explicou.

O paciente deve realizar um cadastro simples, com as informações pessoais (nome completo, CPF, idade e telefone), além de responder a um questionário sobre os sintomas que está sentindo. “Após isso, o aplicativo informará se são sintomas leves em que o paciente deverá ficar em casa ou se são sintomas mais graves, que poderá necessitar de atendimentos de urgência”, detalhou Caris.

ACESSO

A plataforma está disponível, inclusive no Play Store, para utilização através de qualquer dispositivo com acesso à internet. De acordo com o gerente da Divisão Regulação, Kaio Henrique Queiroz, cinco profissionais médicos exclusivos e um técnico de suporte atuam na ferramenta fazendo orientação a distância. “Os profissionais estão sendo constantemente capacitados pela Secretaria Municipal de Saúde (Semusa) para melhor atender aos pacientes por meio digital”. Ele acrescenta que, ”a partir de agora o paciente tem duas alternativas, ligar no call center (0800-647-5225) ou pelo app”.

TREINAMENTO

Foram realizados dois treinamentos com os profissionais envolvidos na aplicação. As informações foram repassadas pela equipe responsável pela implementação do “Atende em Casa”, sob a responsabilidade de Rafael Targino Souza, desenvolvedor e analista de treinamento.

SERVIÇO

O "Atende em Casa - Covid 19", foi desenvolvido com o patrocínio do Centro Universitário Maurício de Nassau (Uninassau), Brainy, Pitang e Fábrica de Negócios. O app funciona das 7h às 19h, de segunda a sexta-feira.

Envie seu Comentário

 

Comentários

    Seja o primeiro a comentar

Envie Comentários utilizando sua conta do Facebook

Resenha Política, por Robson Oliveira

Resenha Política, por Robson Oliveira

Embora membros do executivo estadual esmerem-se em afirmar que a compra do hospital Regina Pacis tenha sido um bom negócio, quem conhece o sistema público de saúde garante que a aquisição foi péssima