Expedito Netto e Mauro Nazif votaram contra a Reforma da Previdência

Eles mantiveram o compromisso firmado com algumas categorias profissionais, principalmente servidores públicos da área de educação. Os outros seis parlamentares de Rondônia votaram a favor da Reforma

Tudorondonia
Publicada em 10 de julho de 2019 às 20:48
Expedito Netto e Mauro Nazif votaram contra a Reforma da Previdência

Os deputados federais de Rondônia Mauro Nazif (PSB) e Expedito Netto (PSD) mantiveram o compromisso firmado com algumas categorias profissionais, principalmente servidores públicos da área de educação, e votaram contra o texto-base da Reforma da Previdência, aprovado na noite desta quarta-feira a Câmara Federal  por 379 votos contra 131.

Os demais parlamentares de Rondônia – Coronel Crhisóstomo, do PSL; Léo Moraes, do Podemos; Mariana Carvalho, do PSDB; Lúcio Mosquini, do MDB; e Jaqueline Cassol, do PP – votaram a favor da reforma.

A reforma da Previdência precisava de 308 votos, o equivalente a três quintos dos deputados, para ser aprovada. Se aprovado em segundo turno, o texto segue para análise do Senado, onde também deve ser apreciado em dois turnos e depende da aprovação de, pelo menos, 49 senadores.

Veja como votaram todos os deputados

Envie seu Comentário

 

Comentários

  • 1
    image
    Edson Fransil 11/07/2019

    Ele não se venderam pelos 40 milhões, eles valem bem mais do isso...

  • 2
    image
    Mariana 11/07/2019

    ESTA MATÉRIA DEVERIA SER PARA MOSTRAR OS TRAIDORES DO POVO QUE SE VENDERAM POR EMENDAS E CARGOS! EDITOR FAÇA UMA MATÉRIA DOS 6 QUE SE VENDERAM!! PARABÉNS AO MAURO E AO EXPEDITO!

  • 3
    image
    SILVIO MARAN 11/07/2019

    Parabéns ao Deputados Malro Nazif e Expedido pelo compromisso com os servidores.

  • 4
    image
    joao luiz 11/07/2019

    Parabéns aos deputados. Verdadeiros representantes do povo.

  • 5
    image
    pedro 11/07/2019

    Aposentadoria no Brasil é para funcionário público. Na iniciativa privada o indivíduo se "aposenta" e continua trabalhando até muito depois dos 65 anos. Essa choradeira toda é porque estão querendo tirar os privilégios daqueles que menos trabalham e mais recebem. A lei trabalhista deveria ser exatamente a mesma para todos. Não podemos continuar vendo desembargador se aposentar e ir morar com a família toda em Paris, financiado por aqueles que acordam sem saber até quando estarão empregados.

  • 6
    image
    Diego 11/07/2019

    Parabéns a todos os canalhas, traidores da nação, reforma pra prejudicar trabalhador e pobre as custas de mentiras, espero que no futuro alguém com bom senso e integridade possa reverter esse agodo que será instalado, maldito presidente, que seus dias sejam breves. A todo povo, levantemos contra isso, ao menos não sejamos Cordeiros. Lutar até morrer companheiros.

  • 7
    image
    j paulo 10/07/2019

    Tem que anotar o nome dos pilantas traidores que se venderam por troca de cargo e emendas para surrupiar a grana na hora execução e mandar pra casa do esses vagabundos que sabem que o problema é a roubalheira dos governantes.

  • 8
    image
    Constantino Lagoa 10/07/2019

    Parabéns deputados, vocês já entraram para a história por não compactuarem com essa canalhice que estão fazendo conosco. Somos 80% dos beneficiados da previdência e seremos nós, além dos mais prejudicados, que manteremos os privilégios dos marajás, aqueles que não perderão nada e manterão seus polpudos salários.

Envie Comentários utilizando sua conta do Facebook