Campanha de vacinação contra gripe para grupos prioritários começou hoje (13), em Porto Velho

Imunização segue até o dia 15 de dezembro em todas as unidades de saúde do município

Texto: Luciane Gonçalves Foto: Leandro Morais
Publicada em 13 de novembro de 2023 às 09:56

Imunizante está disponível em todas as unidades de saúde do municípioImunizante está disponível em todas as unidades de saúde do município

Começou hoje (13) em Porto Velho, e toda a Região Norte, a Campanha de Vacinação contra a Influenza, que segue até o dia 15 de dezembro. A Secretaria Municipal de Saúde (Semusa) disponibiliza as doses em todas as unidades de saúde, das 8h às 18h, para grupos prioritários.

Esta é a primeira vez que a campanha contra a gripe é realizada antes do início do inverno amazônico, período em que as chuvas são intensificadas. Uma estratégia utilizada pelo Ministério da Saúde com objetivo de reduzir as complicações, as internações e a mortalidade decorrentes das infecções pelo vírus da influenza na população-alvo.

NOVA DOSE
O indivíduo que já tomou a vacina da gripe esse ano deve receber uma nova dose, “desde que o intervalo entre as duas seja de trinta dias”, explica a coordenadora da Divisão de Imunização, Elizeth Gomes. “É uma nova campanha e todos os grupos prioritários devem buscar o imunizante para prevenir o adoecimento”, reforça a recomendação.

GRUPOS PRIORITÁRIOS

Crianças de 6 meses a menores de 6 anos estão entre as prioridadesCrianças de 6 meses a menores de 6 anos estão entre as prioridades

A vacinação contra a influenza é trivalente e busca reduzir as complicações, as internações e a mortalidade decorrentes das infecções pelo vírus da influenza. Os grupos prioritários apontados pelo Ministério da Saúde para este primeiro momento da vacinação são:

- Crianças de 6 meses a menores de 6 anos de idade (5 anos, 11 meses e 29 dias);
- Trabalhador da saúde dos serviços públicos e privados;
- Gestantes;
- Puérperas;
- Professores dos ensinos básico e superior;
- Povos indígenas;
- Idosos com 60 anos ou mais de idade;
- Pessoas em situação de rua;
- Profissionais das forças de segurança e salvamento;
- Profissionais das Forças Armadas;
- Pessoas com doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais independentemente da idade.

APRESENTAR DOCUMENTAÇÃO
O Ministério da Saúde também alterou a forma de registro da dose, que a partir desta campanha passa a ser realizada pelo sistema de informação através do cartão do SUS ou CPF do indivíduo. Esses dados serão enviados à base nacional da Rede Nacional de Dados em Saúde (RNDS) e disponibilizados na Carteira Nacional de Vacinação Digital do cidadão no Conecte-SUS.

PONTOS DE VACINAÇÃO
A Semusa conta com 38 unidades de saúde, na zona urbana e rural, com o serviço de vacinação contra a gripe. Na capital, os endereços e horário de funcionamento estão disponibilizados neste link.

Comentários

    Seja o primeiro a comentar

Envie seu Comentário

 
Winz

Envie Comentários utilizando sua conta do Facebook