Durante bebedeira, jovem é morto a golpes de canivete

A vítima levou pelo menos 26 golpes de canivete.

Da reportagem do Tudorondonia
Publicada em 04 de maio de 2017 às 10:07
Durante bebedeira,  jovem é morto a golpes de canivete

Vilhena, RO - O 17º homicídio deste ano foi registrado na madrugada desta quinta-feira (04), na avenida Perimetral,  esquina com a rua Campina Grande, no setor 19, bairro Parque Industrial Novo Tempo, no município de Vilhena.

Segundo informações da PM, Wesley Vieira Gonçalves, 25 anos, executou com 25 facadas o jovem Maikon Douglas Alves dos Santos, 19 anos, durante uma discussão após uma bebedeira entre ❝amigos❞. Após a polícia receber a denúncia sobre o ocorrido , foi ao local e localizou  o corpo de Maikon em um terreno baldio. Do  lado do corpo foram  encontrados um canivete sujo de sangue e um facão.

Uma unidade de resgate do Corpo de Bombeiros chegou a ser acionada, mas,  sendo constatado o óbito da vítima, foi  solicitada a presença da Polícia Técnico-Científica (Politec) para realização da perícia no local dos fatos. Os policiais começaram a fazer diligências pelo bairro após receber as informações sobre as características que foram repassadas por testemunhas e,  em dado momento,  quando passavam pela rua Acre , o suspeito foi avistado sujo de sangue,  foi abordado e preso. Ele assumiu a autoria do crime.

Segundo Wesley, a vítima estaria ingerindo bebidas alcoólicas no local juntamente com colegas, momento em que assediou a namorada do acusado,  uma garota de apenas 12 anos de idade. Ela  confirmou que Maikon Douglas teria mexido com ela, que desferiu  um tapa na face da vítima.

A adolescente disse aos militares que,  após desferir o tapa ,  Maikon se enfureceu e se apossou de um facão, atacando-a, provocando ferimentos na panturrilha direita e outro no antebraço esquerdo. Seu namorado  viu as agressões e partiu para cima do rapaz. De posse de um canivete ,  desferiu  vários golpes em Maikon , que não resistiu à gravidade dos ferimentos e morreu no local. 

A perícia constatou pelo menos 26 perfurações no corpo de Maikon. Diante dos fatos, Wesley foi preso em flagrante pelo crime de homicídio, sendo apresentado ,juntamente com a menor e as testemunhas,  na Delegacia de Polícia Civil.

Envie seu Comentário

 

Comentários

    Seja o primeiro a comentar

Envie Comentários utilizando sua conta do Facebook