Durante operação da Polícia Militar, cliente e dono de “distribuidora” de entorpecentes são presos

Local já era monitorado pelo Núcleo Inteligência da PM.

Folha do Sul 
Publicada em 10 de janeiro de 2019 às 16:09
Durante operação da Polícia Militar, cliente e dono de “distribuidora” de entorpecentes são presos

Na noite de quarta-feira, 09, dois homens foram presos durante a operação “Comando da Abordagem”. D. C. P., de 35 anos, o primeiro abordado, havia acabado de sair de um comércio de entorpecentes, no bairro Cristo Rei, quando foi parado pelos policiais. Embriagado, ele confessou aos militares ter adquirido a droga com R. O. S., de 37 anos.

De acordo com o boletim de ocorrência, uma guarnição estava em patrulhamento quando o Núcleo de Inteligência da Polícia Militar observou o momento em que um veículo saiu de uma casa conhecida como ponto de vendas de entorpecentes, chamada de “Peãozão”.

Em diligências atrás do carro, foi feita a abordagem. Em revista dentro do automóvel foram encontradas duas porções de crack, já em revista pessoal os policiais perceberam que D. apresentava sinais de embriaguez, o que foi confirmado com o teste do bafômetro.

O homem afirmava ter saído da “Distribuidora Peãozão”, e diante disso a PM decidiu ir até o local, com o apoio do PATAMO (Patrulhamento Tático Móvel). Porém, ao avistar os policiais, o dono da casa, R. O. S., jogou seu celular no chão e danificou a tela do aparelho. Na revista pessoal encontraram com ele a quantia de R$ 700,00. 

Diante dos fatos, foi dada voz de prisão a ambos os homens e eles foram levados à Unisp. A ocorrência está registrada na Sisdepol (Sistema de Integração de Serviços de Segurança Pública) para os procedimentos cabíveis. D. é acusado de embriaguez na direção, além de posse, porte e uso de drogas, enquanto R. responderá por tráfico.

Envie seu Comentário

 

Comentários

    Seja o primeiro a comentar

Envie Comentários utilizando sua conta do Facebook