EDITAL DE CONVOCAÇÃO SINJUR NÚMERO 006/2020, PUBLICADO NO DIÁRIO DA JUSTIÇA EM 17/09/2020

A Presidente do Sindicato dos Trabalhadores no Poder Judiciário do Estado de Rondônia – SINJUR, no uso de suas atribuições estatutárias e, com base no art. 79 do Estatuto, CONVOCA os servidores sindicalizados interessados em concorrer a cargo de membro da comissão eleitoral

Assessoria
Publicada em 21 de setembro de 2020 às 13:44
EDITAL DE CONVOCAÇÃO SINJUR NÚMERO 006/2020, PUBLICADO NO DIÁRIO DA JUSTIÇA EM 17/09/2020

A Presidente do Sindicato dos Trabalhadores no Poder Judiciário do Estado de Rondônia – SINJUR, no uso de suas atribuições estatutárias e, com base no art. 79 do Estatuto, CONVOCA os servidores sindicalizados interessados em concorrer a cargo de membro da comissão eleitoral, a qual será composta por três membros, que as inscrições já estão abertas a partir desta segunda feira, 21 e vão até sexta feira, 25/09.

Para tanto, os interessados poderão fazê-la em formulário próprio, conforme modelo abaixo, e encaminhá-la por meio do email: [email protected]

Esclarece que Assembleia será realizada na próxima segunda feira dia 28, às 08h30, em primeira chamada, e na 2ª chamada, 09h00 horas, conforme edital n 006/2020, publicado no DJ 177 dia 21/09/2020.

 

Porto Velho, 21 de setembro de 2.020

GISLAINE MAGALHÃES CALDEIRA
Presidente

Ficha de inscrição – Documentos Google

EDITAL N.005-2020

Envie seu Comentário

 

Comentários

    Seja o primeiro a comentar

Envie Comentários utilizando sua conta do Facebook

O heroi da direita brasileira

O heroi da direita brasileira

"Bertold Brecht dizia que a burguesia não tem heróis. Não tem causas heróicas, que permitam ter heróis. A direita brasileira tem heróis? Seus 'heróis' foram o Collor, o FHC, agora é o Bolsonaro. À altura das causas da direita"

Naturalizamos o mal e tudo está no seu lugar. Graças a Deus

Naturalizamos o mal e tudo está no seu lugar. Graças a Deus

"Novo normal" no Brasil não se trata do pós pandemia, mas da velha política de Jair Bolsonaro. "Na verdade, não estamos falando de nada que devesse ser normal e tampouco pudesse ser chamado de “novo”. Trata-se de Jair Bolsonaro, que não é normal e nem sequer novo. Aliás, nada mais velho do que Bolsonaro"

Brasil em chamas

Brasil em chamas

"A destruição do Pantanal, da Amazônia e do que resta do Cerrado faz parte do programa da coalizão governista, que reúne grileiros, mineradores, madeireiros ilegais e vândalos do agronegócio"