Clima de ameaça, rumores sobre gravação de deputados e promessas de cargos no Governo marcam início da disputa pela Mesa Diretora da ALE

Nos corredores da Assembleia comenta-se que, para eleger Heyder Brasil, cada deputado que se bandeasse para a chapa governamental poderia ser contemplado com até 40 cargos comissionados no Governo de Marcos Rocha.

TUDORONDONIA
Publicada em 11 de janeiro de 2019 às 16:38
Clima de ameaça, rumores sobre gravação de deputados e promessas de cargos no Governo marcam início da disputa pela Mesa Diretora da ALE

Circulam em alguns gabinetes da Assembleia Legislativa de Rondônia rumores de que deputados da oposição,  que articulam uma chapa para disputar o comando da Casa, poderiam estar sendo vítimas de gravações clandestinas.

O grupo de deputados da oposição já conta com a adesão de pelo menos 17 parlamentares e terá como oponente o candidato chapa branca sargento Eyder Brasil (PSL), cujo padrinho, o coronel-governador Marcos Rocha,  vem emitindo sinais de hostilidade ao parlamento.

Sob o compromisso do anonimato, dois deputados disseram ao Tudorondonia terem ouvido falar que seus telefones celulares estariam grampeados porque aderiram ao ao grupo oposicionista ao governo do coronel, que compôs sua administração com vários policiais civis e militares.  

Grampos telefônicos só podem ser feitos mediante autorização judicial, para fins investigativos.

A eleição da Mesa Diretora ocorre em 1º de fevereiro e o clima é de tensão devido à enorme pressão que o Governo começou a exercer sobre a Assembleia.

A situação ficou ainda mais tensa com a postagem, no Facebook,  feita nesta sexta-feira pelo advogado de Marcos Rocha, Richard Campanari.

Envie seu Comentário

 

Comentários

  • 1
    image
    Fernanda 15/01/2019

    Chega de promessas de cargos comissionados. Existe um concurso em andamento, homologuem logo e convoquem os aprovados. Já passou da hora de acabar a farra dos comissionados.

  • 2
    image
    gilmar 15/01/2019

    utilização do ultrapresidencialismo nas eleições do poder legislativo.

  • 3
    image
    Altemir Roque 14/01/2019

    Kkkk, pelo que sei legislativo é um poder independente, pelo menos aprendi isso na teoria de Maquiavel. Sendo verdade qual o interesse do executivo fazer tanto empenho para eleger o presidente, se ao legislativo cabe limitar o poder absoluto do executivo, fiscalizando suas ações etc. Porque esse tal de acordo com cargos etc? Se é verdade o atual governo não difere das raposas que já passaram por lá. Ou seja, tudo igual no quartel de Abrantes. Uma lástima

  • 4
    image
    Denilton 14/01/2019

    Nesta linha de ação do governo logo logo entra pelos canos. Dialogo governador. Ja há rumores de greves por aí. Se liga puliça.

  • 5
    image
    Pedro Silva. 12/01/2019

    Eleger um governador novato ate que é normal, tendo vista o Governador ser apenas 01, mas eleger dentre 24 Deputados um deputado sem experiência para administrar um orçamento enorme como o da Assembleia , seria muita burrice!! Depois não chorem !!

  • 6
    image
    Paulo de Guajara-Mirim. 12/01/2019

    Atenção senhores Deputados da base do Senhor Coronè, o Sargento EYDER BRASIL se quer chegará ao final do seu mandato, pois ele perderá o mandato por conta do PSL dos homens que se dizem honestos, íntegros, haverem usado uma mulher de laranja para cobrir vaga de mulheres. Então pra que eleger um Presidente da Assembleia Legislativa que se quer vai chegar ao termino do mandato? Sem falar que Deputados vendelhões , vão entrar na estatística daqueles que perderam. Se ligam estamos ligados !!

Envie Comentários utilizando sua conta do Facebook