Deputado Anderson pede celeridade na identificação e prisão de criminosos que fizeram lista com nomes de policiais penais marcados para morrer

Parlamentar alertou para o atentado contra a vida de um policial ocorrido no último dia 13

Assessoria Foto: Marcos Figueira-ALE/RO
Publicada em 20 de outubro de 2020 às 18:14
Deputado Anderson pede celeridade na identificação e prisão de criminosos que fizeram lista com nomes de policiais penais marcados para morrer

Durante discurso nesta terça-feira (20), na tribuna da ALE/RO, o presidente da Comissão de Segurança Pública, deputado Anderson Pereira (PROS), pediu empenho e dedicação exclusiva das forças de segurança na identificação de criminosos que fizeram lista com nome de policiais penais de Rondônia que estão marcados para morrer.

O deputado Anderson alertou para o atentado contra a vida de um policial , que aconteceu no último dia 13, quando quatro homens fortemente armados invadiram a residência do servidor e começaram a atirar. O policial, que já havia sido alertado, trocou tiros, chegou a ser atingido com um disparo na perna e alvejou um dos criminosos, que recebeu atendimento e foi levado para hospital local. Dois conseguiram fugir e um foi capturado e preso.

Já na delegacia o criminoso capturado retira revelado à polícia que uma lista com nomes de policiais marcados para morrer estava circulando e que o motivo destas mortes seria apoderamento e controle do tráfico de drogas, uma vez que Guajará-Mirim é rota do narcotráfico. Organizações criminosas como Comando Vermelho, PCC e Família do Norte disputam território e os policiais penais, responsáveis pela ordem e combate à movimentação do tráfico nos presídios, estão no meio do fogo cruzado.

“Estive conversando com alguns delegados que atuam nas investigações, onde pedimos celeridade na identificação de possíveis mandantes, e até membros de facções que estão direcionando esses ataques à membros do Estado, porque o policial penal é um membro do Estado, ele representa o estado dentro das unidades prisionais, são servidores exemplares, que fazem cumprir a lei, não trabalham com nada ilegal, em sua grande maioria são pessoas honestas, pais de família e merecem respeito”, destacou.

O bando usava um veículo Fiat Uno, cor branca, que já estava sendo monitorado antes do ataque à residência. Há um vídeo em posse da inteligência penitenciária que mostra os quatro no interior do veículo circulando pela cidade e foram flagrados fotografando residências de policiais penais.

Por esse motivo, pedimos empenho e máxima dedicação das forças de segurança para identificar esses elementos para que possam ser punidos e os liderem mandados para o presídio federal, para que fiquem isolados, protegendo a sociedade contra esse mal. Vamos continuar acompanhando as investigações para que os autores estejam presos”, finalizou Anderson Pereira.

Envie seu Comentário

 

Comentários

    Seja o primeiro a comentar

Envie Comentários utilizando sua conta do Facebook