Denúncia anônima leva polícia até carro que atropelou mãe e filha em Vilhena; garota vai para Cacoal em estado grave

Motorista disse que não parou com medo de ser agredido.

Rota Policial News/Foto: Carlos Mont Serrate
Publicada em 07 de março de 2019 às 16:58
Denúncia anônima leva polícia até carro que atropelou mãe e filha em Vilhena; garota vai para Cacoal em estado grave

Foi localizado o carro e identificado o motorista que, na tarde de ontem (quarta-feira, 06) atingiu uma motocicleta na qual estavam mãe e filha em Vilhena. O acidente, que deixou Keidy Regina da Silva, 34 anos, e a filha dela, Karolaine Regina da Silva, 16, com ferimentos graves, aconteceu no cruzamento da avenida Major Amarante com a rua Duque de Caxias, região central da cidade.

Após a colisão entre os veículos, o condutor do Fiat Palio Wekeend fugiu do local sem prestar socorro às vítimas. A condutora da moto sofreu fraturas e vários outros ferimentos. A filha dela teve traumatismo craniano e precisou ser enviada para o Hospital Regional de Cacoal, em estado considerado grave.

O veículo envolvido no acidente foi encontrado na avenida 1º de maio, no centro, e estava coberto com uma lona. Uma denúncia anônima levou peritos da Polícia Civil ao local, onde os exames indicaram que o carro era mesmo o que havia provocado os ferimentos nas duas mulheres ao avançar a via preferencial.

O motorista de 42 anos assumiu a culpa e disse que, por causa da chuvam não conseguiu enxergar a moto. Também explicou que não parou temendo ser agredido. No entanto, se comprometeu em ajudar as vítimas e será ouvido amanhã na polícia.

Envie seu Comentário

 

Comentários

    Seja o primeiro a comentar

Envie Comentários utilizando sua conta do Facebook