DPE-RO fecha ano de 2017 com economia de 1,7 milhão de reais em licitações e contratos

A economia foi apontada pelo “Econômetro”, relatório produzido pela Comissão Permanente de Compras e Licitações da Defensoria Pública de Rondônia.

Ascom DPE/RO
Publicada em 14 de abril de 2018 às 09:20

Uma economia de mais de 1 milhão e 750 mil reais. Este foi o saldo positivo alcançado pela Defensoria Pública do Estado Rondônia nas licitações homologadas durante o ano de 2017, o que representa um percentual de 19,88% do valor total estimado em aquisições e contratações da instituição.

A economia foi apontada pelo “Econômetro”, relatório produzido pela Comissão Permanente de Compras e Licitações da Defensoria Pública de Rondônia. “Essa diferença é percebida quando subtraímos do valor total estimado das licitações, o real valor que foi homologado pela CPCL”, explica o Presidente da Comissão, Ricardo Carneiro.

De acordo com ele, a economia é o reflexo de diversos fatores adotados pela DPE-RO ao longo do ano. O principal deles é a adoção do pregão eletrônico como ferramenta licitatória da instituição.

“O pregão eletrônico aumenta a quantidade de participantes, pois dispensa a presença física dos mesmos na licitação, ampliando a disputa licitatória e contribuindo assim para baratear o processo. É mais simples, ágil e transparente”, afirma Ricardo.

Outro fator importante, segundo a CPCL, foi o empenho dispensado pela Administração Superior da DPE-RO na capacitação não apenas dos servidores da Comissão, mas de toda a instituição.

“A participação em cursos, simpósios, seminários e congressos dentro e fora do Estado foi essencial para a capacitação da equipe da CPCL e contribuiu para aprendizagem e adoção de práticas de otimização dos nossos processos licitatórios”, conclui.

Interesse da Administração Superior

Diante desses resultados, o Defensor Público-Geral, Marcus Edson de Lima, aponta que a economia de gastos conseguida, levando-se em consideração a efetividade dos processos de licitações da DPE-RO, revela a conquista de um dos principais objetivos da Administração Superior.

“Prestar à sociedade um serviço de excelência, como o que vem sendo realizado pela DPE-RO, tendo, ainda, uma economia de mais de 1,7 milhão de reais nas despesas anuais empenhadas, demonstra a busca da Administração Superior pelo aperfeiçoamento do trabalho não só da atividade fim, que é o atendimento direto ao cidadão, mas também, pelo aperfeiçoamento das rotinas administrativas da instituição, o que reflete em menos gastos públicos e mais eficiência”, afirma Marcus Edson de Lima.

Comentários

    Seja o primeiro a comentar

Envie seu Comentário

Envie seu Comentário

Envie Comentários utilizando sua conta do Facebook